Coisas do Ministério Público: João Doria vira réu por uso indevido do termo “Acelera SP” e é punido com multa de R$ 200 mil

POR CONGRESSO EM FOCO

Pré-candidato ao governo de São Paulo, o ex-prefeito João Doria (PSDB) se tornou réu com acusação de promoção pessoal por meio do uso da expressão “Acelera SP”, slogan repetido em sua gestão na prefeitura da capital paulista.

A decisão é da juíza Cynthia Tomé, da 6ª Vara da Fazenda Pública, que aplicou multa de R$ 200 mil e abriu nova ação civil pública do Ministério Público contra o tucano, desta vez por improbidade administrativa.

Trata-se da terceira ação civil pública ativa contra o tucano. Em uma delas, Doria já é réu, desde o inicio de abril, em ação popular contra a parceria público-privada (PPP) responsável pelos serviços do sistema de iluminação de São Paulo. Os autores do processo pediram a suspensão do contrato. Em outra, o ex-prefeito é acusado de usar indevidamente outro slogan, o “Cidade Linda”

Para isso o Ministério Público serve, mas para enfrentar as facções criminosas, responsáveis pelo tráfico de drogas e violência urbana, os seus membros não tem tempo..

Facebook Comments
Facebook