Arquivo diários:10/07/2018

Placar das coligações proporcionais

Em meio a muita conversa e negociações os partidos e candidatos a deputados costuram suas alianças levando em considerações suas possibilidades de eleição.

Confira atual configuração na disputa pelas cadeiras na Câmara dos Deputados nas principais coligações que poderá mudar:

Coligação do governador Robinson Faria:

Fábio Faria (PSD)

Júlio Cesar (PSD)

Leleu Fontes(PSD)

Rogério Marinho (PSDB)

Benes Leocádio

Candidato do (PRB)

Dr Mendes do (PMB)

Candidato do (PPS)

Carla Dickson (PROS)

Karla Veruska (AVANTE)

Coligação de Carlos Eduardo Alves:

Walter Alves  (MDB)

José Agripino (DEM)

Coligação de Fátima Bezerra

Mineiro (PT)

Natália Bonavides (PT)

Indefinidos estão os deputados federais Rafael Motta (PSB), Beto Rosado (PP) e João Maia (PR).

 

Durante isolamento na Papuda, Geddel recusou refeições e banho de sol

Resultado de imagem para Geddel e Garibaldi Alves

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

No período em que foi mantido em isolamento no presídio da Papuda, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) se recusou a receber parte das quatro refeições diárias fornecidas aos presos e também não saiu para o banho de sol diário a que tem direito.

O ex-ministro estaria aceitando apenas os alimentos do café da manhã e da ceia, que correspondem a dois pães, sendo um deles recheado, um achocolatado e um suco.

A informação consta de decisão da juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, na qual a magistrada afirma não ver riscos no isolamento à saúde de Geddel. A decisão é do dia 2 de julho.

Leia Também no Blog do Primo:  Felipe Maia tem nome cotado para ser o primeiro suplente de Antônio Jácome

O ex-ministro foi transferido para uma cela isolada no último dia 26 por ter supostamente xingado um agente penitenciário após a realização de uma vistoria em sua cela.

A pena disciplinar foi imposta pelo prazo de dez dias e o ex-ministro já retornou à sua cela.

Na decisão, a juíza informa que, segundo a direção da Papuda, Geddel vem se comportando de forma “indisciplinada” e insiste em ter acesso à cantina da cadeia, o que fica proibido durante o período de isolamento.

Dois dias após ser enviado para o isolamento, Geddel foi submetido a atendimento psiquiátrico, que constatou que o ex-ministro estava “bem psiquicamente”, porém “um pouco irritado e impulsivo, o que é compatível com o período de mudança da medicação antidepressiva”, diz transcrição do laudo, reproduzida na decisão.

Na decisão, a juíza também autoriza que Geddel possa ser levado a um hospital para atendimento caso haja complicações de saúde.

Jácome tumultuou coligação de Carlos Eduardo Alves e Garibaldi Alves

O articulador que comeu corda de levar o deputado federal Antônio Jácome para substituir o senador José Agripino prestou um desserviço à candidatura de Carlos Eduardo Alves..

Além de não levar seu próprio filho, deputado estadual Jacó Jácome, o pré-candidato a senador Antônio Jácome vendeu uma mercadoria e não entregou.. O deputado estadual Albert Dickson que iria no pacote disse que só votará em Antônio Jácome, mesmo assim se Jácome votar na esposa dele, Karla Dickson para deputada federal..

Tudo leva a crer que a adesão de Antônio Jácome só serviu para bagunçar e enfraquecer às candidaturas de Carlos Eduardo Alves e Garibaldi Alves.

O pior é que José Agripino fora da chapa majoritária, os agripinistas não querem votar nos Alves e muito menos em Antônio Jácome..

Rosalba muda de direção repensando apoio à candidatura de Carlos Eduardo Alves

Resultado de imagem para Beto Rosado
Betinho par de Beto Rosado não quer que seu filho seja bucha dos Alves e Maia

Depois da definição do deputado estadual e presidente do PROS, Albert Dickson em compor a coligação liderada pelo governador Robinson Faria, a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini e seu esposo Carlos Augusto Rosado verificaram que ingressando na coligação Alves e Maia indicando o candidato a vice-governador levará o deputado federal Beto Rosado ao sacrifício de uma eminente derrota..

Matreiros, Carlos Augusto e Betinho Rosado sabem que o deputado federal Beto Rosado não tem mais votos que José Agripino e Walter Alves, portanto o deputado mossoroense serviria apenas de bucha para os Alves e Maia.

 

Agripino e Walter Alves estão isolados na chapa de Carlos Eduardo Alves

Resultado de imagem para Agripino Maia e Walter Alves
E agora José? Até hoje que, se meteu com os Alves nunca se deu bem, diz o primo Gigi Azevedo, presidente do DEM de Jardim do Seridó

Ninguém sabe direito quem é o articulador político da candidatura do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves.. Seja quem for, o articulador tem revelado total incompetência..

Além de não agregar partidos à candidatura ao governo de Alves, o articulador ainda conseguiu isolar os dois únicos candidatos a deputado federal da aliança.

