“Tenho orgulho de ter sido presidente da República e ter indicado você presidente da Petrobras”, disse Lula sobre Gabrielli

Aplaudido por Lula, José Sergio Gabrielli ergue o punho em ato em São PauloO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez nesta terça-feira um ato de desagravo ao ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli, que comandou a estatal entre 2005 e 2012, quando o esquema do petrolão funcionava a todo vapor. Saindo em defesa de Gabrielli, que é investigado na Operação Lava Jato e já teve os sigilos bancário e fiscal quebrados pela Justiça, o ex-presidente afirmou: “Tenho orgulho de ter sido presidente da República e ter indicado você como tesoureiro e depois presidente da Petrobras. Eu quero saber se alguém vai ter coragem de dizer que esse moço aqui estava envolvido em corrupção”, disse, apontando para o ex-dirigente da Petrobras durante uma plenária na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro de São Paulo.

O evento, que também contou com a participação do presidente do PT, Rui Falcão, do presidente do PCdoB, Renato Rabelo, e de dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e do Movimento dos Sem Terra (MST), teve como objetivo definir estratégias para contrapor o novo protesto contra o governo Dilma marcado para o dia 12 de abril.

Assembleia Legislativa homenageará jornalistas do RN

Os profissionais do Jornalismo do Rio Grande do Norte serão homenageados pela Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (7). Em sessão solene marcada para as 9h30, o Poder Legislativo receberá 20 profissionais potiguares que atuam nas mais diversas áreas, dentro e fora do Brasil.

Proposta para dar reconhecimento ao trabalho dos profissionais que atuam como interlocutores da sociedade, a sessão solene em homenagem ao Dia do Jornalista concederá honraria a jornalistas que atuam na televisão, rádio, jornal, internet e fotografia, além de assessores de imprensa que também se destacaram em suas funções.

Justiça manda apreender Porsche, Mercedes e BMW de prefeito no RJ

A Justiça determinou a apreensão de um Porsche Panamera modelo 2012, um Mercedes Benz AMG, modelo 2011, e um BMW X-6, modelo 2014, que pertenceriam ao prefeito de Itaguaí (a 58 km do Rio), Luciano Carvalho Mota (PSDB).

Por decisão do desembargador federal Paulo César Espírito Santo, do Tribunal Federal da 2ª Região (Rio e Espírito Santo), Mota, três secretários municipais e dois policiais militares da cidade foram afastados de seus cargos nesta terça (31).

O prefeito afastado ficou famoso no município, com pouco mais de 100 mil habitantes, por desfilar pelas ruas a bordo de uma reluzente Ferrari amarela, modelo 458 Itália.

O veículo, avaliado em cerca de R$ 1,5 milhão, foi apreendido pela Polícia Federal no ano passado. Essa é considerada a terceira fase da operação Gafanhoto, que apura esses desvios na Prefeitura de Itaguaí.