Babado folia

Depois de ser alvo de investigação pela Polícia federal que inclusive fez uma busca e apreensão no seu apartamento em Natal, o ministro do Turismo, Henrique Alves tomou conhecimento da ‘ folia federal’ que sua ex-esposa, a bela e querida por todos, Priscila Gimenez, fez em sua casa de veraneio na Praia de Jacumã.

Pessoas que participaram da folia carcerária disseram que foi um recedo bem dado.

Até um pijama listrado foi comprado para presentear um provável apenado.

Vera Magalhães, no Radar-on-line, da VEJA

Ex-mulher, diz o ditado, é para sempre.

A do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, Priscila Gimenez, promoveu o baile de Carnaval mais comentada do litoral potiguar.

Vestida de policial e com convidados — inclusive uma procuradora — fantasiados de presidiário, a linda empresária comandou a folia até a manhã de domingo.

O hit foi a marchinha do “Japonês da Federal”, cantada a plenos pulmões pela anfitriã.

Detalhe: o apartamento de Alves em Natal foi alvo de busca e apreensão em dezembro, no âmbito da Lava-Jato.

O Ministério Público avalia abertura de inquérito para apurar citações ao ministro feitas por investigados do petrolão.

Priscila

Prefeito Carlos Eduardo Alves ganhou na Zona Norte o apelido de: “Amigo do Zika Vírus”

O Carnaval passou, mas o Zika Vírus continua fazendo a maior folia na Zona Norte de Natal.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves gastou uma grana preta contratando shows e esqueceu de convocar os agentes de endemias para combater o mosquito Aëdes aegypti. Entre contratar Elba Ramalho ou agentes de endemias, o prefeito Alves preferiu contratar a cantora.

Ontem ao participar do “Dia D” de mobilização contra o mosquito aedes aegypti, o prefeito sentiu na pele o descaso dele em relação ao combate do mosquito.

Pessoas da Zona Norte de Natal estavam furiosas com o prefeito que irresponsavelmente, segundo moradores, contrata shows para o Carnaval e não mandou limpar as lagoas que são verdadeiras maternidades dos mosquitos da transmissor da dengue, chikungunya e vírus da zika. A responsabilidade da drenagem e limpeza e tratamento de lagoas e coleta de lixo é da prefeitura e o povo sabe bem disso, ao visitar a Zona Norte acompanhando o governador Robinson Faria, o prefeito de Natal foi hostilizado pelos moradores que protestaram contra o descaso dele.

Moradores partiram para cima do prefeito como uns mosquitos contaminados de ‘zika ódio’, quando o prefeito percebeu o ambiente hostil, entrou no seu carro e fugiu.

Um morador disse que Carlos Alves é o maior amigo do zika vírus, “aqui quem manda é o mosquito amigo do prefeito”, disse dona Edmunda Faustino.

Pessoas garantem que ao entrar no carro fugindo do povo e com medo do mosquito aedes aegypti, Carlos Eduardo Alves pegou um garrafa de álcool gel e passou no corpo, começando rapidamente pelos braços.

Confira imagens feita pelo soldado Vasco do ambiente que Carlos Eduardo Alves encontrou na Zona Norte:

Zona Norte lagoaZona Norte

 

 

 

Blogueira afirma que ‘pressão’ ´poderá aprovar as contas de Henrique Alves no TRE

A prima Thaisa Galvão revelou em seu blog uma possível “pressão” que está submetido os membros do Tribunal Regional Eleitoral do RN. Ela inclusive no seu blog prevê o placar do julgamento das contas do candidato derrotado ao Governo do Estado, Henrique Alves.

Isso se confirmando é a degeneração moral da Corte Eleitoral do RN.

Confira o que publicou a prima Thaisa:

Julgamento de contas de campanha de Henrique Alves deverá ter placar invertido no TRE

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pressão.
Essa é a palavra que impera nas cercanias do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte.
A viagem que a presidente da Corte, desembargadora Zeneide Bezerra está fazendo, juntando com a data do julgamento, e uma articulação democrata, vai mudar o cenário da votação das contas de campanha do ministro Henrique Alves.

O placar que seria de 4 X 2 pela reprovação das contas, está sendo trabalhado para passar aos mesmos 4 X 2, porém, pela aprovação.
A desembargadora votaria com o relator, o juiz federal Almiro Lemos, e seguindo os pareceres do Ministério Público Eleitoral e da Contabilidade do TRE, que se posicionaram pela reprovação das contas.

Porééém, a data para o juiz Herbert Motta apresentar o voto vista cheio de pressão, e adiado umas 3 vezes, marcada agora para o dia 16, exatamente durante a viagem da desembargadora, inverterá o placar.
Já acertada uma troca de opinião no Pleno e uma substituição mais amigável vinda do Tribunal de Justiça.

Médica paraibana que ligou zika à microcefalia diz que levou 2 meses para ser ouvida

adriana_meloAdriana Melo é médica de gestações de alto risco na maternidade pública de Campina Grande, que atende todos os municípios do sertão da Paraíba. Não é pouca coisa, mas ela se destacou por outro motivo: ela foi a primeira a apresentar provas da relação entre o vírus da zika e os crescentes casos de microcefalia na região, em novembro de 2015.

Adriana levou um dia para achar uma solução para o enigma que intrigava as autoridades de saúde do Nordeste desde agosto, mas demorou quase dois meses para que conseguisse colocar em prática sua ideia. Neste período, conta, conviveu com reprovações de companheiros de jaleco, foi tachada de arrogante e alarmista.

Ainda faltam mais pesquisas para comprovar qual a relação entre o vírus e a má-formação, mas, ao anunciar estado de emergência mundial em fevereiro, a OMS (Organização Mundial da Saúde) usou a “descoberta” de Adriana. O alerta foi dado meses depois da primeira sexta-feira de outubro de 2015 — e é aí que nossa história começa.

Presidente argentino desmarca audiência com tucanos

Estadão Conteúdo

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, desmarcou a audiência que teria com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no começo deste mês. No momento em que ainda estreita relações com a presidente Dilma Rousseff, ele preferiu não receber a principal liderança oposicionista brasileira na Casa Rosada, no país vizinho.

Além de Aécio, estiveram de viagem marcada para Buenos Aires os senadores Ricardo Ferraço (ES) e Aloysio Nunes (SP). Os dois são do PSDB e fazem parte da Comissão de Relações Exteriores do Senado. Ferraço comandou a comissão até março de 2015 e Aloysio é seu sucessor desde então.

A audiência foi solicitada por Ferraço após a vitória de Macri nas eleições presidenciais argentinas encerradas em novembro passado. A data do encontro estava marcada para o dia 2 de fevereiro. Os senadores chegaram a acertar detalhes da viagem, como passagens e hospedagens.

No dia previsto, o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), telefonou para Ferraço pensando que o senador já estivesse em Buenos Aires. O parlamentar negou qualquer mal-entendido. “Não chegou a ficar confirmado. Nós tínhamos um apontamento, uma perspectiva de que seria dia 2”, argumentou Ferraço.

O senador do Espírito Santo disse ainda que a reunião com Macri “irá acontecer a qualquer momento”. “Está no nosso radar”, completou. Ferraço declarou que a agenda do encontro abordaria “uma pauta que nos últimos anos não foi considerada pelo governo do PT e tampouco por seus aliados da América do Sul”.

Mudança de Lula entregou 37 caixas de bebidas no sítio de Atibaia

Documentos obtidos por VEJA mostram que, logo após deixar o governo, pertences do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua família foram levados para o sítio em Atibaia comprado em nome de sócios do filho mais velho do petista e reformado às expensas de empreiteiros acusados de participar do petrolão.

As notas fiscais e ordens de serviço de uma das transportadoras contratadas pelo governo federal para fazer o serviço comprovam que, a mando do Palácio do Planalto, parte da mudança de Lula foi remetida para a propriedade que o ex-presidente nega ser sua.

O sítio é o mesmo que virou alvo da Operação Lava-Jato e de uma investigação do Ministério Público de São Paulo, que apura a suspeita de que Lula tentou ocultar patrimônio, além de ter sido beneficiado por favores das empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras.

Mais de 200 caixas com pertences da família do ex-presidente foram levadas de Brasilia até o o sítio em Atibaia — 37 delas eram caixas de bebidas, conforme registraram, cuidadosamente, os funcionários encarregados de fazer a mudança.

Os documentos com o registro da mudança estão arquivados na Presidência da República. A entrega em Atibaia se deu em 8 de janeiro de 2011, dois meses após a compra do sítio, feita em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, sócios do filho mais velho de Lula. No sítio, a carga foi recebida por um ex-assessor especial de Lula.birita

 

Relatos de violência contra a mulher quase triplicam no carnaval

Estadão Conteúdo

Em Brasília

Os relatos de violência contra a mulher quase triplicaram neste carnaval, em relação ao período equivalente no ano passado. Um total de 3.174 mulheres telefonou para o Ligue 180 entre 1º e 9 de fevereiro deste ano, enquanto no feriadão de 2015 foram 1.158.

A pedido das denunciantes, mais da metade das denúncias foram encaminhadas para autoridades policiais e Ministério Público. O tipo de violência mais comum foi a física, relatada em 1.901 casos, seguida pela psicológica, com 279. Também foram registradas queixas de cárcere privado, violência moral, violência sexual, violência patrimonial e tráfico de pessoas.

Embora o cárcere privado não seja a denúncia mais comum, o aumento deste tipo de violência no carnaval deste ano, se comparado a 2015, é alarmante: 1.113%. Todos os outros tipos de violência também tiveram crescimento. As queixas de violência física e moral, por exemplo, mais que dobraram – e o número de agressões sexuais foi 147% maior.

Lava Jato vê indício de repasse da Odebrecht a marqueteiro ligado ao PT

JOÃO SANTANA FOI MARQUETEIRO DO SENADOR GARIBALDI ALVES FILHO

MARINA DIAS
DE BRASÍLIA
GRACILIANO ROCHA
ENVIADO ESPECIAL A CURITIBA
A força-tarefa da Operação Lava Jato investiga pagamentos atribuídos a subsidiárias da Odebrecht em contas, no exterior, controladas pelo marqueteiro João Santana, responsável por campanhas do PT e da presidente Dilma Rousseff. A apuração envolve as finanças dele em diversos países, entre eles a Suíça.

O publicitário baiano comandou todas as campanhas presidenciais do partido desde a reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. Os dados sobre a movimentação financeira de Santana integram pacote de documentos enviados ao Brasil pela promotoria suíça em acordo de cooperação.

O inquérito que apura as finanças do publicitário foi aberto em novembro do ano passado e tramita em sigilo, em Curitiba. Ele passou a ser investigado após a Polícia Federal encontrar na casa do lobista Zwi Skornicki, ligado ao estaleiro asiático Keppel Fels, uma carta de Mônica Moura, mulher e sócia de Santana.

O manuscrito indicava contas de Santana na Inglaterra e nos EUA. A informação foi revelada pela “Veja”.

Um dos focos da investigação são valores recebidos por Santana em 2014, quando o marqueteiro fez as campanhas presidenciais de Dilma, no Brasil, e de José Domingo Arias, derrotado no Panamá -país onde a Odebrecht tem diversos interesses.

No momento, segundo a Folha apurou, não é possível estabelecer com certeza a origem destes pagamentos, se por serviços prestados no Brasil ou em outro país.

Nos últimos anos, o marqueteiro tem feito diversas incursões no exterior. Em 2012, por exemplo, respondeu pela comunicação das candidaturas presidenciais de José Eduardo dos Santos, em Angola, e de Danilo Medina, na República Dominicana, locais em que a construtora também tem obras.

Oficialmente, Santana recebeu R$ 88,9 milhões da campanha de Dilma em 2014. Outros pagamentos vinculados à campanha, se confirmados, seriam em tese caixa 2. As informações sobre a investigação foram confirmadas pelaFolha com três autoridades que atuam no caso, advogados que acompanham a Lava Jato e pessoas ligadas a executivos da Odebrecht.

A empresa, maior empreiteira do país, cresceu nos governos petistas e é investigada por suspeita de corrupção em obras da Petrobras.

Procurado pela reportagem, o advogado de João Santana, Fábio Tofic, disse que o publicitário desconhece qualquer apuração que envolva seu nome e que, inclusive, questionou formalmente o juiz Sergio Moro, que conduz a investigação em Curitiba, sobre a existência de um inquérito contra seu cliente.

Santana não nega que receba dinheiro no exterior por campanhas realizadas, mas diz que tudo é declarado.

“Indagado há mais de 20 dias, o juiz não respondeu. Tudo leva a crer que essa investigação não existe ou temos que admitir que há abuso de autoridade, já que ele não foi informado”, disse Tofic.

O advogado acrescentou que o mesmo questionamento foi feito, dias depois, à Polícia Federal e que, novamente, não obteve resposta.

Procurada, a Odebrecht também disse que desconhece o inquérito.

MENSAGEM

E-mail apreendido pela PF no ano passado no celular do presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, preso desde 2015, fazia menção ao “risco” da exposição sobre uma “cta suíça”. Em mensagem a um executivo da empreiteira, Marcelo escreveu: “Dizer do risco cta suíça chegar na campanha dela”.

Esse é o segundo inquérito do qual o marqueteiro é alvo. Em maio de 2015, aFolha revelou que a PF abriu investigação para apurar a suspeita de que duas de suas empresas trouxeram de Angola para o Brasil US$ 16 milhões, em 2012, numa suposta operação de lavagem de dinheiro para beneficiar o PT.

A investigação segue aberta, em segredo de Justiça. Na época, Santana disse que ela partia de “premissa falsa”. “Tentar criminalizar internalização de recursos beira o ridículo”, disse, concluindo que a operação fora acompanhada pelo BC, com pagamento de impostos.

Vereador aliado de Mauricio Marques dispara: ““Ricardo Gurgel é um ótimo candidato. É do povão”

ricardo-gurgel-parnamirim
Ricardo Gurgel

O atual presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, Ricardo Gurgel (PSB), é tido por “ótima pessoa” e “político do povão” entre seus próprios pares no município foi o que disse um vereador da bancada do prefeito Mauricio Marques ao Portal AgoraRN.

Segundo o AgoraRN, o oré-candidato a prefeito da cidade, Gurgel deverá fazer nova opção partidária nos próximos dias, visando se viabilizar para disputar a prefeitura em outubro.

A opinião sobre Ricardo Gurgel é do vereador Irani Guedes (PRB) e apoiador da pré-candidatura do secretário de Obras Naur Ferreira que ainda está no PSB, mas deve sair para ser candidato pelo PDT.

“Ricardo é uma ótima pessoa, é do povão, está como presidente da Câmara, e nesse período estamos analisando a parte administrativa dele, mas, como político, é um ótimo candidato. Principalmente na periferia da cidade”, afirmou Guedes.

Ricardo vem se credenciando para disputar a prefeitura. Para tanto conta com a simpatia do governador Robinson Faria (PSD), de quem foi apoiador na eleição para o governo do Estado em 2014.

Nos bastidores da política parnamirinense, Ricardo articula a retirada da candidatura de Carlos Augusto, atraindo o deputado para seu palanque, afirma o Portal AgoraRN.

Manifestantes organizam protesto em defesa de Lula

Ato está marcado para o próximo dia 17 em frente ao Fórum de Barra Funda, em São Paulo, quando Lula irá prestar depoimento sobre apartamento tríplex no Guarujá

Manifestantes de diversos movimentos sociais organizam um protesto em defesa do ex-presidente Lula no próximo dia 17, quando o petista irá prestar depoimento sobre o apartamento tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo. O ato está marcado para às 10h na porta do Fórum de Barra Funda, na capital paulista, onde será realizada a oitiva.

O petista é investigado por suspeita de ocultação de patrimônio. O apartamento no Guarujá estaria sendo preparado para a família de Lula, e as reformas ficaram por conta da empreiteira OAS, uma das empresas envolvidas na Operação Lava Jato. O ex-presidente nega ser proprietário do imóvel e argumenta que só havia uma opção de compra em nome de sua mulher, Marisa Letícia.

A manifestação é organizada pela Frente Brasil Popular em São Paulo, que reúne cerca de 50 organizações ligadas a movimentos sociais, além de partidos políticos como PT, PCdoB e PDT. “O ex-presidente representa a história de luta dos movimentos social e sindical e dos partidos políticos de esquerda. Todos nos sentimos atingidos com os constantes ataques feitos a Lula”, diz a nota divulgada pelo grupo.

No mesmo dia serão ouvidos Marisa Letícia, Léo Pinheiro, empreiteiro da OAS, e Igor Pontes, engenheiro que acompanhou Lula na visita ao apartamento.

Veja a íntegra da nota:

“Somos solidários a Lula!

Com o mote ‘Lula eu defendo, Lula eu respeito!’, a Frente Brasil Popular em São Paulo, que congrega diferentes movimentos social e sindical e os partidos políticos PT, PCdoB e PDT, repudia a forma seletiva como vêm sendo conduzidas as investigações da Operação da Lavo Jato.

Da mesma maneira, repudia a forma criminosa e manipuladora com que a mídia tradicional cobre e transmite as versões dos fatos, tendo como principal interesse atingir a imagem e a honra do ex-presidente Lula, figura emblemática na história política do Brasil.

O ex-presidente representa a história de luta dos movimentos social e sindical e dos partidos políticos de esquerda. Todos nos sentimos atingidos com os constantes ataques feitos a Lula.

A Frente Brasil Popular em São Paulo não aceitará a postura golpista e antidemocrática que tanto setores do poder Judiciário como a grande mídia tentam impor ao povo brasileiro.

Por isso, convocamos a todos e todas para um Ato em Defesa do ex-presidente Lula, no dia 17 de fevereiro de 2016, a partir das 10 horas, no Fórum Criminal da Barra Funda, na Avenida Doutor Abrahão Ribeiro, 313, no centro da capital paulista.

Frente Brasil Popular – SP”

Adeus Henrique: Hermano Morais só pensa nele

“Políticos são como aves de arribação, quando o tempo está bem elas vem, quando está ruim elas vão” major Theodorico Bezerra

Na política do RN não existe gratidão, existe o interesse pessoal e carreirismo político.

O deputado Hermano Morais do PMDB é um bom exemplo disso. Ele sempre foi prestigiado pelos Alves. Depois de ter sido candidato a prefeito de Natal apoiado pelos Alves, Hermano Morais recebeu, por dentro, R$ 600 mil de Henrique Alves para financiar sua reeleição de deputado estadual em 2014.

Agora, como Henrique Alves perdeu a eleição para governador, Hermano está querendo pular para outro partido para ser candidato a prefeito de Natal.

O passado de Hermano mostra que ele sempre foi assim: em 1992 ele foi eleito vereador pelo PMDB, depois deixou o partido em troca da secretaria de Saúde do prefeito Aldo Tinoco do PSDB; quando Aldo Tinoco lascou-se, Hermano pulou para o PSB de Wilma depois que votou em Fernando Freire para governador; ele voltou para o PMDB e foi candidato a prefeito de Natal, agora o PMDB de baixo ele já ensaia um novo pulo.

Será que Henrique Alves vencendo a eleição para governo, Hermano deixaria o PMDB?

Hermano já foi, aluizista, geraldista, wilmista, micarlista e rosalbista, ele gosta mesmo de ser governista.

Hermano para arranjar um jeito para sair de fininho está dizendo que vai “ouvir as bases”.

Governador Robinson Faria iniciou a construção de terceira ponte sobre o Rio Potengi

Começam obras da Terceira Ponte (Foto: Reprodução)O governador Robinson Faria (PSD) utilizou as redes sociais, nesta quinta-feira (11), para anunciar o início das obras de construção da terceira ponte sobre o Rio Potengi, que será erguida nas proximidades do bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal, e terá aproximadamente 70 metros de extensão.

“As obras da terceira ponte sobre o rio Potengi já estão em andamento. Por lá, será desviado o tráfego pesado da zona Norte de Natal com opção de utilizar a Reta Tabajara (BR 304) para ir a Parnamirim, Goianinha, Pipa, Mossoró, João Pessoa e Fortaleza, em pista duplicada”, escreveu o governador.

De acordo com Robinson, o projeto faz parte da preparação dos acessos ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante e já estão com os recursos assegurados. O governador frisou que a terceira ponte também será importante na integração da região metropolitana de Natal.

“A nova ponte faz parte de uma das principais obras de mobilidade urbana do Rio Grande do Norte, o projeto do acesso sul ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na zona Metropolitana de Natal. Os recursos, já assegurados, são de R$ 76,3 milhões”, enfatizou.