RN sangrando: vergonhosamente foi atingido o número de 1200 pessoas assassinadas no RN em 2017

RN sangrando VIOLENCIA 1

Novo relatório do Observatório da Violência Letal Intencional (Obvio) fechado na noite desta quinta-feira, 29, indica que o estado do Rio Grande do Norte já registra 1.200 homicídios apenas neste ano de 2017. Há uma taxa de 34, 22 vítimas por 100 mil habitantes.

Em comparação com o mesmo período do ano anterior, o número registrado de assassinatos era de 977, uma porcentagem de 22,8% menor do que o ano atual.

Já em 2015, o número ainda foi menor, registrando cerca de 785 homicídios. De acordo com dados da ONU, a taxa era de 30,5 homicídios para cada 100 mil habitantes.

Dodge suspeitou de espionagem de Janot em seu gabinete

CONTRAPONTO -  Raquel Dodge, a segunda colocada na lista tríplice: adversária dos métodos e do estilo de Janot

veja-logo

Por Rodrigo Rangel, Laryssa Borges

Desde que Janot chegou ao comando da PGR, há pouco menos de quatro anos, Raquel se insurge contra o estilo de sua administração, que considera extremamente autoritário e pouco agregador. O desapreço é recíproco. Um episódio ocorrido há dois anos e meio, e mantido em segredo até agora, ilustra o nível da relação entre os dois.

Em 3 de novembro de 2014, Raquel Dodge nem deveria comparecer à Procuradoria — aquele seria seu primeiro dia de férias —, mas, de surpresa, decidiu passar em seu gabinete para resolver algumas pendências. Chegando lá, percebeu que as luminárias instaladas sobre as mesas de trabalho tinham sido removidas e recolocadas no lugar. Havia sujeiras com marcas de impressões digitais no teto. Raquel estranhou e, no mesmo dia, pediu uma conversa com Janot. Ao procurador-geral, ela relatou o que havia ocorrido e, não satisfeita, preparou um ofício para formalizar a queixa e pedir providências. No dia seguinte, ao chegar para trabalhar, a chefe do gabinete da procuradora encontrou dois homens, com uma escada, mexendo no teto da copa do gabinete. Os homens saíram do local antes que pudessem ser identificados.

A desconfiança de que eles haviam entrado sem aviso com o propósito de retirar supostos dispositivos de escuta ambiental fez aumentar ainda mais o nível da suspeita. Avisada desse segundo episódio, Raquel voltou a cobrar Janot. Com a demora do procurador-geral em adotar providências, a própria Raquel levantou, em conversas com colegas e auxiliares mais próximos, a suspeita de que a suposta arapongagem pudesse estar partindo da área de inteligência da própria PGR, a serviço de Janot.

Facebook não deve fornecer dados de usuários que criticaram Danilo Gentili

Resultado de imagem para Danilo GentiliO Facebook não precisa informar ao ator Danilo Gentili os dados de usuários que o criticaram na rede social. Para a juíza Tonia Yuka Kôroku, da 13ª Vara Cível de São Paulo, as mensagens tratam apenas de opinião dos telespectadores, limitados à atuação profissional de Gentili.

Na ação, Gentili disse que as ofensas aconteceram em uma publicação do canal Comedy Central Brasil no Facebook. Segundo ele, os comentários eram lesivos à sua honra, ao seu nome e à sua imagem. Por isso, pediu que a rede social fosse obrigada a fornecer os dados dos usuários que o ofenderam e que os 16 comentários indicados fossem excluídos.

A juíza Tonia Kôroku negou o pedido de liminar e, nesta quinta-feira (29/6), julgou improcedente a ação. Segundo ela, não houve no caso abuso no direito da liberdade de manifestação nos comentários apontados nem ofensa ao patrimônio moral do ator.

Para ela, os danos sofridos por Gentili nesse caso não passam de meros aborrecimentos, uma vez que os comentários tratam da opinião de usuários como telespectadores.

Além disso, a juíza ressaltou que o ator é figura pública que está sujeita a críticas e que os comentários apenas dizem respeito à atuação profissional de Gentili, o que é garantido pela liberdade de manifestação.

Omar Kaminski, coordenador do site Observatório do Marco Civil da Internet, ressalta que esta é mais uma ação onde o direito à honra do ofendido, por se tratar de figura pública, foi relativizado em favor da liberdade de manifestação do pensamento e de expressão.

Fonte: CONJUR

Possível volta de Aécio à presidência do PSDB provoca novo racha no partido

Grupo liderado por Alckmin (e) não quer volta de Aécio (d) à presidência do PSDB

Renan Truffi, enviado especial, e Pedro Venceslau

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir ao senador Aécio Neves (MG) retomar as atividades parlamentares criou uma situação embaraçosa no PSDB. O partido já discutia há algum tempo a antecipação de uma convenção nacional, com o objetivo de eleger uma nova Executiva para retirar o mineiro do posto. Agora, dizem os tucanos, Aécio tem condições de reassumir a presidência do partido a qualquer momento.

“O afastamento do senador foi uma decisão voluntária. Ele que indicou o Tasso (Jeiressati, senador pelo Ceará) para o lugar dele. Portanto, se ele quiser voltar, essa é uma decisão pessoal”, explicou o secretário-geral do PSDB, o deputado federal Silvio Torres (PSDB-SP).

A reportagem apurou que o presidente interino do partido, Tasso Jereissati, aguarda uma posição de Aécio para saber o que ele vai fazer. Isso porque, segundo a cúpula, não há nenhum procedimento formal ou burocrático que impeça o senador mineiro de reassumir, imediatamente, suas funções no comando da sigla.

A situação deve evidenciar ainda mais a disputa entre paulistas e mineiros no partido. Próximo ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), Torres afirmou que o retorno de Aécio não impede o partido de pedir a antecipação das eleições internas. “Seja qual for a decisão do Aécio, defendo uma antecipação da convenção nacional”, explicou.

A ideia do grupo de Alckmin é realizar eleições municipais, estaduais e nacionais consecutivas a partir de agosto, uma a cada mês. Além disso, os tucanos paulistas querem alterar a atual composição da Executiva nacional para que governadores e prefeitos tucanos também tenham seus representantes na direção partidária.

Leia Mais

Facebook lança, em todo o mundo, ferramenta que encontra conexão Wi-Fi próxima a usuário

Resultado de imagem para Encontrar Redes Wi-FiSÃO PAULO – O Facebook anunciou nesta sexta-feira (30) o lançamento da ferramenta Find Wi-Fi em todos os países do mundo. Ela foi lançada oficialmente no ano passado, mas somente em alguns países.

Ela está disponível para todos os usuários do Facebook, ajudando-os a encontrar redes e conexões próximas em qualquer lugar. Para acessa-la, basta clicar na aba Mais do Facebook e depois em “Encontrar Redes Wi-Fi; ao ativar essa opção, todos os pontos Wi-Fi próximos e o estabelecimento que os controla aparecerão em um mapa.

A princípio, o recurso foi lançado para ajudar viajantes a conectarem-se a redes Wi-Fi em outros países, mas, segundo o Facebook, ela agora quer ajudar os moradores de áreas onde a infraestrutura de dados móveis é escassa.

 

Petrobras anuncia corte de 5,9% na gasolina e 4,8% no diesel

Resultado de imagem para posto ipirangaSÃO PAULO – A Petrobras  anunciou na noite desta sexta-feira (3) um novo reajuste de preços nos combustíveis. Segundo a estatal, será feita uma redução do preço médio nas refinarias em 5,9% para a gasolina e em 4,8% para o diesel. Os novos preços entram em vigor a partir da meia-noite deste sábado (1).

A companhia informou ainda que este é o último reajuste decidido pelo GEMP (Grupo Executivo de Mercado e Preços) antes da “delegação da decisão de reajustar os preços da gasolina e do diesel à área de Marketing e Comercialização até o limite de 7% acumulado para mais ou para menos sobre os preços vigentes dos derivados nas refinarias”.

Spinners pode pegar fogo assim como os smartphones

Resultado de imagem para spinnersOs spinners, brinquedos do momento encontrados em quase qualquer lugar hoje em dia, podem trazer um risco oculto, caso sejam alimentados de baterias: como qualquer dispositivo eletrônico, eles podem esquentar e acabar explodindo ou pegando fogo. Como relata o Mashable, duas pessoas nos Estados Unidos tiveram problemas com os dispositivos enquanto eles carregavam. Em um dos casos, o fogo atingiu até o tapete.

O problema é que esse tipo de brinquedo é usado por crianças de diversas idades, inclusive as muito pequenas, e, em caso de explosão, pode causar ferimentos. Por esse motivo, a Comissão de Segurança dos EUA decidiu investigar o produto e ofereceu algumas dicas para as pessoas.

Família de Rocha Loures falou em tortura para ele delatar Temer

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, depois de prestar depoimento no início de junho (Foto: André Coelho/Agência O Globo)Coluna Painel

Familiares de Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Michel Temer que foi preso após a delação da JBS, fizeram nesta sexta-feira (30) novo apelo para que o ministro Edson Fachin decida sobre pedido de transferência da carceragem da PF, onde ele está hoje. Visivelmente nervosos, afirmam que todos os personagens que foram encarcerados ou submetidos a algum tipo de punição após o acordo dos irmãos Batista estão em condições diferentes da de Rocha Loures.

 A família diz que Loures está sendo submetido a situação análoga à tortura para “delatar Michel Temer”. Seus interlocutores dizem que ele está há 17 dias sem “ver a luz do sol” na carceragem da PF, que não tem pátio para esse tipo de atividade. Como argumento, citam decisão desta sexta (30) de Marco Aurélio Mello, que devolveu o mandato ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) e lembram que, o primo de Aécio, flagrado buscando dinheiro na JBS, está em prisão domiciliar.

Pela narrativa da família de Loures, o ex-assessor de Temer cometeu infração semelhante a Aécio e seu primo, mas é mantido na carceragem da PF para “forçar acordo que comprometa Temer”. A família afirma que a própria PF já disse que o local não é adequado para a manutenção de presos, mas que Fachin não dá decisão sobre o tema, aguardando manifestação da PGR.

Esses familiares de Loures dizem que ele está “em frangalhos”, não só emocional, mas fisicamente. Eles, no entanto, negam que o ex-assessor de Temer tenha decidido delatar e dizem que ele manterá Cezar Roberto Bitencourt como seu advogado. O criminalista é contra acordos de colaboração.

Fachin liberta ex-deputado Rocha Loures da cadeia

Felipe Amorim

DO UOL, em Brasília

Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin determinou nesta sexta-feira (30) a revogação da prisão preventiva do ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Fachin impôs, no entanto, que Loures deva permanecer em sua residência no período noturno e fique proibido de entrar em contato com outros investigados.

Loures também será monitorado pelo uso de tornozeleira eletrônica. Ele também fica proibido de viajar para fora do país.

O ex-deputado investigado deverá ficar em casa entre as 20h e as 6h, nos dias de semana, e durante todo o dia nos finais de semana e feriados.

Rogério Marinho quer trocar com Garibaldi e Henrique Alves

Rogério Marinho quer trocar seu voto para salvar Temer por apoio dos Alves para sua candidatura ao Senado

Resultado de imagem para Rogério Marinho e Henrique alves

Para livrar o presidente Temer, amigo do ex-ministro Henrique Alves, em votação no plenário, o deputado federal saco preto  Rogério Marinho quer o apoio do PMDB a sua candidatura ao Senado em 2018.

Ele topa inclusive sofrer esse desgaste agora para salvar a pele de Temer, mas exige apoio político do ex-ministro Henrique Alves que hoje está preso por denuncia de corrupção, na disputa por uma das duas vagas para senador do RN no pleito do próximo ano.