Arquivo diários:15/09/2018

Debandada: dois prefeitos do MDB deixam de apoiar Carlos Eduardo Alves e aderem ao governador Robinson Faria

E agora José? Prefeito de Grossos declara apoio ao governador Robinson Faria.
Prefeito e ex-prefeitos de Grossos anunciando apoio ao governador Robinson Faria

O candidato a governador do acordão Alves/Maia/Rosado, Carlos Eduardo Alves está enfrentando uma verdadeira debandada dos prefeitos do MDB controlado pelo sei primo e candidato a senador Garibaldi Alves.

Nesta sexta-feira, o prefeito de Grossos, José Maurício do MDB mais os ex-prefeitos  Railton e Duquinha e o vereador Gustavo anunciaram que abandonaram à candidatura de Carlos Eduardo Alves e passaram a apoiar o governador Robinson Faria..

Neste sábado (15), o prefeito de Carnaúba dos Dantas, Gilson Dantas, também do MDB anunciou que deixou de votar em Carlos Eduardo Alves e formalizou apoio à reeleição do governador Robinson Faria..

Os dois municípios representam um importante contingente eleitoral que fortalece à candidatura de Robinson. Ambos prefeitos continuam votando em Garibaldi Alves, mas não querem conversa com o candidato Carlos Eduardo Alves..

Prefeito de Carnaúba dos Dantas Gilson Dantas do MDB com Robinson Faria

BOMBA: Áudio do chefe de facção criminosa pedindo para votar em Fátima gera polêmica

Diversos blogs estão publicando um áudio de um chefe de facção criminosa reclamando do Governo do Estado e orientando familiares dos seus membros para votarem na candidata a governadora, Fátima Bezerra..

O chefe da facção criminosa, Colorau estava preso numa penitenciária de Pernambuco..

Confira publicações em diversos blogs:

 

Áudio que circula nas redes sociais:

Robinson e Tião mostram força em Mossoró

A coisa não anda boa para o casal Rosalba e Carlos Augusto Rosado em Mossoró. Especialistas da política mossoroense garantem que a indicação do seu filho Kadu Rosado para ser candidato a vice-governador na chapa de Carlos Eduardo Alves teve total desaprovação gerando um efeito contrário..

Enquanto isso, o governador Robinson Faria saiu ganhando com seu vice-governador Tião Couto que faz o governador passar com folga o candidato de Rosalba e Carlos Augusto Rosado em todas pesquisas de Mossoró.. Carlos Augusto Rosado, sua esposa e prefeita Rosalba e seu filho Kadu Rosado estão levando um banho de Tião..

Ontem Robinson e Tião deram mais uma demostração de forças fazendo uma grande passeata e comício em Mossoró.. Rosalba e seu filho ainda não conseguiram fazer um comício em sua terra e seu candidato a governador, Carlos Alves aparece em terceiro lugar em todas as pesquisas..

Confira imagens da grande passeata e comício em Mossoró:

Memória do Blog do Primo

Imagem relacionada
Eleição de 2014, Carlos Eduardo Alves apoiando à candidatura de Fátima Bezerra para prefeita de Natal

Na eleição de 2008, o então prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves rasgava elogios a deputada federal Fátima Bezerra que era sua candidata a prefeita de Natal.Agora, Carlos Alves esqueceu os elogios e faz severas críticas ao acordo da eleição de 2014 que elegeu Fátima senadora e Robinson Governador..

Apesar da cabeça grande, Carlos Eduardo Alves não tem boa memória, mas, o Blog do Primo tem!

Na madrugada, Alves fazem reunião de urgência na casa de Henrique Alves

Resultado de imagem para Carlos Eduardo Alves e Henrique Alves
Alves preocupados

A família Alves teve uma demorada reunião na madrugada desta quinta-feira no apartamento do ex-deputado federal Henrique Alves.

Estiveram presentes o na casa de Henrique Alves, osenador Garibaldi Alves, deputado federal Walter Alves Alves o candidato a governador Carlos Eduardo e seu irmão Agnelo Alves Filho.

Segundo o soldado Vasco, eles estão preocupados por Carlos Eduardo Alves não subir nas pesquisas e Garibaldi Alves ameaçado de ser derrotado para o Senado.. Pesquisas mostram Garibaldi Alves seguido de perto por Styvenson, Zenaide Maia e Geraldo Melo..

 

Empresa deve indenizar trabalhador chamado de “burro” por chefe

CONJUR

O empregador é responsável por atos ilícitos praticados pelos seus empregados e prepostos. Com esse entendimento, a 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO) manteve a indenização a um funcionário constantemente chamado de “burro” pelos superiores. A empresa deverá pagar R$ 5 mil por danos morais.

O caso foi analisado pelo juiz convocado Luciano Crispim. Inicialmente o magistrado havia afastado a condenação, mas decidiu acolher a divergência apresentada pelo desembargador Elvecio Moura.

O trabalhador alegou que sofria duas agressões toda semana, mas admitiu que o sócio, que residia em Anápolis, comparecia à filial da empresa em Candeias (BA) duas vezes por mês. Por outro lado, a testemunha da empresa afirmou que os sócios iam ao local três ou quatro vezes por ano.

Na sentença de primeiro grau foi constada contradição quanto ao número de agressões sofridas pelo trabalhador, mas o juízo entendeu que isso foi apenas um equívoco que não gerou dúvidas sobre a ocorrência do assédio moral.

Em depoimento, a testemunha do autor da ação confirmou que um dos sócios utilizava a expressão “burro” com todos os trabalhadores, principalmente quando estava estressado, sendo que ela mesma já foi tratada desta forma pelo chefe. Além disso, contou que as ofensas ocorriam nas reuniões particulares, mas a porta da sala sempre ficava aberta e os outros empregados escutavam as ofensas.

Em seus fundamentos, o juízo ressaltou ainda que durante perícia do INSS, quando o contrato de trabalho estava vigente, o médico citou que o segurado confirmou que “foi humilhado por seus superiores”.

“Apesar de ter sido proferida pelo próprio autor, entendo de grande força probante sua exposição, afinal, a prestação de serviços ainda se dava normalmente, não havendo nenhuma indicação de que o contrato se romperia e, portanto, inexistia motivos para que o autor faltasse com a verdade, mormente, diante de profissional médico e em sigilo”, avaliou a juíza Angela Belinski, da 4ª Vara do Trabalho de Anápolis.

A empresa interpôs recurso contra decisão alegando que não havia prova da humilhação. Além disso, justificou que os sócios da empresa trabalham em local diferente daquele onde atuava o trabalhador, e, por isso, afirmou ser impossível que os fatos tenham acontecido. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-18.

Processo 0010708-55.2015.5.18.0003.

Prefeito Paulinho dá um banho de luz em São Gonçalo do Amarante

 

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN realizou o ato inaugural de mais três vias públicas no bairro Jardins, que estavam com serviços de pavimentação e substituição de lâmpadas comuns por luminárias de LED. Atualmente, 19 comunidades da cidade estão sendo beneficiadas com obras de infraestrutura.

As ruas das Magnólias, Rua das Margaridas e Rua das Orquídeas, em Cidade das Flores, foram as beneficiadas. “Essas obras estão proporcionando uma melhor qualidade de vida ao nosso povo. Com elas estamos melhorando a infraestrutura, a mobilidade urbana, saúde e a segurança pública”, observou prefeito Paulo Emídio (Paulinho).

Rio Grande do Norte se mantém como maior produtor de energia eólica no Brasil

Nos sete primeiros meses de 2018, a geração de energia elétrica proveniente de geração eólica cresceu 17,8%, informou nesta sexta-feira, 14, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Segundo boletim da CCEE, as usinas que utilizam os ventos como insumo para a produção de eletricidade somaram 4.470 megawatts (MW) médios entregues entre janeiro e julho, frente aos 3.793,9 MW médios gerados no mesmo período de 2017.

“A representatividade eólica em relação a toda energia gerada no período pelas usinas do Sistema alcançou 7% em 2018. Já a fonte hidráulica foi responsável por 74,5% do total e as usinas térmicas responderam por 18,1%”, diz o boletim.

Segundo a Câmara, atualmente 520 usinas eólicas estão em operação comercial no país. Até o final de julho, a capacidade instalada dessas usinas somou 13.240,10 MW, incremento de 17% frente aos 11.313,50 MW de capacidade das 446 unidades geradoras existentes em julho de 2017.

A Região Nordeste domina a produção de energia movida por ventos. Dos dez maiores produtores, oito estão no Nordeste. O Rio Grande do Norte se mantém como maior produtor de energia eólica no Brasil, com 1.244,8 MW médios de energia entregues nos primeiros sete meses de 2018. Na sequência, aparecem a Bahia com 1.094,8 MW médios produzidos, o Piauí com 576,9 MW médios, o Rio Grande do Sul com 569,9 MW médios, o Ceará, com 553,4 MW médios.

Bolsonaro vai a 26%; Haddad e Ciro têm 13%, diz Datafolha

O Datafolha divulgou nesta sexta-feira (14) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 2.820 eleitores entre quinta (13) e sexta-feira (14).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

G1