Cuba registra recorde de 4 milhões de turistas estrangeiros em 2016

 

Resultado de imagem para turismo havana

EFE

Cuba alcançou nesta sexta-feira o número recorde de quatro milhões de turistas estrangeiros em 2016, 6% acima dos 3,7 milhões de visitantes previstos inicialmente para este ano, segundo informações divulgadas pelo Ministério do Turismo (Mintur) da ilha.

A chegada de turistas a Cuba em 2016 experimentou uma alta de 13 pontos percentuais em relação a 2015, afirmou o Mintur.

A América do Norte e Europa são as regiões que mais contribuíram para o resultado, embora turistas de países de outros continentes também foram ao país, acrescentou o relatório.

Este recorde representa “um compromisso para continuar o caminho ascendente do nosso setor, melhorar a qualidade na prestação dos serviços e níveis de eficiência”, afirmou a nota.

Além disso, considera que este marco é “um reconhecimento aos trabalhadores da indústria do turismo, todos os colaboradores dentro e fora do país, ao governo por seu apoio ao desenvolvimento do turismo e a nosso povo culto e hospitaleiro”.

Cuba reportou nos últimos anos um “boom” do turismo e em 2015 alcançou pela primeira vez os 3,5 milhões de visitantes.

Com o crescimento de visitas à Cuba, está previsto a construção de 108 mil novos quartos até o ano de 2030, dos quais 30 mil contarão com participação de capital estrangeiro.

A abertura econômica e o degelo diplomático com os Estados Unidos, que trouxe consigo visitas de diversas personalidades da cultura e entretenimento para a ilha, foram dois dos fatores que aumentaram nos últimos tempos o interesse internacional por Cuba.

Ano de 2017 terá 10 feriados prolongados

Resultado de imagem para feriado prolongadoFaltando um dia para começar o ano de 2017, já tem muita gente de olho no calendário. O motivo é bem simples: os famosos e tão esperados feriados prolongados.

Isso mesmo! Para que nada dê errado, vale a pena começar a montar seu planejamento de viagens e ficar de olho nas promoções!

Confira aqui:

Janeiro

O dia 1º de janeiro, data da confraternização nacional começa em um domingo.

Fevereiro

Em fevereiro tem Carnaval. Será no dia 28, porém as emendas já começam no sábado dia 25 e geralmente seguem até dia 1 de março, ao meio-dia. Quem vai aproveitar a folia, já pode ir se preparando para passear!

Março

O primeiro dia do mês é ponto facultativo até ao meio-dia. Será a quarta-feira de Cinzas pós Carnaval.

Abril

O mês de abril também está recheado de feriados onde dá para emendas em duas semanas seguidas: Dia 14 é a Sexta-feira Santa e na sexta-feira seguinte, dia 21, é dia de Tiradentes.

Maio

O Dia do Trabalho, comemorado no dia 1, traz uma super emenda que pode favorecer os viajantes. Como o feriado cai em uma segunda-feira, bastante gente pode aproveitar para viajar já na sexta e garantir um tempinho a mais durante o passeio.

Junho

No dia 15 de junho chega o feriado de Corpus Christi e, junto dele, mais alguns dias de descanso. O feriado cai sempre em uma quinta-feira, totalizando quatro dias de folga até a segunda, quando tudo volta ao normal. No dia 24, tem a festa junina do São João, que caiu em um sábado.
Julho

Não tem feriado.

Agosto

Dia 05 de agosto, data da fundação do Estado da Paraíba e da festa da Padroeira de Nossa Senhora das Neves, caiu num sábado.

Setembro

O Brasil comemora a sua Independência no dia 7 de setembro, que neste ano cai em uma quinta-feira. São mais quatro dias de recesso somados a tantos outros deste ano de 2017.

Outubro

A Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, vai ter seu feriado deste ano também em uma quinta-feira. São quatro ótimos dias de recesso para viajar.

Novembro

Como um é pouco, o mês de novembro nos espera com dois feriados, entre eles um prolongado! O primeiro será dia 2, Finados, que cai em uma quinta-feira. No dia 15, Proclamação da República, caiu em uma quarta, não tem nada para emendar, porém já é mais um dia para descansar, ainda mais no meio da semana.

Dezembro

Como de costume, temos o feriado estadual de Nossa Senhora da Conceição, que cai em uma sexta-feira, contabilizando mais três dias de folgas. O Natal desta vez, dia 25, vai cair em uma segunda-feira.

Se você não é muito apegado a rituais de final de ano, como ceia em família e coisas assim, esta pode ser uma boa oportunidade para viajar e aproveitar a emenda. Com tantos feriados prolongados, a principal certeza que temos é que este novo ano tem tudo para passar rápido.

Em vídeo, presidência do primo Franklin Capistrano dá o último suspiro

Engabelado por uma briga que nunca existiu entre o prefeito Carlos Eduardo Alves com o vereador Raniere Barbosa que sempre foi o candidato da preferência do prefeito à Presidência da Câmara Municipal de Natal, Franklin Capistrano fez um vídeo relatando sua passagem como presidente da Casa.

Carlos Eduardo Alves encandeou Franklin acenando com o apoio para sua candidatura, ao aprovar um pacote fiscal que majorou impostos, taxas e tributos que dependia de Franklin para passar este ano, o prefeito pegou o beco e foi almoçar com os vereadores que tinham declarado apoio ao vereador Raniere Barbosa.

Barbosa espetou 22 vereadores na churrascaria Fogo e Chama.

Agora o primo Franklin foi falando sozinho para câmara de vídeo.

 

Cearense é chamado de “nordestino fracassado” ao tentar comprar iPhone em loja de São Paulo

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

O preconceito contra a região Nordeste do Brasil, apesar de ser crime, ainda é bastante frequente em todo o país. Nesta terça-feira (27), mais um ato preconceituoso contra um cearense foi registrado. O universitário Guilherme Ribeiro, de 18 anos, natural de Juazeiro do Norte, a 490 quilômetros de Fortaleza, foi a vítima da vez.

Em entrevista ao Tribuna do Ceará, Guilherme contou que tentou negociar a compra de um smartphone com um comerciante de Assis, interior de São Paulo, no valor de R$ 2.800. Segundo o cearense, um homem identificado como Vinícius Rampazzo teria sido o agressor.Conversa ficou registrada através do aplicativo de mensagens Whatsapp (FOTO: Arquivo Pessoal)

“Estava fazendo umas pesquisas para comprar um Iphone para revender e encontrei essa loja. Comecei a conversar com ele por Whatsapp e tentar combinar de buscar os celulares no Bairro Jardins, zona nobre de São Paulo, já que eu vou viajar agora no início do ano para lá. Para combinar eu mandei um áudio e quando ele escutou, ele me respondeu de forma preconceituosa”, explicou Guilherme.

Como resposta às propostas de Guilherme, Vinícius mandou um áudio no qual chama todos os nordestinos de nojentos. “Procura (o celular) nessa desgraça de lugar imundo que você mora, que é o Nordeste. Entendeu, seu fracassado? Acha que eu negocio com nordestino pé-rapado? Seu nojento“, falou.

Além de ofender Guilherme, Vinícius mandou outro áudio afirmando que a tentativa de compra do cearense seria um golpe. “Aqui ninguém cai nesse tipo de golpe não, escória do mundo“, completou

Para Guilherme, essa atitude do paulista seria algo triste e infeliz. “Realmente eu fiquei bastante triste quando ele me mandou esses áudios. No momento, não acreditei quando ouvi. Me senti muito mal e lamento não só por mim, mas também por todos os nordestinos e cearenses”, contou.

O cearense registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e encaminhou uma solicitação de processo judicial no Fórum do município. Ainda de acordo com Guilherme, tudo o que ele espera é que o comerciante peça desculpas e evite cometer outros atos como este.

“Já registramos um BO na delegacia e vamos entrar com um processo na Justiça. Mas, na verdade, só quero que ele peça desculpas e evite fazer isso com outras pessoas, pois isso é um absurdo”, concluiu o cearense.

O Tribuna do Ceará entrou em contato com o comerciante, mas nenhuma das ligações efetuadas foram atendidas.

Crime

De acordo com a Lei N° 9.459, realizar discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é crime. O praticante do ato está passível a pena de um a três anos de reclusão e multa.

O que está em jogo no processo que pode cassar Temer em 2017

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar no primeiro semestre de 2017 a ação que pede a cassação da chapa formada pela ex-presidente Dilma Rousseff e o seu então vice e atual presidente, Michel Temer, sob a acusação de irregularidades no recebimento de doações nas eleições de 2014. A chapa vencedora é acusada de financiar sua campanha com dinheiro público desviado pelo esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato.O pedido de cassação foi protocolado pelo PSDB, o rival na eleição e principal partido de oposição, logo após a reeleição de Dilma, em outubro de 2014.

Desde então, a ação teve dificuldades de seguir adiante, principalmente devido à falta de provas. Em outubro de 2015, o processo foi reaberto e, um ano depois, ganhou velocidade com o novo relator, o ministro Herman Benjamin.

Nos últimos meses, o TSE vem colhendo documentos para decidir se há provas suficientes para seguir em frente com o processo. Esta será a primeira vez que o TSE decide se vai ou não cassar o mandato de um presidente.

Como andam as investigações?

Resultado de imagem para chapa Dilma-TemerEm dezembro deste ano, peritos do TSE encontraram novos indícios de fraude e desvio de recursos ao analisar o sigilo bancário das gráficas VTPB Serviços Gráficos e Mídia Exterior Ltda., Focal Confecção e Comunicação Visual Ltda. e Rede Seg Gráfica Eireli, contratadas como prestadoras de serviços para a campanha de Dilma e Temer.

Nesta terça-feira (27/12), a Polícia Federal realizou operações de busca e apreensão em 20 endereços espalhados pelos estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. A operação investiga se as gráficas realmente tinham capacidade para prestar os serviços declarados.

Cenário de fraudes

A chapa Dilma-Temer pode ser cassada mesmo se não forem comprovadas irregularidades na prestação de serviços das gráficas. Segundo o jurista Fernando Neisser, da Associação Brasileira de Direito Eleitoral e Político, ao longo desta fase de análise de documentos, que antecede o julgamento, a acusação vem tentando reunir indícios de que houve um “cenário de fraudes”.

Isso significa que a estratégia da acusação não depende apenas da comprovação de fatos isolados de corrupção. “Provas de abusos políticos e econômicos menores, que provem que o cenário da campanha foi, como um todo, fraudulento, são suficientes para uma condenação”, afirma o jurista.

Além das irregularidades na prestação de serviço das gráficas, há outras acusações contra a chapa Dilma-Temer, como supostos pagamentos de propinas disfarçados de doações de campanha.

Separação de julgamentos

Um detalhe que reforça o tom de ineditismo deste processo é que a defesa de Temer quer que o balanço das contas criadas para arrecadações de campanha seja julgado separadamente. Como são contas distintas, Temer quer que elas sejam desvinculadas, pois, no caso da condenação de Dilma, ele escaparia da cassação.

Em casos como este, o TSE costuma julgar a chapa por entender que, embora as contas sejam separadas, tanto o candidato principal como o vice são beneficiados pela eleição.

“Se fica provado que uma chapa cometeu abusos na campanha e, por meio desses abusos, chegou ao poder, faz sentido que os dois percam os mandatos. Afinal, o vice chegou ao cargo graças à eleição da chapa”, defende Neisser.

Na visão do jurista, uma possível adesão do TSE ao pedido de Temer resultaria em problemas para as candidaturas futuras. Seguindo essa lógica, os vices passariam a ser considerados potenciais inimigos dos candidatos principais. Eles poderiam coletar provas de fraudes, por exemplo, durante a campanha, e entrar com pedido de cassação logo depois da posse. Em caso de vitória, assumiriam o cargo principal. Essa possibilidade de separação de julgamento também poderia incentivar que candidatos principais cometam fraudes e joguem a culpa nos vices.

A defesa de Dilma quer que a chapa seja julgada em conjunto, seguindo jurisprudência da corte. Embora uma posição contrária à separação seja quase unânime entre os juristas, existe a possibilidade de o TSE aprovar o pedido da defesa de Temer.

O que pode acontecer com Dilma e Temer

O processo do impeachment cassou o mandato de Dilma, mas não seus direitos políticos. Se a Justiça decidir pela cassação da chapa reeleita em 2014, além de ter perdido o mandato, a petista ficará também inelegível. Já Temer perderá o mandato e também ficará inelegível.

Caso o TSE decida cassar a chapa Dilma-Temer em 2017, e essa decisão for confirmada pelo Judiciário, o artigo 81 da Constituição prevê que o Congresso elegerá um novo presidente para cumprir o restante do atual mandato.

Temer já afirmou que, se for condenado, vai recorrer com “recursos e mais recursos” da decisão, mas que “respeitará a decisão final do Judiciário”.

Pode haver eleição direta?

Sim, essa possibilidade existe, segundo alguns juristas. Em parte por causa do grande apoio entre a população, a possibilidade de eleição direta passou a ser cada vez mais debatida nos meios políticos e na imprensa nas últimas semanas. A tese de eleição direta se apoia numa minirreforma eleitoral aprovada em 2015 pelo Congresso Nacional e que determina que haja eleição indireta somente se houver vacância de um cargo público majoritário, por decisão da Justiça Eleitoral, nos últimos seis meses do mandato. Do contrário, eleições diretas devem ser convocadas num prazo de 20 a 40 dias.

Juristas debatem, porém, se essa alteração é constitucional, pois ela parece estar em claro conflito com o artigo 81 da Constituição, que determina a realização de eleição indireta se houver vacância nos últimos dois anos do mandato presidencial. Em maio, o Supremo Tribunal Federal recebeu uma ação de inconstitucionalidade, movida pela procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que argumenta justamente que a minirreforma não pode se sobrepor à Constituição. O julgamento da questão pela corte suprema só deverá acontecer depois de fevereiro, quando acaba o recesso dos juízes.

Um outro caminho para a eleição direta seria a aprovação de uma proposta de emenda constitucional (PEC) que alterasse o artigo 81 da Constituição.

Impactos econômicos e políticos

Para Kai Michael Kenkel, pesquisador associado do Instituto Alemão de Estudos Globais e Regionais (Giga), de Hamburgo, eleições indiretas não trariam estabilidade política para o Brasil. “Pelo contrário, prolongariam a sensação de improviso e caos político.”

Segundo Kenkel, existe uma insatisfação popular geral em relação aos partidos brasileiros. “Essa crise de representatividade não seria solucionada com um presidente eleito pelos parlamentares.”

Na análise do cientista político Jens Borchert, da Universidade de Frankfurt, tanto o impeachment como o pedido de cassação que tramita no TSE mostram que a oposição brasileira não sabe perder. “O PSDB errou lá atrás, ao não aceitar a derrota nas eleições de 2014”, diz Borchert. “Perder faz parte do jogo da democracia. É o que garante a tão necessária alternância de partidos no poder.”

Na leitura do cientista político alemão, a imagem de toda a classe política está prejudicada. “Os políticos, mais uma vez, desrespeitaram a democracia brasileira. Todos saem perdendo.”

Os prejuízos também poderiam alcançar as finanças do país. “Os mercados não gostam de sistemas políticos instáveis”, diz Oliver Stuenkel, professor de relações internacionais da FGV-SP. “Uma nova mudança na presidência poderia provocar desconfiança dos investidores estrangeiros e desmotivar o investimento externo, mas apenas no curto prazo”, afirma.

Temer já está na Restinga da Marambaia, onde passará o réveillon na conta dos bonecos

Praia e coqueiros no litoral fluminenseO presidente Michel Temer está na Restinga de Marambaia, na reserva administrada pela Marinha, onde passará o fim de semana do réveillon com a família. O embarque para o Rio de Janeiro foi feito na tarde de quinta-feira (29).

De acordo com o Planalto, não há agenda oficial até o ano novo. Até o momento não há previsão sobre o dia em que ele retornará a Brasília. A expectativa é de que o presidente volte a despachar no Palácio do Planalto a partir de segunda-feira (2 de janeiro).Imagem relacionada

Mulher e amante tramaram morte de embaixador da Grécia

A Polícia Civil do Rio confirmou nesta sexta-feira (30) que o corpo encontrado em um carro carbonizado no Arco Metropolitano é do embaixador da Grécia no Brasil, Kyriakos Amiridis. Os investigadores pediram a prisão da brasileira Françoise Amiridis, viúva do diplomata, e do policial militar Sérgio Gomes Moreira Filho. Segundo a investigação, os dois são suspeitos de participação no homicídio e a principal hipótese é de crime passional. A informação foi dada com exclusividade pela repórter Bette Lucchese no RJTV.

Françoise comunicou na quarta-feira (28) o desaparecimento de Amiridis, de 59 anos. Segundo ela, ele saiu de casa Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na noite de segunda-feira (26), em um carro alugado sem dizer onde ia.

O veículo foi encontrado incendiado no fim da tarde de quinta (29), com um corpo em seu interior. O cadáver está sendo periciado no Instituto Médico Legal de Nova Iguaçu.

Carlos Eduardo Alves vai a la playa

ceaEm meio de uma cidade em crise com atraso de salários dos servidores, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves estava passeando solenemente na Praia de Ponta Negra acompanhado do primo Cláudio Porpino.

O motivo da caminhada era escolher um lugar para instalar uma academia para terceira idade para atender banhistas com buchos avantajados.

Os servidores estavam nas agências bancárias procurando saber se os salários tinham sido depositados.

Cláudio Porpino estava praticando stand up.

 

Rússia vai expulsar 35 diplomatas dos EUA, diz ministro

Do UOL, em São PauloOs presidentes Vladimir Putin, da Rússia, e Barack Obama, dos EUAA Rússia vai expulsar 35 diplomatas americanos em resposta à medida adotada por Washington pela suposta interferência de Moscou nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, disse nesta sexta-feira (30) o ministro das Relações Exteriores russo Sergei Lavrov.

“A reciprocidade é lei diplomática nas relações internacionais. Por isso, propomos ao presidente da Rússia que declare ‘persona non grata’ 31 funcionários da Embaixada dos EUA em Moscou e outros quatro do consulado americano em São Petersburgo”, disse Lavrov.

O ministério também propôs proibir que os diplomatas americanos utilizem uma casa de campo perto de Moscou e um edifício usado como depósito na capital.

Lavrov disse que a Rússia não irá deixar as sanções sem resposta e que as alegações de que seu país interferiu na eleição norte-americana são infundadas.

Ontem, os EUA expulsaram 35 diplomatas russos por suposta interferência nas eleições americanas de 2016.

Os diplomatas, da embaixada em Washington e do consulado em San Francisco, foram declarados “persona non grata” e devem, junto com suas famílias, deixar os EUA, disse o Departamento de Estado.