Deputado saco preto Rogério Marinho levou outra lamborada em nova ‘videocassetada’

Não tem jeito, onde o relator da reforma trabalhista, deputado federal Rogério Marinho comparece enfrenta atos de hostilidades.

Rogério Marinho não está mais usando o aeroporto de Natal para suas viagens, ele agora embarca e desembarca no aeroporto de João Pessoa para evitar contado com potiguares.

Mas, onde Rogério vá, a revolta vai atrás..

Confira a mais nova ‘videocassetada’..

 

Temer diz que recebeu com naturalidade rejeição de Fachin a pedido sobre Janot

Agência Brasil

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira (31), em Pequim, que recebeu “com naturalidade” a rejeição pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin do pedido de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feito pela defesa de Temer, para atuar em investigação relacionada ao presidente que está em tramitação na Corte.

“No plano jurídico, quando alguém começa a agir suspeitamente, você tem que arguir a suspeição. Quem decide é o Judiciário, se há ou não suspeição. O que não se pode é manter o silêncio. Foi o que o meu advogado fez”, afirmou, após reunião com grandes empresários chineses.

Temer também disse que seu advogado está estudando a possibilidade de um recurso para o plenário do Supremo. “Mas nem sei se ele vai tomar essa providência. Essa é uma questão que ele propôs”.

No início do mês, o advogado Antonio Mariz, representante de Temer, acusou Rodrigo Janot de parcialidade nas investigações. “Se ao contrário, assumir de pronto que o suspeito é culpado, sem uma convicção da sua responsabilidade, vai atuar no curso das investigações e do processo com o objetivo de obter elementos que confirmem o seu posicionamento prematuro”, disse Mariz.

“Se mantivermos esse Congresso, Lava Jato morre”, diz procurador ‘barbicha’ da Lava jato

Para o procurador  Carlos Fernandes , tudo no mundo ameaça a Lava Jato, pessoas garantem que quando acabar a Lava Jato, o procurador será candidato a deputado federal pelo Paraná

Fábio Bispo, de Florianópolis
Especial para o Congresso em Foco

Dizendo trazer experiência de quem passou pelo “Caso Banestado” – que, na década de 1990, investigou escândalo de evasão de dezenas bilhões de reais do Banco do Estado do Paraná –, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, fez duras críticas ao sistema político brasileiro.

Em sua apresentação no 9º Seminário de Transparência e Controle, em Florianópolis, nesta quarta-feira (30), Carlos Fernando acusou o Congresso de tramar um plano para anistiar políticos investigados dos crimes a eles imputados pela Lava Jato, medida que, segundo ele, põe em risco as apurações dos últimos três anos e meio da maior operação de combate à corrupção da história do país.

“Eles não vão arriscar perder o foro privilegiado. E será uma anistia enganosa, vão pedir pela finalidade de caixa dois para se livrarem de todos os crimes”, afirmou, sem especificar de que maneira a proposta é articulada. “Se mantivermos esse Congresso, a Lava Jato vai perecer”, acrescentou.

Segundo o procurador, as revelações da Lava Jato precisam resultar na punição dos reconhecidamente culpados para não cair em descrédito. “Precisamos de um Legislativo que não queira se anistiar de qualquer forma e de um Judiciário que não mude a jurisprudências de acordo com a cara do freguês”, declarou

Mercedes-Benz confirma Classe E 300 Coupé para o Brasil

Modelo de alto luxo e esportividade chega em outubro por R$ 391 mil

Carro conta com tecnologia de condução semiautônoma / DivulgaçãoA linha Classe E, que introduziu a Mercedes-Benz no mundo da tecnologia de condução semiautônoma, agora conta com mais um integrante: o E 300 Coupé, carro que chega aos concessionários do País no próximo mês de outubro com preço sugerido de R$ 390.900. Com as mesmas tecnologias já presentes no sedã, o E 300 Coupé traz uma dianteira diferenciada, com uma grade esportiva rebaixada e o longo capô com vincos salientes, além da linha traseira da capota com o típico caimento dos cupês.

O visual ainda é marcado pelas quatro janelas laterais sem molduras totalmente retráteis e pela ausência de uma coluna B visível mo contorno das portas. Com essas formas, o design do E 300 Coupé passa uma impressão de luxo e estilo. Outro item típico dos cupês da marca são as lanternas traseiras bipartidas de LED, extremamente planas que, em combinação com os faróis , são responsáveis pela função “boas-vindas”. Quando o veículo é aberto ou fechado, as lanternas traseiras de LED se acendem.

