Bacuraus amigos de Henrique desaprovam atitude ‘carniceira’ de Hermano Morais

Resultado de imagem para urubu gif animadoEstá repercutindo profundamente mal o açodamento do deputado estadual Hermano Morais em procurar prefeitos e lideranças que tradicionalmente votaram em Henrique Alves para pedir apoio à sua candidatura a deputado federal.

As investidas de Hermano Morais estão sendo consideradas como uma deslealdade com Henrique que tando ajudou ele financeiramente..

Tem bacuraus que estão dizendo que por causa dessa atitude “carniceira” não votará nele nunca, revelou o soldado Vasco ao Blog do Primo.

Só provas podem sustentar ou não condenação de Lula em 2ª instância, dizem ex-ministros

Marcos Sergio Silva

Do UOL, em São Paulo

As provas juntadas na construção da sentença de 238 páginas e 962 tópicos do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara de Justiça Federal, serão fundamentais para que o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) confirme ou não a pena de nove anos e meio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A opinião é de ex-ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), STJ (Superior Tribunal de Justiça) e da Justiça ouvidos pelo UOL, além de juristas e de um ex-procurador-geral da República.

“O juízo considera provados os fatos que caracterizam corrupção passiva, como receber um tríplex em pagamento de um serviço prestado pela OAS por favorecê-la em contratos”, afirma Sydney Sanches, presidente do STF entre 1991 e 1993. “Se o juiz se baseou apenas na delação premiada, parece uma sentença vulnerável. Mas parece que a delação foi comprovada com outros documentos que estavam nos autos e foram examinados e, de certa forma, confirmou o que foi delatado pelo ex-presidente da OAS [Léo Pinheiro]. Mas só o tribunal federal poderá analisar se elas são suficientes.”

Segundo o ex-ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Gilson Dipp, a delação é apenas um meio de obtenção de elementos de prova, e não a prova em si. “Tudo aquilo que o delator disse tem que ser buscado. Ou entrega provas concretas, ou dá caminho para que se obtenham provas.”

Leia Mais

Desembargador Claudio Santos vai palestrar sobre segurança na Região Oeste do RN

O desembargador Claudio Santos que tem seu nome lembrado para ser candidato a governador está com uma agenda muito requisitada e  atendendo convites para palestrar no interior do Estado.

Neste sábado (15), ele estará nos municípios de Pau dos Ferros e Apodi na Região Oeste do RN.

Claudio Santos vai participar de encontros com vereadores e falará sobre segurança pública.

O magistrado apesar de ter seu nome lembrado e apontado para ser candidato a governador por várias lideranças politicas do RN por ter uma vida exitosa como gestor público tem evitado de falar em política partidária respeitando seu impedimento de exercer militância partidária..

Dona do Itaú quer expandir presença internacional de Havaianas

Havaianas

Revista Veja

A holding de investimentos Itaúsa, dona do banco Itaú, pretende expandir a presença internacional da Havaianas, ampliando o alcance da marca nos Estados Unidos, enquanto segue mantendo foco em diversificação de sua carteira de ativos. A companhia acertou nesta semana com o grupo Cambuhy a compra de toda a participação da J&F na Alpargatas, dona da Havaianas, em negócio de 3,5 bilhões de reais.

Prefeito de São Gonçalo comemora seu aniversário trabalhando e visitando hospital

salvar comoO prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio (Paulinho), é o aniversariante desta sexta-feira (14). Mas, em meio as demonstrações de carinho recebidas através de ligações e mensagens, cumpriu normalmente a rotina de trabalho, amanheceu fazendo doações de lençóis ao lado de sua esposa, Terezinha Maia, no Hospital Maternidade Belarmina Monte.
Em sua passagem pela unidade hospitalar, o gestor municipal recebeu os cumprimentos e felicitações de funcionários e pacientes.

Senador Ivo Cassol é interceptado em inquérito sobre prostituição

Pedro França/Agência SenadoO senador Ivo Cassol (PP-RO) e assessores dos deputados Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) tiveram conversas interceptadas no âmbito de um inquérito conduzido pela Polícia Civil do Distrito Federal. A corporação apura a atuação de uma rede de prostituição que age na capital da República e no Rio Grande do Sul. Os parlamentares e seus funcionários não eram objeto da investigação, mas acabaram caindo nas escutas com autorização judicial porque mantiveram diálogos com um cafetão alvo da investida policial.

João Wilson Costa Sampaio é apontado no inquérito como um agenciador de garotas de programa que negocia encontros sexuais em Porto Alegre e em Brasília. Nos últimos meses, ele foi monitorado pela Polícia Civil do DF e os agentes descobriram que o homem oferecia como prostituta até mesmo a própria companheira, com quem tem dois filhos.

Leia Mais

Médico professor potiguar articula em Brasília com Rodrigo Maia votação do relatório que manda arquivar denúncia contra Temer

Resultado de imagem para Professor Joca natalProfessor Joca, médico cardiologista e ex-vereador de Natal,  tem sido frequentemente convocado para discutir em Brasília vários assuntos de interesse público no Congresso Nacional.

Ontem o Jornal da Globo revelou ele ao lado do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia articulando decisões sobre a votação do relatório do deputado Paulo Abi Akel que recomenta o arquivamento da denuncia do procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o presidente Temer.

Joca retorna hoje para Natal onde passará o final de semana em sua fazenda no município de São José de Campestre.

Confira o vídeo:

Condenados à prisão em caso Odebrecht, ex-presidente peruano e mulher se entregam

Resultado de imagem para Ollanta Humala e sua mulher, Nadine HerediaO ex-presidente Ollanta Humala e sua mulher, Nadine Heredia, chegaram na noite desta quinta-feira (13) a um tribunal para se entregar, após um juiz decretar 18 meses de prisão preventiva para o casal por lavagem de dinheiro relacionada a doações irregulares de campanha da Odebrecht.

O casal chegou ao tribunal de automóvel, precedido por uma caravana de carros da polícia que o escoltou desde sua residência em um bairro de Lima, revelou a TV local.

Antes, porém, o casal se pronunciou no Twitter. “Esta é a confirmação de abuso de poder, à qual vamos enfrentar, em defesa de nossos direitos e dos direitos de todos”, escreveu Humala.