Arquivo diários:29/11/2017

Sem TV analógica, celular 4G pode atingir velocidade de 45 Mbps

Por Rafael Bitencourt | Valor

BRASÍLIA  –  Com o desligamento do sinal analógico da TV aberta no Brasil, os celulares com tecnologia de quarta geração (4G) poderão atingir picos de velocidade de até 45 Megabits por segundo (Mbps), informou nesta quarta-feira (29), o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros.

O novo padrão de velocidade da banda larga móvel somente seria alcançado em cidades que já concluíram a migração do sistema de televisão analógico para digital. Isso ocorre a partir do momento em que a transmissão analógica de imagem e som é encerrada e, então, parte da radiofrequência de 700 Megahertz (MHz) usada pelas emissoras de TV é entregue às operadoras de celular.

“Hoje, com a tecnologia de 4G nos celulares, em que é possível um acesso à banda larga da ordem de 15 Mbps, ao liberar essa frequência, como já está ocorrendo em várias cidades, será possível subir para 45 Mbps. Esse é um avanço em favor do consumidor”, disse presidente da Anatel, em entrevista à imprensa sobre a nova fase de desligamento da TV analógica.

Advogado de Cunha diz que denúncia dos procuradores do MPF do RN é “aventureira”

Resultado de imagem para rodrigo telles procurador henrique alves
Procurador Rodrigo Teles, um dos procuradores do MPF do RN que adora conceder entrevistas apresentando denúncias

Quem viu a denúncia formulada pelos procuradores da República do Ministério Público Federal do RN diz que é fraca, sem fundamentação e leviana.

Já o advogado de Eduardo Cunha, Delio Lins e Silva Júnior classificou a denúncia como “aventureira” e baseada nas palavras de “um delator já conhecido por suas inúmeras mentiras”, em alusão a Lúcio Funaro.

Segundo advogados consultados pelo Blog do Primo, o juiz Eduardo Guimarães, tido como condenador, certamente deverá aceitar a denuncia e condenar, mas o juiz Eduardo Guimarães é o magistrado do Nordeste que mais tem suas sentenças reformadas pelos desembargadores do Tribunal Federal da 5ª Região.

Segundo a denúncia, assessores e ex-assessores de Henrique Eduardo Alves compunham um “grupo criminoso” que atuava junto ao ex-presidente da Câmara e ex-ministro do Turismo. Esse grupo seria composto pelo cunhado de Alves, Arturo Silveira Dias de Arruda Câmara, que atuou na coordenação da campanha de 2014, e mais seis pessoas.

Os procuradores também denunciaram um grupo de cinco pessoas, entre assessores e ex-assessores de Henrique Eduardo Alves que seriam responsáveis por tarefas como receber dinheiro destinado por Funaro à campanha de Henrique Eduardo Alves. Um deles, Norton Masera, que até outubro deste ano ocupava um cargo comissionado no Ministério do Turismo, teria recebido R$ 600 mil em repasses feitos por Lúcio Funaro.

Além de pedir a condenação dos denunciados, o MPF pediu que eles devolvam R$ 4,2 milhões a título de reparação e que fiquem impedidos de exercer cargos públicos pelo dobro do tempo de prisão ao qual forem condenados.

 

TRE-RJ mantém Garotinho preso e solta Rosinha com tornozeleira

Rosinha e Garotinho foram presos na quarta-feira (22) passadaDo UOL, no Rio

O Tribunal Regional Eleitoral negou nesta quarta-feira (29) o pedido de habeas corpus da defesa do ex-governador Anthony Garotinho (PR) que pedia libertação do político, preso preventivamente desde a semana passada.

Mais cedo, no entanto, o tribunal concedeu habeas corpus à ex-governadora Rosinha Garotinho. Ela deverá ficar sob monitoramento de tornozeleira eletrônica, proibida de sair do Rio e manter recolhimento noturno.

A decisão vai de encontro ao pedido da Procuradoria Regional Eleitoral, que considera que Rosinha teria apenas consentido os crimes praticados por Garotinho. Sendo assim, não haveria motivo para mantê-la presa.

Já a prisão de Garotinho, definido como pelos procuradores como  “líder da organização”, se justificaria como forma de garantir a ordem pública e a aplicação da lei penal. “O denunciado, como líder da organização, apresenta risco de interferir na instrução criminal em curso, como coação de testemunhas”, argumenta o procurador regional eleitoral Sidney Madruga.

Senadora Kátia Abreu ataca cúpula do PMDB e chama Jucá de “crápula do Brasil

Resultado de imagem para Kátia AbreuGustavo Maia

Do UOL, em Brasília

Em seu primeiro pronunciamento no plenário do Senado depois de ter sido expulsa do PMDB na última quinta-feira (23), a senadora Kátia Abreu (TO) chamou o presidente do partido, o também senador Romero Jucá (RR), de “canalha”, “crápula do Brasil” e “ladrão de vidas e almas alheias”.

“O Brasil e o Tocantins sabem que fui expulsa de uma legenda cuja cúpula não reúne condições morais e que virou o escárnio da nação”, declarou a senadora, durante o discurso desta quarta (29).

Prefeito Carlos Eduardo Alves é réu em Ação Penal que o Tribunal de Justiça julgará dia 06 de dezembro

Resultado de imagem para Carlos Eduardo Henrique Alves Garibaldi e Cunha
Nesta foto tem dois presos ( Henrique e Cunha), dois investigados suspeitos de receberem  propinas (Walter Alves e Garibaldi Alves), e Carlos Eduardo Alves que é réu em Ação Penal.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves está na capital dos EUA, mas quando chegar enfrentará o julgamento de uma Ação Penal movida pelo Ministério Público pedindo a condenação dele como réu nas sanções previstas no art. 1º, inciso XXI, do Decreto-Lei 201/67, 02 vezes (2015 e 2016), levando em consideração o concurso material, sendo que, em cada um dos anos, houve a ofensa a 04 bens jurídicos, em concurso formal, tudo nos termos dos arts. 59, 69 e 70 do Código Penal.

Carlos Eduardo Alves é réu pelo fato de ter antecipado o recebimento do IPTU.

Ele certamente não está ligando para o fato, levando em consideração que ele, mesmo viajando, publicou decreto no Diário Oficial, regulamentando novamente a cobrança antecipada do IPTU.  

Diferente do que diz o relator da reforma trabalhista Rogério Marinho, desemprego na região metropolitana de São Paulo aumenta em outubro

Resultado de imagem para desempregoFlávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

A taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo passou de 17,8%, em setembro, para 17,9%, em outubro, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), feita mensalmente pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade) e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

De acordo com os dados, o contingente de desempregados foi calculado em 1.994 mil pessoas, 6 mil a mais do que no mês anterior. O número é decorrente da redução do nível de ocupação com a eliminação de 36 mil postos de trabalho, o que equivale a -0,4% e é  maior do que a queda no índice da População Economicamente Ativa (PEA), de 30 mil pessoas (-0,3%).

Segundo a PED, o nível de ocupação caiu 0,4% em outubro e o contingente de ocupados foi estimado em 9.144 mil pessoas. Quando analisados os setores, houve queda de 1,6% na ocupação no comércio, com menos 25 mil postos de trabalho, seguido de serviços com -0,6%, e menos 31 mil empregos. No sentido contrário, aparecem a indústria com elevação de 0,9% (mais 13 mil vagas) e a construção, que empregou 7 mil pessoas a mais (1,2%).

A pesquisa mostrou ainda que o número de assalariados caiu 0,4%, influenciado pela queda de 4,1% no setor público e de 0,1% no setor privado. No privado, caiu o número de trabalhadores sem carteira assinada e também não houve variação daqueles com carteira assinada. O número de autônomos sofreu redução de 2,1% e o de empregados domésticos caiu 0,3%. Aqueles que estão classificados nas demais posições tiveram elevação de 3,7%.

Candidatura de Ney Lopes ao Senado poderá detonar reeleição de José Agripino

Resultado de imagem para ney lopes
Ney Lopes é pré-candidato ao Senado

Observadores e analistas da política do RN estão vendo que a provável candidatura do ex-deputado federal Ney Lopes ao Senado poderá ser o tiro de misericórdia na pretensão do senador José Agripino de continuar por mais 8 anos sentado na cadeira de senador representando o RN.

Segundo os analistas, Ney Lopes corre na mesma faixa de eleitorado do senador José Agripino, ambos disputarão votos do eleitorado de centro-direita e liberais, ocorrendo essa disputa, o candidato Ney Lopes certamente vai dividir e subtrair votos de Agripino, que já enfrenta desgaste político e moral decorrente das várias denúncias e investigações que está submetido pela Polícia Federal e Ministério Público Federal.

O ex-deputado Ney Lopes também afeta o senador Garibaldi Alves que sofre dos mesmos problemas de José Agripino com um agravante: o ex-deputado federal Henrique Alves que sempre operou dinheiro para bancar as candidaturas de Garibaldi Alves, está preso na Academia de Polícia e certamente não será libertado antes da eleição..

Maldade do deputado Rogério Marinho contra planos de saúde dos idosos foi barrada na Câmara dos Deputados

Resultado de imagem para Rogério Marinho e Micarla e Rosalba
Rogério Marinho e sua amiga Micarla de Sousa

BRASÍLIA – Com muitas críticas e sem conseguir consenso com empresas e órgãos de defesa do consumidor, o relator do projeto de lei que pretende mudar a lei de planos de saúde, deputado Rogério Marinho (PSDB/RN), desistiu de alterar a forma de reajuste para idosos.

A votação do relatório na comissão especial que analisa o tema, que deveria ocorrer nesta quarta-feira, foi adiada para 13 de dezembro. Essa é a segunda postergação da data.

A decisão foi tomada em comum acordo com os deputados da comissão especial em reunião a portas fechadas nessa terça-feira. Os parlamentares queriam deixar o assunto de lado uma vez que o tema se tornou impopular. Além disso, nenhum dos lados interessados no projeto ficou satisfeito com a solução apresentada por Rogério Marinho para o reajuste dos idosos: empresas e órgãos de defesa do consumidor não concordavam com a mudança.

 

Senado aprove lei que dá gratuidade de ligações de celular para órgãos públicos de serviços de emergência

Resultado de imagem para gratisOs senadores aprovaram o projeto que permite ao usuário de aparelhos celulares telefonar e enviar mensagens a serviços de emergência gratuitamente.

Segundo o texto, que segue agora para sanção presidencial, as ligações de celular e o envio de torpedos para órgãos que prestam serviços públicos, como corpos de bombeiros, polícias e unidades de saúde, deverão ser gratuitas.