Os bancos do E 300 Coupé são inspirados nos do Classe E sedã. As combinações de cores criam a atmosfera esportiva. Os detalhes em azul e bege dão ao veículo o visual semelhante a um iate, diz a Mercedes-Benz. É possível optar por uma iluminação ambiente com 64 cores. O novo E 300 Coupé está um pouco maior em termos de comprimento, largura e altura. As dimensões oferecem aos passageiros maior espaço e mais conforto, segundo o fabricante.

Votação da PEC da reforma política fica para próxima semana

Iolando Lourenço – Repórter da Agência Brasil

A votação de pontos da reforma política constantes da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/16, dentre outras mudanças acaba com as coligações partidárias e cria a chamada cláusula de desempenho, deverá ocorrer na próxima semana. Segundo a relatora da proposta, deputada Shéridan (PSDB-RR), foi fechado hoje um acordo para que a votação seja realizada na próxima terça-feira (5).

A deputada informou que acertou hoje (30) com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, a data para a votação da PEC. Segundo ela, mesmo com as modificações feitas pela Câmara no texto, não haverá dificuldades para que o Senado aprove as mudanças no sistema eleitoral, uma vez que as negociações em torno da proposta têm sido feitas também com os senadores.

A PEC precisará ser aprovada pela Câmara em dois turnos de votações, por no mínimo 308 votos, para então ser encaminhada para nova apreciação pelo Senado. A proposta precisa ser aprovada pela Câmara e pelo Senado e promulgada antes do dia 7 de outubro para valer para as eleições do ano que vem.

Além de propor o fim das coligações nas eleições proporcionais já para as eleições de 2018, a PEC também prevê uma cláusula de desempenho para o acesso a recursos do Fundo Partidário e ao tempo de rádio e TV na propaganda eleitoral e partidária. Também cria a federação partidária para unir partidos pequenos e institui a fidelidade partidária.

Petrobras anuncia reajuste de 0,5% na gasolina e de 2,5% no diesel

O preço da gasolina nas refinarias terá aumento de 0,5% e o do diesel, de 2,5%. Os reajustes, que valem a partir desta quinta (31), foram decididos pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços da Petrobras.

Em nota, a estatal informou que ao longo do mês de agosto, a área técnica da companhia realizou ajustes acumulados com altas de 3,4% na gasolina e de 2,2% no diesel.

Juiz que me condenou dormiu preso com pijama listrado

Resultado de imagem para Francisco Barros Dias
Barros dormiu na cadeia, eu na minha caminha

Lembrei que na eleição de 2002 fui acusado de comprar votos. A denúncia foi pelo fato de minha campanha pagar, com recibos individuais, retido ISS em notas fiscais avulsas da Prefeitura de Natal, pessoas que prestaram serviços à campanha.  Fui acusado de comprar votos com recibos, recolhimento de impostos e declarado em prestação de contas perante à Justiça Eleitoral..  Coisa de quem já estava sendo perseguido por fazer política com independência..

Como no Brasil tudo pode, fui condenado à inlegibilidade por três anos, num processo julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral que o relator foi o então juiz federal Francisco Barros. Como o então relator e membro do TRE não poderia pedir minha condenação por compra de votos, pelo fato de ter sido apresentado todos os documentos fiscais de serviços prestado, o Barros pediu minha condenação por ‘abuso do poder econômico’ pelo fato de eu ter feito uma despesa comprovada de R$ 3.755,00.

Eu era ingênuo, não sabia que se comprava juiz federal, mas, mesmo que soubesse não tinha dinheiro para comprar.. Não entendi bem os recados que recebi..

O tempo passa e o tempo voa, 15 anos depois, o homem que me condenou injustamente, dormiu preso por determinação da Justiça Federal, instituição que ele foi membro, suspeito de vender sentenças.. Sempre digo, quando alguém me faz o mal, um dia recebo noticia da sua queda..

Bem feito, outro que me fez mal entrou na lista dos castigos…

 

Presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho é acusado de “violar sigilo da investigação” que ajudou suposta organização criminosa

Resultado de imagem para advogado Paulo Coutinho
Paulo Coutinho com o governador Robinson Faria

O presidente da OAB/RN, advogado Paulo Coutinho, que já foi condenado por litigância de má fé, agora foi citado pelo Ministério Público Federal que investiga suspeita de venda de votos pelo então desembargador federal, Francisco Barros.

