Manifestantes usam "miniPixulekos" e Dilma inflável em protesto em Brasília

Uma boneca representando a presidente Dilma foi levada à Esplanada dos Ministérios e foi batizada de "Pixuleca"
Uma boneca representando a presidente Dilma foi levada à Esplanada dos Ministérios e foi batizada de “Pixuleca”

Do UOL, em Brasília*

Após o sucesso do boneco inflado gigante representando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos protestos do último dia 16 de agosto, os manifestantes contrários ao governo Dilma Rousseff (PT) trouxeram duas novidades ao protesto de 7 de Setembro em Brasília. Uma boneca gigante da presidente Dilma foi inflada no gramado da Esplanada, e “miniPixulekos” (bonecos em miniatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com roupa de presidiário) foram vistos no desfile.

Manifestantes usaram “miniPixulekos” no protesto em Brasília

A boneca de Dilma feita pelos manifestantes tem nariz comprido, como o do personagem Pinóquio, veste roupa vermelha, com a estrela do PT, está coberta com uma mancha lama. Ela foi batizada de “Pixuleca”.

Já o boneco inflável do ex-presidente, apelidado de “Pixuleko”, já percorreu quase 2.500 km em protestos pelo país. Além do Distrito Federal, esteve em São Paulo, onde sofreu atentado e chegou a ser rasgado, e Curitiba. Nas últimas semanas, deu origem a adesivos, camisetas, bonés.

Com a popularidade do boneco gigante, foram fabricadas mil réplicas em tamanho reduzido que foram vendidas no local.

Rogério Marinho (Saco Preto) causa constrangimento no desfile militar em Natal

Numa demostração de desapreço, falta de respeito e deboche, o deputado federal Rogério Marinho compareceu ao palanque oficial do desfile da independência com traje completamente inadequado.

Não trata-se de simplicidade do deputado “Saco Preto”, é uma falta de consideração aos militares que comparecem com fardas de galas e a tropa que desfiou também vestindo suas fardas de solenidades.

Todas as autoridades presentes, civis, militares e eclesiasticísticas obedeceram o protocolo do cerimonial, mas, Rogério (Saco Preto) parecia que estava no Forró do Candieiro.

Em meio das autoridades militares o constrangimento foi total.

IMG_0798
Prefeito de Natal, primeira-dama, governador do Estado, Almirante, brigadeiro e general vestidos adequadamente, e Rogério marinho usando uma camisa da sua campanha derrotada para prefeito de Natal em 2012.

 

 

Temer: Se quisesse ocupar o lugar de Dilma, teria agido 'subterraneamente'

Estadão Conteúdo

São Paulo – O vice-presidente da República, Michel Temer, afirmou, em entrevista gravada e exibida na noite deste domingo pelo Canal Brasil, que não manobra para assumir o cargo de Dilma Rousseff. “Se eu quisesse ocupar o lugar de Dilma, teria agido subterraneamente. Acho que ela não se deixou levar por nenhuma espécie de intriga”, disse, em referência ao episódio ocorrido no início de agosto em que pediu pela reunificação do País. À época, especulou-se que Temer estaria se posicionando para o caso de Dilma não resistir à crise política. “O que mais me ofendeu nesse episódio foi que me deram o epíteto de ‘asno’. Se eu estivesse querendo fazer isso, jamais usaria a palavra.”

Como saber se você é viciado em tecnologia e 4 formas de combater

BBC

Você passa a maior parte do seu dia em frente a uma tela de laptop, tablet ou celular? Mesmo na hora de dormir?

“Então, você vive em modo de sobrevivência. O seu sistema nervoso simpático está funcionando em ritmo forçado. Suponho que você se sinta arrasado à tarde, o que significa que o seu organismo está atuando à base da adrenalina, noradrenalina e cortisol”, explica a médica Nerina Ramlakhan, especialista em manejo de energia e técnicas para dormir do hospital de Nightingale, em Londres.

Esta, disse Ramlakhan ao site em espanhol da BBC, BBC Mundo, é a descrição de um viciado em tecnologia.

O perfil do paciente

O perfil dos viciados costuma ter características que se repetem: perfeccionismo, tendência a controlar tudo e bruxismo.

Pesquisadores alertam que a memória de certos pacientes está diminuindo, diante do excesso de atividades ao mesmo tempo

“Elas costumam ter um tipo de personalidade: são pessoas automotivadas, competitivas, agressivas e sentem uma necessidade imperiosa de realizar coisas”, disse Ramlakhan.

“Para pessoas com estes traços, é muito difícil se desconectar. Não conseguem relaxar e, quando o fazem, se sentem rapidamente exaustos.”

“Até quando veem televisão usam várias telas. Têm um nível de hiperatividade que é produto do medo de não estar no controle.”

Por isso, o simples ato de passar páginas no celular cria uma sensação de gratificação, semelhante à que se sente ao degustar uma comida predileta, fazer algo que nos diverte ou mesmo praticar sexo.

Embora muitos se vangloriem de serem capazes de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo, o chamado multitasking, segundo a psicóloga Catherine Steiner-Adair é um perigo, principalmente para crianças.

“Vivemos uma diminuição da memória. Não estão desenvolvendo esta parte do cérebro, que é um músculo que necessita de exercícios focados em uma só atividade”, disse a psicóloga.

Os diagnóstico

Para Ramlakhan, nestes casos, as pessoas adquirem o padrão clássico do ciclo da fadiga.

Nesta situação, a pessoa só consegue se ativar ao receber doses contínuas de dopamina, um hormônio liberado no cérebro pelo hipotálamo. A consequência é maior motivação, aumento dos batimentos cardíacos, melhor humor, maior capacidade de processar informação e mais sono.

Em outras palavras, o vício em tecnologia transforma a pessoa em viciada em dopamina.

“Os pacientes vão para a cama e não conseguem dormir. E quando conseguem, acordam cansados. As pessoas me dizem que simplesmente não conseguem ‘desligar o cérebro'”, afirm Ramlakhan.

A esta altura, pode-se dizer que a mente da pessoa está “fundida”, após tantas horas conectada a dispositivos eletrônicos – seja por trabalho ou prazer.

A receita médica

Para a especialista Ramlakhan, o vício tem que ser atacado por vários ângulos. Ela recomenda quatro ações simples:

Criar o “entardecer eletrônico” diário: quando a hora de dormir se aproximar, afaste-se de todos os dispositivos tecnológicos e, por exemplo, leia um livro (que não seja eletrônico).Mantenha o relógio afastado durante a noite, de forma que não seja possível saber que horas são, para que o passar do tempo não provoque ansiedade.Não usar o smartphone como despertador. Recarregue-se com energia saudável: tome café da manhã, ainda que leve, na primeira meia hora após se levantar e antes de tomar qualquer bebida com cafeína.Mantenha-se hidratado: tome pelo menos dois litros de água por dia.Como prevenir

Um estudo recente da universidade London School of Economics indica que as escolas em que os alunos são proibidos de usar telefones celulares têm resultados melhorados em mais de 6%.

A filosofia da escola Steiner-Waldorf desestimula abertamente o uso de dispositivos para crianças menores de 12 anos.

Especialistas britânicos recomendam um máximo de duas horas diárias diante das telas para promover a atividade física

A organização NICE, dedicada à conscientização de hábitos saudáveis no Reino Unido, recomenda um limite de duas horas diárias em frente a dispositivos, de forma a incentivar as atividades físicas. Curiosamente, o problema parece ser mais agudo para a geração que se lembra da vida antes do advento da internet. Para eles, a tecnologia parece exercer uma atração irresistível, segundo Ramlakhan.

Ela diz que tem uma filha de 11 anos que se cansou do Facebook, enquanto o filho de 4 anos não pensa duas vezes antes de desligar todos os dispositivos eletrônicos da casa.

“As novas gerações serão mais sagazes. Nós, entretanto, ainda estamos na fase de fascínio com a tecnologia, ainda estamos empolgados.”

Enquanto isso acontece, ela diz que é preciso lutar diariamente para recuperar o terreno do sono e das atividades físicas na nossa rotina.

Esculhambou geral: TV Câmara é utilizada para fazer propaganda para parlamentares

Nas produções são exibidas imagens dos deputados em sua base eleitoral, trocando beijos e abraços com eleitores e visitando obras fruto de suas próprias emendas. Cada programa custa R$ 50 mil

 

Desde o final de agosto, a TV Câmara passou a exibir o programa “Onde o Povo está”, com formato semelhante a de uma propaganda eleitoral e que tem beneficiado parlamentares aliados do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A informação é do jornal O Globo deste domingo (6).

De acordo com a reportagem, 16 deputados já gravaram o programa. Nove deles já foram ao ar. Os primeiros parlamentares beneficiados com as gravações foram escolhidos pelo secretário de Comunicação da Câmara, Cléber Verde (PRB-MA), segundo informações do jornal. O formato da produção tem sido criticado por adversários de Cunha, já que descaracteriza o caráter institucional da TV Câmara.

Cada produção tem 15 minutos e conta com a participação de três parlamentares. No “Onde o Povo está”, são exibidas imagens dos deputados em sua base eleitoral, trocando beijos e abraços com eleitores e visitando obras fruto de suas próprias emendas. Também já foram divulgados vídeos de deputados dançando, aplaudindo desfile cívico, em casamento coletivo e até mesmo narrando jogo de futebol.

Pelas informações do jornal O Globo, o custo da produção é de aproximadamente R$ 50 mil por programa. Na primeira leva, foram gravadas produções no Amapá, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraíba e Goiás.

“Cada visita a um estado custa em torno de R$ 50 mil, incluídas despesas de passagem, hospedagem e aluguel de uma van. Uma equipe de quatro profissionais da TV — um diretor, um produtor, um cinegrafista e um assistente — se desloca para as bases dos políticos para gravar. Os locais e eventos a serem registrados são escolhidos pelo próprio deputado”, informa o jornal.

 

Confira a matéria na íntegra

Wilma está escramuçando no interior

A ex-governadora, Wilma de Faria, depois de duas derrotas para o senado, resolveu percorrer o interior do Estado preparando sua candidatura a deputado federal.

Wilma não aparece bem nas pesquisas de intenção de votos em Natal, o prefeito Carlos Eduardo Alves sabe disso e já decidiu aceitar um nome do PMDB para ser seu candidato a vice. Ela foi aconselhada a desistir de Natal e correr campo no interior para garantir um mandato de deputado.

Para se fortalecer no interior ela vem organizando os encontros regionais do PSB

wilma_taipu
Encontro do PSB em Taipú com o ex-prefeito Bastinho 

 

No PMDB é assim: A jornal americano, Temer diz ter 'certeza' que Dilma chega a 2018

walter Temer
Incoerentes, tudo muda de um dia para o outro

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), escolheu uma publicação internacional para, em entrevista, minimizar o impacto das declarações que fez nesta quinta-feira (3), quando afirmou que, se não conseguir melhorar sua popularidade, o governo Dilma Rousseff não resiste até 2018.

O peemedebista disse nesta sexta (4) ao jornal americano Wall Street Journal que a petista chegará ao fim do mandato e que o país não vive nenhum tipo de crise institucional. “Você pode escrever isso: Tenho certeza absoluta de que isso vai acontecer [Dilma terminar o mandato], que isso será útil para o país, você não tem nenhum tipo de perturbação institucional”, declarou.

Ele ressaltou ainda que a presidente vai governar “até o fim, até 2018”.

A entrevista foi a única posição pública de Temer após as declarações que deu ontem, ao participar de um evento com empresário, em São Paulo. Na ocasião, ele falou sobre os problemas do governo, disse que Dilma “é guerreira” e não renunciaria, mas admitiu que “com 7%, 8%” de popularidade “fica difícil” a presidente sustentar o mandato.

Houve forte reação à fala de Temer no Palácio do Planalto, que interpretou o gesto como uma demonstração clara do distanciamento do peemedebista da petista.

Ao jornal americano Temer voltou a defender o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. “Levy tem suporte total do governo e também do meu partido”, afirmou.

Fonte: Folha de São Paulo

Neymar é tietado por gêmea de tenista e manda mesangem

UOL Esporte

beatrice

Neymar ganhou uma nova fã durante esta passagem pelos Estados Unidos, onde o Brasil faz dois amistosos.

Depois da partida contra a Costa Rica em Nova Jersey, o atacante foi tietado na saída do vestiário por Beatrice Bouchardm irmã gêmea da tenista candense Eugenie Bouchard.

Beatrice aproveitou o fato de estar em Nova York acompanhando a irmã na disputa do Aberto dos Estados Unidos para assistir ao jogo da seleção e se encontrar com o craque.

A jovem postou uma foto do encontro em seu perfil no Instagram. Ela aparece dando um beijo na bochecha de Neymar. “Ele éo mais fofo”, escreveu.

O jogador retribuiu o carinho e também publicou uma foto em seu perfil com os seguintes dizeres em inglês: “Você deu sorte para o Brasil. Bom te ver”.

neymar

Nassif: Janot patina ao investir contra Dilma e Lula e poupar Aécio, Serra e Alckmin

dilma, lula, serra, aécio e alckmin

por Luis Nassif, em seu blog

Em direito existe o que se chama de “estorvo do processo”. Todo cidadão está sujeito a ser processado, do mais humilde ao presidente da República.

Mas existe também o conceito da repercussão política do processo, princípio que rege muitas decisões judiciais.

Por exemplo, por mais justo que seja determinado pleito, nenhum Ministro do STF vai votar a favor de uma ação que implique na quebra do país.

O mesmo princípio vale para processos com repercussão política. Um juiz deverá tomar duas vezes mais cuidado para expor o presidente da República ao “estorvo do processo”. Não significa que deva poupá-lo, mas que tomará cuidado redobrado antes de expô-lo e com a própria exposição em si. Porque expor a presidência da República significa expor o país.

O Procurador Geral da República tomou a decisão de expor ao “estorvo do processo” campanhas de Lula e Dilma. Dilma é a presidente da República.

Lula é um ativo nacional, o político que representa a esperança de milhões de brasileiros e – queiram ou não os opositores – o brasileiro que melhor representa a face legítima do país perante o mundo. Ele está para o Brasil como Mandela para a África do Sul, Ghandi para a Índia, Luther King para os Estados Unidos.

Já Aécio Neves é um senador, candidato derrotado a presidente da República. Geraldo Alckmin é o governador de um estado importante, assim como José Serra, um ex-governador, os três sem um centésimo da representatividade de uma presidente da República ou de uma personalidade internacional como Lula.

Todas as empreiteiras citadas na Lava Jato colaboraram com a campanha de Aécio, seja por dívidas passadas, seja por promessas futuras. A não ser que se acredite que empreiteiro pague dízimo para ir para o céu.

Contra Aécio pesa uma delação premiada com todas as peças de esquemas de financiamento eleitoral ou de enriquecimento pessoal: os valores recebidos (US$ 150 mil mensais), a ponta pagadora (Furnas), a empresa que lavava o dinheiro (a Bauruense) e a destinatária (a irmã de Aécio).

Mesmo assim, Janot não julgou adequado expor Aécio ao “estorvo do processo”.

As empreiteiras implicadas na Lava Jato têm obras em Minas Gerais e São Paulo. Algumas delas têm mais obras com os respectivos governos estaduais do que com a própria Petrobras. No caso paulista, há em curso uma denúncia de suborno do cartel dos trens abafada pela cúpula do Ministério Público Estadual.

No entanto, Janot teve cuidado para não submeter ao “estorvo do processo” os ex-governadores Aécio Neves, José Serra e o governador Geraldo Alckmin.

No caso mineiro, Janot aceitou a denúncia contra o mais insuspeito dos políticos: o ex-governador Antonio Anastasia. Aparentou uma neutralidade discutível, porque quem conhece Minas, Aécio e Anastasia sabe onde o calo pega – e não é em Anastasia.

Que a lava Jato faça o PT purgar seus erros, sim. Arreglos políticos que permitiram descontroles de tal ordem, a ponto de um mero gerente acumular mais de US$ 100 milhões em dinheiro desviado, merece toda punição do mundo. E se o partido não tem a mínima capacidade de se defender de manobras políticas, problema dele.

Quando investe contra o instituto da presidência e contra o brasileiro mais reputado do planeta e, ao mesmo tempo, poupa todos os próceres do PSDB do “estorvo do processo”, Janot patina.

Não adianta alegar que o inquérito será isento, dando todas as oportunidades para as partes se defenderem. O efeito político é imediato. O “estorvo do processo” é combustível para campanhas de impeachment, para desestabilizações políticas mesmo que, ao final, absolva o investigado. Ao poupar Aécio, a Lava Jato abre espaço para que a oposição amplie a campanha do impeachment, com Aécio posando de grande cruzado da ética.

A opinião pública que conta – aquela realmente bem informada – sabe que o rei está nu. O que se pretende com essa blindagem?

Não adianta os bravos Intocáveis da Lava Jato sustentarem que seu foco são apenas os malfeitos na Petrobras. Não faz lógica que, tendo à mão a possibilidade de interrogar os maiores financiadores de campanha do país, aceitem ouvir apenas as denúncias contra um lado. Se podem passar o país inteiro à limpo, porque não aproveitam a possibilidade? De posse da denúncia, que se abram novos inquéritos para outros procuradores tocarem, permitindo à Lava Jato manter o foco.

Filme dirigido por pastor fica em 1º lugar nas bilheterias dos EUA

O drama “War Room” ficou em 1º lugar nas bilheterias americanas, com arrecadação de US$ 9.3 milhões. O longa tirou da liderança o filme “gangsta rap”, “Straight Outta Compton”, que arrecadou US$8.9 milhões, em 3.094 salas. O filme estava em primeiro lugar havia três semanas.

“War Room”, que chegou aos cinemas americanos no dia 28 de agosto, arrecadou no primeiro fim de semana US$ 11.4 milhões.

Dirigido pelo pastor evangélico e ator Alex Kendrick (dos dramas religiosos “Prova de Fogo” e “Corajosos”), “War Room” conta a história de uma família aparentemente perfeita que tem seus problemas escancarados por uma mulher mais velha Miss Clara (Karen Abercrombie). O filme não tem previsão de estreia no Brasil.

