Tríplex atribuído a Lula é arrematado por empresário de Brasília

Por Folhapress e Valor

CURITIBA E SÃO PAULO  –  (Atualizada às 17h58) O leilão do tríplex em Guarujá (SP), atribuído pela Operação Lava-Jato ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi arrematado pelo valor mínimo de R$ 2,2 milhões. O único lance foi dado nos últimos minutos do leilão online, que terminou às 14h desta terça-feira. A página do leilão foi visualizada mais de 50 mil vezes.

O comprador terá 72 horas para realizar o pagamento. Ele também deverá pagar 5%, ou R$ 110 mil, de comissão para o leiloeiro.

Caso a transação não se complete, haverá uma segunda tentativa para vender o apartamento no dia 22 de maio, com lance mínimo de 80% do valor de avaliação.

Comprador

Fernando Costa Gontijo é o comprador do tríplex. A informação foi publicada pelo site do jornal “O Globo” nesta terça-feira. “É um imóvel que tem uma posição privilegiada, de frente ao mar, achei que era um bom investimento”, disse ao jornal.

O empresário de Brasília disse ao jornal atuar no mercado imobiliário em Brasília e outras cidades e que criou uma empresa especificamente para comprar o imóvel, a Guarujá Participação, segundo a reportagem. A companhia foi registrada no dia 29 de março, segundo a Junta Comercial do Distrito Federal, 13 dias após o início do leilão.

Gontijo diz ainda que atua principalmente por meio da FCG Comércio, Turismo e Serviços. Ele aparece também como sócio de pelo menos outra dezena de empresas e atua tanto com o Poder Público como com a iniciativa privada em seus empreendimentos.

Facebook Comments
Facebook