Carmem Lúcia defende respeito à hierarquia

A ministra Carmén Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), evitou entrar em embates diretos com o juiz Sérgio Moro e com o desembargador plantonista Rogério Favreto acerca das decisões conflitantes acerca da manutenção da prisão do ex-presidente Lula.

Contudo, ela foi enfática em defender a imparcialidade, a celeridade e, principalmente, manutenção da hierarquia. Ela ainda pondera que tudo deve acontecer de forma célere e “com rigor absoluto no cumprimento das normas vigentes”, disse.

Facebook Comments
Facebook