“É uma barbaridade”, disse Temer a jornalista ao ser preso

Temer e Eduardo Cunha (Arquivo)

Durante a prisão na manhã desta quinta-feira (21), Michel Temer (MDB) recebeu uma ligação do jornalista Kennedy Alencar. Na companhia de policiais federais, Temer teria dito: “É uma barbaridade”.

Leia também: Michel Temer é preso três meses após deixar o poder

Temer disse ao jornalista que era um mandado de prisão preventiva assinado pelo juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, e que estava indo para o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Desde quarta-feira (20), a Polícia Federal (PF) tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *