Rodrigo Maia quer votar reforma da Previdência até início de setembro

Débora Brito – Repórter da Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (7) que quer votar a reforma da Previdência até o início de setembro. Em entrevista concedida à Rádio CBN pela manhã, Maia voltou a defender que o plenário aprove o quanto antes a mesma proposta que foi aprovada na comissão especial, em maio.

“A questão fiscal do Brasil e o déficit da previdência chegaram num ponto em que se a gente tiver um pouco de bom senso, maturidade e responsabilidade a gente tem que votar, no mínimo, o texto que foi aprovado na comissão. Porque não adianta que a gente faça uma reforma menor do que isso, porque não vai resolver o problema dos brasileiros.

Governador Robinson é recebido com vaias em eventos no interior

O nosso governador Robinson Faria está vivendo um momento complicado em suas aparições publicas, quando ele aparece fora  da bolha da claque organizada pelos assessores entrando em contado direto com o povo o resultado não tem sido satisfatório.

Robinson foi vaiado em dos momentos neste final de semana: uma vaia foi no Festival de Inverno de Cerro Corá, outra no evento da Agrotec em Parnamirim.

Brevemente teremos a Operação Blog’s Babões desencadeada pelo TCE

Imagem relacionada Cheguei até a pensar que esse Tribunal de Contas do RN não servia para nada, disse aqui no Blog do Primo que o TCE era uma gaiola dourada de marajás indicados por caciques políticos. Mas recebi uma boa informação, noticiando que será feita uma auditoria para levantar e investigar pagamentos pelo Governo do Estado aos blogs babões que sobrevivem de dinheiro público.

Sem nenhum critério técnico, apenas por indicação política, blogs ou programas de rádio que elogiam o governo e governador, recebem anúncios do DETRAN, POTIGÁS e CAERN..

O soldado Vasco ficou sabendo que o TCE vai buscar informações junto à Secretaria de Comunicação, agências de propagandas e outras artimanhas para pagar os babões do governo.

 

 

Governo Federal faz as contas para aprovar MP que cobra imposto previdenciário de empresas

Agência Brasil

Lucas Pordeus León

Atrás de recursos extras para equilibrar as contas públicas, o governo vai priorizar nesta semana, no Congresso Nacional, as Medidas Provisórias (MP) da Reoneração de setores produtivos e a do Refinanciamento de Dívidas de Empresas com a União.
A MP da Reoneração, que retoma a cobrança maior de impostos previdenciários das empresas, precisa ser votada até quinta-feira (17), data em que perde a validade.
O projeto foi aprovado na comissão para retomar a cobrança sobre a folha de pagamento a partir de janeiro de 2018, mas o governo espera, no plenário, retomar o texto original e reonerar setores produtivos já a partir desse ano.
Já a medida do Refis, que refinancia dívidas de empresas com a União, tem um prazo maior para ser aprovada. A matéria também foi alterada na comissão mista, reduzindo o valor da multa a ser paga pelas dívidas. Neste caso, o governo deseja reverter as mudanças.
No Senado, será retomada a CPI da Previdência Social. Também está prevista a apreciação de um projeto, no plenário do Senado, que reduz o percentual de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene usado na aviação comercial.

Blogueiro muito prestigiado do Vale do Assú, primo Juscelino França, faz simpática referência ao Blog do Primo

Primo Juscelino França é titular do blog político, social e variedades muito prestigiado do Vale do Assú. Figura carismática, independente e respeitado formador de opinião.

Aqui registro o depoimento generoso que ele fez ao nosso modesto Blog do Primo, para nosso blog é motivo de honra ter o primo Juscelino como um dos muitos potiguares que nós prestigiam..

jf 1jf 2jf 5

Rock in Rio disponibilizará novos ingressos nesta terça-feira

Quem não conseguiu comprar ingressos para o Rock in Rio terá mais uma chance. A partir das 19h de terça-feira (8/8), será vendida uma nova leva limitada de entradas. São os bilhetes comprados com opção de pagamento por boleto, mas que não foram pagos. Os tíquetes estarão à venda no site oficial do Rock in Rio.

O festival será nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro, na nova Cidade do Rock, que fica no Parque Olímpico do Rio de Janeiro.

Na Paulista, manifestantes fazem ato contra deputados que votaram por Temer

Estadão Conteúdo

Uma manifestação contra a corrupção e os deputados que barraram a denúncia contra o presidente Michel Temer em votação na quarta-feira passada, 2, reuniu algumas dezenas de pessoas na Avenida Paulista neste domingo, 6.

Convocados pelo movimento Quero um Brasil Ético e pelo advogado Luiz Flávio Gomes, os manifestantes carregavam cartazes com fotos e nomes dos 29 deputados federais de São Paulo que votaram contra o prosseguimento da investigação. “Temos que recordar todos os dias o nome e a cara deles. Quem apoia a corrupção é tão culpado quanto ele (Temer)”, diz um texto distribuído pela organização.

Além dos nomes dos deputados, os manifestantes carregavam faixas e entoavam palavras de ordem em defesa da Operação Lava Jato, contra o direito a foro privilegiado e a profissionalização da política e a favor das candidaturas avulsas, independentes de partidos políticos. Uma delas dizia: “Fora Temer! Fora Lula! Fora Aécio (Neves)! Fora todos os corruptos!”

Alguns deles, com camisetas verde e amarelas, levavam mensagens contra o PT e o Foro de São Paulo. “Somos aqui hoje menos do que a gente queria, mas vai chegar o dia (em que o povo voltará às ruas), está chegando. Isso aqui é só a ponta do iceberg”, disse Luiz Flávio Gomes.

Segundo ele, “as ruas estão fora das ruas” porque não existe uma motivação ideológica para as pessoas irem às ruas. “Em 2015 e 2016 havia uma razão ideológica. As pessoas queriam tirar o PT”, disse o advogado.

Ele criticou a declaração de Temer que, em entrevista ao Estado, disse que com Rodrigo Janot, procurador-geral da República, fora da Procuradoria-Geral da República a Lava Jato entrará “no rumo certo”. “Isso é um perigo. A futura procuradora (Raquel Dodge) tem uma responsabilidade com o País. Se ela for conivente com o crime organizado estará jogando o currículo dela no lixo”, disse Gomes.

‘Volta, Dilma’

Enquanto isso um grupo que se diz suprapartidário coletava assinaturas, também na Avenida Paulista, para uma ação popular pedindo que o Supremo Tribunal Federal vote com urgência o recurso da defesa da ex-presidente Dilma Rousseff que pede a anulação do impeachment.

Segundo a professora aposentada Amanda Leite, filiada ao PT e coordenadora do Comitê de Luta Contra o Golpe, o objetivo é conseguir 1,3 milhão de adesões. Até agora, em 15 dias o grupo conseguiu cerca de 25 mil assinaturas, entre elas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Organizadores da ação disseram ter sido hostilizados e agredidos verbalmente por integrantes de grupos de direita que foi às ruas contra Dilma. “Disseram que somos todos comunistas e bolivarianistas”, disse Amanda. “Mas não temos vínculo nem apoio de partidos políticos”, completou. (Ricardo Galhardo)

Novas delações podem atingir inquéritos sobre Temer, diz Janot

BRASÍLIA, (DF), 05-08-2017 Entrevista exclusiva com o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, em sua residência, no Lago Sul. Foto: Sérgio Lima/Folhapress ***ESPECIAL***EXCLUSIVA*** ORG XMIT: Sergio Lima

LEANDRO COLON
DIRETOR DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
REYNALDO TUROLLO JR.
DE BRASÍLIA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, 59, diz que “colaborações em curso” podem ajudar nas investigações contra o presidente Michel Temer por suspeita de obstrução de Justiça e organização criminosa.
Os inquéritos servem para embasar novas denúncias contra o peemedebista.

A PGR negocia, segundo a Folha apurou, as delações do ex-deputado Eduardo Cunha e do operador financeiro Lúcio Funaro, ambos presos pela Lava Jato.

Janot diz que não pode confirmar as tratativas, mas questionado sobre o que um político como o ex-presidente da Câmara tem de entregar para fechar um acordo, ele respondeu: “O cara está neste nível aqui [faz um sinal com uma mão parada no ar], ele tem que entregar gente do andar para cima [mostra um nível acima com a outra mão]. Não adianta ele virar para baixo, não me interessa”.

O procurador-geral recebeu a Folha em sua casa no sábado (5), em Brasília, para uma entrevista. Indicou que prepara nova denúncia contra Temer, revelou que pedirá a anulação de uma delação e afirmou que a saída para o país não é “considerar bandido como político”.

Janot, cujo mandato na PGR termina em 17 de setembro, contou que pretende tirar férias acumuladas até abril e projeta se aposentar no meio do ano que vem.

Leia Mais

Cidade Luz também ilumina Parnamirim

Resultado de imagem para lampada gifO Blog do Primo foi informado que a Operação Cidade Luz está chegando no município Trampolim da Vitória.

Muitas gravações telefônicas revelando que o esquema da ENERTEC também funcionava em Parnamirim..

O Blog do Primo não erra…

Senador José Agripino comeu vaia no Festival Gastronômico de Martins

José agripino com prefeita de martins
José Agripino com a prefeita Olga Fernandes

O clima não estava bom para o senador José Agripino na Serra de Martins.

O senador potiguar foi prestigiar o Festival Gastronômico de Martins atendendo o convite da prefeita Olga Fernandes, mas não foi bem recebido pelo povo.

O Blog do Primo foi informado pelo soldado Vasco que estava presente e verificou nos blogs da região que o senador potiguar levou três sonoras vaias ao ser anunciado pelo locutor oficial do evento.

Além das vaias, José Agripino também foi hostilizados por populares que recusavam seus cumprimentos.

Confira post de blog da região:

vaia josé agripino

Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional teme infiltração do crime organizado nas eleições de 2018

O governo federal disse temer a infiltração do crime organizado nas eleições de 2018, afirmou nesta sexta-feira (4) o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen. “Entendemos que o crime pode buscar financiar candidatos em 2018”, disse.

Etchegoyen se reuniu com jornalistas no Rio de Janeiro para falar sobre o plano de segurança para o estado. Em 2018 haverá eleições para deputados federais e estaduais, governadores e presidente. “Aí temos uma clara ameaça à segurança institucional.”

O general mencionou operação em São Paulo, que prendeu advogados ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) infiltrados em organização civil. O problema se agrava com o fim do financiamento privado de campanhas, afirmou: os candidatos precisam de dinheiro para fazer campanha, o que abre possibilidade de financiamento por organizações criminosas.

Já houve, segundo o ministro, ameaças físicas no Maranhão e no Rio de Janeiro contra a realização de eleições. Na Baixada Fluminense houve 15 candidatos mortos desde 2015, das quais seis, segundo a polícia, teriam como causa disputas entre milicianos, e quatro por ações de traficantes.

Em agosto do ano passado, durante visita a cartórios eleitorais no RJ, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que já presidia o Tribunal Superior Eleitoral, alertou para o mesmo risco mencionado por Sérgio Etchegoyen. Ele chegou a enviar ofício ao Ministério da Justiça, no qual solicitava que a Polícia Federal investigasse as mortes de candidatos.

“É uma situação extremamente grave. Há incidentes que podem não ter conotação eleitoral e outros, a maioria, com conotação eleitoral”, disse o ministro, na ocasião.

A influência do crime organizado nas eleições do Rio já aconteceu em outras disputas eleitorais. No ano passado, nos nove meses anteriores as eleições, 13 candidatos a vereador foram assassinados na Baixada Fluminense. Segundo a polícia, 11 casos tiveram motivação política e, em 6 deles, havia indícios de participação de milícias.