Arquivos mensais: janeiro 2016

O pau está cantando na eleição dos Estados Unidos

Raramente o início de uma campanha eleitoral foi tão tensa. E poucas vezes os EUA estiveram tão divididos. Bernie Sanders, de um lado, e Donald Trump, do outro lado, são os rostos destes extremos nas primárias de Iowa.

Nos Estados Unidos, quase ninguém sabe direito como é realizado um caucus, qual é a diferença entre as primárias e quais as diferenças entre as regras das prévias dos republicanos e dos democratas. Mas todo americano sabe: são as primárias em Iowa, marcadas para esta segunda-feira (01/02) e New Hampshire, marcadas para 9 de fevereiro, que definem o futuro daqueles que lutam para se tornarem candidatos presidenciais de seus respectivos partidos.

Para alguém que não cresceu com este sistema, é difícil entender por que exatamente Iowa desempenha tal importância mundial – logo este pequeno estado, onde vive apenas 1% da população total dos Estados Unidos, onde há quatro vezes mais porcos que pessoas e onde uma em cada cinco espigas de milho americanas é cultivada. Nele, começa a batalha oficial para a nomeação dos candidatos presidenciais.

Pequenas primárias com grande importância

O significado do papel representado por essas primeiras primárias é uma questão quase filosófica. Será que elas são tão importantes porque tantas vezes anteciparam a tendência geral das batalhas de pré-candidatura? Ou será que são tão importantes porque as decisões das pessoas que participam são tidas como tão importantes que, por conseguinte, determinam a tendência dos próximos meses?

Para os principais candidatos, uma coisa é clara: nesta bizarra corrida presidencial de 2016, aqueles que não pontuarem desde o início dificilmente conseguirão se recuperar mais tarde. Mesmo para um dos favoritos, não ganhar em nenhum dos dois estados pode significar o fim da candidatura.

Nestas primárias, os candidatos devem mostrar que também são realmente elegíveis, que não só são capazes de recolher milhões de dólares e atrair apoios de peso – mas também de ganhar os votos dos eleitores. Têm que mostrar poder não só ganhar pesquisas, mas também as pessoas. Eles têm que mostrar neste grande teatro da mídia que são realmente capazes de cumprir as expectativas que despertaram.

O show de Trump não agrada a todos

Estas expectativas são um pouco diferentes, naturalmente, dependendo do candidato, a começar por Donald Trump. Há mais de meio ano, ele domina a atenção midiática sobre os republicanos. Mesmo com todas as críticas dos comentaristas e apesar de suas apresentações perturbadoras, ele domina as manchetes.

As pesquisas apontam que as pessoas o amam porque ele tem sido capaz de se posicionar como um candidato alternativo independente, como alguém que não é corruptível, no qual as pessoas querem acreditar e, acima de tudo, é um homem que sabe ganhar.

E exatamente isso pode ser a ruína de Trump em Iowa, que é um estado pequeno, muito branco e muito religioso. A maioria da população é de agricultores que creem em Deus e não tanto em piadas grosseiras e presunçosas. É bem possível que eles não gostem muito do show de Trump. E que mesmo Sarah Palin, que o multimilionário nova-iorquino tirou da cartola para ajudá-lo a atrair a classe trabalhadora religiosa, não consiga ajudá-lo na tarefa.

E o que pode acontecer? O que faz alguém que aposta na sua fama de vencedor quando perde? Ele desiste? É bem possível. Seus adversários internos do partido também vão saber explorar isso. Os republicanos tradicionais o odeiam tanto que até mesmo o bilionário e ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg cogita publicamente uma possível candidatura, caso Donald Trump ganhe a nomeação dos republicanos, e Bernie Sanders, a dos democratas.

Os democratas

Sanders é a provocação do outro lado do espectro. Algumas semanas atrás, parecia inconcebível que este desconhecido, autodenominado socialista, pudesse realmente ter uma chance séria contra o Império Clinton, agora com Hillary à frente. Caso as sondagens estejam corretas, parece exatamente isso o que está acontecendo.

O que uma vitória de Sanders em Iowa, numa repetição do que ocorreu com Barack Obama em 2008, significaria para Hillary? O vencedor recebe toda a atenção e a cobertura midiática positiva, enquanto ao perdedor resta a grande questão: será que ele é alguém que tem mesmo capacidade de convencer os eleitores americanos?

Estas dúvidas são um veneno para os doadores da campanha, para os seguidores e, sobretudo, para os indecisos. A história está repleta de exemplos de pessoas que sacrificam suas convicções para estarem do lado do vencedor.

Raramente o início de uma campanha eleitoral foi tão tensa e emocionante. E nunca os Estados Unidos modernos estiveram tão divididos. Bernie Sanders, de um lado, e Donald Trump, do outro lado, são os rostos destes extremos.

Instituto Lula diz que adversários tentam criar escândalo contra ex-presidente

Em nota divulgada hoje (31), o Instituto Lula diz que adversários do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentam criar um escândalo, “a partir de invencionices” no episódio envolvendo a suposta propriedade de um apartamento em um condomínio no Guarujá, litoral paulista.

Na semana passada, o Ministério Público de São Paulo intimou o ex-presidente e a mulher dele, Marisa Letícia, para prestar depoimento como investigados, no dia 17 de fevereiro, sobre um imóvel tríplex, no Condomínio Solaris, no Guarujá. A suspeita do Ministério Público Federal é de que proprietários de apartamentos do condomínio usaram o nome de terceiros para ocultar patrimônio.

O instituto conclui afirmando que fracassaram todas as tentativas de envolver o nome do ex-presidente no processo da Lava Jato, “apesar das expectativas criadas pela imprensa, pela oposição e por alguns agentes públicos partidarizados, ao longo dos últimos dois anos”, que também fracassarão as tentativas de envolver o ex-presidente na suposta venda de medidas provisórias e que a denúncia “restará sepultada nos autos e perante a história”.

Falecido Geraldo Gomes e seus líderes

Eu fico impressionado como políticos utilizam o falecimento de pessoas para gerarem mídia. O ex-prefeito de Currais Novos, Geraldo Gomes é merecedor de todas homenagens e reconhecimentos.

Mas alguns caciques, estão fazendo um verdadeiro palanque eleitoral com seu lamentável falecimento.

Lembro-me, quando passei em Currais Novos na eleição de 2012, na companhia do primo Luiz Cláudio (chope), momento que ele disputou a reeleição para Prefeitura de Curais Novos e sendo derrotado.  Em nosso casual encontro, Geraldo Gomes disse: “Estou completamente abandonado pelos meus líderes nesta eleição”.

Os líderes que ele se referia, são exatamente os mesmos que estão enviando notas de pesar para os blogues.

Rafael Motta será o sucessor de Wilma na presidência do PSB

A guerreira está cansada, Rafael Motta vem logo atrás com sangue novo.

Ficou claro com a entrevista do presidente nacional do PSB concedida ao jornal Tribuna do Norte que o deputado federal Rafael Motta será o novo presidente no RN.

Perguntado se o deputado Rafael Motta não teria tido habilidade em entrar no partido sem comunicar aos deputados e vereadores, o presidente Carlos Siqueira foi taxativo: ” Veja, aí eu acho que tenho que assumir a minha responsabilidade. Pedi ao deputado Rafael Motta para não deslanchar o processo de discussão interna no PSB.”

O fato é que o PSB nacional admitiu claramente um novo processo de discussão, com isso deve prevalecer o interesse do partido em aumentar sua bancada na Câmara dos Deputados.

Valendo esta regra, Rafael Motta vai comandar o partido no RN.

 

Retrato do descaso e desrespeito da gestão do prefeito Carlos Eduardo Alves com o usuário de trasporte público

 

É assim que o prefeito Carlos Eduardo Alves trata os natalenses que utilizam o sistema de transporte público de Natal. As pessoas estão tomando banho de chuvas pela falta de abrigos nas paradas de ônibus.

Os abrigos da avenida Bernardo Vieira estão sucateados e sem cobertura.

Fonte luminosa do chorão

O prefeito recebeu recursos de R$ 12 milhões do Governo Federal para fazer 450 abrigos de passageiros e não fez nenhum. Ele preferiu fazer a fonte luminosa denominada de ‘chorão’, localizado na BR 101 nas imediações do viaduto da Roberto Freire.

Triste realidade de quem utiliza ônibus em Natal. ranada de ônibus na chuva

Confira os ‘espantas votos’ do RN

Um político do RN mandou fazer um levantamento para tomar conhecimento dos nomes de políticos do RN que em vez de somar ao declarar o apoio subindo no palanque levará desgaste e rejeição para à candidatura que ele apoia.

O levantamento não é uma pesquisa, é um relatório feito por um período de 90 dias em Natal e interior do Estado com 174 páginas.

Os nomes citados como desgastantes são na sua maioria aqueles que estiveram envolvidos em escândalos.

Veja os nomes dos políticos ‘espanta votos’.

O candidato na eleição que colocar um desses nomes em seu palanque, estará correndo o risco de ser derrotado.

Henrique Alves investigado pela Polícia Federal e seu apartamento foi alvo de uma busca e apreensão; ex-governadora Wilma de Faria envolvida em vários escândalos.
Os ex-vereadores e vereadores envolvidos na Operação Impacto são motivos de agregar rejeição.
Caso suba em algum palanque ela derrotará o candidato com seu apoio.

 

Envolvido em alguns escândalos como o ‘Saco Preto’ da URBANA e investigações no STF, depois da passagem desastrosa no ABC, Rogério é um ‘espanta votos’, diz o relatório.
Réu nas Operação Pecado Capital e Ativa em Natal, Gilson Moura também é um ‘espanta votos’, e ninguém que ele no palanque.
Prefeito Silveira Júnior, tido como o ‘espanta votos1 de Mossoró tem a maior rejeição do RN.
Apesar de nunca ter sido envolvido em escândalos desempenhando um bom mandato de deputado estadual, Mineiro incorpora a rejeição e desgaste do PT.

 

Mãe não merece feto sem vida, diz juiz sobre aborto em caso de microcefalia

KLEBER NUNES
DE DO RECIFE

Aos 55 anos, 24 deles dedicado à magistratura, Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal de Goiânia, é contra a descriminalização do aborto, mas defende que mães de fetos diagnosticados com microcefalia e sem chance de sobreviver possam recorrer à Justiça, mesmo com gravidez avançada.

O juiz Jesseir, que já autorizou 14 abortos de anencéfalos
O juiz Jesseir, que já autorizou 14 abortos de anencéfalos

O procedimento é proibido atualmente, embora algumas grávidas que contraíram o vírus da Zika tenham recorrido a ele, mesmo sem a confirmação da microcefalia do feto.

Um grupo de advogados, acadêmicos e ativistas articula uma ação pedindo ao STF (Supremo Tribunal Federal) o direito ao aborto quando há a má-formação. Os casos suspeitos de microcefalia associados ao vírus já chegam a 3.448 no país.

Fonte: Folha de São Paulo

Robinson determina a incorporação de 2000 novos policiais militares

Depois de promover 3000 mil policiais militar e civil e adquirir 450 novas viaturas, o governador Robinson Faria determinou que sua equipe administrativa, viabilize e incorpore mais dois mil homens na Polícia Militar.

Foi feito um levantamento. Serão duas mil vagas para concurso na Policia Militar. Para todos os quadros: soldado, oficial e também na área de saúde, que é muito importante ter o hospital funcionando para dar suporte ao policial militar.

O Governo quer incorporá esee ano, ainda, seja aberto esse concurso.

Alegria total: Carnaval das chuvas em Timbaúba dos Batistas

O município seridoense de Timbaúba dos Batistas está fazendo o ‘Carnaval das Chuvas”, ontem (30), o ensaio geral foi debaixo de muita chuva, hoje (31), será a vez do Bloco do Magão.

Timbaúba dos Batistas já choveu,  100 mm no Sítio Tôco( Verônica), 78 mm no Sítio Encampinado (Acácia), 59 mm no Sítio Timbaúba( Burrão de Nelcino e 43 mm, na Rua Guilherme Soares Pereira, 90 mm no Sítio Volta do Som (Zé Moreno).

O nosso correspondente Arysson Soares registou a alegria dos timbaubenses na folia molhada.

Carnaval Timbaúba

Lula pode puxar Mineiro para o buraco

Mineiro, Lula e a prima Fátima Bezerra.

Mesmo sendo um político integro, o deputado estadual Fernando Mineiro do PT vem sofrendo desgastes pela situação nacional em decorrência do passa seu partido suspeito de envolvimento com vários escândalos.

Cada vez que as investigações chegam perto de Lula, mais longe Mineiro fica da Prefeitura de Natal.

Pessoas ligadas ao PT sugerem que o partido não apresente candidato a prefeito de Natal.

Lula será intimado para depor como investigado

O ex-presidente Lula e Marisa Letícia vão depor na Justiça, na condição de investigados, sobre o sobre o tríplex do Condomínio Solaris, no Guarujá. O promotor de Justiça Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, intimou o ex-presidente, sua mulher e o empreiteiro José Adelmário Pinheiro, o Léo Pinheiro, ligado à OAS, para prestarem depoimento no dia 16 de fevereiro. Também foi intimado o engenheiro da OAS, Igor Pontes, engenheiro da OAS. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Lavagem

Segundo o repórter Fausto Macedo, o promotor Conserino diz ter indícios da ocorrência de tentativa de disfarçar a identidade do verdadeiro dono do tríplex 164 A, no Guarujá, que seria de Lula. Havendo comprovação, pode se caracterizar crime de lavagem de dinheiro.

Lula declarou à Justiça Eleitoral, quando se reelegeu presidente, em 2006, que tinha uma participação em cooperativa habitacional no valor de R$ 47 mil. A cooperativa, a Bancoop, teve problemas de caixa e repassou o empreendimento para a OAS.

Segundo a Polícia Federal e a Procuradoria da República, há suspeitas de que a empreiteira tenha pago propinas a agentes públicos em troca de contratos fraudados na Petrobras.

Leia a íntegra da matéria do Estadão

Jesus, Maria, José: Odebrecht fez obra em sítio ligado a Lula, diz fornecedora

O sítio Santa Bárbara, em Atibaia, frequentado por Lula e familiares
O sítio Santa Bárbara, em Atibaia, frequentado por Lula e familiares

FLÁVIO FERREIRA
DE SÃO PAULO

A ex-dona de uma loja de materiais de construção e um prestador de serviço de Atibaia (SP) afirmaram à Folha que a empreiteira Odebrecht realizou a maior parte das obras de reforma em um sítio frequentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus familiares.

A reforma teve início em outubro de 2010, quando Lula estava no fim de seu segundo mandato como presidente.

A Odebrecht disse que, após apuração preliminar, não identificou relação da empresa com as obras. Lula não quis comentar.

A propriedade rural, de 173 mil m² (o equivalente a 24 campos de futebol), está dividida em duas partes. Uma delas está registrada em nome de Fernando Bittar, filho de Jacó Bittar, amigo que fundou o PT com Lula. A outra pertence formalmente ao empresário Jonas Suassuna, sócio, assim como Bittar, de Fábio Luís da Silva, o Lulinha, filho do e­­x-presidente.

A Odebrecht gastou nas obras cerca de R$ 500 mil só em materiais, estima Patrícia Fabiana Melo Nunes, 34, à época proprietária do Depósito Dias, loja que forneceu produtos para a reforma no sítio.

“A gente diluía esse valor total em notas para várias empresas, mas para mim todas elas eram Odebrecht”, diz.

Segundo Patrícia, que não quis ser fotografada, os trabalhos no sítio foram coordenados pelo engenheiro da Odebrecht Frederico Barbosa, que cuidou da construção do Itaquerão, estádio do Corinthians, outra obra da empreiteira.

Em entrevista à Folha, o engenheiro confirmou que trabalhou na reforma. Disse, porém, que estava de férias da Odebrecht no período, prestou serviços de graça e não sabia que o ex-presidente tinha ligação com o local.

Patrícia afirmou que abriu na loja um cadastro em nome da Odebrecht, mas, a pedido do engenheiro, emitiu notas de compras feitas pela construtora em nome de outras companhias. Parte dos materiais, admitiu ela, foi comercializada sem registro fiscal.

Como compravam muito no depósito e no sítio não havia sinal de internet, Patrícia disse ter cedido uma mesa no estabelecimento para Igenes Irigaray Neto, arquiteto responsável pela reforma. Durante os cerca de dois meses da obra, além do arquiteto, Barbosa também ia praticamente todos os dias à loja, disse Patrícia.

REFORMA

Em área arborizada, o sítio possuía antes da reforma um lago, uma estrada de acesso e uma casa antiga. Depois, ganhou nova edificação com quatro suítes e um espaço de lazer com churrasqueira.

Segundo Patrícia, os pagamentos da construtora eram feitos semanalmente. “Eu lembro que o Quico [apelido do engenheiro] ligava para um outro senhor, que orientava sobre como era para fazer as notas. Eu não tinha o telefone, o endereço, nada desse outro senhor. Só sabia que na sexta-feira às três horas da tarde ele passava lá para pagar. Os pagamentos giravam em torno de R$ 75 mil a 90 mil por semana, em dinheiro vivo”.

“Era uma mala que tinha outros valores também para pagar para os pedreiros, serventes, etc. Ele ia tirando envelopes de papel pardo. Dava para ver que tinha uma organização na mala para ser rápido, pagar o pessoal em ir embora. Ele só fazia isso”, diz.

Segundo Patrícia, algumas empresas já clientes da loja faziam pedidos e determinavam o sítio como local de entrega dos materiais. Ela contou que havia grande pressa para terminar a reforma até 15 de janeiro de 2011, e em certo período a loja trabalhou quase exclusivamente para a obra.

O motorista e marceneiro Antônio Carlos Oliveira Santos, 45, disse ter feito serviços de marcenaria no sítio e afirmou que os trabalhos eram chefiados por um engenheiro chamado Frederico.

“Ele [Frederico] me disse que era da Odebrecht, que a Odebrecht estava comandando aquilo. Fui pago por ele em dinheiro vivo. Me chamou a atenção a abundância de dinheiro na obra”. “Todo mundo comentava que o sítio seria para o Lula, mas o Frederico nunca me disse isso”.

RELAÇÃO COM EMPREITEIRA

Maior empreiteira do Brasil, a Odebrecht se aproximou de Lula quando este chegou ao poder. Durante a gestão do petista, a empreiteira participou de algumas das maiores obras do país, entre elas a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

A Odebrecht é acusada pela Operação Lava Jato de envolvimento em desvios na Petrobras que somam R$ 6 bilhões. O ex-presidente do grupo, Marcelo Odebrecht, está preso há sete meses.

Lula é alvo de investigação tocada pelo Ministério Público do Distrito Federal para apurar suposto tráfico de influência praticado por ele junto a políticos de outros países, principalmente da África e da América Latina, para conseguir contratos para a Odebrecht. Lula nega ter cometido irregularidades.

Na entrevista à Folha, Patrícia Nunes disse ainda que, além da Odebrecht, “várias empresas” participaram da construção.

Em abril de 2015, a revista “Veja” informou que o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, que é amigo de Lula e um dos alvos da Lava Jato, pretendia, em uma eventual delação premiada, contar que realizou uma reforma no sítio de Atibaia a pedido de Lula. A Polícia Federal passou a investigar se a OAS beneficiou o ex-presidente.

OUTRO LADO

Questionada pela Folha sobre o fato de fornecedores da obra no sítio em Atibaia terem afirmado que a Odebrecht foi a responsável pela compra de material e realização das obras no local usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua família, a empresa afirmou não ter relação com o terreno.

“Após apuração preliminar, a Construtora Norberto Odebrecht não identificou relação da empresa com a obra”, disse por meio de sua assessoria de imprensa.

Procurado, o Instituto Lula disse que não iria se manifestar sobre o conteúdo da reportagem.

O empresário Fernando Bittar, um dos donos da propriedade rural, e que é sócio de Fábio Luís na Gamecorp, não respondeu a nenhuma das tentativas de contato feitas pela Folha.

A reportagem telefonou diversas vezes para a empresa de Bittar e enviou e-mails, mas não obteve resposta até o fechamento dessa edição.

O empresário Jonas Suassuna, sócio de Fábio Luís, filho mais velho de Lula, informou que a área que ele possui fica ao lado do sítio e não contém nenhuma das benfeitorias descritas na publicação.

“Não sou dono do sítio Santa Bárbara, sou dono do sítio ao lado. No meu terreno não há nenhuma edificação, e ele foi comprado com o meu dinheiro. Não conheço a Odebrecht. Sou só vizinho e isso não me parece crime”, disse.

Nas escrituras, a área de 173 mil m² está dividida em duas partes, uma registrada em nome de Bittar e o outra no nome de Suassuna. Os dois terrenos vizinhos foram comprados em 2010, pouco antes das reformas terem início, do mesmo proprietário.

A Folha não conseguiu localizar o arquiteto Igenes Irigaray Neto.

Frederico Barbosa, engenheiro da Odebrecht que participou das obras, diz que o fez por meio de outra empresa e que seu trabalho foi “apoio informal”

Delegado Lucena prende sem pena e faz uma limpeza no RN

Prender bebados é uma coisa, prender marginais foragidos é outra. Vamos prestigiar o primo Lucena.

A grande imprensa do RN tem dado muito destaque ao capitão Styverson que tem prendido muitos bebados nas madrugadas com as Blitz da Lei Seca, mas, quem está fazendo uma verdadeira limpeza no RN prendendo marginais foragidos é o delegado Lucena, aquele do bordão “bandido bom é bandido preso, e sendo político é melhor ainda”.

Nunca se capturou tantos bandidos como está fazendo o delegado Lucena, fiquei sabendo que não existe nem vagas nos presídios  para receber tantos presos.

O delegado Lucena e sua equipe da Decap esta semana prendeu vários bandidos que estavam foragidos.  No bairro de bom pastor, prendeu RUMENNIGG RITCHIE REVOREDO, foragido da justiça desde junho de 2015. Contra ele existia um mandado de prisão da 12 vara criminal da comarca de natal.
Depois  prendeu LUCAS MACIEL CARCALHO, 21 anos, estava foragido da justiça desde junho de 2015. Contra ele existia um mandado de prisão da 4 vara criminal da zona norte da comarca de Natal.

Na manhã de hoje(29), primo Lucena, prendeu, no município de Geogino Avelino-Rn, o foragido da justiça José Acacio de Souza Barros, 28 anos.  Ele foi condenado a 12 anos de prisão por ter cometido um homicídio na cidade de Arêz. Contra ele existia um mandado de prisão em aberto pela 1 vara criminal da comarca de Parnamirim-RN.

Prender bebados é uma coisa, prender marginais foragidos é outra.

Vamos prestigiar o primo Lucena.

 

Trump boicota debate e é ridicularizado por adversários

Os pré-candidatos republicanos à Presidência dos EUA durante debate em Iowa

THAIS BILENKY
DE NOVA YORK

O senador ultraconservador Ted Cruz (Texas), segundo colocado na disputa pela nomeação do Partido Republicano, procurou ocupar o espaço vazio deixado por Donald Trump caçoando dele no debate entre pré-candidatos presidenciais desta quinta-feira (28).

De partida, Cruz, ligado ao movimento de extrema direita Tea Party, ironizou ao responder a primeira pergunta, sobre o “elefante que não está na sala”, feita pela jornalista Megyn Kelly, pivô da contenda de Trump com a Fox News que o levou a boicotar o evento em Iowa, o Estado que inaugurará as primárias na segunda-feira (1).

“Eu sou um maníaco e todo mundo nesse palco é gordo, estúpido e feio”, disse. “E agora que já tivemos a porção Donald Trump, eu quero agradecer a todos aqui pelo respeito aos homens e mulheres de Iowa por comparecerem.”

O ex-governador pela Flórida Jeb Bush também ironizou. “Eu meio que sinto a falta de Donald Trump. Ele era tipo um ursinho de pelúcia para mim. Sempre tivemos uma relação tão amorosa.”

A Fox News informou que o empresário bilionário exigiu uma doação para caridade de US$ 5 milhões da emissora para que comparecesse ao evento.

Em comício nas proximidades, Trump comemorou ter roubado a atenção do debate. “Nos disseram que temos mais câmeras do que eles”, afirmou.

Na ausência do líder da disputa, Cruz se tornou o principal alvo dos adversários, mas manteve a zombaria. Reclamou com o moderador que as últimas perguntas tinham sido todas um convite para os demais pré-candidatos o atacarem e foi vaiado. “É um debate, senhor”, respondeu o moderador Chris Wallace.

Mas o senador continuou. “Olha, vou ter que dizer isso. Se vocês continuarem a fazer perguntas maldosas, eu talvez tenha de deixar o palco”, brincou, imitando Trump, para risada da plateia.

O senador Marco Rubio (Flórida), terceiro colocado na disputa, rebateu. “Não se preocupe. Não deixarei o palco por nenhuma pergunta que me fizerem”, afirmou, também sob aprovação do público.

IMIGRAÇÃO

Como tem acontecido ao longo da campanha, o tema da imigração despertou algumas das passagens mais acaloradas do debate.

A Fox News exibiu uma compilação de antigas declarações de Cruz e de Rubio em que ambos se posicionaram de forma mais tolerante com imigrantes em situação irregular.

“Essa é a mentira em cima da qual a campanha de Ted está construída”, acusou Rubio. “Você se dispôs a dizer e fazer qualquer coisa para conseguir votos.”

“Marco é muito charmoso e suave”, contra-atacou Cruz. “Mas John Adams [segundo presidente da história dos EUA] já dizia que os fatos são teimosos.” Cruz disse que, enquanto Rubio optou por ficar do lado do presidente democrata Barack Obama, ele liderou a luta contra o que chama de “anistia”, a regularização de imigrantes sem documentos.

O senador pela Flórida disse que a discussão estava fora de foco. “Não haverá progresso enquanto não se provar às pessoas desse país que a imigração ilegal está sob controle.”

Bush entrou na discussão para acusar Rubio de ter mudado de posição e ouviu de volta que ele também o havia feit

Márcia Maia está revoltada com a direção nacional do PSB, mas tenta culpar Rafael Motta

Márcia Maia está fumando numa quenga

A deputada Márcia Maia desesperadamente tenta atribuir a substituição de sua mãe Wilma de Faria da presidência do PSB pela direção nacional a uma articulação do deputado Rafael Motta.

A direção nacional do PSB tem renovado vários diretórios reginais nos Estados, o exemplo foi o Rio de Janeiro onde o senador Romário foi substituído. O PSB quer renovar, e aqui no RN Wilma está presidindo o partido por Wilma há 22 anos.

O deputado federal Rafael Motta foi convidado para ingressar no PSB.

A direção nacional está incomodada com os diversos escândalos e processos que Wilma está envolvida.

Uma fonte da direção nacional disse ao soldado Vasco, que Wilma está moralmente impedida a presidir o partido no RN.

Rafael Motta foi convidado para ingressar no PSB depois que discordou e criticou publicamente o presidente nacional do PROS pelo fato de comprar um helicóptero e avião para o partido.