Arquivo diários:21/11/2018

Advogada Rossana Ferreira:”Escolhi Magna Letícia, não apenas por ser mulher, mas pelas propostas, competência, dinamismo e renovação”

Rossana Ferreira é advogada a quase 10 anos, especialista em Família e Sucessões, sócia proprietária do Rossana Ferreira Advogados Associados, membro da diretoria da ABMCJ- Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica, membro da diretoria da AARN -Associação dos Advogados do RN, membro da diretoria do Ludovicos- Instituto Câmara Cascudo, Diretora Jurídica da Comissão Norte Rio Grandense de Folclore, membro da ABA – Associação Brasileira dos Advogados, Conselheira Titular do CMDM – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher , representando a ABMCJ, além de ser engajada em causas sociais ela disputa uma vaga no Conselho Estadual da OAB/RN na chapa liderada pela procuradora/advogada Magna Letícia e concedeu entrevista ao Portal Potiguar Notícias no Programa Capital Cultural do advogado Evandro Lopes.

Confira:

 

 

Portal Jurinews promove debate dos presidenciáveis da OAB/RN na TV Câmara Natal

O único debate na televisão entre os candidatos que postulam à Presidência da OAB-RN na eleição 2018 acontecerá nesta quinta-feira (22), às 21h, na TV Câmara Natal.

No programa “Tela de Justiça Debate”, com mediação do jornalista João Ferreira, diretor do portal JURINEWS, os candidatos Paulo Coutinho, Magna Letícia e Aldo Medeiros vão apresentar suas propostas e debater ideias para o futuro da advocacia potiguar nos próximos três anos.

O debate terá duração de uma hora, dividido em quatro blocos, e poderá ser assistido pelos canais 10 ou 110 da Cabo e 51.4 digital ou através da transmissão pelo instagram do JURINEWS (@jurinews) e Blog do Primo.

A eleição será realizada no dia 28 de novembro.

Bolsonaro anuncia André Luiz de Almeida Mendonça para comandar AGU

Por Cristian Klein e Murillo Camarotto | Valor

RIO E BRASÍLIA  – O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou o advogado André Luiz de Almeida Mendonça para ficar à frente da Advocacia-Geral da União (AGU) em seu governo. O cargo tem status de ministro. Mendonça, que atuou como corregedor-geral da AGU, é o mais recente indicado ao primeiro escalão de Bolsonaro.

Pelo Twitter, Bolsonaro escreveu: “Informo a todos que a Advocacia-Geral da União será liderada pelo senhor André Luiz de Almeida Mendonça, advogado com ampla vivência e experiência no setor”.

O advogado é atualmente a principal referência técnica do governo na negociação dos acordos de leniência com as empresas acusadas de corrupção.

Apesar de ser servidor da AGU, Mendonça tem atuado dentro da Controladoria-Geral da União (CGU), no grupo que participa das tratativas com as empresas. Autor de estudos acadêmicos sobre o assunto, ele também é o principal auxiliar do ministro da CGU, Wagner Rosário, para o tema leniência. Os dois estudaram combate à corrupção na Espanha e são muito próximos.

A recondução de Rosário, associada agora à nomeação de Mendonça para a AGU, reforça a tendência positiva para os acordos de leniência. Desde que a Lei Anticorrupção foi publicada, em 2014, poucos acordos saíram do papel, sendo os mais relevantes os da empreiteiras Odebrecht e UTC.

Estão em análise acordos das construtoras Andrade Gutierrez e Camargo Corrêa, bem como do frigorífico BRF

Prefeito Álvaro Dias está ligando as turbinas

Resultado de imagem para Prefeito Álvaro DiasEstrategicamente o prefeito de Natal, Álvaro Dias vem ajustando sua administração e moldando ela a seu estilo de governar.

Álvaro tem substituído auxiliares com prudência e adotando medidas para desencadear um volume de investimentos e medidas jamais vistas na Prefeitura de Natal.

Sem promover rupturas com o que estava planejado pela gestão do seu antecessor, Carlos Eduardo Alves que fez o atual orçamento e o Plano Plurianual, Álvaro trabalhou e vem trabelhando para adotar seus projetos e programas que são bem elaborados..

O Blog do Primo tem conversado com ele e confesso que fiquei satisfeito com que ouvi..

 

Com aprovação do aumento, Fux deve revogar liminares do auxílio-moradia

Resultado de imagem para O ministro Luiz Fux,Por Gabriela Coelho/CONJUR

O ministro Luiz Fux, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, deve revogar as liminares que concedeu em 2014 garantindo o pagamento de auxílio-moradia a juízes, informa o jornal Folha de S.Paulo. A expectativa é que a medida seja tomada no mesmo dia em que o presidente da República, Michel Temer, sancionar reajuste de 16,3% dos salários da corte.

A proposta de acabar com o auxílio-moradia para garantir o reajuste da magistratura foi exposta por Fux e pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, a Temer no dia 14 de novembro. Durante reunião, eles explicaram ao presidente da República que o auxílio-moradia, pago a todos os juízes, mesmo os que têm imóvel próprio, vem sendo encarado como complemento salarial diante do que acreditam ser uma defasagem ante a inflação. Com a sanção do reajuste, o auxílio poderia ser cancelado, avaliaram.

O benefício, atualmente R$ 4,3 mil mensais aos juízes federais, foi garantido a todos os juízes do Brasil por meio de liminares concedidas pelo ministro Fux em 2014. Em duas liminares, ele definiu que o benefício está descrito no artigo 65 da Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman) e deve ser pago a todos os juízes que morem em cidade sem imóvel funcional à disposição — mesmo que o juiz seja dono de imóveis.

Dor de cabeça tem mais de 200 tipos; veja como identificar e evitar a sua

iStockFabiana Stelina

Colaboração para o UOL VivaBem

Dificuldade para abrir os olhos, se mover, conversar com as pessoas e se concentrar. Quem sofre de dor cabeça (cefaleia) conhece bem os transtornos causados por ela. E não é pouca gente: pelo menos 70% da população enfrenta essa mal –principalmente entre pessoas de 20 a 40 anos –, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC).

Embora a maioria das cefaleias não signifique uma doença grave, é preciso ficar atento. Algumas pessoas chegam a ter crises toda semana e isso deve ser um sinal de alerta. “Existem mais de 200 tipos de dor de cabeça e identificar seus sintomas podem ajudar o médico a determinar a causa e o tratamento adequado“, explica Célia Roesler, diretora da Sociedade Brasileira de Cefaleia e vice-coordenadora do Departamento Científico de Cefaleia da Academia Brasileira de Neurologia.

VEJA TAMBÉM

A saída para amenizar o problema é começar uma investigação detalhada para saber de onde vem a dor. A dica é criar uma agenda e anotar nela todas as crises sofridas no período de um mês.

“Com essas informações fazemos uma análise: a dor foi quando acordou? No final da tarde? Quantos dias na semana? Cada um desses dados é muito importante para traçar o perfil e um diagnóstico certeiro ao paciente”, comenta Roesler.

Cada caso tem que ser analisado de uma forma única, pois a dor pode estar relacionada à falta de sono, ao estresse, a outras doenças patológicas como sinusite e meningite e até mesmo a um tumor.

Os tipos de dor de cabeça

Continue lendo Dor de cabeça tem mais de 200 tipos; veja como identificar e evitar a sua

O ‘rombo’ de Batata na prefeitura de Caicó

Por Robson Pires, em

 

Foi assustador o relato do atual prefeito de Caicó Marcos do Manhoso dado hoje (20) sobre a situação financeira da prefeitura municipal. Ele declarou que nas gestões dos dois ex-prefeitos Bibi Costa e Roberto Germano foram deixados cerca de R$ 4 milhões de restos a pagar.

Na gestão do prefeito afastado (1 anos e 7 meses de gestão, apenas) Robson Batata Araújo que foi preso durante a Operação Tubérculo desencadeada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, somente no ano de 2017, ele deixou como restos a pagar a exuberante quantia de cerca de R$ 18 milhões. Mas… ainda é pouco.

No ano de 2018, a cada mês, até julho, ele deixou, em média, mensalmente, cerca de R$ 2 milhões e 500 mil.

Um verdadeiro absurdo para uma cidade do porte de Caicó.

O que é que a câmara municipal de vereadores pensa a respeito desses dados?

É somente uma pergunta

Delegados deliberam nesta quarta-feira sobre lista tríplice do delegado-geral

Tudo pronto para a eleição pioneira que ocorre amanhã aqui no Rio Grande do Norte. Por iniciativa da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN), nesta quarta-feira os delegados irão às urnas para elaborar uma lista tríplice a ser oferecida à governadora eleita, Fátima Bezerra, como sugestão, para que ela escolha o novo delegado geral.

Estão concorrendo ao cargo trinta delegados e delegadas, todos da classe especial. Nos últimos dias eles tiveram oportunidade de demonstrar aos colegas seus planos e projetos para a Polícia Civil. Por lei, a lista tríplice é uma sugestão à nova chefe do executivo, não sendo ela obrigada a segui-la, escolhendo um dos três mais votados para o cargo.

Para a presidente da Adepol/RN, delegada Paoulla Maués,a novidade significa oferecer um processo mais transparente para a escolha do delegado geral, levando-se em conta critérios técnicos, observados pela própria classe.

“A Polícia Civil precisava disso. Estamos muito felizes de organizar este processo e oferecer à governadora nomes capacitados para ocupar uma função tão importante” , disse. A votação acontece nesta quarta-feira, em quatro pontos distintos do estado, com horários variados. Na capital, o horário de votação é das 8h às 17h e a urna estará na Adepol/RN. Em Mossoró, das 12h30 às 14h30, na Delegacia de Defraudações. Em Caicó, a urna vai estar na Delegacia Regional, das 8h às 12h e em Pau dos Ferros de 8h às 10h, também na Regional da cidade.

A apuração deve começar assim que as urnas do interior chegarem à sede da associação, em Natal. A previsão é de que o resultado seja proclamado por volta das 18h,

Advogada Alana Almeida: “As propostas de campanha do Dr. Aldo Medeiros, me chamaram bastante atenção, pois ele bateu nos pontos mais críticos para nossa classe”


 A candidata da subseção de Goianinha – RN, que encabeça a chapa “Mudança pela Ordem, Dra. Alana Almeida, recebeu na cidade de Canguaretama os representantes da Chapa 30, “Atitude OAB”, Dr. Aldo Medeiros e Dra. Rossana Fonseca, para participarem de um churrasco adesão junto aos apoiadores das duas chapas na região Agreste.

A informalidade do evento teve o propósito de celebrar uma confraternização entre os colegas das 23 (vinte e três) cidades que compõe a subseção Goianinha, bem como a reafirmação do eleitorado das duas chapas de oposição, 22 e 30, no agreste potiguar.

Na oportunidade, comparecem também ao evento para ratificar o apoio, os ex-presidentes, Paulo Eduardo Teixeira e Sérgio Freire, assim como os candidatos da chapa estadual, Dr. Aldo Medeiros e Dra. Rossana Fonseca e Dr. Alex Gurgel. Além disso, houve grande comparecimento do eleitorado da Subseção de Goianinha, que possui hoje mais 100 (cem)

Na oportunidade conversei com a jovem, bonita, dinâmica e competente, advogada Alana Almeida, sobre suas pretensões em relação ao pleito eleitoral, conforme segue a entrevista concedida ao Blog do Primo.

Blog do Primo – Alana Almeida, conte-nos sobre sua militância na advocacia no interior do estado.

Boa tarde, querido Renato! Primeiramente gostaria de registrar o imenso prazer em recebê-lo e poder ser entrevistada por você, grande jornalista que tem minha admiração. Com relação a pergunta, me formei no ano de 2010 e desde então escolhi o Agreste como meu lugar de militância, onde possuo escritório profissional, desde o ano de 2011, na cidade onde resido, Canguaretama e escritório profissional na cidade de Goianinha, desde o ano de 2013. Apesar das grandes dificuldades que o advogado do interior enfrenta em seu labor, tenho grande carinho pela região Agreste, a qual escolhi como berço da minha atuação.

Blog do Primo – Na sua opinião, quais os maiores problemas enfrentados hoje, na advocacia do interior.

Sabemos que a advocacia nacional, tem passado por um período de grande fragilidade, o que se torna mais latente quando falamos em advocacia no interior. Sofremos com falta de estrutura nas comarcas, onde muitas vezes não temos acesso a coisas mínimas, como salas dos advogados, na maioria das vezes, quando existem, não oferecem o menor conforto e estrutura. Partindo para o campo das prerrogativas, sofremos com a falta de contato e representatividade, tendo o advogado, muitas vezes, que falar por si próprio, pela ausência de delegados locais, o que impede o exercício com independência do seu mister. Quando se fala em sistema prisional, a situação se torna ainda mais gravosa, pois as unidades não oferecem instalações dignas para que o advogado tenha contato com seu cliente de forma que assegure a sua integridade física e a dignidade do profissional. Meu querido, amigo, se for listar todos os problemas, não terminaremos a entrevista (risos).

 Blog do Primo – O que foi determinante na decisão do lançamento da sua candidatura?

Ao longo desses anos militando na região ouvia diariamente as reivindicações e insatisfações dos colegas, que não se sentiam representados pela OAB. Com certeza, toda essa situação foi o que mais me motivou a defender um projeto de mudança, o qual não é pessoal, mas sim de todo um grupo, bem como a escolha do meu nome, para encabeçar a chapa, que foi amplamente debatida entre os colegas do grupo, que me deram essa árdua e honrosa missão.

 Blog do Primo – Sabemos que atualmente a Dra. ocupa o cargo de diretora na subseção Goianinha-RN. Dessa forma, o que a motivou ser candidata de oposição?

Apesar de atualmente possuir um cargo na direção da OAB, não foi o suficiente para ter minhas reinvindicações atendidas. Renato, tentei de todas formas lutar pela minha classe, levando ao conhecimento da OAB os anseios e necessidades dos colegas, mas para minha frustração, na maioria das vezes não recebia retorno algum, o que me fez buscar uma mudança efetiva e assumir a postura de oposição.

 Blog do Primo – Quais são suas principais propostas?

No meu plano de governo não trago propostas e sim 29 (vinte e nove) compromissos, entre os quais gostaria de destacar: A defesa das prerrogativas; transparência na aplicação dos recursos; fortalecimento da Comissão do Jovem Advogado; políticas de proteção e valorização da mulher advogada e a comissão de assistência jurídica da subseção de Goianinha, objetivando levar a Ordem à sociedade.

Blog do Primo –  Com relação a impugnação a candidatura do Dr. Paulo Coutinho por falta de prestação de contas, qual a sua opinião?

Francamente Renato, acho inadmissível, ainda mais dentro de uma instituição como a Ordem dos Advogados do Brasil. Prestar contas é um dever de todo e qualquer gestor. É necessário transparência e respeito com os colegas, ainda mais se levarmos em conta que pagamos a anuidade mais cara do Nordeste. A OAB urge transparência!!!

Blog do Primo – Alana, já que hoje existem duas chapas de oposição, o que a levou buscar o apoio junto a Dr. Aldo Medeiros?

As propostas de campanha do Dr. Aldo Medeiros, me chamaram bastante atenção, pois ele bateu nos pontos mais críticos para nossa classe, com propostas de efetiva mudança. Fui procurada pelo grupo de Dr. Aldo e pude conhecer mais de perto seu plano de governo, coerente e realista, o que muito se assemelha com o que meu grupo busca hoje. Uma das propostas que mais me chamou atenção, foi com relação as políticas de interiorização da AOB, tudo isso aliado a uma postura humilde de um advogado também militante e com raízes

Blog do Primo – Quais serão suas principais reivindicações junto a gestão da OAB Estadual?

Independentemente de quem será o próximo gestor, que espero que seja Doutor Aldo Medeiros (risos), assumirei uma postura de cobrança. Pois, avoquei para mim essa responsabilidade junto aos colegas do Agreste, que estão me dando um voto de confiança. Quero uma OAB presente no interior do estado, que nos represente efetivamente, e não apenas em fotos nas redes sociais.

 Blog do Primo – Para finalizar, dra, qual mensagem a senhora deixa para os advogados que ainda estão indecisos com relação ao pleito da subseção Goianinha e ao pleito da OAB estadual.

Queridos colegas, peço aos doutores que analisem verdadeiramente cada plano de governo e comparem. A atual gestão teve 3 (três) anos para mostrar trabalho e sinceramente não atendeu as expectativas do advogados do estado. Foram 3 (três) anos de uma postura inerte e totalmente aquém do que esperávamos, o mesmo digo em relação a subseção de Goianinha, que ao longo desses anos não conseguiu interiorizar efetivamente a OAB. Com relação as chapas de oposição da estadual, me sinto muito à vontade para falar da chapa ATITUDE OAB, pois é isso que precisamos mais do que nunca, Atitude. Dr Aldo e dra. Rossana, representam mudança, trabalho, militância e Atitude. Por isso peço aos colegas, que anseiam por uma OAB mais presente esses votos de confiança na chapa 22, “Mudança pela Ordem” e chapa 30 “Atitude OAB”.