PF encerra inquérito da Lava Jato sem achar provas contra Renan Calheiros e filho

Foto: Reprodução/Redes sociais

A PF terminou a investigação de um dos inquéritos da delação da Odebrecht sem encontrar provas para incriminar Renan Calheiros e Renan Filho, informa O Globo.

Segundo os delatores, o senador e o governador de Alagoas teriam ajudado a Braskem –empresa do grupo Odebrecht– no Congresso aprovando uma lei que permitiu renovar contratos de concessão de energia. Em troca, teriam recebido propina via doação eleitoral.

Se a PGR concordar com a PF e pedir o fim do processo, será o nono inquérito contra Renan –de um total de 18 abertos no âmbito da Lava Jato e seus desdobramentos– a ir para o arquivo do STF.

O Antagonista

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *