PGR exige discrição dos candidatos a delatores

Raquel Dodge procuradora-geral da República (Foto:  Ueslei Marcelino/REUTERS)
Raquel Dodge procuradora-geral da República (Foto: Ueslei Marcelino/REUTERS)

MURILO RAMOS

Revista Época

O time da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na Lava Jato impôs uma condição aos delatores: serem discretos.

Os procuradores dizem não querer ler nos jornais e revistas nenhuma informação transmitida a eles nas audiências. Caso contrário, as conversas serão interrompidas e o acordo seguirá para o lixo. Os investigadores acham que as manchetes geram pressão para que os acordos sejam firmados de forma rápida – e eles não querem isso.

Facebook Comments
Facebook