Arquivo diários:05/01/2020

Mulher japonesa de 117 anos marca novo recorde de mais idosa

Kane Tanaka ampliou seu recorde como a pessoa mais velha do mundo ao comemorar seu aniversário de 117 anos em um lar de idosos em Fukuoka, no sul do Japão.

Kane Tanaka, nascida em 1903, sorri enquanto um grupo de cuidadores de idosos comemora o aniversário dela em Fukuoka, Japão. 5/1/2020. Mandatory credit Kyodo/via REUTERS

Foto: Reuters

Tanaka marcou seu aniversário com uma festa neste domingo, juntamente com funcionários e amigos da casa de repouso, mostraram imagens de televisão da emissora local TVQ Kyushu.

Tanaka, cujo aniversário era 2 de janeiro, mordeu uma fatia de seu grande bolo de aniversário. “Saborosa”, ela disse com um sorriso. “Eu quero mais.”

Tanaka foi confirmada no ano passado como a pessoa viva mais velha, com 116 anos e 66 dias de 9 de março, segundo o Guinness World Records.

A idade recorde de Tanaka é simbólica da população de rápido crescimento do Japão, que, juntamente com a queda na taxa de natalidade, está levantando preocupações sobre a escassez de mão-de-obra e as perspectivas de crescimento econômico futuro.

O número de bebês nascidos no Japão caiu cerca de 5,9% no ano passado, para menos de 900 mil pela primeira vez desde que o governo começou a compilar dados em 1899, segundo o Ministério do Bem-Estar do Japão.

Tanaka nasceu prematuramente em 1903 e casou-se com Hideo Tanaka em 1922, disse o Guinness World Records. O casal teve quatro filhos e adotou um quinto.

Grupo terrorista Al-Shabab ataca base militar dos EUA no Quênia

Uma base militar dos Estados Unidos no aeródromo de Manda Bay, no Quênia, foi atacada pela organização terrorista Al-Shabab neste domingo (5). O ataque foi confirmado pelo Comando dos Estados Unidos para a África (AFRICOM).

De acordo com comunicado do comando americano, até agora foram registrados apenas danos à infraestrutura e equipamentos, incluindo carros, aeronaves e tanques de combustível.

Não há informações sobre vítimas entre os soldados da base, mas ao menos quatro terroristas teriam morrido, segundo a Reuters. Também segundo a agência, o ataque começou antes do amanhecer, durou cerca de 4 horas e menos de 150 funcionários dos Estados Unidos estavam na base no momento.

G1

MP do Rio investiga ex-mulher de Bolsonaro por ‘funcionários fantasmas’ de Carlos

Por Agência O Globo

Rio de Janeiro – O Ministério Público do Rio (MP-RJ) decidiu convocar para depor a segunda ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, lotada como chefe de gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) entre 2001 e 2008.

Embora tenha gravado vídeo em dezembro dizendo que não era investigada, Ana Cristina é alvo de uma investigação por uso de funcionários fantasmas e eventual prática de “rachadinha”, como é conhecida a devolução de salários, no gabinete de Carlos.

Magnum Roberto Cardoso, advogado de Ana Cristina, reconheceu que sua cliente foi convocada para depor na capital. Ele, no entanto, solicitou que o depoimento fosse prestado em Resende, no Sul do Estado, onde ela possui residência e trabalha. O caso tramita sob segredo de Justiça no MP-RJ.

Após lei de Bolsonaro, juiz solta PM que não deteve agressões a adolescentes

O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da Vara da auditoria da Justiça Militar e Cível de Curitiba, determinou nesta sexta, 3, a soltura imediata do Policial Militar Marcos Salvati, preso disciplinarmente por ter deixado de evitar que um colega agredisse adolescentes durante ocorrência em Palmas, município a 375 km da capital paranaense. A decisão se deu em razão da lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 27 que extingue prisão disciplinar para policiais e bombeiros militares no Brasil.

O PM deixou a detenção horas após Fischer ter concedido o habeas corpus, na tarde desta sexta, 3. Ele estava detido desde o dia 23 de dezembro, quando se apresentou ao 3º Batalhão da Polícia Militar do Paraná para cumprimento de prisão disciplinar de 21 dias. Sem os efeitos da lei sancionada por Bolsonaro, o PM seria posto em liberdade no próximo dia 13.

“Com a publicação da Lei 13.967/2019, a possibilidade de prisão por infração disciplinar militar foi extinta do ordenamento jurídico pátrio. Assim, tonaram-se ilegais as prisões de militares em decorrência de decisões administrativas”, diz o despacho de Fischer.

A lei sancionada por Bolsonaro nos últimos dias de 2019 foi aprovada no Senado no início de dezembro. Trecho do texto que alterou o Decreto-Lei 667, de julho de 1969, da ditadura militar, aponta: “As Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares serão regidos por Código de Ética e Disciplina”, diz o texto.

Segundo a norma, Estados e o Distrito Federal terão 12 meses para regulamentar as mudanças e implementar o Conselho de Ética e Disciplina Militares, por lei específica.

No entanto, ao analisar o pedido da defesa de Salvati, Fischer registrou que a necessidade de edição de leis e atos normativos complementares não pode ser oposta ‘aos que se encontram reclusos por força de medida extirpada do ordenamento jurídico’.

“Eventual condição de eficácia da Lei válida e vigente não obsta a imediata colocação em liberdade daqueles que estão submetidos à medida hoje considerada ilegal.”, disse o magistrado.

A ‘transgressão grave’ de Salvati

Parlamento iraquiano aprova expulsão de tropas americanas

Decisão, que ainda precisa do aval do governo, ocorre na esteira de operação militar dos EUA que matou general iraniano no aeroporto de Bagdá. Americanos mantêm 5.000 soldados no país.O Parlamento do Iraque aprovou neste domingo (05/01) uma resolução que pede ao governo o fim das atividades de tropas estrangeiras no país. A medida tem como alvo principal a presença de militares americanos no país e foi votada dois dias depois de um ataque dos EUA que matou um dos homens mais poderosos do Irã, o general Qassim Soleimani, em Bagdá. O ataque provocou uma onda de indignação em vários setores políticos e religiosos do Iraque e aumentou a tensão entre os americanos e iranianos.

Santana do Matos (RN): prefeito deixa o cargo e vice assume

O prefeito de Santana do Matos, Dr Júnior, renunciou ao cargo hoje (5),domingo. Largou o mandato sob a alegação de que vai retomar suas funções como médico. Em sua vaga assume a vice-prefeita Maria Alice. A renúncia do prefeito foi na Câmara Municipal. Esteve presente o deputado federal Benes Leocádio.

Diga-me uma coisa: para que ele foi ser candidato a prefeito? É somente uma pergunta.

Fonte: Blog do Xerife Robson Pires

A pedido de Lula, PT cria núcleos evangélicos nos estados para buscar apoio na base religiosa

Foto: Ricardo Stuckert

A pedido do ex-presidente Lula, o PT está criando núcleos evangélicos nos estados para tentar acessar essa fatia do eleitorado fiel a Jair Bolsonaro. Assim que deixou a prisão em Curitiba, o petista disse a aliados que o partido precisava “aprender com os pastores”. Segundo relatos, Lula disse que “eles falam bem e o que as pessoas querem ouvir”.

O pastor Daniel Elias, da Assembleia de Deus no Rio e que participa do movimento do PT, admite que a articulação enfrenta dificuldades. “O grupo ligado à direita chegou primeiro e fidelizou, usando a linguagem do crente, citando a Bíblia. Embora haja evangélicos que não gostem de Bolsonaro, eles estão calados.”

A avaliação de petistas é que conversas com as cúpulas das igrejas estão fadadas ao fracasso —a maioria se alinhou a Bolsonaro. Mas é possível abrir diálogo com as bases. Eles creem que há espaço para mostrar aos evangélicos, principalmente aos que vivem nas periferias, que há valores em comum com a sigla.

Folha de SP

Filha de Soleimani diz que Hezbollah vai vingar morte do pai

Foto: Reuters

A filha do general iraniano Qassem Soleimani, morto na quinta-feira após ataque americano no aeroporto de Bagdá, disse neste domingo a uma TV ligada ao Hezbollah que o sangue de seu pai “não foi derramado em vão”.

Ontem, em encontro com o presidente do Irã, Zeinab Soleimani pediu a Hassan Rouhani que vingue a morte de seu pai.

Em resposta, Rouhani disse que “todo mundo vai se vingar” da morte do general iraniano.

O Antagonista