Ciro faz aceno a Lula e diz que servirá aos mais pobres

Renan Truffi e Gilberto Amendola

Brasília

Após ver o ‘Centrão’ recuar de um possível apoio para sua campanha, o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, “reconheceu” que “comete alguns erros”, mas disse que quem quiser ajudá-lo terá que saber que seu governo “servirá aos mais pobres”. Além disso, Ciro acenou aos partidos de esquerda ao defender que a paz no País só será restaurada com a “liberdade” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Não vou atravessar esse campo minado, consertar as coisas e trazer de volta as riquezas para a nação brasileira sozinho. Não tenho esse poder, preciso sinalizar a todos os brasileiros de boa-fé que não sou o dono da verdade, eu cometo erros. Não me custa nada reconhecer isso, mas nenhum deles foi por deserção”, afirmou. “Quem quiser, quem puder me ajudar, será muito bem-vindo, mas saibam daquela porta para fora que este governo que eu liderar servirá aos mais pobres e trabalhadores”, complementou.

Facebook Comments
Facebook