Arquivo diários:12/04/2018

Maioria dos venezuelanos se dispõe a votar para Presidente, diz pesquisa

AFP

Caracas – Mais da metade dos venezuelanos está disposta a votar nas eleições presidenciais de 20 de maio, nas quais o presidente Nicolás Maduro tentará se reeleger, segundo uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (12).

“Cerca de 30,4% estão muito dispostos a votar, enquanto 27,1% se dizem dispostos a votar”, anunciou o presidente da empresa Datanálisis, Luis Vicente León, ao apresentar os resultados da pesquisa.

Durante um fórum da consultora Ecoanalítica, León acrescentou que existe “um empate estatístico entre Maduro” e o candidato opositor Henri Falcón nestas eleições adiantadas, que tradicionalmente acontecem em dezembro.

Outra pesquisa, da empresa Delphos, revelou que entre os que estão “muito certos de votar com as atuais condições”, Maduro é favorito com 42% de apoio, diante de 30% de Falcón.

Entretanto, se a oposição conseguir o que consideram “condições ideais para disputar” as eleições, 66% votariam em um candidato dessa tendência e 33% pelo do governo.

“Há uma desativação do voto opositor por considerar que existem condições eleitorais adversas e falhas em sua liderança”, indicou Félix Seijas, presidente dessa empresa pesquisadora, no mesmo fórum.

“O governo está no seu pior momento de apoio popular. Entretanto, Maduro venceria a eleição”, continuou Seijas, lembrando a denúncia da oposição sobre uma vantagem do presidente.

Segundo a Datanálisis, a popularidade de Maduro está entre 20% e 25%, enquanto o apoio à oposição caiu de 60% para 38% no último ano.

Acrescentou que 91,8% dos entrevistados consideram que o país está mal e 75% querem uma mudança de governo.

Os principais partidos opositores – agrupados na coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD) – decidiram boicotar as eleições alegando que não oferecem garantias e são uma “farsa para perpetuar Maduro no poder”.

Gilmar Mendes compara restrição a habeas corpus a ato da ditadura militar

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), criticou a posição de ministros contra a concessão de habeas corpus (pedidos de liberdade) e comparou essa postura ao AI-5, o Ato Institucional nº 5, editado durante a ditadura, e que fechou o Congresso Nacional e suspendeu o direito a habeas corpus para crimes políticos.

“A tradição do habeas corpus é uma marca desta corte [o STF]”, afirmou Gilmar.

“A novidade é tentar colocar obstáculos para a concessão de habeas corpus”, disse. “Estão navegando contra a cultura do constitucionalismo e estão obviamente fazendo rima com o AI-5”, concluiu o ministro.

O STF rejeitou nesta quinta-feira (12) o pedido de habeas corpus do ex-ministro Antonio Palocci, preso e condenado pela Operação Lava Jato.

Na sessão da quarta-feira (11), o ministro Luís Roberto Barroso criticou o que classificou como quantidade excessiva de habeas corpus julgados pelo Supremo.

O ministro disse ainda que prender para conseguir delação é “tortura”. “O uso da prisão preventiva para obter delação premiada certamente não encontra guarida no texto constitucional brasileiro. Pode até encontrar guarida no texto constitucional de Curitiba”, disse.

“Isso tem outro nome, isso se chama tortura”, afirmou o ministro.

Após uma intervenção do ministro Luís Roberto Barroso, que fez um discurso contra a corrupção, Mendes pediu novamente a palavra e disse que “aqui ninguém me dá lição nessa área”.

Advogado-geral da União na gestão de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 2002, ele declarou ter travado “o bom combate contra a corrupção, autorizado pelo presidente da República”. “Mas isso tem que se fazer na forma da lei, dentro do devido processo legal”, destacou, exaltado.

 

‘Difícil engolir essa’, escreve Janot sobre Geraldo Alckmin fora da Lava Jato

Alckmin, Rogério Marinho (saco preto) e Gustavo da Ponte

Home iG

Continuando falando muito, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot criticou a decisão do Superior Tribunal de Justiça, que, acolhendo a um pedido do atual vice-procurador-geral, Luciano Mariz Maia, remeteu o processo contra Alckmin para a Justiça Eleitoral, e não para os procuradores que trabalham na força-tarefa da Lava Jato em São Paulo.

Em sua página nas redes sociais, Janot escreveu que é “tecnicamente difícil de engolir” a decisão do STJ .

Alckmin é investigado por ter supostamente recebido R$10 milhões da construtora Odebrecht. De acordo com executivos da empresa que falaram em acordo de delação premiada, o dinheiro viria do “setor de propinas” da construtora e, virtualmente, é oriundo de obras superfaturadas no estado de São Paulo.

O montante teria sido entregue ao cunhado de ex-governador, Adhemar Cesar Ribeiro, que também é investigado no caso. Ele teria repassado o valor ao então governador, que usou o dinheiro para custear parte de sua campanha eleitoral em 2010 e 2014. Os R$10 milhões não foram declarados pelo tucano na prestação de contas à Justiça Eleitoral.

 

Aldo Rebelo deixa o PSB por “inclinação” da sigla por Joaquim Barbosa

Por Raphael Di Cunto e Marcelo Ribeiro | Valor

BRASÍLIA  –  O ex-ministro Aldo Rebelo anunciou nesta quinta-feira, pelo Twitter, que está se afastando do PSB em virtude da “inclinação da direção partidária pela candidatura do ilustre ministro Joaquim Barbosa”. Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Barbosa, que comandou o julgamento do mensalão, se filiou ao PSB na sexta-feira e avalia concorrer à Presidência da República pela legenda. O próprio Aldo tinha se lançado pré-candidato.

“Impossibilitado de acompanhar a manifesta inclinação da direção partidária pela candidatura do ilustre ministro Joaquim Barbosa, comunico meu afastamento do PSB. Continuarei apoiando a candidatura [ao governo do Estado] de Márcio França em São Paulo e outros projetos regionais do partido”, afirmou Aldo.

Aldo se filiou ao Solidariedade e pode ser candidato pela nova sigla.

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano

Wellton Máximo e Paulo Victor Chagas – Repórteres da Agência Brasil

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano, o que representa alta de 5% em relação ao atual (R$ 954). O valor consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentado hoje (12) pelos ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e da Fazenda, Eduardo Guardia.

Em 2019, a fórmula atual de reajuste será aplicada pela última vez. Pela regra, o mínimo deve ser corrigido pela inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de dois anos anteriores.

Fui ao aniversário de um amigo na hora difícil, nas horas boas nunca estive presente

Desta lugar pedi proteção para o amigo Robinson e o Estado do RN

Ontem (120, fui ao aniversário de um amigo, cuja amizade iniciou quando tinamos nossos 5 anos de idade no Instituto Brasil das nossas inesquecíveis professoras Dona Carmem e Pina Pedrosa.

Fazia muito tempo que não entrava no Centro Administrativo, eu rompi com o poder, nada nesses últimos 10 anos me fez subir às rampas dos palácios. Na ultima vez que lá entrei foi para me despedir do meu querido e saudoso amigo Iberê.

Mas, compareci ao culto evangélico de celebração do aniversário do meu amigo Robinson Faria. Foi pelo fato dele ter passado por intermináveis dificuldades que fui para desejar ao amigo Robinson Faria força para vencer todas dificuldades , fui no último ano desde governo.. Não fui no primeiro, segundo nem terceiro ano, fui no derradeiro..

Não encontrei os aproveitadores babões que se manifestaram no inicio do governo, eles sumiram, encontrei muitas pessoas humildes, pessoas do povo, sinceras e compreensivas demostrando afeto e confiança no governador..

Assisti um culto muito bem ministrado pelo pastor Daniel da Igreja Mundial do Poder de Deus do apostolo Valdomiro Santiago. Confesso que tinha uma péssima impressão desta igreja, mas depois da pregação lúcida e oportuna do pastor Daniel, fiquei maravilhado..

Parece que recebi um grande descarrego..

O pastor disse tudo, relatou a saga do príncipe Daniel que foi jogado na cova dos leões pelo inimigos..  Daniel foi um profeta de Deus, que também trabalhou para os imperadores da Babilônia e da Pérsia. Ele era muito sábio e interpretava sonhos. Daniel ficou conhecido como um homem justo, que obedecia a Deus. Quando Daniel era jovem, Nabucodonosor, o rei a Babilônia, atacou Jerusalém e levou prisioneiros vários membros da nobreza israelita, incluindo Daniel. Na Babilônia, Daniel foi escolhido para trabalhar para o rei, junto com outros jovens inteligentes.

Durante três anos Daniel aprendeu sobre a língua e a cultura da Babilônia e foi treinado para exercer funções no governo. Mas Daniel não se esqueceu de Deus. Em vez de comer a comida da mesa do rei, que era impura para os judeus, Daniel decidiu comer apenas legumes. Deus abençoou Daniel por sua fidelidade e ele se tornou mais saudável que os outros jovens. Assim como Daniel, nunca fui comer nos banquetes do governo de Robinson, muitos foram e sumiram.. Acho que a fuga dos oportunistas é um livramento para o governador..

Daniel provou ser mais sábio que todos os conselheiros do rei. Deus lhe deu grande inteligência e capacidade para interpretar sonhos e visões. Certo dia, Nabucodonosor teve um sonho mas ninguém o conseguiu interpretar. Então Daniel e seus amigos oraram a Deus e Ele deu a resposta a Daniel. Daniel explicou ao rei que seu sonho era sobre o futuro e a vinda de um reino eterno. Nabucodonosor ficou impressionado e fez Daniel o governador da província da Babilônia..

Talvez hoje Robinson tenha revelado o grande dilema do seu governo, a questão do atraso da folha de pessoal, quando disse que tinha duas opções com relação aos servidores: a primeira era demitir 10 mil  pais de famílias e pagar os salários e dia, a outra era enfrentar a crise pagando os salários com atraso, mas sem demitir ninguém..

Diante disso vi um homem calejado, sofrido, mas esperançoso com o coração limpo sem demitir ninguém…. Vi um homem enfrentando problemas na família, na justiça, no governo, mas, lutando e perseverando.. Talvez se tivesse demitido estaria levantando o troféu de pagar salários em dia, mas sabendo que tinha destruído a vida de milhares de famílias..

Muitas obras do seu governo foram construídas e programas implementados, mas no meu ponto de vista a maior obra do governador Robinson Faria foi governar o RN, numa crise grave, sem demitir um pai de família, como muitos queriam e sugeriram que ele fizesse..

Espero assim como Deus fez com Daniel, faça justiça com Robinson, pois somente Deus sabe o que pode e poderá ser melhor para o RN  desvendando o sonho povo potiguar..

Álvaro Dias quer fazer casamento de raposa; o prefeito de Natal tenta uma aliança de Carlos Alves com o deputado saco preto

Resultado de imagem para Alvaro e Ezequiel ferreira de sousa
Álvaro procurando os tucanos com olho no deputado saco preto

O prefeito de Natal que está com todo vapor querendo eleger Carlos Eduardo Alves governador do RN desenvolve uma aliança pouco provável de acontecer..

Álvaro quer fazer uma aliança entre do PDT com o PSDB em torno da candidatura de Carlos Eduardo Alves.. Dias acha que juntar o PDT de Ciro Gomes com o PSDB de Alckmin? Ambos trocam farpas todos os dias..

Mas, para Álvaro não tem nada impossível, ele que até levar o deputado saco preto Rogério Marinho para o palanque de Carlos Alves..

Álvaro já é aliado do deputado saco preto em Caicó, ambos apoiam o prefeito Batata que está com processo de cassação aberto pela Câmara Municipal.

 

Pobreza extrema aumenta 11% e atinge 14,8 milhões de pessoas

Por Bruno Villas Bôas | Do Rio

Apesar da queda da inflação e do início de recuperação da atividade econômica, a pobreza extrema continuou se alastrando pelo país em 2017. Levantamento da LCA Consultores, a partir dos microdados da Pnad Contínua, divulgada ontem pelo IBGE, mostra que o número de pessoas em situação de extrema pobreza no país passou de 13,34 milhões em 2016 para 14,83 milhões no ano passado, o que significa aumento de 11,2%.

O avanço da pobreza é considerado um dos grandes retrocessos da recessão econômica, após anos de avanços na área. Segundo Cosmo Donato, economista da LCA, a expectativa era que a retomada econômica fosse capaz de produzir números melhores no ano passado. Um dos fatores por trás da piora, acredita, foi o fechamento de postos com carteira assinada, que têm garantias trabalhistas e pisos salariais.

 

Continue lendo Pobreza extrema aumenta 11% e atinge 14,8 milhões de pessoas

PF busca ex-assessor de Dirceu em operação sobre fraudes nos fundos de pensão

Marcelo Sereno com a mão na cabeça
O ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil, Marcelo Sereno, durante depoimento na CPI dos Bingos, no Senado – Sérgio Lima – 23.ago.2005/Folhapress
FOLHA DE SÃO PAULO
Italo Nogueira
RIO DE JANEIRO

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (12) a Operação Rizoma, que investiga fraudes nos fundos de pensão dos Correios e do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados). Um dos alvos é Marcelo Sereno, ex-assessor do ex-ministro José Dirceu.

Os demais procurados são operadores financeiros que enviaram recursos para o exterior, bem como beneficiários da propina, em prejuízo do fundos. Não há políticos com mandato entre os alvos.

Agentes da PF cumprem 10 mandados de prisão preventiva e 21 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Distrito Federal.

Delegado que pediu transferência de Lula é admirador de Bolsonaro

Resultado de imagem para Algacir Mikalovski,
Perdeu para deputado estadual e ….
Coluna Painel
FOLHA DE SÃO PAULO

Com quem andas? O presidente do Sindicato dos Delegados da PF do Paraná, Algacir Mikalovski, criou polêmica na corporação ao pedir a transferência de Lula da superintendência do órgão em Curitiba alegando “risco à população”. Colegas do delegado lembram que ele tem fotos com Jair Bolsonaro. Em uma das imagens, de 2016, o policial aparece ao lado do presidenciável em um ato que comemorava a abertura de investigação sobre o petista na 24ª fase da Lava Jato, batizada de Aletheia.

Meu passado A página de Mikalovski nas redes sociais tem postagens críticas ao ex-presidente. O delegado foi candidato a deputado estadual pelo PRB em 2014 e a vereador, em 2016, pelo PSDC.

Resultado de imagem para Algacir Mikalovski,
vereador