Ministra do TSE rejeita pedido do MBL para declarar Lula inelegível

Imagem relacionada
Patota do MBL prestando serviços aos grandes empresários brasileiros e estrangeiros

Agência Brasil

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou hoje (18) pedido feito pelo Movimento Brasil Livre (MBL) para que o tribunal declare a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na decisão, Rosa Weber não entrou no mérito do pedido e entendeu que os representantes do movimento não tem legitimidade para levantar a causa. Além disso, a ministra afirmou que antes do período de registro de candidaturas, não se pode discutir legalmente a questão da inelegibilidade de candidatos.

Facebook Comments
Facebook