Arquivo diários:07/07/2018

Aliado de Cristiane Brasil diz que processo sindical o faria rico

Resultado de imagem para Cristiane Brasil em Natal RN
Deputada Cristiane Brasil num animado jantar com seus amigos potiguares Getúlio Batista e deputado Walter Alves e esposas.

Por Folhapress

BRASÍLIA  –  Preso na Operação Registro Espúrio, o superintendente do Ministério do Trabalho no Rio de Janeiro, Adriano José Lima Bernardo, disse em áudio obtido pela Polícia Federal que um processo de registro sindical em curso na pasta o faria “ganhar na loteria”.

A informação consta em documentos da investigação, obtidos pela “Folha de S.Paulo”.

Aliado da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), Lima foi um dos alvos de mandados de prisão temporária nesta quinta-feira (5), durante ação que resultou também no afastamento do ministro do Trabalho, Helton Yomura.

Para os investigadores, os áudios do superintendente indicam que ele se valia da proximidade com a congressista para submeter demandas a outros servidores da pasta e, com isso, receber propinas de entidades beneficiadas com fraudes em processos.

Cristiane Brasil é filha de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, um dos partidos que controlavam o ministério até a queda de Yomura. O governo já anunciou a nomeação do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB-RS), para substituí-lo interinamente.

As gravações analisadas pela PF foram enviadas por Lima em maio, via Whatsapp, ao então coordenador-geral de Registro Sindical do ministério, Renato Araújo. Araújo seria preso logo depois, em 31 daquele mês, na primeira fase da Registro Espúrio.

Numa das mensagens, Lima trata com o coordenador-geral de pedido para deferir o registro de um sindicato. Na sequência, avisa que está providenciando uma reunião a respeito, possivelmente com representantes da entidade, para a qual levaria a “líder” – referência, segundo a PF, a Cristiane Brasil.

Em seguida, o superintendente pede a Araújo prioridade na análise do processo de uma entidade representante de mototaxistas. Na gravação, sustenta a investigação, ele aduz que o favorecimento à instituição não era uma demanda só dele, mas também da congressista.

“Adriano acrescenta que eles iriam ‘ganhar na loteria’ com o processo de registro sindical em questão”, diz trecho de relatório da investigação.

Nesta quinta, a PF cumpriu dez mandados de busca e apreensão na terceira fase da Registro Espúrio. Entre outras medidas, autorizadas pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, policiais vasculharam gabinetes de Yomura e prenderam seu chefe de gabinete.

Também houve buscas em endereços do deputado federal Nelson Marquezelli (PTB-RJ), que foi proibido de frequentar o ministério e de ter contato com servidores e outros investigados.

A Polícia Federal mira um suposto esquema de cobrança de vantagens, como dinheiro e apoio político, em troca da concessão de benefícios a sindicatos e federações no ministério.

Na etapa anterior da operação, Cristiane Brasil foi alvo de medidas de busca e apreensão. Parte das provas usadas na ação de quinta foram obtidas no celular dela, recolhido pelos agentes da PF.

Antônio Jácome inova querendo ser o “candidato Bob Esponja”

Imagem relacionada
Jácome quer fazer dobradinha com qualquer candidato, não interessa a matriz ideológica, trata-se de uma candidatura Bob Esponja

Como diz o matuto “com essa banana podre você não pega um Xexéu”. O sabido deputado federal Antônio Jácome quer criar um modelo esponja que chupe votos de todas correntes política do RN para sua candidatura ao Senado.

Depois de prometer fazer uma dobradinha com Garibaldi Alves, com a desistência do senador José Agripino de disputar à releição ao Senado,  o deputado está dizendo, segundo o primo blogueiro Robson Pires, que pretende fazer dobradinha para obter votos com os adversários de Garibaldi Alves, ou seja, com Geraldo Melo, Zenaide Maia e outros..

Nem começou à campanha, Jacomé já está pregando trairagem com sua candidatura ‘Bob Esponja’..

Confira o que diz o primo Robson Pires em seu blog:

Memória do Blog do Primo

Visita do Presidente da República Ernesto Geisel no amo de 1975 ao RN assistindo ao lançamento do foguete C-2, na Barreira do Inferno, com a presença do governador Tarcísio Maia primeira dama Luci Geisel visita a casa do escritor Luís da Câmara Cascudo e uma breve visita à fortaleza dos Reis Magos

Anotem este nome

Siderley e candidato a deputado estadual pelo PSD do governador Robinson Faria

Caladinho, sem fazer muito barulho, o ex-vereador de Parnamirim e diretor de Registro do DETRAN/RN deixou o cargo para concorrer ao mandato de deputado estadual.

Trabalhando como uma formiguinha em muitos municípios do RN, Siderley Bezerra será uma surpresa nesta eleição.

Além dos logistas de carros, os despachantes do DETRAN adotaram sua candidatura pelos relevantes serviços prestados aos setores.. Siderley é considerado como o melhor diretor de Rrgistro de todos os tempos ..

Com grande penetração em Parnamirim e Natal, o nome de Siderley tem sido muito bem aceito em vários municípios do interior, ele está comendo pelas beiradas..

Aguardem, o soldado Vasco não erra!

Cobra venenosa: Agripinistas preocupados com o envolvimento de José Agripino com Carlos Eduardo Alves

Resultado de imagem para José agripino e Carlos Eduardo Alves
José Agripino está alimentando uma cobra venenosa, dizem os agripinistas

Agripinistas históricos estão preocupados com o envolvimento do senador José agripino com o ex-prefeito de Natal e pré-candidato a governador Carlos Eduardo Alves.

Para os agripinistas, Carlos Eduardo Alves não é um, político leal e não prestigia seus aliados depois que ganha uma eleição. O histórico de Carlos Eduardo Alves é de desdenhar e desprestigiar seus aliados políticos.

Um agripinista disse ao Blog do Primo que o maior exemplo de deslealdade e ingratidão de Carlos Eduardo Alves foi o que ele fez com a falecida ex-governadora Wilma de Faria. Segundo o amigo de Agripino, a ex-governadora Wilma de Faria foi correta com Carlos Eduardo Alves em todas as disputa que ele enfrentou em Natal. Wilma apoiou Carlos Eduardo Alves na sua primeira reeleição quando os primos de Carlos Eduardo Alves, Garibaldi Alves e Henrique Alves ficaram conta e apoiaram seus adversários Luiz Almir em 2004 e Hermano Morais em 2012. Wilma chegou ao ponto de aceitar ser candidata a vice-prefeita de Carlos Eduardo para ajuda-lo na eleição de 2012, mas Carlos Eduardo Alves desprestigiou e secou a liderança da ex-governadora Wilma de Faria ao ponto dela falecer sendo vereadora de Natal eleita com uma votação irrisória.

Em 2012, enquanto seus primos Henrique Alves e Garibaldi Alves apoiaram Hermano Morais para prefeito, Robinson Faria apoiou Carlos Eduardo Alves, na eleição de 2014 em vez de Carlos Eduardo Alves agradecer e retribuir o apoio que recebeu de Robinson, fez o contrário, foi de mala e cuia apoia seu primo Henrique Alves..

Todos os políticos aliados de Carlos Eduardo Alves em algum momento foram desprezados apos as eleições, se José Agripino insistir nessa ‘amizade’ caso Alves seja eleito, certamente será defenestrado, desprestigiado e abandonado, dizem os agripinistas..

 

O que aconteceu de importante no Brasil enquanto você estava prestando atenção na Copa

Toffoli; Moro;. dólares e Michel Temer
Direito de imagemSTF; AG BRASIL; CARLOS SEVERO/FOTOS PÚBLICAS; PR

BBC

De quatro em quatro anos, o Brasil entra em outro ritmo para acompanhar os jogos da Copa do Mundo: repartições públicas e empresas mudam o horário de funcionamento; o trânsito é alterado em algumas cidades para evitar congestionamentos antes do jogos. Buscas rápidas no Google ou no Twitter mostram que a atenção dos brasileiros está mesmo nos gramados da Rússia, anfitriã da edição de 2018.

Mas nem por isso o mundo da política e da economia deixa de gerar fatos durante a competição: desde que o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 no último jogo da fase de grupos, fatos relevantes aconteceram em arenas tão diversas como o Supremo Tribunal Federal, a 13ª Vara da Justiça de Curitiba e a Câmara dos Deputados.

Para quem perdeu o fio da meada, a BBC Brasil traz abaixo um resumo de alguns dos principais acontecimentos que se desenrolaram desde a última quarta-feira.

Sérgio Moro e Dias Toffoli trocam farpas sobre o caso de José Dirceu

Dentro das quatro linhas, o duelo mais impressionante da semana que acabou foi entre as seleções da França e da Argentina – no sábado, os franceses despacharam o time cisplatino por 4 a 3. Mas no Judiciário, a contenda da semana foi entre o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), e integrantes do Supremo Tribunal Federal, principalmente o ministro Dias Toffoli.

Ex-ministro da Casa Civil no governo Lula, José Dirceu deixou a cadeia da Papuda, em Brasília, na manhã da última quarta-feira (27), a tempo de ver o jogo do Brasil contra a Sérvia.

José Dirceu deixa o Fórum do Tribunal de Justiça do DF no último dia 27 de junhoDireito de imagemMARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Image captionDirceu deixou a cadeia em 27 de junho

Em abril, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) manteve a condenação de José Dirceu aplicada por Sérgio Moro, elevando a pena para 30 anos e nove meses de prisão. Para o juiz de Curitiba e os desembargadores de Porto Alegre, Dirceu cometeu os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa ao supostamente receber R$ 10 milhões da empreiteira Engevix, em troca de vantagens em contratos com a Petrobras. O ex-ministro nega.

A soltura de Dirceu na manhã de quarta foi decidida pelos ministros da Segunda Turma no STF no dia anterior – votaram a favor dele os ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, o relator do caso.

Sérgio Moro não tentou interferir na decisão de Toffoli e seus colegas, mas determinou dias depois, na última sexta-feira (29), que Dirceu fosse a Curitiba para receber uma tornozeleira eletrônica – dispositivo que serviria para a Justiça monitorar a localização dele. Dirceu também não poderia deixar o país ou encontrar-se com outras pessoas investigadas.

Mas o ex-ministro da Casa Civil do governo Lula não chegou a viajar para Curitiba. Na segunda-feira (02), Dias Toffoli revogou a decisão de Sérgio Moro. Para Toffoli, Moro agiu em “claro descumprimento” da decisão do STF e decidiu um assunto que não lhe cabia.

Moro não falou à imprensa, mas “lamentou” a decisão de Toffoli num despacho publicado nesta terça-feira (03). O juiz da Lava Jato relacionou decisões anteriores da própria Segunda Turma que determinavam o uso da tornozeleira no caso de Dirceu.

Ex-procurador Marcello Miller vira réu, e STF prorroga inquérito contra Michel Temer

Na Lava Jato, a semana trouxe más notícias para o ex-integrante do MPF Marcello Miller, para o delator Joesley Batista (do frigorífico JBS) e para o presidente da República, Michel Temer.

Na última quinta-feira (28), a Justiça Federal em Brasília aceitou denúncia contra o ex-procurador da República Marcelo Miller e o empresário e delator Joesley Batista (um dos donos da holding J&F, que controla o frigorífico JBS). Também se tornaram réus pelo crime de corrupção a advogada Esther Flesch e um ex-diretor da J&F, Francisco de Assis.

Temer e ministros assistindo ao jogo entre Brasil e SérviaDireito de imagemALAN SANTOS/PR
Image captionTemer e ministros assistindo ao jogo entre Brasil e Sérvia; presidente deve continuar sentindo desgastes das investigações contra si

A tese da acusação é a de que Miller recebeu pelo menos R$ 700 mil para ajudar os executivos da J&F a conseguir um acordo de delação premiada com a chefia do Ministério Público enquanto ele próprio ainda não tinha se desligado do MPF. Para a acusação, Miller fez “jogo duplo” – trabalhou para Joesley e Wesley Batista enquanto ele próprio ainda fazia parte do órgão que deveria aceitar a proposta de colaboração. Já Flesch e Assis intermediaram a contratação de Miller.

O MPF acusa seu ex-integrante de ter sido o “estrategista” do acordo de colaboração, a ser aceito por seus antigos colegas – a atuação dele teria garantido benefícios para os delatores, como a imunidade contra denúncias futuras. Este benefício foi revogado.

Joesley Batista e a J&F negam ter feito qualquer pagamento indevido para Miller. A defesa do procurador, por sua vez, diz que ele não usou do seu antigo cargo para beneficiar os delatores, e que ele estava “em notório desligamento” do MPF quando foi contratado para atuar na defesa de Joesley.

Na sexta-feira, o ministro Roberto Barroso (STF) atendeu a um pedido da Polícia Federal e estendeu por mais 60 dias o prazo da PF para investigar o presidente Michel Temer (MDB) no chamado “inquérito dos portos”. Com isso, Temer continuará a ser investigado durante o recesso do Supremo Tribunal Federal. O novo prazo para as investigações se encerra no fim de agosto.

O inquérito tramita no STF e apura se Temer e pessoas de seu grupo político receberam propina de empresas que atuam no Porto de Santos – uma antiga área de influência política do atual presidente, que nega qualquer irregularidade.

A prorrogação tem um sabor agridoce para Temer. Por um lado, diminui muito as chances de ele sofrer uma nova denúncia por parte da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enquanto ainda é presidente. Por outro, significa que o emedebista continuará a sofrer desgastes em sua imagem a cada nova revelação da Polícia Federal no curso das apurações.

Petrobras perde ação bilionária nos EUA, e Lewandowski (STF) proíbe venda de patrimônio de estatais
Plataforma da PetrobrasDireito de imagemAG PETROBRAS
Image captionPetrobras foi derrotada numa disputa judicial contra uma companhia americana, por um valor de R$ 2,45 bi

Enquanto a bola rolava na Rússia, a Petrobras sofreu uma dura derrota do outro lado do oceano Atlântico, nos EUA. Na segunda-feira, veio a público que a estatal petroleira do Brasil foi derrotada numa disputa judicial contra uma companhia americana, a Vantage Drilling International. Segundo esta última, o valor da causa era de US$ 622 milhões (cerca de R$ 2,45 bilhões).

A decisão é de um tribunal arbitral sediado nos EUA. Em comunicado divulgado nesta terça, a Petrobras disse que irá “adotar todas as medidas legais disponíveis” contra a decisão.

A disputa envolve subsidiárias da Petrobras nos EUA (Petrobras America Inc.) e na Venezuela (Petrobras Venezuela Investments & Services, BV) e gira em torno de uma suposta quebra de contrato envolvendo os serviços de um navio-sonda, o Titanium Explorer. Em 2009, a Petrobras contratou o Titanium para serviços de perfuração de postos de petróleo – que foi rescindido em 2015.

A Petrobras argumenta que o contrato foi rompido por causa de “falhas operacionais graves” da parte da Vantage. “Além disso, conforme revelado pela Operação Lava Jato, o contrato de serviços de perfuração em questão foi obtido mediante corrupção”, disse a estatal.

Na terça-feira, a maior empresa brasileira também informou que suspendeu as negociações para a venda e a formação de parcerias com suas refinarias de petróleo, depois de uma decisão liminar (provisória) do ministro Ricardo Lewandowski (STF).

Na última quinta-feira, Lewandowski proibiu empresas estatais do país de vender ativos sem aprovação prévia do Congresso. A Petrobras já tinha decidiu vender 60% de sua participação num conjunto de refinarias nos Estados da Bahia, Pernambuco, Paraná e Rio de Janeiro.

Câmara dos DeputadosDireito de imagemLUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS
Image captionCâmara deve votar uma das versões do polêmico projeto ‘Escola Sem Partido’
Câmara pode votar versão do projeto Escola Sem Partido

Está marcada para esta quarta-feira a votação, na Câmara dos Deputados, de uma das versões do projeto conhecido como “Escola Sem Partido”. Controverso, o projeto tem como objetivo evitar uma suposta doutrinação política e partidária nas escolas e universidades brasileiras.

A sessão de votação está marcada para as 14h, na comissão especial criada para analisar o projeto. Se aprovada, a proposta pode, em tese, seguir direto para o Senado. Mas é provável que integrantes da comissão peçam que o projeto seja analisado também pelo Plenário da Casa, formado pelos 513 deputados.

A versão a ser votada foi apresentada pelo relator do projeto, o deputado Flavinho (PSC-SP). O projeto determina que as salas de aula do país mostrem cartazes de 70×50 centímetros, com seis “deveres dos professores”. O primeiro deles é o de não se aproveitar da presença dos alunos para “cooptá-los para nenhuma corrente política, ideológica ou partidária”. O cartaz também determina aos professores que não incitem os alunos a “participar de manifestações, atos públicos e passeatas”.

Além disso, o projeto também procura banir a politização das provas de vestibulares e concursos para professores, além dos livros didáticos. E determina que a educação brasileira não adotará conteúdos “que tentam a aplicar a ideologia de gênero, o termo ‘gênero’ ou ‘orientação sexual'”. Acesse a íntegra do projeto em votação aqui (página 23).

Notas de dólares e reaisDireito de imagemFERNANDA CARVALHO/ FOTOS PÚBLICAS
Image captionDisputas entre EUA e China estão por trás de nova alta do dólar
Dólar sobe e chega a R$ 3,90

Na segunda-feira, o time brasileiro teve uma de suas melhores atuações na Copa até agora, vencendo a equipe do México por 2 a 0 e passando às quartas de final.

Mas o preço do dólar não se importou com os gols de Neymar e Firmino contra o time mexicano, e nem com a boa atuação de Willian. Nesta segunda, a moeda americana subiu quase 1% e chegou perto de R$ 3,92. Especialistas atribuem a alta à tensão entre Estados Unidos e China, que estão dando os primeiros passos de uma guerra comercial. Nesse cenário, investidores preferem colocar seu dinheiro em países como os EUA – e não em mercados emergentes como o Brasil.

A notícia também é ruim para quem pretende viajar para o exterior: o dólar turismo, vendido nas casas de câmbio, chegou a R$ 4,07.

A alta no dólar também puxa para cima o preço de alguns produtos que o Brasil importa – como o trigo usado na fabricação de pães e massas. Por isso, esse tipo de alta pode contribuir para o aumento da inflação no país.

Governador Robinson Faria inaugura Centro de Imagens e novas enfermarias do Hospital da PM

Governo do RN inaugurou nesta sexta-feira, 06, o Centro de Imagens e duas salas de enfermaria com 12 novos leitos do Hospital Coronel Pedro Germano, da Polícia Militar, localizado na avenida Prudente de Morais, bairro Tirol, em Natal.

O Centro de Imagens é equipado com aparelhos para exames de tomografia, ultrassonografia, ecocardiograma, colonoscopia e endoscopia digestiva.

O investimento da atual administração estadual no Hospital da PM é de R$ 5 milhões.

“Apesar das dificuldades financeiras o Governo do Estado está investindo. Este hospital estava em reforma há doze anos, agora estamos concluindo enfermarias e o centro de imagens que irão atender milhares de pessoas, prestar um melhor serviço e dar atendimento médico digno aos profissionais da nossa Polícia e do Corpo de Bombeiros e à população”, afirmou o governador Robinson Faria, acrescentando que as ações na saúde se estendem a reforma, ampliação e equipamento dos Hospitais Regionais, à instalação de novos leitos, inclusive de UTI’s adulto, infantil e neo-natal.

Com a reforma e ampliação que será totalmente concluída no final deste ano o Hospital da PM contará com 135 leitos, o que eleva sua categoria a hospital de grande porte. Este hospital terá UTI’s adulto e neo-natal, banco de leite e sete grandes salas de cirurgia que irão atender a demanda por cirurgia eletivas e reduzir o tempo de espera dos pacientes”, explicou Robinson Faria.

Mais de um mês após greve, desconto no diesel ainda não chegou a R$ 0,46

.

Téo Takar

Do UOL, em São Paulo

Mais de um mês após o fim da greve dos caminhoneiros, a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel prometida pelo governo aos caminhoneiros não saiu do papel

O preço médio do diesel praticado no país foi de R$ 3,384 na semana compreendida entre os dias 1º e 7 de julho, informou a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) na noite desta sexta-feira (06).

O desconto médio no preço do combustível ficou em R$ 0,404 por litro na comparação com o preço praticado na semana do dia 21 de maio (R$ 3,788), data usada como referência no acordo entre o governo e os caminhoneiros.

Na comparação com a semana passada (24 a 30 de junho), o preço médio do diesel no país caiu apenas R$ 0,005.

Nenhum estado registrou desconto de R$ 0,46

Os números da ANP por estado mostram que nenhum estado está praticando efetivamente o desconto de R$ 0,46 em relação ao preço do diesel em 21 de maio.

A melhor situação é em Roraima, onde o desconto médio chegou a R$ 0,459, seguido pelo Amapá (R$ 0,456), Sergipe (R$ 0,4480) e São Paulo (R$ 0,4290).

Alagoas (R$ 0,3130), Paraíba (R$ 0,3270), Goiás (R$ 0,3520) e Rondônia (R$ 0,3610) são os estados onde a redução no preço ainda está bem longe do valor prometido pelo governo.

Medida provisória prometia R$ 0,46 de desconto

Em 31 de maio passou a valer a medida provisória editada às pressas pelo presidente Michel Temer para garantir a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel nas refinarias, com base no preço praticado nos postos antes do início da greve dos caminhoneiros, em 21 de maio.

A diferença de preço será bancada pelo governo graças a um remanejamento do orçamento que incluiu aumento de impostos e a retirada de benefícios de outras áreas.

Empresários do setor, porém, chegaram a afirmar que a redução máxima viável nos postos é menor, de R$ 0,41, já que, diferente do diesel bruto que sai da refinaria, aquele que chega às bombas para ser vendido ao consumidor deve ter, por lei, uma diluição de 10% de biodiesel, produto que não recebeu reduções ou subsídios em meio à crise.

Jogadores da Suécia são acordados por alarme de hotel em dia de jogo

AP Photo/Efrem LukatskyDo UOL, em São Paulo

Hospedada em um hotel cinco estrelas em Samara, a delegação da Suécia foi surpreendida na manhã deste sábado (07) com o alarme de incêndio enquanto alguns jogadores ainda dormiam, informaram jornais suecos e britânicos. O país enfrenta a Inglaterra às 11h (de Brasília) pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.

O alarme soou por volta das 9h local, quando o café da manhã já estava sendo servido, mas muitos jogadores ainda estavam em seus quartos repousando. Eles desceram rapidamente para o lobby ao ouvirem o som para evacuação do local. Não foi verificado nenhum problema e, aparentemente, se tratou de um falso alarme.

Nas redes sociais, pessoas hospedadas no hotel compartilharam o momento em que os jogadores suecos tiveram que descer pela escada e abandonar seus quartos.

Hospedada em um hotel cinco estrelas em Samara, a delegação da Suécia foi surpreendida na manhã deste sábado (07) com o alarme de incêndio enquanto alguns jogadores ainda dormiam, informaram jornais suecos e britânicos. O país enfrenta a Inglaterra às 11h (de Brasília) pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.

 O alarme soou por volta das 9h local, quando o café da manhã já estava sendo servido, mas muitos jogadores ainda estavam em seus quartos repousando. Eles desceram rapidamente para o lobby ao ouvirem o som para evacuação do local. Não foi verificado nenhum problema e, aparentemente, se tratou de um falso alarme.

Nas redes sociais, pessoas hospedadas no hotel compartilharam o momento em que os jogadores suecos tiveram que descer pela escada e abandonar seus quartos

Suécia e Inglaterra se enfrentam a partir das 11h (de Brasília) em Samara. Quem vencer vai encarar o vencedor de Rússia x Croácia na semifinal da Copa do Mundo da Rússia. França e Bélgica definem o finalista do outro lado da chave.

 

Seleção jogou com raça e honrou cores do Brasil, diz Temer no Twitter

Resultado de imagem para Temer Carlos Eduardo Alves
Temer e sua turma no RN

Por Agência Brasil Brasília
Após a derrota do Brasil para a Bélgica por 2 a 1 pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia, o presidente Michel Temer escreveu, em postagem no Twitter, que a seleção brasileira jogou “com raça” e “honrou as cores do Brasil”.

“Um abraço aos jogadores. Vamos em frente”, diz a postagem na conta pessoal de Temer.

Mais cedo, ao discursar na cerimônia de assinatura da medida provisória que atualiza o marco legal do setor do saneamento básico no país, no Palácio do Planalto, o presidente arriscou um palpite para o jogo e apostou que o Brasil venceria a Bélgica por 2 a 1.