Arquivo diários:09/09/2019

Em foto com o pai no hospital, Eduardo Bolsonaro posa com pistola na cintura

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou nesta segunda-feira (9) em seu Instagram uma imagem em que aparece ao lado do pai, o presidente Jair Bolsonaro, que está internado em um hospital de São Paulo para se recuperar de uma cirurgia de correção de hérnia.

Mas o que chamou a atenção na imagem foi a pistola Glock de cor preta que aparece na cintura de Eduardo.

“Tudo bem com Jair Bolsonaro. Mais uma vez agradecemos a equipe médica que realizou a cirurgia e todos que oraram, rezaram ou de alguma maneira enviaram energias positivas. Deu certo”, escreveu o deputado em sua legenda do Instagram.

SEM PROVAS: Fachin arquiva inquérito contra Renan Calheiros e Jader Barbalho

Por Gabriela Coelho

Houve o esgotamento das diligências investigativas viáveis sem que se tenham produzidos indícios confirmatórios dos fatos. Com isso, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento do inquérito que investigava os senadores emedebistas Renan Calheiros (AL) e Jader Barbalho (PA), além do ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau. A decisão é da última sexta-feira (6/9).

Fachin arquiva inquérito contra Renan calheiros e Jader Barbalho
Carlos Humberto/SCO/STF

Na decisão, Fachin atendeu a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que não identificou indícios suficientes para manter a apuração sobre o caso.

Segundo o ministro, houve “considerável lapso temporal sob a responsabilidade do Ministério Público Federal”, ou seja, que a Procuradoria passou quase quatro anos com o inquérito.

“Entretanto, sempre que a Procuradoria pede o arquivamento, cabe ao Supremo atender. É pacífico o entendimento jurisprudencial desta Corte, considerando obrigatório o deferimento da pretensão, independentemente da análise das razões invocadas”, diz.

Em documento enviado ao Supremo, a PGR afirma que há “inexistência de elementos de informação aptos a conferir justa causa a eventual imputação de crimes aos investigados”.

Em nota, o advogado de defesa de Renan, Luís Henrique Machado, afirma que o senador sempre esteve à disposição do Ministério Público e da Polícia Federal procurando esclarecer os fatos atinentes à investigação. “Essa postura proativa do senador tem sido determinante para revelar a verdade real dos fatos e sanar dúvidas sobre qualquer acusação indevida em relação à sua pessoa”, disse.

Caso
O caso analisado se refere ao suposto pagamento de vantagem indevida a parlamentares como contrapartida ao apoio político necessário para a manutenção de Nestor Cerveró no cargo de diretor internacional da Petrobras, cujos valores foram obtidos no contrato da construção dos navios sonda Petrobras 10.000 e Vitoria 10.000, firmado pela sociedade de economia mista com a Samsung Heavy Industries

Com apoio da Prefeitura de Natal, campeonato de Crossfit, reunirá cerca de 1.500 pessoas no início de outubro na capital potiguar

Com apoio da Prefeitura de Natal, está confirmado para o início do próximo mês de outubro o campeonato de Crossfit “III QG GAMES”, que será realizado na capital potiguar. O evento esportivo, que pretende reunir cerca de 1.500 pessoas, entre atletas, praticantes e simpatizantes, acontecerá no dia 05 de outubro no Palácio dos Esportes e dia 06 na Praça Cívica de Natal. Os atletas vencedores terão direito a premiações.

O Crossfit é um esporte que conquista cada vez mais adeptos e simpatizantes em Natal e em todo o Brasil.

Organizado pelo Box QG 84, que conta com duas sedes, uma em Petrópolis e outra em Cidade Verde, o campeonato tem como objetivo divulgar a modalidade esportiva e incentivar pessoas sedentárias a praticar esportes. “Nossa intenção é fazer com que as pessoas vejam e acreditem que o Crossfit é para todos, sendo muito mais que um esporte, e sim um estilo de vida”, afirma Luis Fellipe, sócio e idealizador do evento.

Para participar basta ser praticante da modalidade e realizar a inscrição, que está disponível para as três categorias do Crossfit – a “Scaled”, a “Intermediário” e a “RX”, sendo as duas últimas abertas ao público geral. Já a “Scaled” tem inscrição restrita apenas para os alunos e atletas do Box QG 84 e Box QG 84 Petrópolis.

As inscrições podem ser feitas através do Instagram @boxqg84.petropolis e @boxqg84, ou por meio do telefone (84) 9. 8177-6725, também disponível para informações.

Mancha escura aparece nas areias de praias do Rio Grande do Norte

Um material escuro tem sido visto nos últimos dias por quem frequenta algumas praias do litoral do Rio Grande do Norte. Essa substância de cor preta tem tomado parte do trecho de areia dessas praias.

A Marinha do Brasil, através da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN), informou nesta segunda-feira (9) que foi notificada do aparecimento dessas manchas no sábado passado (7) nas praias da Via Costeira, em Natal, na praia de Muriú, em Extremoz, além de Barra de Maxaranguape, no município de Maxaranguape.

Segundo a Capitania dos Portos, equipes da Inspeção Naval foram até as praias e constataram “a concentração de uma substância de cor preta na areia das praias”. “Foram colhidas amostras do material, que serão encaminhadas para análise”, diz a nota da Marinha. A partir daí é que haverá uma definição do material.

Vice-presidente Mourão visita Bolsonaro no hospital

FOTO: REUTERS/Rahel Patrasso/Direitos reservado

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, visitou o presidente Jair Bolsonaro no início da tarde de hoje (9) no Hospital Vila Nova Star, na capital paulista. Bolsonaro deu entrada no hospital na noite de sábado (7) e foi submetido a uma cirurgia no domingo (8). Mourão esteve com o presidente durante cerca de 15 minutos.

Bolsonaro, que se licenciou por cinco dias, deve reassumir o cargo ainda no hospital, mas somente após um período inicial de recuperação. Segundo a equipe médica, Bolsonaro deve permanecer internado por até 10 dias.

Em entrevista na manhã desta segunda-feira, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse que Bolsonaro, mesmo afastado do cargo, pretende participar das decisões de governo. “O presidente, é da natureza dele estar ativo o mais rápido possível. A evolução clínica tem sido muito positiva. Em razão dessa evolução, o presidente se mostra já disposto a reiniciar trabalhos de condução do Poder Executivo, ainda que, neste momento, nos tenhamos o vice-presidente da República chefiando o nosso governo”, ressaltou o porta-voz.

Rêgo Barros explicou que as decisões cabem legalmente a Mourão, que está oficialmente exercendo o cargo de presidente. No entanto, ressaltou o porta-voz, Bolsonaro continuará participando da condução dos assuntos do governo. “É claro que o presidente participa das decisões por meio das suas interlocuções com os vários ministros, inclusive com o próprio general Mourão”, enfatizou.

De acordo com o porta-voz, foi disponibilizada uma ala do hospital para a equipe da Presidência e para a família de Bolsonaro.

Cirurgia

A cirurgia a que o presidente se submeteu ontem foi para tratar de uma hérnia incisional decorrente da facada recebida durante a campanha eleitoral, em setembro do ano passado. Segundo o boletim médico divulgado nesta manhã, Bolsonaro está sem dor ou febre. Ele vai começar a fisioterapia motora, podendo sentar na poltrona e caminhar pelo quarto. Rêgo Barros disse que a movimentação é importante para que o presidente recupere as atividades intestinais. A alimentação, até o momento, está sendo feita por dieta líquida.

Agência Brasil

IPHONE 11? Tudo que se sabe sobre o próximo celular da Apple

A Apple anunciou no último dia 29 de agosto que fará um evento na sede da companhia em 10 de setembro, no qual se espera que a empresa revele a nova versão do iPhone – o convite enviado à imprensa americana tem teor misterioso, apenas com a frase “by innovation only” (pela inovação apenas, em tradução literal). Tradicionalmente, novos modelos do smartphone são revelados na primeira quinzena de setembro.

De acordo com o desenvolvedor brasileiro Guilherme Rambo, que já desvendou várias informações de lançamentos da Apple a partir de atualizações presentes no sistema iOS, uma série de três modelos novos deve substituir o iPhone XS, o iPhone XS Max e o iPhone XR, revelados em 2018. Segundo ele, uma das principais novidades dos modelos deste ano de iPhone, até o momento, será a câmera traseira tripla – isto é, um sistema de câmera com três lentes diferentes.

Confira tudo que já sabemos sobre o novo iPhone – que tem sido chamado por aí de iPhone 11, mas dificilmente receberá este nome

Quando será o lançamento do iPhone em 2019

A apresentação da nova família de aparelhos será feita em 10 de setembro na sede da Apple, em Cupertino, na Califórnia (EUA). O evento está previsto para começar às 14h, no horário de Brasília – e terá cobertura pela equipe do Link direto de São Paulo.

O convite enviado à imprensa americana no último dia 29 trazia a logo da Apple em cinco cores, as mesmas utilizadas na linha de computadores iMac. Além disso, o texto tinha uma frase misteriosa: ‘By innovation only’, ou ‘apenas pela inovação’ em tradução literal.

Quando começam as vendas do novo iPhone

O iPhone deve chegar às lojas dos Estados Unidos até o final deste mês – normalmente, as lojas começam a comercializar o smartphone duas semanas após o evento da Apple. Aqui no Brasil, o lançamento costuma ocorrer na primeira quinzena de novembro. Até o momento, não há anúncio oficial das vendas do novo aparelho.

Qual será o preço do novo iPhone

Até o momento, não há informação oficial de quanto deve custar cada modelo da família, mas previsões e relatórios de analistas da indústria apontam que os preços devem ficar entre US$ 750 e US$ 1100, para as versões com menor armazenamento – em 2018, na casa de 64 GB. Já os modelos de iPhone com mais espaço costumam ser mais caros.

Como vai ser a câmera do novo iPhone

O desenvolvedor Guilherme Rambo afirmou no site 9to5mac que a principal novidade dos sucessores do iPhone XS e iPhone XS Max será um trio de câmeras traseiras, sendo que uma delas terá lente grande angular de 12 megapixels da Sony. A ferramenta tem menor distância focal, ou seja, permite fotografar um quadro mais amplo sem que o usuário precise se afastar.

A grande angular suporta o recurso Smart Frame —ou moldura inteligente—, que permite ajustar enquadramento e corte após o registro da foto ou vídeo. De acordo com as informações de Rambo, a nova câmera é usada para capturar com alta qualidade todas as informações ao redor da área enquadrada, possibilitando que o usuário ajuste o enquadramento ou faça correções automáticas de perspectiva na imagem.

De acordo com o analista da TF International Securities Ming-Chi Kuo, uma das fontes mais confiáveis do mundo para previsões dos smartphones da Apple, as novas lentes devem ter “tecnologias de revestimento de lentes pretas”, que farão com que as lentes pareçam “imperceptíveis”.

Já a câmera frontal deve ser capaz de gravar em câmera lenta, a 120 frames por segundo. Além disso, a ferramenta terá 12 + 5 megapixels, contra as atuais lentes de 7 + 4 megapixels.

Como será o processador do novo iPhone

Ainda segundo Guilherme Rambo, os novos modelos do iPhone terão um chip de processamento A13, sucessor do A12 Bionic. De acordo com Ming-Chi Kuo, o iPhone de 2019 deve ser 12% mais rápido que seus antecessores em tarefas executadas individualmente. O desempenho multinúcleo, porém, seria praticamente o mesmo da série atual. O novo modelo teria sido submetido a testes na plataforma Geekbench e a previsão de Kuo foi publicada pelo site Cnet. Kuo afirma que o sucessor do XR terá ganhará 1 GB de memória RAM, chegando a 4GB.

Link/O Estado de S.Paulo

Governo do Estado lança editais de credenciamento do Programa do Leite

O Governo do Estado lançará nesta segunda-feira (09), às 14h, na Governadoria, o Edital de Credenciamento de Agricultores e Produtores de Leite e o Edital de Credenciamento de Entidades Socioassistenciais.

Os editais atendem, respectivamente, ao Programa Leite Potiguar, executado pela Sethas, e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Leite), executado pela Emater-RN.

Comarca de Nísia Floresta abre inscrições para entidades receberem recursos de penas pecuniárias

Vara Única da Comarca de Nísia Floresta abriu edital para a destinação de recursos financeiros, oriundos da aplicação de penas pecuniárias para entidades pública ou privada com finalidade social, previamente conveniada, ou para atividades de caráter essencial à segurança, educação e saúde. O montante disponibilizado é de R$ 22,5 mil. A previsão é de apoiar até seis projetos.

Para ver o edital clique aqui.

O período de inscrição será de 9 de setembrode 2019 a 8 de outubro de 2019, no horário de 09h às 14h. A inscrição para o referido cadastramento seráfeita na Secretaria da Vara Única da Comarca de Nísia Floresta, que funciona na Rua Terezinha Francelino Mendes, s/n, Conjunto Jessé Freire, Nísia Floresta.

Após ofensas a Brigitte Macron, chanceler francês diz que autoridades brasileiras estão promovendo ‘concurso de insultos’

O ministro francês das Relações Exteriores,  Jean-Yves Le Drian , denunciou neste domingo um “concurso de insultos” sobre Brigitte Macron, a mulher do presidente Emmanuel Macron, por parte das autoridades brasileiras. Durante entrevista a uma rádio, o chanceler criticou a maneira como o Brasil vem administrando suas relações internacionais.

— Minha opinião pessoal é que não se administram relações internacionais organizando, qualquer que seja o país, um concurso de insultos. Isso é o que está acontecendo — disse Le Drian em um programa da rádio Europe1.

Le Drian considerou os comentários em relação a Brigitte Macron “inaceitáveis” e “indignos”:

— A maneira como um funcionário brasileiro, um ministro ainda por cima, trata a sra. Macron é indigna, indigna para ela, para a França mas também para as mulheres, começando pelas brasileiras que protestaram contra esse tipo de declaração — disse o chanceler. — Infelizmente, noto uma persistência de palavras agressivas, insultuosas, que são inaceitáveis.

Na quinta-feira passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, se desculpou publicamente por ter dito que a mulher do presidente francês era “feia mesmo”. Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro retirou do Facebook, alegando que queria “evitar duplas interpretações”, um comentario a um meme em que um de seus seguidores comparava a aparência física de Brigitte Macron com uma imagem da primeira-dama brasileira, Michele Bolsonaro.

“Agora entende porque o Macron ataca o  Bolsonaro?”, dizia o comentário ao qual o presidente brasileiro respondeu: “Não humilha, cara. Kkkkkkkkkk”.

Macron qualificou esse comentário como “extraordinariamente desrespeitoso”, mas Bolsonaro negou que se trataria de uma ofensa. “Eu não pus essa foto da sua mulher”, alegou o presidente brasileiro. Os internautas brasileiros inundaram as redes sociais repudiando a atitude de Bolsonaro com a hashtag #DesculpaBrigitte.

A França e o Brasil vivem momentos de embate diplomático, após Macron classificar como uma “crise internacional” a proliferação de incêndios na Amazônia.

Cerca de um mês após a reunião do G20, Bolsonaro cancelou uma reunião que teria com  Le Drian em Brasília. Segundo o Itamaraty, o encontro teria sido cancelado por “problemas de agenda” do presidente da República, mas, na hora em que a reunião deveria acontecer, Bolsonaro estava cortando o cabelo, o que foi transmitido ao vivo pelas redes sociais presidenciais.

O presidente depois alegou que não se reuniu com o chanceler francês porque Le Drian teve encontros com representantes da oposição e de ONGs brasileiras, em sua maioria hostis à sua política ambiental. Alguns dias depois, Le Drian ironizou a “emergência capilar” do presidente brasileiro, em entrevista ao Journal du Dimanche:

— Todo mundo conhece as restrições que acompanham as agendas dos chefes de Estado. Então, obviamente, houve uma emergência capilar. Essa é uma preocupação que é estranha para mim —  declarou Le Drian, em uma referência irônica a sua calvície, em uma entrevista ao Journal du Dimanche.

O GLOBO

Léo Pinheiro diz que Rodrigo Maia apresentou emenda redigida pela OAS

Rodrigo Maia apresentou uma emenda parlamentar redigida pela OAS.

O relato, segundo O Globo, foi feito por Léo Pinheiro e engavetado por Raquel Dodge.

“O empreiteiro se referiu à emenda nº 6 da MP 652/2014 (…). A emenda proposta por Maia e feita pela empreiteira estabelecia que ‘qualquer aeroporto privado deverá ter isonomia de impostos e taxas com aeroportos concorrentes’, o que beneficiaria a OAS na exploração de aeroportos.”

Facção criminosa queria ‘parar o Brasil’

Foto: Globonews

Uma investigação do Ministério Público do Ceará (MPCE) descobriu que integrantes de uma facção pretendiam realizar ações criminosas no estado em represália à transferência de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como chefe máximo do grupo.

Marcola estava recolhido na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, em São Paulo, ao lado de outros integrantes da cúpula da facção criminosa, que tem atuação nacional. Ele foi transferido para a Penitenciária Federal de Porto Velho, em Roraima, em 13 de fevereiro deste ano, para cumprir a pena em Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), isolado de outros internos. Dois meses depois, foi enviado à Penitenciária Federal de Brasília, no Distrito Federal.

A transferência do número 1 do grupo fez com que faccionados de vários estados, inclusive do Ceará, planejassem ações criminosas.

O G1 obteve acesso a informações da Operação Jericó, deflagrada pelo MPCE no dia 15 de agosto para combater a atuação da facção criminosa.

Interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça mostraram que os investigados conversaram sobre a transferência de Marcola e a possibilidade de um “salve” da facção para que fossem realizadas ações para “parar o Brasil”.

Em um áudio, um suspeito afirma que a facção pediu a “sintonia” (adesão) de todos os membros no plano criminoso, que é necessário realizar um cadastro, e acrescenta que a organização visa a integridade dos “irmãos” (integrantes).

Mandados de prisão

A partir dessas e outras informações, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do MPCE, solicitou a prisão preventiva de 18 acusados, e a Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Ceará concedeu os mandados.

Entre os alvos da Operação, estavam chefes da facção no Ceará: Fábio Eugênio Lima Rodrigues; Francisco Zilvan Nunes da Silva; Francisco Yaggus Annemberg de Oliveira; David Gomes da Costa; Luan Trajano Rodrigues; Rodrigo Lima de Sousa; Guilherme Erick Sales dos Santos; e Antônio Carlito Rodrigues Paulino.

Os outros mandados de prisão se destinaram aos responsáveis por executar as ações criminosas: Geane Cleia Pereira Rodrigues; João Paulo Pereira Costa ; Antônio Magela Melo dos Santos; Francisco das Chagas Ribeiro dos Santos; Antônio Zaquiel Luso; Valney Morais de Souza; Maria Elisângela Gonçalves de Souza; Taiz Alves de Lima; João Silva Rodrigues; e Sebastião Camelo Leitão.

A quadrilha é suspeita de envolvimento com os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, comércio de armas de fogo, homicídios e ataques a agentes e prédios públicos na Capital, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e no interior do Ceará.

Integrantes presos

A maioria dos investigados na Operação Jericó já tinha passagens pela polícia. Fábio Eugênio, junto de um amigo, havia sido capturado pela Polícia Federal (PF) e pela Força Nacional por tráfico de drogas, em 26 de janeiro deste ano.

A abordagem aconteceu no Aeroporto Internacional de Fortaleza, quando a dupla desembarcou de São Paulo com 40 kg de maconha divididos em duas malas.

Guilherme Erick também já havia sido preso por tráfico de drogas, no bairro Bom Jardim, em uma investigação do 12º Distrito Policial, em fevereiro deste ano. Com o suspeito e um comparsa, os policiais apreenderam crack, cocaína e maconha. A dupla seria responsável por vender entorpecentes para outros membros da facção.

Francisco Yaggus foi o último integrante da quadrilha detido. Foragido desde a deflagração da operação do Ministério Público, ele foi localizado pela PF e pela Força Nacional no município de Pindoretama, na Grande Fortaleza, no último dia 23 de agosto. Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva, o suposto chefe da facção criminosa foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Chefe máximo

Marcola cumpre uma pena total de 330 anos de prisão. A transferência dele e de mais 21 membros da facção para presídios federais foi motivada pela descoberta de planos de fuga dos chefes do grupo criminoso e de assassinato do promotor de Justiça Lincoln Gakiya, que atua no combate à organização criminosa em São Paulo.

No Ceará, Marcola responde a um processo por um roubo, ocorrido no ano 2000. Cerca de R$ 1,4 milhão foi levado da empresa Nordeste Segurança de Valores (NSV), em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. A ação penal contra o chefe da facção ainda não foi julgada e está próxima de completar 20 anos e prescrever.

G1-CE