Arquivos diários: 09/06/2017

Polícia Federal investiga ato do presidente da OAB/RN Paulo Coutinho

Resultado de imagem para Paulo Coutinho
Suspeita~se que o presidente da OAB inventou a certidão para favorecer Henrique Alves

A audiência de custódia de Henrique Alves na Justiça Federal seria encaminhado ao CDP da Ribeira, o seu advogado apresenta uma certidão expedida pelo presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho atestando que Henrique é advogado devidamente inscrito na OAB/RN.

O MPF consultou na internet o cadastro dos advogados no próprio site da OAB/EN, e não encontrou o nome de Henrique na relação dos advogados inscritos.
Estranhando o fato do nome de Henrique não constar na relação, mas diante de uma certidão do presidente da OAB/RN, o juiz aceitou e imediatamente determinou que a Polícia Federal investigue rigorosamente se a certidão é graciosa.

A Policia Federal já iniciou a investigação.. Todos sabem que Henrique Alves tem curso superior sendo bacharelado em direito, mas advogado foi uma surpresa para todos no RN.

Caso seja comprovado fralde, o presidente da OAB/RN Paulo Coutinho estará numa situação complicada.

Advogados levarão o assunto para reunião do Conselho da Ordem. O advogado Paulo Coutinho já foi condenado por litigância de má fé.

Com a certidão apresentada, Henrique Alves está preso na sala de comando da Academia de Polícia em Natal.

Arruinado: Site de notícias UOL mostra ‘fila da morte’ na trágica situação do Hospital Walfredo Gurgel

Sem leitos, maior emergência do RN improvisa UTI e cria “fila da morte”

Corredor da maior emergência da rede pública de saúde do Rio Grande do Norte; sindicato acusa redução de leitos nos últimos anos
Corredor da maior emergência da rede pública de saúde do Rio Grande do Norte; sindicato acusa redução de leitos nos últimos anos…

Aliny Gama e Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

A falta de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) levou o maior hospital público de emergência do Rio Grande do Norte –o Walfredo Gurgel, em Natal– a acomodar de forma improvisada em salas de recuperação de cirurgia pacientes que necessitam de tratamento intensivo. Médicos alegam a medida adotada pelo hospital criou uma espécie de “fila da morte” à espera de uma vaga.

Inaugurado em 1971, o hospital Walfredo Gurgel possui 284 leitos e realiza cerca de 600 atendimentos por dia. São 45 leitos de UTI, sendo que dez foram desativados na semana passada, apesar da alta demanda.

Na terça (6), o governo do Estado decretou estado de calamidade na saúde pública alegando deficit de servidores e falta de medicamentos e insumos em todas as unidades. Os problemas foram causados pela redução da arrecadação e de repasses federais, afirma o Estado.

Segundo relato de servidores que trabalham no Walfredo Gurgel, o hospital possui cinco salas de cirurgia e seis salas de recuperação. Atualmente, quatro salas de recuperação estão funcionando, entretanto, atendendo pacientes que necessitam de UTI e estão à espera de uma das vagas disponíveis de UTI. Sem oportunidade de tratamento, muitos pacientes morrem antes de conseguir um leito.

“Esses pacientes necessitam de equipamentos de UTI, como respirador de ventilação mecânica, monitor cardíaco e não há número disponível para atender a demanda”, contou Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed-RN (Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte).

Divulgação/Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte

Pacientes que necessitam de tratamento em UTI estão em salas de recuperação de cirurgia de forma improvisada

Paciente entubado fora da UTI

O presidente do Sinmed estima que há hoje entre 20 a 30 pacientes na fila por leitos de UTI no Walfredo Gurgel. “Muitos vão a óbito esperando vaga”, diz.

“Eu passei o meu plantão com as cinco salas ocupadas [na segunda]. No domingo passado, até as 18h30, estava assim também. Nesse horário liberaram uma porque conseguiram vaga. Mas o plantão virou a noite toda com uma sala para todas as cirurgias de emergência”, afirma o enfermeiro Manoel Egídio Júnior, que trabalha no centro cirúrgico do hospital.

Tem paciente desde o dia 30 entubado e não tem vaga.”

O enfermeiro cita salas que abrigam inadequadamente pacientes que estão em ventilação mecânica.

Sem novos leitos

O Sinmed diz que nos últimos dez anos não houve ampliação do número de leitos e que a rede pública sofreu perdas significativas.

“Nos últimos 10 anos não houve ampliação do número de leitos, e a demanda aumentou com o crescimento da população. A situação vem piorando porque a rede conveniada, que atendia o SUS, deixou de prestar atendimento, e o sistema público se concentrou onde tem condições de prestar atendimento”, afirma Ferreira.

Atualmente, o Rio Grande do Norte conta com 322 vagas de UTI. O mínimo deveria ser de 350, segundo o presidente do Cremern (Conselho Regional de Medicina), Marcos Lima de Freitas. O número é menor do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

Na segunda-feira, a Justiça determinou o bloqueio de R$ 3 milhões para que o Estado aumente o número de leitos de UTI. A decisão foi um dos argumentos citados no decreto de calamidade.

Divulgação/Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte

Uma das UTIs do hospital Monsenhor Walfredo Gurgel está superlotada com pacientes sem equipamentos de monitoramento

Ferreira diz ainda que todas as emergências do Estado estão superlotadas, com sobrecarga de trabalho e falta de medicamentos e insumos.

“É um quadro dramático e calamitoso. Todas as emergências apresentam pacientes em macas no chão e/ou usando leitos improvisados”, garante.

A triagem no hospital Walfredo Gurgel endureceu e apenas casos mais graves são atendidos no hospital.

“Pessoas com doenças menos graves, como apendicite, pedra na vesícula, obstrução intestinal são enviadas para o hospital municipal de Natal ou liberadas para casa para esperarem o chamamento da cirurgia posteriormente”, explica Ferreira.

Há relatos ainda de recusa de pacientes vindos do interior do Estado para a capital porque o repasse dos municípios não seria feito de acordo com a demanda.

À espera de recursos

Em entrevista coletiva, o secretário de Estado da Saúde Pública, George Antunes, admitiu os graves problemas na rede, como citados pelos profissionais de saúde ouvidos pela reportagem.

Segundo ele, o governo potiguar já teria acertado um repasse de R$ 50 milhões do Ministério da Saúde.

Com os recursos, o Estado promete abrir 60 novos leitos de UTI, sendo metade em 30 dias e a outra metade até o fim do ano. A previsão é que o dinheiro seja repassado em até 10 dias após a publicação do decreto.

As áreas mais gritantes são os leitos de UTI –porque há uma população precisando e que não está sendo assistida.”

“A segunda prioridade é a logística [de compra e entrega] de insumos e remédios. E a terceira são as cirurgias, com dois grupos de pacientes eletivos: um daqueles que estão em seus domicílios esperando, e o segundo grupo que estão nas nossas unidades”, explica Antunes.

O orçamento aprovado pelos deputados do Rio Grande do Norte para o ano de 2017 é de R$ 1,4 bilhão para a Saúde, mas, segundo dados do portal da Transparência, só foram gastos do orçamento R$ 392 milhões até o momento –sendo R$ 126 milhões de resto a pagar, ou seja, gastos assumidos pelo governo em anos anteriores.

Divulgação/Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte

Corredor da maior emergência da rede pública de saúde do Rio Grande do Norte

Sem garantia

Procurado, o Ministério da Saúde não confirmou o repasse de dinheiro. Informou, em, nota, que “o secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, atendeu, nesta terça-feira, o secretário Vagner Araújo [secretário Extraordinário para Gestão de Projetos], com o objetivo de dialogar a respeito da situação do Estado. No encontro, ficou decidido que serão buscadas soluções conjuntas e imediatas para a crise do RN”.

A pasta afirmou ainda que realiza “repasses regulares ao Rio Grande do Norte.” “Em 2016, o Fundo Estadual de Saúde recebeu em torno de R$ 235,11 milhões. Já o conjunto dos municípios potiguares recebeu, no mesmo ano, R$ 1,3 bilhão”, finalizou.

Sobre o orçamento, a Coordenadoria de Orçamento e Finanças da Secretaria de Saúde afirmou que, além do valor já pago, também já foram empenhados e pré-empenhados um total de R$ 1,33 bilhão –que correspondem a 93,48% do orçamento previsto.

“Levando-se em consideração as principais fontes de financiamento, esse percentual sobe para cerca de 98%, o que justificou o decreto de calamidade por parte do Governo do RN. Isso ocorre porque a execução financeira orçamentária segue três etapas: empenho, liquidação e pagamento. Quando o Estado empenha uma despesa, principalmente de contratos, empenha para o ano em exercício, porém o pagamento se dá à medida que a despesa financeira vai sendo executada”, explica a pasta, em nota.

“Uma vez reconhecida a despesa, esta depende da disponibilidade financeira para a execução do pagamento”, completa.

Temer não responde perguntas da PF e pede arquivamento de inquérito no STF

Gustavo Maia e Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

A defesa do presidente da República, Michel Temer (PMDB), pediu nesta sexta-feira (9) o arquivamento do inquérito que corre contra ele no STF (Supremo Tribunal Federal), no qual é investigado por suspeita de envolvimento nos crimes de corrupção, organização criminosa e obstrução à Justiça.

Em petição assinada pelos advogados Antônio Cláudio Mariz de Oliveira e Sérgio Eduardo Mendonça de Alvarenga, e endereçada ao ministro do STF Edson Fachin, a defesa afirma que as 82 perguntas enviadas pela PF (Polícia Federal) se desviaram do tema do inquérito e, por isso, o presidente da República não as responderá. Continue lendo Temer não responde perguntas da PF e pede arquivamento de inquérito no STF

Escritora critica Dallagnol: ‘você é um procurador, não uma blogueira teen

: O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Ministério Público Federal, foi criticado pela jornalista e escritora Nina Lemos; Dallagnol comemorou nesta semana ter ultrapassado a marca de 100 mil seguidores no Twitter; e agradeceu a “confiança pela constante luta contra a corrupção”; resposta de Nina Lemos viralizou nas redes sociais: “Para de ser cafona. Você é um procurador, não uma blogueira teen”

Sindicato da Carne dos EUA quer banir a JBS do mercado americano

REUTERS/Ueslei MarcelinoA R-CALF United Stockgrowers of America, maior sindicato de carne bovina dos EUA, em carta assinada por seu dirigente, Bill Bullard, e endereçada ao presidente Donald Trump, pede que o Depto. de Justiça dos EUA investigue a JBS por corrupção praticada nos EUA.

“A R-CALF USA pede ao Departamento de Justiça para rejeitar qualquer tipo de acordo de clemência com a JBS e, em vez disso, inicie uma investigação minuciosa e eficaz sobre as práticas de aquisição de gado da JBS nos Estados Unidos”, pede a associação, que quer ber investigados ainda “negócios com membros do Congresso, funcionários e funcionários do Departamento de Justiça, Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), commodities Futures Trading Commission (CFTC) e outras agências federais, além d funcionários e dos vários governos estaduais dentro dos quais a JBS procurou influenciar a ação governamental e Políticas”.

“Agora, é claro que o modelo de negócios da JBS dependia fortemente de pessoas ilegais e outras práticas corruptas para influenciar as ações e políticas governamentais, bem como influenciar as decisões”, completa.

Desembargador representa contra Rinaldo Reis e Ministério Público RN no Conselho Nacional

Resultado de imagem para Rinaldo Reis
Rinaldo Reis

O desembargador Glauber Rêgo ao apurar responsabilidades sobre o vazamento de informações do processo que tramita em sigilo no judiciário no caso da Operação Candeeiro que vazaram, resolveu aprofundar as investigações no âmbito do Ministério Público.

Na ótica do desembargador o vazamento das informações partiram do próprio Ministério Público, especificamente do procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis.

Diante da suspeita, o desembargador determinou que o caso seja comunicado ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o Conselho Nacional do Ministério Público e a Corregedoria-Geral do MP, além do próprio Rinaldo, para que apurem a conduta do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Ex-deputado da mala, Rocha Loures, fica em silêncio em depoimento na PF

O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer
O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer

O ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures fica em silêncio na Polícia Federal nesta sexta-feira (9).

Ele foi convocado para depor no inquérito em que é investigado pelos crimes de corrupção passiva e formação de quadrilha.

Loures foi gravado pela JBS recebendo em São Paulo uma mala de R$ 500 mil. Os executivos da empresa afirmaram, em delação premiada, que o dinheiro era propina destinada também ao presidente Michel Temer.

Loures era homem de confiança do presidente, que o indicou a Joesley Batista, da JBS, como interlocutor.

O advogado Cezar Bitencourt, que defende Loures, afirma que o ex-parlamentar só foi preso para delatar.

Ele considera a detenção “equivocada, desnecessária e fundamentada, pelo digno ministro Edson Fachin, em fato errado”.

Segundo ele, Fachin “afirmou em sua decisão que Rodrigo Rocha Loures praticava crimes há algum tempo com Joesley e que havia indícios que prosseguiria. Sua excelência não ouviu o áudio da ilegal gravação do presidente Temer feita delator Joesley. Nesse áudio o delator afirma, claramente, que não conhece Rodrigo, que com ele não tem relação e, ainda que o conheceu no dia 6 de março!

Então, como afirmar-se que praticava crimes a tempo?”, questiona Bitencourt

O choro de Aécio Neves

A jornalista Mônica Bergamo disse em sua coluna na Folha de São Paulo que semanas antes de ser afastado do cargo de senador, Aécio Neves (PSDB-MG) chorou na casa do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). O tucano já era investigado em cinco inquéritos da Lava Jato.

O ‘mercado’ fala mais alto: PSDB romperá com Temer, mas ainda apoiará reformas, diz senador tucano

BRASILIA, DF, BRASIL, 06-06-2017, 10h00: Reunião da CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado, durante votação do projeto da Reforma Trabalhista. O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) preside a comissão e o relator da reforma é o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)

mônica bergamo

O senador tucano Ricardo Ferraço (PSDB-ES) diz que o PSDB romperá com o governo “mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade. Entregar cargos não significa se opor aos interesses brasileiros”.

Ele diz que sair do governo não resolverá os problemas do partido. “Precisamos sentar num divã e fazer ‘mea culpa’ de nossos erros”, afirma.

E uma corrente do PSDB tentará convencer Aécio Neves (PSDB-MG) a convocar eleições gerais no partido, deixando de vez a presidência. Isso evitaria a contradição de sair do governo Temer por ele ser acusado de corrupção e de manter um acusado de crimes assemelhados no comando

Inflação deve cair com redução de preços de combustíveis, diz presidente do BC

Agência Brasil

A redução dos preços de combustíveis e a volta da bandeira verde nos preços da energia elétrica devem reduzir a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 0,3 ponto percentual neste mês.

A estimativa é do presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, que participou de café da manhã promovido hoje (9)  pela Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB), em São Paulo.

Entretanto, Goldfajn disse que “essas oscilações pontuais não têm implicação relevante” para as decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O presidente do BC reforçou que uma redução moderada no ritmo de cortes na Selic é adequada.

Na última terça-feira, na ata do Comitê de Política Monetária (Copom), responsável por definir a Selic, o BC já deu a sinalização de que diminuirá o ritmo de cortes. No dia 31 de maio, o Copom reduziu a Selic em 1 ponto percentual para 10,25% ao ano.

Projeções de inflação

Segundo Goldfajn, com projeções de inflação em torno da meta para 2018 e um pouco abaixo em 2017 e “elevado grau de ociosidade na economia, o cenário prescreve a continuidade do ciclo” de cortes da Selic, já considerando os atuais riscos. A meta de inflação é 4,5% com limite inferior em 3%.

Goldfajjn disse que a crise política aumentou a incerteza dos agentes econômicos “quanto à velocidade de adoção das reformas e de ajustes na economia”.

“Mas a economia brasileira apresenta hoje uma maior capacidade de absorver eventual revés, devido à situação mais robusta de seu balanço de pagamentos e ao progresso no processo desinflacionário e na ancoragem das expectativas”, afirmou.

“A atividade econômica dá sinais de estabilização no curto prazo e perspectiva de recuperação, mas a retomada da economia pode ser mais ou menos demorada e gradual do que a antecipada. A manutenção, por tempo prolongado de níveis de incerteza elevados sobre a evolução do processo de reformas e ajustes na economia, pode ter impacto negativo sobre a atividade econômica”, finalizou.

Desembargador nega recurso a Lula, reclama da defesa e apoia Moro

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

Em decisão que nega um pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, a segunda instância da Lava Jato, reclamou da forma que a defesa de Lula tem utilizado reiteradamente esse tipo de recurso.

“Novamente depara-se este Tribunal com impetração de habeas corpus que nenhuma relação tem com o direito de ir e vir do paciente”, escreveu Gebran. “Não há qualquer indicativo que aponte para a prisão do paciente, nem mesmo para eventual condenação, haja vista que pendente a ação penal de exame em cognição exauriente”, afirmou o desembargador.

O habeas corpus é relativo ao processo em que Lula é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões em propina por conta de três contratos entre a OAS e a Petrobras. O MPF (Ministério Público Federal) alega que os valores foram repassados a Lula por meio da reforma de um apartamento no Guarujá (que segundo a força-tarefa seria propriedade do petista) e do pagamento do armazenamento de bens do ex-presidente, como presentes recebidos no período em que era solicitado a produção de mais provas, o que foi negado pelo juiz federal Sérgio Moro, residente. Lula é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele nega todas as acusações.

Os defensores do ex-presidente haesponsável pela Lava Jato na primeira instância. A defesa, então, impetrou o habeas corpus na segunda instância, que também negou o pedido.

O desembargador defendeu a decisão de Moro ao indeferir o pedido para produção de provas. “Há fundamentação idônea”, pontuou.

Procurado pelo UOL, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, por meio de nota, reagiu à decisão, criticou a ação contra o ex-presidente e voltou a negar as acusações.
“O processo do tríplex foi idealizado pelos procuradores da Lava Jato em cima de teses do procurador Deltan Dallagnol que substituem prova por crenças e argumentos e julgamento por atos de fé. Nessa subversão de conceitos, a defesa de Lula pediu e insiste na realização de provas, inclusive de natureza pericial, para deixar claro que o ex-presidente não foi beneficiado, direta ou indiretamente, por qualquer valor proveniente da Petrobras e tampouco recebeu a propriedade do tríplex. A ideia de restrição do habeas corpus não é compatível com a Constituição Federal e não pode ser aplicada pelos Tribunais, tanto é que o projeto de lei defendido pela Lava Jato para essa finalidade, com claro viés autoritário, não teve êxito no Congresso Nacional.”

Vídeo: Senador Garibaldi Alves foi hostilizado no Aeroporto de São Gonçalo

Num coro ensurdecedor gritando “ladrão” o senador Garibaldi Alves foi recepcionado com hostilidades pelos simpatizantes da pré-candidatura do deputado Jair Bolsonaro no Aeroporto Aluízio Alves.

Garibaldi e seu filho, deputado federal Walter Alves são investigados pela Polícia Federal por suspeita de recebimento de propinas, eles foram citados na delação do ex-senador Sérgio Machado.

O seu primo e ex-deputado Henrique Alves está preso.

 

Dirigentes do PT serão empossados nas executivas regional e municipal de Natal

Hoje (09), a partir das 19 horas, no auditório do SINPOL/RN, será realizada a posse dos novos dirigentes do PT/RN e do PT/Natal.

            Serão empossados os membros dos diretórios e executivas do PT de Natal e do PT Estadual, além dos presidentes dos Diretórios  Zonais de Natal: João Hélio –  Zonal Sul; Matiênio Duarte – Zonal Oeste; Adler Barros –  Zonal Leste; Milklei Leite –  Zonal Norte. Também tomam posse o presidente do PT de Natal, Raoni Fernandes e o presidente estadual Júnior Souto. Os novos dirigentes foram eleitos durante o PED (Processo de Eleições Diretas do PT)  e na Etapa Estadual do 6º Congresso do PT, realizados nos meses de abril e maio deste ano.

TSE deve encerrar hoje julgamento do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer

Brasília - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retoma o julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)André Richter – Repórter da Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve concluir hoje (9) o julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições de 2014. A sessão está marcada para começar às 9h, com a finalização do voto do relator, ministro Herman Benjamin. Ficou acertado que, após o voto do relator, cada ministro terá cerca de 20 minutos para proferir o voto.

Na primeira parte de seu voto, Herman Benjamin afirmou que a campanha da chapa praticou abuso de poder político e econômico por ter recebido propina como doação eleitoral. Ele ponderou, no entanto, que os crimes atribuídos à chapa vencedora também foram praticados por outros partidos.

Na sessão de ontem (8), a Corte também debateu o pedido feito pelos advogados da chapa  para retirar do processo as delações de executivos da Odebrecht. Para os advogados, fatos que não constam na petição inicial, protocolada pelo PSDB em 2014, não podem ser alvo do julgamento. Apesar da manifestação do relator contra a retirada, quatro dos sete ministros indicaram que devem votar a favor das defesas, mas a deliberação deve ser confirmada

Após o relator, deverão votar os ministros Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga, Tarcisio Vieira, Rosa Weber, Luiz Fux, e o presidente do tribunal, Gilmar Mendes.

 

 

Bolsonaro diz que seus apoiadores “não são movidos a pão com mortadela”

Resultado de imagem para bolsonaro natal rnAo desembarcar no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante (RN), na tarde desta quinta-feira 8, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) agradeceu a presença de simpatizantes e frisou que seus apoiadores “não são movidos a pão com mortadela”.

“Não somos movidos a pão com mortadela. O combustível é a fé em Deus, a confiança mútua, a responsabilidade com o futuro do Brasil, o amor à pátria e o grito de Brasil acima de tudo”, afirmou o parlamentar, que incitou os correligionários, que gritavam “eu vim de graça”.

Com um discurso nacionalista, Bolsonaro enalteceu que “eles não dividirão o Brasil”, em um recado à oposição, sobretudo ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). “Eu não estou em Natal, não estou no Rio Grande do Norte nem no Nordeste. Eu estou no Brasil. Isso aqui é uma só pátria, uma só nação. Somos um só povo, não queiram nos dividir”, concluiu.

Agora RN

Prazo de inscrição para o ProUni termina nesta sexta-feira (9)

Agência Brasil

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre de 2017 terminam nesta sexta-feira (9). Estão sendo oferecidas 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior. O prazo foi aberto na última terça-feira (6) e até as 13h de quinta-feira (8), o Ministério da Educação já registrava 307.668 inscritos, em um total de 593.691 inscrições. O estudante pode selecionar até duas opções de curso, entre os 27.237 disponíveis.

Os interessados em participar do ProUni podem consultar as bolsas oferecidas e se inscrever na página do programa na internet. O número de bolsas oferecidas é 17% maior em relação à segunda edição do programa do ano passado. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

Mais uma: bandidos explodem caixa eletrônico em Goianinha

Hoje de madrugada bandidos explodiram um caixa de auto-atendimento da Caixa Econômica Federal no município de Goianinha na Região Agreste do RN.

Assaltantes trocaram tiros com policiais militares..

A Polícia Militar não conseguiu prender os assaltantes que fugiram com o dinheiro.

Grupo da quadrilha que estava em um carro atirou contra um estabelecimento comercial, duas viaturas e a base da PM. Na fuga com destino ignorado, ainda jogaram grampos na pista na saída da cidade com objetivo de furar pneu.

Temer prioriza reforma trabalhista antes de denúncia da PGR; Previdência fica para depois

O Palácio do Planalto e aliados já trabalham com a hipótese de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresente nas próximas semanas uma denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente Michel Temer (PMDB). Com este cenário desenhado, o governo pretende priorizar a aprovação da reforma trabalhista no Senado antes que a denúncia seja formalizada. Já a votação da Previdência deve ficar para depois.

Palacianos acreditam que o ato de Janot ocorra após o fim do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Quanto ao resultado na Corte, que pode ser conhecido nesta sexta (9), a expectativa do placar é de 4 votos favoráveis à manutenção da chapa e 3 contra, resultado que, se confirmado, manteria Temer na Presidência.