Alta do dólar encarece computadores, mas vendas aumentam no 1º semestre

Folha de São Paulo
Maria Cristina Frias

A receita com a venda de computadores pessoais no Brasil foi de R$ 6,58 bilhões no primeiro semestre, 23% a mais que o registrado no mesmo período de 2017, segundo a consultoria multinacional IDC.

No número de unidades comercializadas, a alta foi de 17%. Foram 2,75 milhões de computadores e notebooks vendidos até junho deste ano.

“Esse mercado sofreu retração com a crise até 2017. Agora, vemos que o consumidor voltou a repor equipamentos que estavam obsoletos”, diz Wellington La Falce, analista de pesquisa da consultoria.

As compras públicas e o setor educacional impulsionaram as vendas no segundo trimestre, período que teve os melhores resultados.

Os preços dos aparelhos, que iniciaram 2018 sem reajustes, subiram de abril a junho. O tíquete médio de desktops encerrou o semestre em R$ 2.190, valor 10% maior que o de março. O de notebooks foi de R$ 3.243, alta de 13%.

“A alta do dólar determinou esse aumento, que deve seguir no terceiro trimestre. Isso deverá reduzir o ritmo de vendas.”

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *