Jornalistas são detidos por 2 horas após entrevistar Maduro

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, no Palácio Miraflores em Caracas 28/01/2019 Palácio Miraflores/Divulgação via ReutersCARACAS – Uma equipe de seis jornalistas da emissora americana Univision foi liberada nesta segunda-feira, 25, após passar cerca de duas horas e meia retida no Palácio Presidencial de Miraflores, em Caracas, onde realizava uma entrevista com o presidente Nicolás Maduro. A informação foi confirmada pelo repórter, Jorge Ramos, que liderava o grupo.

“Estivemos detidos, não há outra palavra, por mais de duas horas no Palácio de Miraflores”, disse Ramos. Após a liberação, os jornalistas da Univision – uma das principais empresas de notícias sobre a América Latina dos EUA – voltaram a hotel onde estão hospedados, em Caracas.

Além de Jorge Ramos, ficaram presos na sede do governo venezuelano os jornalistas María Martínez, Claudia Rendón, Juan Carlos Guzmán, Martín Guzmán e Francisco Urreiztieta.

O problema teria acontecido quando Ramos mostrou para Maduro um vídeo com jovens comendo lixo. O conteúdo teria irritado o presidente venezuelano, que “parou a entrevista e foi embora”.

TERRA

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *