Governo indica nomes para gerir fundo de R$ 32 bilhões

POR GUILHERME AMADO

O governo alterou hoje a composição de seus representantes no poderoso Comitê de Investimento do FI-FGTS, que foi um dos principais objetos de cobiça de Eduardo Cunha, Lúcio Funaro e outros emedebistas atualmente presos. Em junho do ano passado, o FI-FGTS tinha R$ 31,8 bilhões em sua carteira de investimentos.

Agora, serão três representantes do Ministério da Economia, um do Desenvolvimento Regional, outro do Ministério da Infraestrutura e um da Caixa Econômica Federal

Eis os nomes:

Do Ministério da Economia irão Fábio Pifano Pontes, Júlio César Costa Pinto e Bruno Nunes Sad. O suplente será Rui Pires da Silva.

Do Desenvolvimento Regional, Luciano Oliva Patrício e, como suplente, Ethel Airton Capuano.

O Ministério da Infraestrutura levará Viviane Esse e Euler José dos Santos, como suplente.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *