Arquivo diários:11/07/2018

Presidente da Croácia é sucesso na torcida e paga próprio ingresso na Copa

AFP BBC News

Após a Croácia eliminar nos pênaltis a anfitriã da Copa, a Rússia, no sábado, conquistando uma vaga para a semifinal desta quarta contra a Inglaterra, jogadores e membros da comissão técnica do país foram vistos celebrando, aos pulos, com uma mulher.

Loira, bonita, vestida de calça vermelha e camisa da seleção, engrossando o coro que cantava um verso patriótico (‘chame, apenas chame/todos os falcões /eles darão a vida por você’, em tradução livre), ela se destacava nas imagens compartilhadas na internet.

Mas o que muitos não imaginariam, é que se tratava da chefe de Estado do país, a presidente Kolinda Grabar-Kitarovic, de 50 anos.

É justamente o jeito despojado da mandatária, a primeira mulher a comandar a Croácia, que tem chamado a atenção de quem está acompanhando a Copa da Rússia.

Kolinda é uma das autoridades presentes aos jogos que mais atraíram comentários nas redes sociais – justamente por se portar como uma torcedora comum.

A mandatária tirou dias de folga – devidamente descontados de seu salário – para acompanhar algumas partidas da Croácia no Mundial. E, já que não viajou a trabalho, viajou para a Rússia assim como a maioria dos torcedores estrangeiros: em um voo comercial. Ela também pagou os ingressos do próprio bolso.

A própria Kolinda compartilhou a imagem em que aparece no avião ao lado de vários torcedores, com a legenda “vamos para a vitória”. Ela estava a caminho de Nizhny Novgorod para assistir à partida entre Croácia e Dinamarca, em 1º de julho.

Um dos torcedores no mesmo voo comentou o fato à agência de notícias Tass, da Rússia: “Ela gosta do esporte, e o que ela está fazendo é algo normal para um presidente. Ela pegou um voo com pessoas comuns, cumprimentou a todos. Eu gosto disso. Somos um país pequeno, mas é como um time.”

Na partida contra a Rússia, em Sochi, pelas quartas de final da competição, Kolinda foi identificada nas arquibancadas e levada para a tribuna de honra da Fifa.

Lá, assistiu ao jogo ao lado do primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, e não deixou de comemorar quando a seleção croata passou à frente da Rússia por alguns minutos no placar durante a prorrogação. O vídeo de sua celebração viralizou. Ela também aparece comemorando um gol no estilo “toca aqui”, batendo mão com mão com o presidente da federação croata de futebol, o ex-jogador e artilheiro da Copa de 98, Davor Suker.

Kyle Griffin

@kylegriffin1

 Croatian President Kolinda Grabar-Kitarović dances in front of Russian Prime Minister Dmitri Medvedev during today’s match.

Quem é ela

Descrita como populista conservadora, Kolinda Grabar-Kitarovic, do partido União Democrática Croata (HDZ), foi eleita a primeira mandatária mulher do país em 2015, no segundo turno das eleições gerais, ao derrotar o candidato social-democrata e então presidente croata, Ivo Josipovic, com 50,54% dos votos.

Dois anos antes, em 2013, a Croácia, país de 4,1 milhões de habitantes (segundo o Banco Mundial) que declarou independência da antiga Iugoslávia em 1991, havia entrado para a União Europeia.

Antes de se tornar presidente, Kolinda seguia carreira diplomática. Ela foi embaixadora da Croácia em Washington entre 2008 e 2011, ministra para Integração Europeia e ministra das Relações Exteriores.

A presidente é casada e tem um casal de filhos adolescentes.

Considerada da ala moderada de seu partido, a política católica declarou durante sua campanha, em 2014, que daria o seu apoio caso um dos filhos se assumisse como homossexual. Ela também disse que autorizaria o uso medicinal da maconha e que a decisão de fazer um aborto cabe à mulher.

A zica de Mick Jagger

Inglaterra e Croácia se enfrentaram em partida que decidiu o segundo finalista da Copa do Mundo de 2018. A vitória croata foi espetacular, com direito a gol na prorrogação para virar o placar os croatas contaram com um reforço… inusitado. Mick Jagger torcendo para a Inglaterra na arquibancada.

Antes da partida, Mick Jagger postou foto torcendo pela Inglaterra

 

Festa de 4 milhões: Croácia é o menor país numa final de Copa desde 1950

Imagem relacionadaQual o tamanho da façanha da Croácia de chegar pela primeira vez em uma final de Copa? A seleção dirigida por Zlatko Dalic é a pior colocada no ranking da Fifa a aparecer numa decisão (atualmente 20º lugar). Mas o feito conquistado nesta quarta-feira diante da Inglaterra transcende o universo esportivo.

A Croácia é uma nação minúscula de pouco mais de 4 milhões de habitantes. É o segundo menor país na história a chegar numa decisão de Copas. Só o Uruguai, finalista em 1930 e 1950, tinha uma população inferior.

Em Copas, a história croata é curta, mas já relevante. Após a fragmentação política da Iugoslávia, a Croácia estreou em Mundiais com o 3º lugar em 1998. Em apenas 20 anos, são duas semifinais no currículo – e agora uma decisão.

Pequenos e barulhentos. Na Rússia, membros da delegação do país polemizaram ao dedicar à Ucrânia a vaga na semifinal, ignorando as tensões políticas em razão da recente anexação da região da Crimeia ao território russo. Nesta quarta, Domagoj Vida, um dos envolvidos na episódio, foi vaiado pelos anfitriões do torneio.

Este finalista improvável, despercebido para analistas e apostadores, tenta ampliar o tamanho da façanha no domingo. Na final reveem a França, adversário que derrotou a Croácia na semifinal há 20 anos. Alguém ainda ousa duvidar dos croatas?

Mensagem mentirosa diz que mulher que provocou Bolsonaro é filha de Lula

Foi constatado que a mulher que aparece na gravação não se parece em nada com a única filha do ex-presidente

ESTADÃO

A mulher que gritou com o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, tem sido erroneamente apresentada como filha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em boato no WhatsApp.

O Estadão Verifica recebeu várias vezes, por meio do número (11) 99263-7900, o vídeo do incidente. Na lateral da filmagem, a mensagem diz: “Filha do Lula bêbada xingando Bolsonaro no embarque do aeroporto. Já começou o desespero dos petistas kkkkkk”.

A alegação é falsa. Apesar de não se ter notícia de quem é a mulher que aparece nas imagens, ela não se trata de Lurian Cordeiro Lula da Silva, a única filha do ex-presidente – além de Lurian, ele tem quatro filhos homens..

As diferenças físicas são evidentes: rosto e cabelo, por exemplo são completamente diferentes. O vídeo original do incidente do aeroporto foi publicado no dia 3 de julho, no canal do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável do PSL, mas sem citar a filha de Lula.

Marmotas pneumáticas na Avenida Roberto Freire

Verde é Garibaldi e vermelho é José Agripino

A Prefeitura de Natal inventou de utilizar pneus velhos pintados de verde e vermelho para servirem de lixeiras.

A marmota está enfeiando o calçadão da Avenida Roberto Freire..

O pior é o fato dos pneus velhos pintados servirem para criatório de mosquitos da dengue.. A mente brilhante que inventou essa ‘belezura’ ainda achou por bem de instalar as marmotas pneumáticas ao lado dos abrigos de passageiros de ônibus promovendo um verdadeiro banquete para os  aedes aegypti..

Álvaro, mande remover isso, comore lixeiras decentes, Natal é uma cidade moderna, esse tipi de gambiarra é para cidade pequena de interior..

Moro contrariou quatro vezes ordens de tribunais superiores

Resultado de imagem para Moro doria
Moro com o candidato a governador de São Paulo pelo PSDB João Doria,
Ricardo Balthazar
SÃO PAULO

Mantida a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chegou a quatro o número de casos em que o juiz federal Sergio Moro contrariou decisões de tribunais superiores desde o início da Lava Jato. Em três desses casos, ele conseguiu o que queria.

Responsável pelas ações da operação no Paraná, Moro só recuou uma vez até agora, ao cancelar a ordem para que o ex-ministro José Dirceu fosse monitorado por tornozeleira eletrônica após sua libertação pelo Supremo Tribunal Federal, na semana passada.

O episódio de domingo, quando Moro mandou a Polícia Federal ignorar a ordem do juiz federal Rogério Favreto para soltar Lula, foi o segundo em que ele se insurgiu contra uma decisão superior por considerar que o magistrado responsável não tinha jurisdição para lidar com o caso.

No fim de abril, um juiz do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Leão Aparecido Alves, mandou suspender o processo de extradição do empresário Raul Schmidt, que é naturalizado português, vive em Portugal e é tratado pela Lava Jato como foragido da Justiça.

Leia também no Blog do Primo: Garibaldi Alves quer desistir da reeleição para o Senado e oferece sua vaga ao presidente da Assembleia Ezequiel Ferreira de Souza

Moro se recusou a retirar o pedido de extradição, argumentando que a vara em que atua é subordinada ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região e que, por isso, juízes da outra região não podem interferir em seu trabalho. “Apesar de todo o respeito que lhe cabe, [o TRF-1] não tem jurisdição sobre o assunto”, disse.

O Superior Tribunal de Justiça cassou a decisão do TRF-1 e autorizou a continuidade do processo de extradição, que é conduzido pelo Ministério da Justiça. Ao tomar a medida, o ministro Sérgio Kukina disse que só o STJ tem autoridade para tanto, e que nem Moro nem Leão têm jurisdição quando atos do ministério são contestados na Justiça.

A liminar que contrariou Moro foi derrubada, mas a defesa de Schmidt conseguiu barrar a extradição nos tribunais portugueses e ele continua longe do alcance da Lava Jato. “A decisão de Moro nesse caso foi atrevida e desrespeitosa”, diz o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, que representa Schmidt.

No caso de Lula, a ordem de Favreto para soltar o líder petista foi dirigida à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está preso, e não a Moro. Embora tenha condenado o ex-presidente, o juiz de Curitiba não é o responsável pelo acompanhamento da execução da pena.

Carlos Eduardo Alves pegou uma ‘batata quente’ em Caicó

Rogério Marinho e Gustavo da Ponte preferem Batata longe deles

Se for confirmado o apoio do prefeito Batata de Caicó ao candidato a governador  dos Alves e Maia, Carlos Eduardo Alves, os analistas políticos do Seridó garantem que se já era muito difícil ele ganhar a eleição em Caicó, agora ficou impossível.

Quem é de Caicó, sabe que o prefeito Batata é um dos prefeitos mais desgastados do RN, só não foi cassado pela Câmara por ter recebido o apoio os vereadores do MDB e ligados ao prefeito de Natal Álvaro Dias.. Neste caso, com um desgaste monumental, o prefeito Batata levará sua rejeição para Carlos Eduardo Alves.

Batata foi eleito pelo PSDB com o apoio do deputado saco preto Rogério Marinho e Gustavo da Ponte, ambos sabendo do desgaste do prefeitoabriram mão do seu apoio – Batata deverá apoiar o deputado federal Walter Alves e para deputado estadual o filho do prefeito de Natal Álvaro Dias, delegado Adjuto Neto.

Fonte: Bacurau da Cabeça Branca

Espanhola Iberdrola investe 1 bilhão de euros em complexo eólico no Brasil

Parque eólico no Rio Grande do Norte em foto de 2016. EFE/MARCELO SAYÃO

EFE

A empresa Neoenergia, filial da companhia elétrica espanhola Iberdrola, construirá no Brasil um complexo eólico no valor de 1 bilhão de euros, que contará com uma potência de 565 megawatts (MW), 471 novos e 94,5 que já estão operacionais, e será o maior da América Latina.

Segundo informou nesta quarta-feira a Iberdrola em Madri, o complexo, formado por 18 parques, estará situado próximo da cidade de Santa Luzia, no estado da Paraíba, uma das áreas com maior potencial eólico das Américas.

Fontes do mercado consultadas pela Agência Efe indicaram que o projeto representará um investimento de perto de 1 bilhão de euros, cerca de US$ 1,165 bilhão no câmbio atual.

Os aerogeradores – 136 turbinas de 3,4 MW de potência – serão fornecidos pela companhia hispano-alemã Siemens Gamesa, e será o maior contrato da história desta empresa no Brasil.

A Siemens Gamesa instalará aerogeradores do modelo SG132, um dos mais novos e eficientes do mercado, com pás de 65 metros de comprimento, com compromisso de fornecer energia para 2023.

“Estamos muito orgulhosos que a Iberdrola confie em nós para este projeto tão importante. Trata-se de um marco na história da energia eólica brasileira, já que representa um dos maiores acordos de fornecimento de aerogeradores no país”, destacou em uma nota o executivo-chefe da Siemens Gamesa para as Américas, José Antonio Miranda.

O projeto contribuirá para fomentar a geração de emprego em nível local, com mais de 1.200 contratações previstas durante a fase de construção, segundo a Iberdrola.

Além disso, as turbinas serão fabricadas na unidade que a Siemens Gamesa tem em Camaçari, na Bahia.

Com esse projeto, a Neoenergia, na qual também foi integrada a companhia Elektro, dispõe de cerca de 1.000 MW entre parques em operação e em construção no Brasil e de aproximadamente 13,6 milhões de pontos de fornecimento.

A Siemens Gamesa, por sua vez, está presente no Brasil há oito anos e tem se consolidado como a segunda maior fabricante do país, com uma quota de mercado de 24% e a instalação de mais de 1.500 turbinas com uma potência total de 3 gigawatts (GW).

Real Madrid convidará meninos resgatados na Tailândia para jogo no Bernabéu

Estádio Santiago Bernabéu em foto de maio de 2018. EFE/ J.P.Gandul

EFE

O Real Madrid convidará os 12 meninos resgatados após mais de duas semanas presos em uma caverna da Tailândia para assistir uma partida da equipe principal do clube no estádio Santiago Bernabéu.

Segundo a Agência Efe apurou nesta terça-feira, o clube madrilenho enviará o convite assim que o grupo de crianças do time dos Javalis Selvagens estiver plenamente recuperado para viajar para a capital da Espanha.

Com esta iniciativa o Real Madrid pretende premiar a coragem dos meninos desse time infantil, cujo resgate foi concluído nesta terça-feira.

O clube espanhol entrou em contato com o embaixador da Espanha na Tailândia para agilizar os trâmites assim que viu pela televisão a imagem na caverna de um dos rapazes vestidos com a camiseta do Real Madrid.

Equipes de resgate retiraram nesta terça-feira as últimas quatro crianças e o treinador que permaneciam presos em uma caverna do norte da Tailândia, com o que se juntaram aos outros oito meninos resgatados anteriormente.

Os 13 permanecerão pelo menos uma semana no hospital provincial de Chiang Rai para submeter-se a uma revisão médica completa.