Coutinho é citado como responsável  por atos que atrapalhou o processo de investigação quando provocou quebra de sigilo.

Paulo Coutinho que também foi investigado suspeito de fornecer um diploma gracioso de advogado ao ex-deputado Henrique Alves para ajudar o ex-ministro ficar preso em prisão especial é também sócio do escritório Mendes Cunha da secretária-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado, Tatiana Mendes Cunha é tida como a governadora informal do RN.

O MPF reclamou da ação do presidente da Ordem conforme relato abaixo:

“Citou, ainda, [o MPF], a notória violação do sigilo das investigações logo no início da apuração, que, inclusive, ensejou a instauração de inquérito policial em curso, que veio à tona quando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do RN, Paulo de Souza Coutinho Filho, formulou pedido de vista de autos sigilosos em nome do investigado Ademar Rigueira Neto, o que trouxe elevado prejuízo à investigação e levou à inutilidade de medidas de busca e apreensão e condução coercitiva das principais pessoas relacionadas ao ex-desembargador Paulo de Tasso Benevides Gadelha”.

“A situação evidenciou o grau de influência que Francisco Barros dias é capaz de exercer, ainda que veladamente, não só perante a Justiça Federal e o TRF5, mas também junto à Ordem dos Advogados do Brasil, no sentido de atrapalhar a colheita de provas, o que caracterizaria a necessidade da prisão preventiva”.

Renault e Nissan planejam produzir carro elétrico de R$ 25 mil

Imagem relacionadaSÃO PAULO – A Nissan e a Renault anunciaram nesta quarta-feira (29) para fabricar, através da aliança entre as montadoras, os planos de produzir carros elétricos “populares” na China para atender às cotas de veículos não poluentes estabelecidas em Pequim. As informações são da agência Reuters.

Não foram revelados quais são os produtos e nem quais serão os preços dos mesmos, mas, anteriormente, o presidente da aliança já havia mencionado que a ideia era de produzir um carro elétrico de baixo custo cujo preço deve ficar em torno de US$ 8 mil, cerca de R$ 25 mil.

Chamado de eGT New Energy Automotive, o projeto ainda está na fase de desenvolvimento do mini utilitário elétrico. A produção deve ser iniciada em 2019, segundo uma das parceiras da Renault-Nissa, Dongfeng, que será responsável pela produção.

Juntas, a Nissan e Renault atualmente são a atual líder de implantação de carros elétricos modernos. A aliança já lançou o Nissan Leaf e o subcompacto Renault Zoe.

Corrupto compra desembargador com grana da corrupção; desembargador é preso e o delator corrupto fica solto

Pelo visto, Richardson Macedo foi quem ensinou aos irmãos da JBS como botar a Justiça Federal na roda e tirar proveito das delações – nem estão presos e mantiveram seus patrimônios.
Imagem relacionada
Segundo MPF, Richadson comprou desembargador com dinheiro de corrupção e tá solto

Só no Brasil com essa nossa justiça que precisa ser revisada com uma reforma total de nossa legislação a partir de uma nova Constituinte.

Imagine que chegamos ao ponto de um réu acusado de praticar atos de corrupção desviando comprovadamente R$ 12 milhões do IPEM-RN e com R$ 150 mil, certamente proveniente da corrupção, comprar um habeas corpus ao desembargador federal Francisco Barros.  O mais intrigante é o fato do desembargador que está preso e o corrupto delator solto.

O delator da Operação Pecado Capital, Richadson Macedo, chegou ao limite da perfeição ao de comprar o desembargador federal, Francisco Barros, por R$ 150 mil, supostamente roubados do IPEM, e ainda ter mandado o magistrado comprado para cadeia  ficando com todo seu patrimônio desbloqueado e dando fogo de ostentação em Mossoró onde montou o maior e mais badalado camarote no Mossoró Cidade Junina que teve até a tradicional lavagem dos pés com whisky Old Parr.

Se o habeas corpus foi comprado e no processo de Richardson está comprovado que ocorreu fraude, se faz necessário revogar todas decisões favoráveis ao réu, inclusive o acordo de delação premiada e seu imediato retorno ao presídio..

Pelo que sabemos, Richardson não devolveu um centavo roubado ao erário, ele foi perdoado em tudo..

Caso contrário, o Brasil virou o santuário dos delatores..