Moro diz que será um técnico no ministério: “Não me vejo como um político verdadeiro”

Sergio Moro_Rovena Rosa / ABrCONGRESSO EM FOCO
O juiz federal Sérgio Moro disse que não considera que esteja entrando para a política, mas ingressando no Executivo apenas para exercer uma função técnica à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro.

Em palestra na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Moro adiantou que apresentará um pacote legislativo com uma série de medidas anticorrupção e contra o crime organizado.

“Não há demérito na política, meu objetivo não é perseguir cargos, serei um técnico dentro do Ministério da Justiça”, afirmou. “Não me vejo ingressando na política, não me vejo como um político verdadeiro, vou para o Ministério da Justiça mais a Segurança em uma posição mais técnica. Isso envolve uma certa política, conversar com as pessoas”, declarou. Moro reafirmou ainda que não pretende disputar cargos públicos.

Em sua apresentação Moro também destacou números da Operação Lava Jato. Segundo ele, a Petrobras teve prejuízo de R$ 6 bilhões com os desvios. O juiz lembrou que a operação resultou na prisão de ex-deputados, ex-governadores, um ex-presidente da Câmara e um ex-presidente da República. “É inegável que temos pessoas poderosas (presas).”

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *