Polícia estoura cativeiro da sogra do chefe da F1, Bernie Ecclestone

AFP

A Polícia de São Paulo libertou, neste domingo (31), a sogra do britânico Bernie Ecclestone, presidente da empresa que administra a Fórmula 1, sequestrada em 22 de julho passado – informaram as autoridades.

“A Divisão Antisequestros (DAS) da Polícia Civil libertou na noite deste domingo a sogra de Bernie Ecclestone. Ela saiu ilesa. Dois homens foram presos em um cativeiro na cidade de Cotia”, zona metropolitana de São Paulo, relatou a Secretaria estadual de Segurança Pública em breve comunicado.

De acordo com o jornal “O Estado de S. Paulo”, o resgate de R$ 120 milhões de reais pedido por e-mail pelos sequestradores não foi pago.

Aparecida Schunck Flosi Palmeira, de 67, foi sequestrada em 22 de julho, em sua casa no bairro de classe média alta de Jardim Santa Helena, em Interlagos, zona sul de São Paulo. Vizinhos disseram à AFP na semana passada que um grupo de homens se fez passar por entregadores.

Aparecida é mãe da brasileira Fabiana Flosi, uma advogada de 38 anos que conheceu o multimilionário Ecclestone, de 85, quando trabalhava na organização do Grande Prêmio de Fórmula 1, que aconteceu no autódromo de Interlagos em 2009.

Valha: abertura da Rio-2016 terá assalto a Bündchen e símbolos “clichês” do Brasil

Reprodução/Instagram
Construído e projetado pelo brasileiro Santos Dumont, o avião 14 Bis será um dos destaques da cerimônia imagem: Reprodução/Instagram

Mauricio Stycer e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

A ordem do Comitê Organizador era uma só: “vamos manter o mistério”. Assim pediam a apresentadora global Glória Maria e o diretor de comunicação dos Jogos, Mário Andrada, antes do ensaio geral da cerimônia de abertura, neste domingo, no Maracanã – a cinco dias do início oficial da competição. No entanto, nas arquibancadas, mais de 30 mil convidados acompanhavam tudo que irá rolar no próximo dia 5. E mesmo diante de tantas solicitações, fotografavam e se encantavam com o espetáculo que marcará o início da primeira Olimpíada na América do Sul.

Em meio à exaltação do Brasil, também há espaço para falar dos problemas. A certa altura, por exemplo, falando da urbanização país, o público ouve uma versão instrumental de Construção, de Chico Buarque (“morreu na contramão atrapalhando o tráfego”).

Gisele é destaque ao ser assaltada

Outra curiosidade ficou por conta de uma passagem onde a modelo Gisele Bündchen, desfilando ao som de “Garota de Ipanema”, será assaltada por um ator. No fim, porém, a mensagem de tal cena será de paz

A musicalidade, exaltando sempre os artistas brasileiros, será percebida logo no início, quando Paulinho da Viola executará o hino nacional com voz e violão. Na sequência, um espetáculo de dança com centenas de artistas recriará os primeiros momentos da história do país no campo de Maracanã: os símbolos dos primeiros séculos estarão presentes.

Ainda na primeira hora, reservada apenas para os espetáculos artísticos, o voo de uma réplica do avião 14 Bis chamará a atenção de todos. Logo após, o campo fica livre para um desfile de mais de 100 metros da top internacional Gisele Bündchen. Nesta hora, ocorrerá a simulação do assalto e até uma perseguição.

Após a violência, o funk apareceu

A violência, seguida de paz, precede um dos momentos que levantou o público neste domingo: o funk cantado pela MC Ludmilla. A apresentação da abertura ainda terá Diogo Nogueira e Zeca Pagodinho na exaltação ao samba. Uma grande dança embalada por “País Tropical” antecede o desfile das delegações – iniciado com aproximadamente 50 minutos de cerimônia.

O samba também estará presente no desfile das delegações. Centenas de ritmistas de escolas de samba do Rio de Janeiro acompanharão os atletas no campo do Maracanã.
Os protagonistas dos Jogos ainda participarão de uma ação de sustentabilidade. Durante a entrada, cada um dos quase 10 mil atletas esperado plantará uma muda de árvore. Elas serão colocadas no Parque dos Atletas. Segundo a organização, “será a floresta dos atletas, um legado para a cidade”.
Com aproximadamente 1h30 de duração, o desfile dos atletas aproveitou para responder a uma dúvida: a delegação dos Estados Unidos foi mantida no início deste quadro, ao contrário do solicitado pela emissora americana NBC – pediu a troca para a língua inglesa, onde ficaria no final.
Alem do Brasil, última a desfilar, outra delegação foi bastante festejada: o time olímpico de refugiados – penúltimo a passar.
Na entrada do Time Brasil, um erro que não poderá se repetir na próxima sexta. A bicicleta utilizada para carregar a placa com o nome do país perdeu a direção, se atrapalhou e foi colocada de lado. Os figurantes desfilaram pelo Maracanã sem a mesma.
A sequência da cerimônia marcou os discursos do presidente do COI, Tomaz Bach, e do chefe do Comitê Organizador da Rio-2016, Carlos Arrhur Nuzman.

Kelps faz sua convenção nesta segunda-feira

IMG_7514O deputado Kelps Lima e a desportista e especialista em gestão Magnólia Figueiredo serão homologados candidatos a prefeito e a vice de Natal, pelo partido Solidariedade, na próxima segunda-feira, 18h30, em Natal.
A convenção municipal será no CEMURE – (Centro Municipal De Referência Em Educação), na avenida Coronel Estevam, 3705, Bairro Nazaré, esquina com a Avenida Capitão Mor Gouveia, ao lado da rodoviária.

Depois de muita demora, Temer atende pedido do governador Robinson e autoriza envio do Exército para o RN

Da Folha de São Paulo

O presidente interino, Michel Temer, autorizou o uso das tropas do Exército no Rio Grande do Norte para combater a onda de violência que invadiu o Estado neste final de semana.

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência, apesar da autorização, algumas burocracias ainda estão sendo destravadas para que se inicie a operação militar. Isso porque Temer se adiantou e firmou um acordo verbal com o governador do Estado, Robinson Faria (PSD). O pedido formal do governador ainda não chegou ao Planalto.

Após Faria pedir ao governo federal o uso do Exército, o Planalto consultou os chefes das Forças Armadas no Estado para saber a disponibilidade das tropas. Depois de receber a confirmação de que os homens estavam disponíveis, Temer autorizou o envio dos militares.
O Planalto não soube dizer quantos homens participarão da operação. O Ministério da Defesa, órgão que comanda o Exército, não respondeu aos questionamentos da reportagem sobre o tamanho da operação.

Absurdo: Temer está botando ‘biquinho’ para enviar tropas federais por intermédio de Henrique Alves

O presidente interino Michel Temer disse que o governo do RN não fez um pedido formal para enviar autorizar o Exército Nacional auxiliar a Polícia Militar no enfrentamento da desordem que bandidos estão praticando em Natal e interior do Estado revoltados com a instalação de bloqueadores de celulares nos principais presídios do RN.

O governador Robinson Faria já anunciou que solicitou o envio de forças federais em seu fecabook, mas Temer disse que não recebeu “pedido formal”.

Me impressiona como pode ter gente fazendo politicagem numa situação dessa natureza. 

Juízes federais apoiam medidas aditadas pelo Governo do Estado para controlar violência

NOTA:

Os juízes federais e servidores da Justiça Federal no Rio Grande do Norte emprestam seu integral apoio e reconhecimento às autoridades policiais do nosso Estado, que têm enfrentado com altivez e responsabilidade a difícil missão de garantir a segurança dos potiguares nos últimos dias, diante de numerosos ataques perpetrados por organizações criminosas.

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte renova a confiança na bravura dos nossos policiais, convicta de que este triste episódio de nossa história será superado e de que a paz será restabelecida.
Justiça Federal do RN

Carlos Eduardo Alves cobra do governador medidas de “segurança” para Natal

A disputa eleitoral de 2018 começou num momento de medo e insegurança que passa o povo potiguar. De olho na cadeira de governador, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, aproveitou o memento de crise e violência no RN para em sua conta no Twitter, cobrar do governador Robinson Faria medidas para segurança da cidade.

“O Governo do Estado precisa garantir a normalidade na segurança para que Natal tenha novamente tranquilidade”, postou o prefeito.

A mensagem veio no mesmo dia em que o governador Robinson Faria criticou a gestão municipal pelo desinteresse no assunto segurança pública.IMG_1327