Arquivo diários:04/07/2019

Mulher ataca Neymar em banheiro; jogador recorre a segurança

Neymar passou por maus bocados durante a festa do jogador de vôlei Bruninho, na última segunda-feira (1). O craque foi atacado por uma mulher enquanto estava no banheiro, e teve que recorrer a um segurança para ajudá-lo. De acordo com o jornal “O Dia”, o guarda-costas teve que escoltar o atacante do Paris Saint Germain para que a moça não tentasse entrar no local novamente. No aniversário do amigo, o atleta teve a companhia de Luciano Huck, Rafael Zulu e Gabriel Medina. O grupo posou para uma foto junto. “Amo vocês, meus amigos”, escreveu o famoso em sua rede social.

Cabral admite que comprou votos para Olimpíada no Rio

Ex-governador do Rio de Janeiro afirmou que ex-presidente do COB, Nuzman, o indicou como intermediador da negociação
O ex-governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral admitiu envolvimento na compra de votos da Olimpíada Rio-2016. Nesta quinta-feira, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, Cabral afirmou que o ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, indicou o presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Lamine Diack, para que ele intermediasse a compra de votos para trazer a Olimpíada para o Rio.

Segundo Cabral, houve ligação com um ex-diretor de operações do Rio-2016 com Lamine Diack e o filho dele Papa Diack, que serão interrogados no país em que residem. Com a proposta, o Rio ganharia de 5 a 6 votos pelo custo de 1 milhão e meio de dólares (na cotação atual seria aproximadamente R$ 6 milhões).

Cabral pretende colaborar com as investigações da Operação da Lava-Jato (Foto: Reprodução)
Cabral pretende colaborar com as investigações da Operação da Lava-Jato (Foto: Reprodução)
Foto: LANCE!

“Eu não sabia qual seria a repercussão de um núcleo europeizado muito forte [na votação]. Nessa natureza, o Nuzman vira pra mim e me fala: ‘Sérgio, quero te abrir que o presidente da IAAF, lamine Diack, ele é uma pessoa que se abre pra vantagens indevidas”, contou ao depoimento.

Além disso, o ex-governador perguntou a Nuzman de onde viriam os votos e como garantiriam a vitória. Segundo Cabral, o ex-presidente do COB teria respondido que viriam de membros africanos do comitê e de representantes do atletismo. Ainda de acordo com o ex-governador, entre os votos comprados está o do nadador Alexander Popov, quatro vezes medalhista olímpico.

Cabral também revelou que o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (hoje no DEM, na época no MDB) e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Michel Temer (MDB) sabiam na negociação.

Vale lembrar que além de Sérgio Cabral, o empresário Arthur Soares Filho (o Rei Arthur) e ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Carlos Arthur Nuzman, foram denunciados por corrupção devido à suspeita de compra de votos.

Segundo a MPF, Cabral, Nuzman e Gryner solicitaram diretamente a Arthur o pagamento de US$ 2 milhões para Papa Diack, que garantiria os votos para o Rio de Janeiro sediar os Jogos Olímpicos.

Postulante violino no Quinto Constitucional do TRT 21°

Apesar do altíssima nível do debate e dos candidatos à vaga do Quinto Constitucional aberta no TRT da 21° Região existe alguém que está postulando a indicação com uma sabedoria fantástica.

Essa pessoa está desempenhando a estratégia “violino”, ou seja, aqui no RN ela aparece como simpatizante da esquerda para obter os votos dos advogados e advogadas progressistas na lista sêxtupla,  mas em Brasília aparece como uma pessoa da linha dura da direita. Aqui no RN essa pessoa chama os colegas de “camaradas e companheiros(a), em Brasília bate continência para o deputado general  Girão.

Postulante violino é a pessoa que pega com a mão esquerda e toca com a mão direita.

A galera do Palácio do Planalto já tomou conhecimento da esperteza.. A candidatura prosperando aqui no RN, certamente será vetada no Palácio do Planalto..

Presidente do PTB do RN revela que Cição Bandido poderá ser candidato a prefeito Caicó pelo partido

Entrevista concedida na quarta-feira (4)

O presidente do Diretório Regional do PTB do RN, empresário Getúlio Batista, ao ser entrevistado no Programa Agora é a Hora, apresentado por Renato Dantas com as participações do advogado Fábio Holanda e do jornalista Jalmir Oliveira(Fala Mansa), revelou que o ativista político e agropecuarista Cição Bandido poderá ser candidato a prefeito de Caicó pela legenda que ele preside no RN.

Cição Bandido

Foto mostra cocaína apreendida em mala com militar brasileiro no avião da Presidência da República

Mala com 37 pacotes de cocaína apreendida com militar brasileiro, em Sevilha, Espanha Mala com 37 pacotes de cocaína apreendida com militar brasileiro, em Sevilha, Espanha – Jornal El Pais

Mala com 37 pacotes de cocaína apreendida com militar brasileiro, em Sevilha, Espanha – Jornal El Pais

Os 39 kg de cocaína apreendidos no aeroporto de Sevilha, na Espanha, com um militar da Aeronáutica brasileira, eram transportados sem nenhum tipo de disfarce, de acordo com foto obtida pelo jornal El País.

FOLHARES

Acordo Mercosul-UE não é conquista apenas deste governo, diz deputado

CONJUR

Ao comemorar a assinatura do acordo de livre-comércio entre a União Europeia e o Mercosul, depois de mais de 20 anos de negociações, o vice-presidente da Câmara, deputado Marcos Pereira (PRB-SP), enfatizou que o compromisso político firmado no governo Bolsonaro é uma conquista de todos os últimos governos, inclusive do atual.

“Afirmações do tipo ‘fizemos em quatro meses o que não fizeram em 20 anos’ são apenas retórica política e não correspondem à verdade. Um acordo desta magnitude não seria (e não foi) realizado em tão pouco tempo. Parabenizo o atual governo por ter chegado à conclusão, mas não posso deixar que apaguem a história, sobretudo pelo trabalho dos técnicos negociadores não só do Brasil, mas da Argentina, Paraguai e Uruguai. Foram muitas e muitas rodadas de negociação e noites sem dormir para que um acordo bom para ambos os blocos fosse possível”, afirmou Pereira, que também é presidente do PRB.

O deputado ainda destacou sua atuação e disse que foi o responsável por retomar as negociações em 2016, quando comandou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços durante o governo Temer.

“A lição que fica é a seguinte: no republicanismo, assuntos de Estado devem perpassar governos e interesses partidários e ideológicos em nome do interesse público. O Brasil não começou em 1º de janeiro de 2019. Há muita coisa boa iniciada em governos anteriores que merece não apenas continuidade, mas aperfeiçoamento. É preciso sobriedade, equilíbrio e respeito no trato da coisa pública”, afirmou.

Livre-comércio
Conforme o acordo, os países do Mercosul e da União Europeia formarão uma das maiores áreas de livre-comércio do planeta. Juntos, os dois blocos representam cerca de 25% da economia mundial e um mercado de 780 milhões de pessoas.

O acordo de livre-comércio, assinado na última sexta-feira (28/6), eliminará as tarifas de importação para mais de 90% dos produtos comercializados entre os dois blocos. Para os produtos que não terão as tarifas eliminadas, serão aplicadas cotas preferenciais de importação com tarifas reduzidas. O processo de eliminação de tarifas varia de acordo com cada produto e deve levar até 15 anos, contados da entrada em vigor da parceria intercontinental.

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o acordo reduz, por exemplo, de 17% para zero as tarifas de importação de produtos brasileiros como calçados e aumenta a competitividade de bens industriais em setores como têxtil, químicos, autopeças, madeireiro e aeronáutico. Um estudo da confederação aponta que, dos 1.101 produtos que o Brasil tem condições de exportar para a União Europeia, 68% enfrentam tarifas de importação.

Com a abertura do mercado europeu para produtos agropecuários brasileiros, que são altamente competitivos, mais investimentos devem ser aplicados na própria indústria nacional, já que dados do setor mostram que o agronegócio consome R$ 300 milhões em bens industrializados no Brasil para cada R$ 1 bilhão exportado.

Para os países do Mercosul, bloco formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai (e Venezuela, que está suspensa), o acordo prevê um período de mais de uma década de redução de tarifas para produtos mais sensíveis à competitividade da indústria europeia. No caso europeu, a maior parte do imposto de importação será zerada tão logo o tratado entre em vigor.

Estimativas do Ministério da Economia indicam que o acordo representará um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de US$ 87,5 bilhões em 15 anos, podendo alcançar até US$ 125 bilhões se forem considerados a redução das barreiras não tarifárias e o incremento esperado na produtividade. O aumento de investimentos no Brasil, no mesmo período, será da ordem de US$ 113 bilhões. Com relação ao comércio bilateral, as exportações brasileiras para a União Europeia apresentarão quase US$ 100 bilhões de ganhos até 2035.

Árbitra Fernanda Colombo recebe proposta indecente

Crédito: Reprodução/Instagram

Fernanda Colombo, árbitra brasileira, usou as redes sociais para lamentar uma proposta indecente que recebeu por e-mail. Na mensagem, ela mostra que um homem lhe ofereceu um cachê de R$ 7 mil para que ela tenha encontro com seus clientes, que eles teriam entre 30 e 40 anos e que não seriam “velhos, gordos e estranhos”.

“Lamentável! Receber esse e-mail me fez sentir um lixo. Quero somente trabalhar com o que eu amo, que é futebol e jornalismo. Infelizmente esse ainda é o mundo real”, escreveu Fernanda na legenda da publicação.

Nos comentários, a árbitra recebeu mensagens de apoio de várias amigas. “Que triste isso, Fe! Mas não deixe de abater. Estamos juntas”, escreveu Bárbara Coelho, apresentadora da Globo. “Que bosta! Por essas e outras precisamos sempre lutar pelo nosso lugar e pela nossa vida… Não somos pedaço de carne vendido em açougue. Força, lindona. Você é muito grande!”, disse Ana Thais Matos, comentarista do SporTV.

Antônio Fagundes critica falta apoio de Bolsonaro ao teatro

O ator Antonio Fagundes

Antônio Fagundes está preocupado com o futuro cultural do país. Em uma coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (3), o veterano criticou indiretamente a falta de apoio do governo de Jair Bolsonaro às produções

É terrível esse momento de desmanche que estamos passando. Vemos museus e pinacotecas ameaçados com corte de verba”, disse o famoso.

E continuou: “Quando falamos de cultura sempre pensamos no teatro, cinema, mas não é só isso. Tem circo, dança, música, o patrimônio histórico. Estamos vendo museus pegando fogo e nada sendo feito para que sejam reconstruídos”.

Apesar de ter afirmado nunca ter recebido financiamento público, o artista ressaltou a importância desse dinheiro a projetos pequenos. “O governo tem obrigação, sim, de investir em cultura. Tem algumas coisas que, se governo não patrocinar, ajudar, subsidiar, não vão para a frente. Se não fosse patrocínio, não teríamos Da Vinci, Michelangelo, Bethoven e grandes obras que foram subsidiadas”, finalizou.

Samsung diz que em cinco anos ninguém mais usará smartphones

Segundo a Samsung, os smartphones estão em vias de se tornarem algo obsoleto. De acordo com o chefe de design da sul-coreana, Kang Yun-Je, a fabricante chegou ao limite da inovação dos celulares quando desenvolveu o Galaxy Fold e agora deve focar em outros tipos de produtos para continuar empregando inovações no mercado tecnológico. As informações são do Portal Canaltech.

“O design dos smartphones chegou ao seu limite, é por isso que estamos desenvolvendo um smartphone de tela dobrável”, comentou o designer. “Mas nós também estamos nos concentrando em outros dispositivos que estão começando a trazer um impacto mais amplo para o mercado, como fones de ouvido inteligentes e smartwatches. Em mais ou menos cinco anos, as pessoas não vão nem se dar conta de que estão ‘vestindo telas’. Será tudo intuitivo”.

O CEO da Samsung, DJ Koh, faz eco à percepção de que os smartphones estão prestes a se tornarem uma tecnologia ultrapassada, dizendo que novidades como inteligência artificial, internet das coisas e o 5G estão trazendo uma nova era ao mercado: “O últimos 10 anos foram a era do smartphone. Deste ano em diante, talvez uma nova era esteja chegando, devido a essas tecnologias se misturando e agindo juntas. A nova era está à nossa frente”.

Continue lendo Samsung diz que em cinco anos ninguém mais usará smartphones

RN recebe dois milhões em equipamentos para Segurança

Coronel Araujo tem sido destacado pela competência no secretariado da governadora Fátima Bezerra

­Na tarde desta quarta-feira (03), em cerimônia realizada em Brasília, no Distrito Federal, com a presença do vice-presidente da República, General Mourão, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o Rio Grande do Norte recebeu, por meio do Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Coronel Francisco Araújo e do Comandante Geral da PM, Coronel Alarico, cerca de dois milhões de reais em equipamentos para a Polícia Militar.

Na ocasião, os 26 estados e o Distrito Federal receberam equipamentos oriundos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Ao Rio Grande do Norte foram entregues cinco viaturas, sendo três pick ups e dois micro-ônibus, 36 armas e 20.273 munições letais, 193 armas e 3.536 munições não letais, além de equipamentos tecnológicos e de proteção individual.

“O apoio do Governo Federal é importante para manutenção das nossas estruturas de segurança pública. Além desse legado, estamos no processo de aquisição dos equipamentos vinculados aos 80 milhões e trabalhando também na destinação dos 40 milhões de emendas parlamentares”, explicou o secretário, coronel Francisco Araújo.