Queda de avião na França foi acidente, diz executiva da Lufthansa

A hipótese de um possível ataque terrorista como causa do queda do avião da Germanwings, filial de baixo custo da Lufthansa, foi descartada nesta terça-feira (24) pela vice-presidente para a Europa do grupo Lufthansa, Heike Birlenbach.

“O que podemos dizer neste momento é que foi um acidente. Não há nenhuma razão para que se possa atribuir a queda a outras circunstâncias. Qualquer outra coisa seria especulação”, disse Birlenbach, em Barcelona.

Ela limitou-se a dizer que o avião estava em perfeito estado e que a aeronave passou por sua última manutenção na noite anterior, na base de Düsseldorf.

“Vamos fazer o que for necessário para investigar o que aconteceu e saber quais são as causas. Hoje é um dia trágico na história da Lufthansa”, afirmou a vice-presidente em uma coletiva no aeroporto El Prat, em Barcelona, de onde partiu o voo.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *