Arquivo diários:07/06/2019

Saques da poupança em maio superam depósitos

Após os saques líquidos de R$ 2,877 bilhões abril, os brasileiros voltaram a retirar dinheiro da poupança em maio. Dados do Banco Central mostraram que, no mês passado, R$ 718,718 milhões líquidos saíram na caderneta poupança. Em maio de 2018, foram registrados depósitos líquidos de R$ 2,405 bilhões. No mês passado, foram R$ 204,305 bilhões em saques, contra R$ 203,586 bilhões em depósitos. Considerando os rendimentos de R$ 2,987 bilhões na poupança em maio, o saldo global da caderneta chegou aos R$ 795,160 bilhões.

No acumulado de 2019, as retiradas líquidas da poupança somaram R$ 16,997 bilhões. O montante é resultado de saques de R$ 980,894 bilhões contra depósitos de R$ 963,897 bilhões. Em função da crise econômica, a caderneta registrou saídas líquidas em 2015 e 2016, mas iniciou um processo de recuperação no ano seguinte.

Instituições se reúnem para lançar Campanha RN Criança

No dia em que o mundo se une para refletir sobre a luta contra o trabalho infantil, o Rio Grande do Norte abraçará uma causa ainda maior. Um conjunto de instituições se reunirá no próximo dia 12 de junho para o lançamento da campanha RN Criança+10, em audiência pública a ser realizada no auditório da Assembleia Legislativa, a partir das 14 horas.

O encontro trará para o debate os cinco temas propostos pela campanha que vai desde a luta contra o assassinato de crianças e jovens, combate ao trabalho infantil e exploração sexual, além do crescente número de crianças e jovens em situação de rua e a importância da imunização para garantia da saúde para esse público.

Além de integrantes do Instituto Brasileiro de Estudos, Pesquisa e Inovação Social (Ibepis), Frente Parlamentar Estadual, Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil (Foca), estarão presentes representantes da Arquidiocese de Natal, do Estado, Municípios, Câmara Municipal, Ministério Público, Organizações Não-Governamentais e outras diversas instituições ligadas à de proteção e garantia de direitos no estado.

A presidente do Ibepis, Dilma Felizardo, destaca a importância da união de esforços das várias instituições envolvidas na defesa e garantia de direitos do público infanto-juvenil em favor de mecanismos eficazes para preservar um futuro digno para crianças e adolescentes.

“Com tantos retrocessos em direitos sociais, reunir essas importantes instituições é fundamental para mostrar que a sociedade civil organizada não permitirá ou se calará diante da violação de tantos direitos básicos de crianças e adolescentes. Por isso, temas tão sensíveis e fundamentais precisam ser debatidos e resultar em soluções para o fortalecimento da rede de proteção daqueles que são o futuro de nossa sociedade”, afirmou Dilma Felizardo.

 

Governadora Fátima Bezerra anuncia calendário de pagamento da folha de junho

Pagamento do mês adiantado

O pagamento do mês de junho dos servidores públicos do Estado será feito nos dias 17 e 28, mantendo o compromisso do Governo do RN de pagar o salário dentro do mês trabalhado. Conforme ficou decidido na reunião com o Fórum de Servidores nesta sexta-feira (07), dia 17 será feito o pagamento integral do salário a quem ganha até R$ 4 mil e 30% do salário de quem recebe acima desse valor.

“Mas até segunda-feira a gente pode subir esse limite até R$ 5 mil dependendo dos recursos que vão entrar até lá”, explicou o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. Dia 28 será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 4 mil e os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e da Educação.

Essas datas e valores foram fruto do acordo entre o Governo do Estado e as entidades representativas dos servidores durante reunião realizada no Gabinete Civil com os secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Aldemir Freire (Planejamento), Carlos Eduardo Xavier (Tributação) e o subsecretário de Recursos Humanos, Ediran Teixeira.

No final de junho também será pago o restante do décimo terceiro salário de 2017. No dia 31 de maio foi quitado o décimo terceiro de 2017 aos servidores estaduais que tinham até R$ 12 mil líquido a receber, atendendo a 6.378 beneficiários (85,3% do total), no valor de R$ 15,6 milhões. No dia 28 deste mês será a vez dos servidores que têm a receber acima de R$ 12 mil líquido, atendendo a 1.096 beneficiários (14,3%), num desembolso de R$ 14,61 milhões.

Todos esses servidores são aposentados e pensionistas e já tinham recebido uma parcela de R$ 5 mil. Isso porque ano passado o Governo do Estado iniciou o pagamento escalonado do décimo terceiro de 2017, mas não concluiu a folha, deixando pendentes R$ 30,23 milhões.

IGUALDADE DE GÊNERO: Justiça do Maranhão muda horários para ver Copa de Futebol Feminino

O Poder Judiciário do Maranhão terá horário de funcionamento alterado nos dias de jogos da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, que irá ocorrer na França, no período de 7 de junho a 7 de julho.

Brasil joga nos dias 9, 13 e 18 de junho. CBF

A iniciativa do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Joaquim Figueiredo, considerou as medidas adotadas na modalidade masculina do evento, em 2018, bem como iniciativas e medidas institucionais que fomentam a igualdade de gênero.

A resolução aprovada estabelece, em seu artigo 1º, que o horário de funcionamento do Poder Judiciário na primeira fase dos jogos da Seleção Brasileira terá um intervalo de duas horas – durante o jogo –, quando a partida iniciar antes das 16 horas, retornando normalmente o expediente depois desse intervalo. Quando o jogo iniciar a partir de 16h, haverá suspensão do expediente às 15h.

O parágrafo único desse artigo informa que os prazos processuais que vencerem nos dias em que houver a suspensão do expediente ficam prorrogados para o primeiro dia útil seguinte. As horas não trabalhadas em razão dos jogos serão compensadas à razão de uma hora por dia.

O plantão judiciário de 1º e 2º graus funcionará em seu horário normal e os telefones estarão disponíveis no site do Poder Judiciário estadual.

Primeira fase
A Seleção Brasileira de futebol feminino realizará três jogos na primeira fase da competição. No dia 9 de junho não será necessária a aplicação da resolução, por ser domingo. Nesta data, o Brasil enfrentará a Jamaica, às 10h30 (horário de Brasília).

No dia 13 de junho, uma quinta-feira, a partida está marcada para ter início às 13h, quando haverá suspensão do expediente por duas horas, apenas durante a disputa. Já na terça-feira, dia 18 de junho, o jogo ocorrerá às 16h, sendo então o expediente suspenso às 15h.

Globo sofre várias derrotas na cobertura do escândalo Neymar

Emissora que já teve o jogador como seu contratado foi superada por concorrentes e ‘traída’ por um de seus mais antigos repórteres
  • Jeff Benício
Jeff Benício

O caso midiático protagonizado por Neymar Jr. e Najila Trindade virou novela.

A trama fica mais complicada a cada dia com a revelação de novos detalhes e o surgimento de mais personagens.

A Globo tem realizado uma cobertura burocrática, sem informações exclusivas.

William Bonner e Renata Vasconcellos, âncoras do Jornal Nacional: a Globo tem sido ‘furada’ pelos canais rivais na cobertura do caso
William Bonner e Renata Vasconcellos, âncoras do Jornal Nacional: a Globo tem sido ‘furada’ pelos canais rivais na cobertura do caso

Foto: Facebook / Reprodução

Aliás, a cúpula da emissora foi surpreendida ao descobrir, por Neymar pai, que o repórter veterano Mauro Naves já sabia das acusações contra o jogador antes de o escândalo estourar.

Foi o jornalista, funcionário do canal desde 1987, quem passou os telefones do patriarca da família Santos ao primeiro advogado da suposta vítima.

Sentindo-se ‘traída’, a direção da Globo decidiu afastar temporariamente Naves da cobertura esportiva. Ficará na geladeira por não ter informado o que sabia à emissora.

Mauro não cometeu exatamente um erro. Não há nada de mais em fornecer um número de celular. O problema é ter omitido o que apurava a quem paga seu salário.

Por mais secreta que seja a informação, todo jornalista precisa sempre compartilhá-la com os superiores a fim de preparar o campo para uma possível cobertura ostensiva.

O choque de realidade produzido pelo envolvimento indireto de Mauro Naves pode fazer a Globo rever a abordagem do caso daqui em diante.

A emissora líder em audiência ainda não exibiu entrevista com Najila Trindade, a modelo que afirma ter sido agredida e estuprada por Neymar em Paris, nem conseguiu gravar com o astro do Paris Saint-Germain.

Em relação à suposta vítima, a exclusividade coube a um ex-global, Roberto Cabrini.

Uma prévia da entrevista conduzida por ele foi ao ar na edição de quarta-feira (5) do SBT Brasil. A conversa de 12 minutos rendeu pico de 10 pontos no Ibope e o vídeo ultrapassa 2 milhões de visualizações no YouTube.

A íntegra será vista na próxima segunda-feira (10), a partir das 23h45, no Conexão Repórter.

Thais Furlan, repórter da RecordTV, também conseguiu falar com Najila. O material exclusivo fez parte do Jornal da Record de ontem.

Ou seja, as duas maiores concorrentes da Globo conseguiram entrevistar a personagem mais importante do momento no jornalismo brasileiro.

Enquanto isso, no Jornal Nacional, a única novidade foi a reprimenda direcionada a Mauro Naves.

Há algo de estranho no telejornalismo do canal mais poderoso do País.

Apesar de Neymar Jr. ter sido contratado da Globo para entrevistas exclusivas durante a Copa de 2014, a relação do jogador com a empresa está abalada. Ele se ressente de críticas recebidas durante transmissões de jogos.

Para defender o filho, Neymar pai falou primeiramente ao Aqui na Band, programa matinal comandado por Silvia Poppovic e Luis Ernesto Lacombe. A entrevista ao vivo gerou relevante repercussão na imprensa.

Caso não queria continuar na lanterna da cobertura do caso, a Globo terá que se mexer – e rápido.

Bolsonaro sobre caso Neymar: ‘O que ela fez atravessando o Atlântico?’

Em Buenos Aires, presidente também comentou eleições argentinas, fazendo endosso explícito à reeleição de Mauricio Macri.
Camilla Veras Mota – Enviada da BBC News Brasil a Buenos Aires (Argentina)

O presidente Jair Bolsonaro comentou durante sua visita a Buenos Aires a acusação de estupro contra o jogador Neymar.

Na Argentina, presidente comentou acusação de estupro contra Neymar
Na Argentina, presidente comentou acusação de estupro contra Neymar

Foto: Amilcar Orfali/Getty Images / BBC News Brasil

Questionado por jornalistas se acreditava que o atleta era inocente, ele respondeu: “Pelo que eu vi até agora é, né?”, afirmou logo após almoço com o presidente argentino, Mauricio Macri.

“Peraí, se você analisar o contexto ali, o que que ela fez atravessando o Atlântico, né? Ela falou, eu vi no Cabrini (Roberto Cabrini, jornalista do SBT) parte da entrevista, ela dizendo que foi lá pra fazer… fazer amor com ele”, acrescentou, referindo-se à modelo Najila Trindade Mendes, que fez a denúncia.

Ao comentário de que o jogador não teria sido “muito amoroso” com Najila, o presidente afirmou: “Eu não sei, não tava no quarto”.

Sobre o encontro com o jogador na noite de quarta-feira, no amistoso entre Brasil e Catar, Bolsonaro disse ter conversado “amenidades”.

“É um jovem garoto. Tenho filhos mais novos e mais velhos que ele. Gosto do pai dele”, emendou.

Entidade feminista expulsa advogada que aceitou defender Neymar

A seção brasileira do Cladem (Comitê da América Latina e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher) expulsou de seus quadros a advogada Maíra Fernandes, contratada para defender Neymar, registra Ancelmo Gois.

A OAB protestou contra a decisão do comitê e argumentou que, numa democracia, todos têm direito a defesa e a um advogado.

Em seu Facebook, Maíra disse ter sido procurada por Davi Tangerino e Salo de Carvalho, advogados do jogador e, segundo ela, “muito próximos da causa feminista”. Afirmou ter lido os autos e se convencido de que é uma “falsa acusação de estupro”.