José Agripino Maia e Walter Alves por não terem em sua coligação uma boa nominata estão correndo o risco de um dos dois ser derrotado mesmo obtendo uma boa votação..

Desgastados com denúncias de corrupção e citados em delações premiadas sendo investigados pela Polícia Federal,  a votação de ambos tendem a diminuir dificultando cada vez mais atingirem o coeficiente eleitoral para a coligação eleger dois deputados..

Para eleger dois deputados federais os especialistas estimam que será preciso que a coligação atinja os 340 mil votos..

Nenhum candidato de partido pequeno quer entrar na coligação Alves e Maia..

Neste caso, quem sobra?

 

Mulher de Carlos Eduardo Alves implicou e quer derrotar o filho do prefeito de Natal Álvaro Dias

Quem obedecer Andrea Ramalho não vota no filho do prefeito de Natal Álvaro Dias

Enquanto o prefeito de Natal, Álvaro Dias tem se caracterizado como o maior cabo eleitoral, botando sangue pela boca e comprometendo até seu futuro político apoiando à candidatura do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, Andrea Ramalho, mulher de Alves implicou e está trabalhando para derrotar o delegado Adjuto Neto, filho de Álvaro que é candidato a deputado estadual.

Andreia Ramalho está mandando chamar  cargos comissionados da Prefeitura de Natal que poderiam votar no filho de Álvaro impedindo a intenção e determinando que elas votem na sua candidata a deputado estadual que é a vereadora Mina Souza do PDT..

Leia também no Blog do Primo: José Agripino fica de fora até do leilão de Álvaro Dias

 

Dunga é festejado por brasileiros em bar na Rússia

Do UOL, em São Paulo

Um grupo de brasileiros que estava em um bar em São Petersburgo, na Rússia, encontrou Dunga, capitão do Brasil campeão em 1994, e fez festa para o treinador que teve duas passagens pela seleção, incluindo na Copa de 2010.

Ao encontrar Dunga, o grupo começou a cantar “olê, olê, olê, olá, Dunga, Dunga”. O treinador aparece sorrindo em um vídeo registrado no instagram pelo usuário Vinicius Garcia Vieira.

Dunga reassumiu a seleção logo depois da Copa de 2014, mas foi demitido dois anos depois, com a equipe ameaçada de sequer se classificar para o Mundial. Tite assumiu em seguida, em junho de 2016.

Ministros do STF e do STJ creem que Moro deu pretexto para pedidos de punição

O juiz de Curitiba atuou estando de férias e anunciou que descumpriria decisão de Favreto

Mônica Bergamo

Imagem relacionada

Ministros do STF e do STJ acreditam que Sergio Moro deu mais um pretexto aos que defendem algum tipo de punição a ele quando, no domingo, atuou estando de férias e anunciou em despacho que descumpriria a decisão judicial de Favreto.

Segundo esses magistrados, a atitude vem na sequência de outra, em que Moro queria obrigar José Dirceu, libertado pelo STF, a usar tornozeleira. Também aquela foi vista como uma rebelião a uma decisão que o deixou contrariado.

Cármen Lúcia deve propor reajuste zero e deixa juízes inquietos

Mônica Bergamo

O STF (Supremo Tribunal Federal) discute no dia 8 de agosto, em reunião administrativa, um eventual aumento para os ministros da corte. A presidente, Cármen Lúcia, já sinalizou que proporá reajuste zero.

TETO BAIXO

A proposta gera tensão em tribunais do país já que o salário dos ministros do STF, de R$ 33 mil, serve, em tese, de teto para todos os magistrados brasileiros.

TETO ALTO

Um juiz de outra corte afirma que, se a ideia vingar, setores do Judiciário devem articular com parlamentares a apresentação de emendas ao orçamento propondo posteriormente o reajuste.

PROS do deputado Albert Dickson não acompanha Antônio Jácome e declara apoio ao governador Robinson Faria

Pelo jeito a adesão do deputado federal evangélico Antônio Jácome à candidatura a governador do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves só serviu pata tirar o senador José Agripino Maia da reeleição.

O crente Jácome não foi acompanhado por ninguém, nem mesmo seu filho Jacó Jácome declarou apoio ao candidato Carlos Eduardo Alves..

Ontem (9), o também deputado estadual evangélico Albert Dickson e sua esposa Carla Dickson decidiram não acompanhar o deputado-pastor Antônio Jácome e declararam apoio à reeleição do governador Robinson Faria.

Para manifestar o apoio ao governador Robinson Faria, o PROS divulgou a seguinte nota:

Natal 09 de julho de 2018
Nota (PROS/RN)

Após reuniões na semana passada em Brasília com a Executiva Nacional do PROS, e nesta segunda-feira (09) com a executiva estadual e correligionários  do estado do RN, decidimos optar por coligarmos na proporcional e majoritária com o PSD/PSDB e demais partidos que fazem parte da composição.

No Rio Grande do Norte, o partido é liderado pelo Deputado Estadual Albert Dickson (PROS).

Diretório Estadual (PROS/RN)

Só é preciso tomar cuidado com Adenúbio Melo tido como um político tapioca que não cumpre compromissos..