Arquivo diários:17/07/2018

Lula critica Moro: “Fazer política no Judiciário é um equívoco”

Em vídeo gravado antes da prisão, Lula critica Moro por politizar decisões judiciaisPor iG São Paulo

A equipe do ex-presidente Lula divulgou um vídeo nas redes sociais do líder petista para marcar os 100 dias de sua prisão – que, para o Partido dos Trabalhadores e como o próprio Lula a classifica no vídeo, é “ilegal”. Lula critica Moro e o acusa de “fazer política” no Judiciário.

No vídeo, que é inédito e foi gravado em São Bernardo do Campo horas antes da prisão do petista, Lula critica Moro , e também o Ministério Público e a Polícia Federal por, em sua avaliação, politizar o processo judicial do qual ele é alvo.

“Parece que eu sou o sonho de consumo dos ministros que me julgaram e do juiz Moro. Me parece que eles não querem, em hipótese alguma, junto com a Rede Globo de Televisão e outros instrumentos de comunicação no Brasil, que a Lava Jato acabe ou que eu seja inocentado antes de ser preso”, disse, à época.

O ex-presidente prossegue em suas críticas a maneira como o processo foi conduzido: “A única coisa que eu quero é que seja analisado o mérito do meu processo. Não posso aceitar que prevaleça a mentira contada pela Polícia Federal da Lava Jato no inquérito, aceita pelo Ministério Público para me acusar e aceita pelo juiz Sérgio Moro para me condenar”, critica Lula.

O líder petista, então, avalia que parte dos processos da operação Lava Jato são conduzidos de forma politizada, visando os holofotes e a aprovação da mídia.

“Se essa gente quer fazer política, é melhor deixar suas funções de representação do Estado brasileiro, e entre em um partido e se candidate e venha fazer política. Mas fazer política na Polícia Federal, no Ministério Público, fazer política no Poder Judiciário é um equívoco que o Brasil não pode permitir”, declarou o ex-presidente.

 

Congresso peruano é convocado para destituir Conselho de Magistrados

Por Agência EFE  Lima

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, convocou hoje (17) o Congresso para um plenário extraordinário para tratar da destituição total do Conselho Nacional da Magistratura (CNM), cujos membros estão envolvidos em umo escândalo de corrupção judicial. Em pronunciamento, Vizcarra programou a sessão extraordinária para esta sexta-feira (20), por considerar a destituição em bloco do CNM “imprescindível e inadiável”, como parte da reforma integral do sistema de justiça que está promovendo no país.

Vizcarra solicitou na semana passada ao Congresso a destituição do CNM, encarregado de nomear, ratificar e destituir juízes, mas o Legislativo, onde o fujimorismo (políticas e ideias disseminadas pelo ex-presidente peruano, Alberto Fujimori) tem maioria, está em um período de recesso e, por enquanto, só tinha aprovado a investigação dos três membros do conselho acusados de envolvimento no caso.

De acordo com o presidente, a proposta de destituição do CNM tem como base o Artigo 157 da Constituição, cuja aplicação é prevista para causas graves, incluindo os membros suplentes que deveriam substituir os conselheiros titulares em caso de vacância.

Continue lendo Congresso peruano é convocado para destituir Conselho de Magistrados

Traição em Riachuelo (RN), diz o xerife Robson Pires

Por Robson Pires

A Prefeita de Riachuelo, Mara Cavalcanti, que defende a candidatura de Carlos Eduardo ao Governo do Estado, e que inclusive atuará como uma das coordenadoras da campanha do ex-prefeito de Natal, já imaginando que ele não irá para o segundo turno, vem se articulando para jogar duplamente nesse pleito de 2018.

Tem nomeado pessoas ligadas a deputada federal e candidata a governadora Fátima Bezerra para auxiliar sua gestão e trabalhar para a petista. E tem liberado até vereadores.

Apaixonado, militar beijou guerrilheira do Araguaia antes de fuzilá-la

Congresso em Foco

Mesmo sendo o foco de pesquisas, livros e documentários nos últimos anos, a guerrilha do Araguaia permanecia como um dos episódios mais obscuros (e sangrentos) da ditadura militar. Um dos casos, até então inédito, chama a atenção. Um militar encarregado de fuzilar uma guerrilheira se apaixonou por ela. Eles se beijaram pouco antes da execução. Mas isso não o impediu de cumprir a tarefa (leia abaixo).

“Ela ficou me olhando nos olhos, chorando. Eu não aguentei e chorei muito. Caí em prantos. Ela chorava, mas ficou firme, de pé, aguardando sua hora. Tirei a arma e apontei pra cabeça”, relatou o militar Robson, um dos entrevistados do livro “Borboletas e Lobisomens – Vidas, Sonhos e Mortes dos Guerrilheiros do Araguaia”.

Circunstâncias desconhecidas do conflito, como este caso, foram elucidadas pelo jornalista, historiador e professor Hugo Studart no livro lançado nesta terça-feira (17), em Brasília.

Studart chegou à conclusão de que 77 pessoas foram mortas no conflito: 29 guerrilheiros em confronto, 22 executados por soldados, um “justiçado” pelos guerrilheiros, 15 camponeses e 10 militares.

Continue lendo Apaixonado, militar beijou guerrilheira do Araguaia antes de fuzilá-la

Embraer fecha acordos para venda de 300 jatos

Resultado de imagem para E195-E2Por João José Oliveira | Valor

SÃO PAULO  –   A Embraer anunciou nesta semana acordos que elevaram em 300 jatos a quantidade de aviões que a fabricante pode acrescentar à carteira de pedidos da companhia, em novos negócios que podem somar US$ 15 bilhões se somadas vendas, opções e cartas de intenção assinados apenas na segunda-feira e terça-feira.

No fim do primeiro trimestre — últimos dados públicos de balanço –, a Embraer tinha 421 pedidos firmes e 487 opções de compra na carteira de encomendas, em negócios da ordem de US$ 19,5 bilhões.

Os negócios foram divulgados na feira de aviação Farnborough, na Inglaterra, primeiro grande evento da indústria aeronáutica após a Embraer revelar os detalhes da parceria com a Boeing para criação da joint-venture que vai cuidar de jatos comerciais.

Continue lendo Embraer fecha acordos para venda de 300 jatos

Imaginando derrota de Carlos Eduardo Alves, Rosalba prefere que o filho não disputa a vice e seja candidato a deputado estadual

Resultado de imagem para carlos Eduardo Alves e Kadu Ciarlini
Carlos Augusto Rosado e Rosalba não querem que o filho corra risco

A prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini não quer ouvir falar em seu filho Kadu Ciarlini Rosado seja candidato a vice-governador na chapa dos caciques Alves, Maia e Rosados, com Carlos Eduardo Alves na cabeça..

Uma fonte do Blog do Primo, revelou que Rosalba não acredita na eleição de Carlos Eduardo Alves, e assim, ela prefere que seu filho seja candidato a deputado estadual..

O apoio do seu partido à coligação de Carlos Eduardo Alves é apenas pelo fato de ser mais fácil à reeleição do deputado federal Beto Rosado e da eleição do seu filho Kadu a deputado estadual.

Na chapa de deputados estadual da coligação Alves/Maia/Rosado estão os deputados estaduais: Nelter Queiroz (MDB), Getúlio Rego (DEM), Hermano Moras (MDB) e Adjuto Dias Neto (MDB).. Nesta coligação, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini e seu esposo Carlos Augusto Rosado acham que seu filho  Kadu Ciarlini Rosado se elege com tranquilidade..

A dúvida é saber quem terá mais votos, o filho do prefeito de Natal, Alvaro Dias, Adjuto Neto ou o filho da prefeita de Mossoró..

Resolução que permitia cobrança de até 40% de atendimento médico é suspensa

Congresso em Foco

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, suspendeu a Resolução Normativa 433, da Agência Nacional de Saúde (ANS), que estipulava regras sobre a cobrança de coparticipação e franquia em planos de saúde. A decisão foi tomada de forma liminar nesta segunda-feira (16).

Publicada em junho, a resolução da ANS dizia que os pacientes de planos deverão pagar até 40% no caso de haver cobrança de franquia e coparticipação sobre o valor de cada procedimento médico.

“Saúde não é mercadoria. Vida não é negócio. Dignidade não é lucro. Direitos conquistados não podem ser retrocedidos sequer instabilizados”, escreveu a ministra na decisão.

“A referida resolução foi muito além e desfigurou o marco legal de proteção do consumidor no país”, ‘tendo usurpado’, “da competência do Poder Executivo (e também do Poder Legislativo) por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar, que arvorou-se a regulamentar matéria – mecanismos de regulação financeira (franquia e coparticipação) – sem a devida competência para tanto e, ainda, sem o devido processo legislativo”, diz a OAB na ação.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por meio de nota, informou que ainda “não foi notificada oficialmente da propositura da ação, tampouco da decisão do Supremo Tribunal Federal” que suspende a resolução.

A Agência destaca, no entanto, “que editou a norma observando rigorosamente o rito para edição de ato administrativo normativo, especialmente quanto à oportunidade de participação da sociedade. Além disso, a norma foi analisada pela Advocacia-Geral da União sem que tenha sido identificada qualquer ilegalidade ou inconstitucionalidade”.

Barbudo para disfarçar

Uma fonte ligada a mulher de Henrique Alves, a famosa Laurita Arruda, disse ao Blog do Primo que ela e seu mancebo já sabiam que o juiz Eduardo Guimarães iria soltar o ex-deputado.

Resultado de imagem para Ricardo Fiúza
O ex-deputado Ricardo Fiúza tirou o bigode (Foto ao lado com o bigodão)

Resultado de imagem para Ricardo Fiúza

Como Henrique Alves, mesmo solto, ainda é considerado um ‘preso social’ por não ser conveniente frequentar ambientes públicos como shoppings e restaurantes, eles optaram em deixar a barba de Henrique crescer para servir de disfarce.. E normal políticos denunciados mudarem seu look para não serem reconhecidos em aeroportos, o ex-deputado pernambucano Ricardo Fiúza que ostentava um bigodão raspou depois de ser denunciado no escândalo dos Anões do Orçamento..

Barbudo, e com a barba branca, Henrique Alves não será facilmente reconhecido..

Políticos que justa ou injustamente são denunciados pelo Ministério Público com ampla divulgação nos veículos de comunicação, são condenados antecipadamente pela sociedade que hostilizam em ambientes públicos quando encontram eles..

Todos políticos que são suspeitos e denunciados pelos membros do Ministério Público, mesmo não estando presos em presídios ou em suas residências,  são presos sociais..

Segundo nossa fonte, o casal planeja fazer muitas viagens para tirar o tempo perdido na prisão..

 

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira parte do 13º salário junto com a remuneração de agosto. A primeira parcela do abono anual corresponderá a até 50% do valor do benefício.

O decreto autorizando a antecipação foi assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer, mas ainda não foi publicado no Diário Oficial da União. A medida deve injetar R$ 21 bilhões na economia do país e movimentar o comércio e outros setores.

Leia também no Blog do Primo: Bastou sair da prisão, Henrique Alves já conseguiu apoio de dois prefeitos para Carlos Eduardo Alves

Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela paga a aposentados e pensionistas do INSS. O imposto sobre o valor somente pode ser cobrado na segunda parcela da gratificação natalina, a ser paga junto com a remuneração de novembro.

Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto.

Somente em 2015, o pagamento foi adiado para setembro, por causa do ritmo fraco da economia e da queda da arrecadação.