Em segundo lugar, “Straight Outta Compton – A História do N.W.A” é uma cinebiografia do grupo de rap N.W.A., que aborda o surgimento do gênero “gangsta rap”. O longa de F. Gary Gray (Código de Conduta, Uma Saída de Mestre) chega ao Brasil no dia 29 de outubro.

 

A comédia “A Walk in the Woods”, com Robert Redford no elenco e direção de Ken Kwapis, ficou em terceiro lugar, com US$8,1 milhões de arrecadação em 1.960 locais.

Os filmes de ação de “Missão: Impossível – Nação Secreta”, que já está em cartaz no Brasil, e “Carga Explosiva: O Legado”, que deve estrear dia 29 de outubro por aqui, brigaram pelo quarto lugar, mas “Missão” levou, com US$7,2 milhões em 2.849 salas, enquanto “Carga Explosiva” arrecadou US$7.1 milhões em mais salas, 3.494.

Ranking

1 “War Room” US$ 9,3 milhões
2 “Straight Outta Compton – A História do N.W.A. US$8,9 milhões
3 “A Walk in the Woods” – US$8,1 milhões
4 “Missão: Impossível – Nação Secreta” – US$7,2 milhões
5 “Carga Explosiva: O Legado” – US$7.1 milhões

Papa quer que cada paróquia da Europa acolha uma família de refugiados

“A esperança cristã é combativa”, disse Francisco. Façe à tragédia dos refugiados “fomos curados da surdez e do mutismo do egoísmo”.O papa Francisco lançou um apelo, este domingo, para que todas as comunidades católicas da Europa acolham uma família de refugiados, anunciando que ele começaria pelas duas paróquias do Vaticano.

Num “gesto concreto” em preparação do jubileu da misericórdia que começa em Dezembro, “que cada paróquia, cada comunidade religiosa, cada mosteiro, cada santuário da Europa acolha uma família”, pediu Francisco, num tom de grave urgência, por ocasião da oração do Angelus.

Só na Alemanha, França e Itália, estão contabilizadas mais de 50 mil paróquias, sem contar com as comunidades religiosas e mosteiros. Em Portugal são mais de 4.300.

“Face à tragédia de dezenas de milhares de requerentes de asilo que fogem da morte, vítimas da guerra e da fome e que estão a caminho em direcção a uma esperança de vida, o Evangelho pede-nos para sermos ‘os próximos’ dos mais pequenos e dos mais abandonados, dando-lhes uma esperança concreta.”

Não se trata apenas de dizer “coragem, paciência”, precisou o Papa frente a milhares de fiéis reunidos na Praça de São Pedro, em Roma. “A esperança cristã é combativa.”

“Recorro aos meus irmãos bispos da Europa, verdadeiros pastores, para que eles apoiem o meu apelo nas suas dioceses”, pediu Francisco, acrescentando que ele próprio começaria pela sua diocese de Roma e que as duas paróquias do Vaticano vão acolher “nos próximos dias” duas famílias de refugiados.

Apoiando-se num texto do Evangelho em que Jesus cura um surdo-mudo, o Papa proclamou: “O milagre está cumprido, nós fomos curados da surdez e do mutismo do egoísmo”, depois do mundo assistir nestas últimas semanas ao maior êxodo de refugiados na Europa depois da II guerra mundial.

“O casal fechado, a família fechada, o grupo fechado, a paróquia fechada, a pátria fechada, isso vem de nós, não tem nada a ver com Deus”, insistiu, recordando o exemplo da Madre Teresa de Calcutá, festejada pela igreja no dia 5 de Setembro, data da sua morte.

Foragida há 15 dias, prefeita de Bom Jardim (MA) tem mandato cassado

A ex-prefeita de Bom Jardim (MA) Lidiane Leite da Silva (sem partido) está foragida da polícia há duas semanas
A ex-prefeita de Bom Jardim (MA) Lidiane Leite da Silva (sem partido) está foragida da polícia há duas semanas

Aliny Gama
Do UOL

Foragida há 15 dias, a prefeita de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite da Silva (sem partido), teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores em sessão extraordinária realizada neste sábado (5). Lidiane fugiu da cidade no último dia 20, quando a PF (Polícia Federal) deflagrou a operação Éden para cumprir três mandados de prisão contra ela, contra seu ex-marido e ex-secretário de Assuntos Políticos, o fazendeiro Humberto Dantas dos Santos, e contra o ex-secretário de Agricultura Antônio Gomes da Silva. Os dois últimos estão presos.