Petrobras pagou o dobro por obras na refinaria Abreu e Lima

Investigações do Tribunal de Contas da União (TCU) apontam que a Petrobras pagava, em média, o dobro por obras realizadas na refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. No entanto, houve casos em que alguns serviços custaram 13.834% a mais do que realmente valiam. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

As conclusões são fruto das análises do TCU sobre os contratos firmados pela Petrobras com as empresas investigadas pela Operação Lava Jato. Os contratos da estatal para obras em Abreu e Lima chegam a R$ 30 bilhões. Mas, pelas estimativas do TCU, os serviços custariam, de fato, pouco menos que R$ 15 bilhões.

Ainda segundo a reportagem, de 190 itens analisados até o momento, 185 tinham preços de referência inferiores ao que a estatal pagou. Uma simples tubulação, por exemplo, tinha preço de mercado de R$ 4,3 mil. Mas foi adquirida por R$ 24,3 mil. Um outro exemplo foi o aluguel de um compressor a diesel. A Petrobras pagou R$ 9,6 mil ao mês. Mas no mercado, o acessório poderia ser locado por R$ 70/mensais.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *