Arquivo diários:13/01/2020

Rega-bofe da falsidade promovido por Gustavo da Ponte

A vida na política partidária promove esses encontros patéticos motivados pelos interesses pessoais que vai muito além dos limites da consciência de cada um.

Conviver com quem denominamos de ladrão, canalha, mau-caráter, seboso e mentiroso é uma auto-flagelação.

Neste final de semana o deputado estadual Gustavo da Ponte promoveu o maior rega-bofe da falsidade que já ocorreu no RN.

Constatar na foto que Carlos Eduardo Alves está coladinho em Rogério Marinho de quem ouvi ele dizer coisas impublicáveis.  Robinson de Carlos Eduardo, nem se fala.. Carlos Eduardo Alves de José Dias, pior.. O único que fala bem de todos é o amistoso e querido por todos Cláudio Porpino.

É bem verdade que todos são amigos do deputado Gustavo da Ponte, alguns novos, outros antigos, mas o deputado não convidou a filha de quem tirou ele do nada fazendo secretário para depois ser deputado, Gustavo da Ponte não convidou Márcia Maia, filha  de Wilma que foi quem inventou Gustavo da Ponte. Também esqueceu de convidar o ex-prefeito Aldo Tinoco de quem ele foi secretário-chefe da Casa Civil.

O sócio de Gustavo da Ponte e habilidoso, averso a este tipo de vespeiro, Paulinho Freire entrou mudo, passou pouco tempo e foi embora calado depois de gentilmente cumprimentar todos. Na hora da foto, Paulinho sumiu..

 

Na batalha das cervejas, Ambev esmaga Heineken nas periferias

Analistas do banco Credit Suisse visitaram 115 bares paulistanos e mostram que 97% deles vendem cervejas da dona de marcas como Skol, Brahma e Stella Artois

São Paulo — Para os analistas do banco Credit Suisse, visitar bares é coisa séria. O banco divulgou nesta terça-feira a segunda versão de um relatório divulgado pela primeira vez em janeiro de 2019, com o objetivo de medir a força das cervejarias em bairros nobres e sobretudo em regiões mais afastadas de São Paulo.

A equipe visitou 115 bares de 40 bairros — é uma pequena mostra dentro dos 15.000 bares paulistanos, mas que reproduz a distribuição populacional e de renda da maior cidade do país. E descobriu que a maior cervejaria do país, a Ambev, segue imbatível na distribuição, sobretudo entre os bares mais populares. Assim como em 2019, a Skol é a marca mais vendida em bares de 10 das 11 regiões de São Paulo — a exceção é o abonado Itaim, onde a Heinekenlidera.

As cervejas da Ambev foram encontradas em 97% dos bares, ante 84% do ano passado, com 100% de penetração na periferia. As cervejas de sua maior concorrente no Brasil, a holandesa Heineken, por sua vez, foram encontradas em 85% dos estabelecimentos (mas apenas 66% destes são atendidos diretamente pela Heineken, ante 60% de 2019). O Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, também ganhou volume — atende 68% dos bares, ante 55% do ano passado.

A Heineken travou recentemente disputa judicial com a Coca-Cola, historicamente responsável pela distribuição de suas cervejas no Brasil. Os holandeses anunciaram em 2017 o rompimento do contrato, mas uma decisão judicial do fim do ano passado determinou que o contrato seguirá em vigor até 2022. Hoje, a Coca é responsável por distribuir as marcas Heineken, Amstel, Kaiser e Bavaria, enquanto a rede própria distribui Schin, Devassa e Eisenbahn. A salada traz dificuldades na ponta.

Além disso, a Heineken sofre com um excesso de demanda. No fim de 2019 a companhia anunciou investimentos para dobrar sua capacidade de produção no Brasil. Como medida emergencial, segundo EXAME apurou, a companhia parou de fabricar algumas linhas de sua marca Eisenbahn, para focar as categorias de maior volume.

Nos últimos 12 meses o Brasil passou de quarto para maior mercado em volume da marca Heineken no mundo, o que acentuou falhas logísticas — uma oportunidade que, como mostra o Credit Suisse, pode ser explorada pela Ambev.

Segundo o relatório, 19% dos bares pesquisados compram as cervejas da Heineken de outros distribuidores que não a Coca, e 39% deles têm problemas de distribuição com a marca Heineken.

BMW bate recorde de vendas de motocicletas no Brasil

Por Juliana Estigarribia

São Paulo – A BMW Motorrad, braço de motocicletas do grupo alemão, bateu recorde de vendas em 2019, no Brasil. No período, a montadora emplacou 10 558 unidades no país, um avanço de 42% sobre o ano anterior.

A companhia atua no segmento premium e, recentemente, passou a ofertar modelos de média cilindrada no país. O portfólio vai de 310 a 1 600 cilindradas e os produtos custam a partir de 22.250 reais.

“O recorde de vendas decorre de uma combinação de fatores. Passamos a oferecer uma gama maior de modelos, opções de taxa zero [no financiamento],  realizamos mais eventos para o cliente conhecer o produto  e reforçamos a equipe de vendas, que é altamente profissional”, diz Julian Mallea, diretor de vendas e marketing da BMW Motorrad, em entrevista exclusiva a EXAME.

Em 2019, as vendas de motos no varejo cresceram cerca de 13% no país, para pouco mais de um milhão de unidades, segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

No entanto, o desempenho não se aproxima do recorde do mercado em 2010, de mais de dois milhões de unidades. De lá para cá, com o aperto do crédito para motos de baixa cilindrada – que correspondem a mais de 80% das vendas da indústria brasileira – o setor chegou a amargar uma ociosidade acima de 50%. As vendas só voltaram a melhorar há cerca de dois anos, com a recuperação gradual da economia.

O mercado premium, entretanto, sofre menos oscilações. Em 2019, a BMW figurou como líder no segmento de luxo, com 18,4% de market share, alta de 3 pontos percentuais sobre o ano anterior.

Agradecendo ao prefeito Paulinho, governadora Fátima reforça que acesso sul ao aeroporto de São Gonçalo terá lâmpadas acesas na terça-feira

A governadora Fátima Bezerra reforçou em seu instagram: vai acender, na terça-feira (14), a iluminação do acesso sul ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Desde que ficou pronto, em 2018, o acesso não teve a iluminação funcionando, chegando a se registrar, na área periogosa, vários assaltos.

A governadora articulou o acendimento das luminárias com o prefeito de São, Paulinho Emídio.

Ministro Marcos Pontes avisa que implementação do 5G só sai em 2022

Marcos Pontes, ministro de Ciência e Tecnologia, disse em entrevista à Folha que a implementação do 5G no Brasil não deve ocorrer antes do fim de 2021.

“A ideia é que até o final deste ano a gente faça o leilão. Essa é a minha estimativa, mas talvez fique só para 2021. Então, imagino que no final de 2021 e começo de 2022 comece a ter implementação de algum piloto”, afirmou.

Samba-enredo da Mangueira mostra que Jesus não estaria ao lado da intolerância

É dessa forma, em primeira pessoa, que o samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira deste ano levará Jesus Cristo para a avenida. Com o título A Verdade vos Fará Livre, a composição provoca, mas foge do panfletário, ao colocar na letra uma verdade que parece tão óbvia e simples quanto esquecida: Cristo defendeu a igualdade, o fim da opressão, os pobres, desvalidos, julgados e criminalizados.

Após um 2019 de sucesso na Sapucaí, com um enredo que homenageava os esquecidos pela história brasileira, o espírito do barracão é taxativo: ninguém na comunidade duvida da força política do Carnaval. Manu da Cuíca, umas das compositoras por trás da narrativa poética que levou o título no ano passado, coloca novamente seu nome na história da escola.

em conversa com o Brasil de Fato, ela explica porquê usar a figura de Jesus Cristo em primeira pessoa, que tipo de sensibilidade buscou para contar a história de um personagem tão recorrente e evoca a esperança de que desmontes nas políticas culturais, opressão e esquecimento por parte do poder público não têm a capacidade de diminuir a força de uma das manifestações culturais basilares da sociedade brasileira – o carnaval.

“Se fala tanto em Cristo, mas onde ele estaria hoje? Onde ele teria nascido? Ele teria nascido pobre. Ele poderia ter nascido na Mangueira. Se ele tivesse nascido no Morro da Mangueira, como é que seria sua história? O que o estado faz em geral com os jovens moradores de favela?”

Foguetes atingem base militar dos EUA no Iraque e 4 ficam feridos

Foto: AFP

As Forças Armadas do Iraque anunciaram neste domingo que 4 soldados ficaram feridas em 1 ataque à base aérea norte-americana na cidade de Balad, a 80 km da capital Bagdá. De acordo com os militares iraquianos,  8 foguetes Katyusha e 7 bombas de morteiro foram lançados em direção à base. Todos os feridos, segundo a declaração militar, são iraquianos. As informações são da Reuters.

Saco Preto crítica governo Mácron e a França: “Exemplo de país entregue às corporações”

FOTO: ADRIANO MACHADO

O secretário de Previdência, Rogério Marinho, também conhecido como “Saco Preto”, recorreu ao Twitter neste domingo, 12, para atacar a decisão do presidente da França, Emmanuel Macron, de retirar o aumento da idade mínima necessária para a aposentadoria dos trabalhadores franceses de sua proposta de reforma previdenciária. “Exemplo de país entregue às corporações, e declina paulatinamente para o caos da ingovernabilidade”, tuitou o secretário. “Viva o Brasil”, completou ele.

Alvo de protestos há meses, o texto de reforma da Previdência francês previa o aumento de 62 para 64 anos a idade para se requerir aposentadoria, ponto retirado da proposta no sábado 11, como anunciou o primeiro-ministro Edouard Philippe em carta dirigida aos sindicatos. O anúncio foi feito no momento em que dezenas de milhares de pessoas protestaram por toda a França, pela quinta vez em pouco mais de um mês, contra a reforma do sistema previdenciário, uma das promessas eleitorais mais ambiciosas de Macron.

Veja

Enquadrando superiores: ‘Espero que STF ou CNJ corrija falhas no juiz de garantias’, diz Moro após encontrar problemas técnicos

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, disse que é preciso resolver o que considera “problemas técnicos graves” na figura do juiz de garantias, medida incluída por deputados no pacote anticrime, de sua autoria, e mantida pelo presidente Jair Bolsonaro. “Muitas questões ficaram indefinidas. É indicativo de que faltou debate, apesar de a Câmara ter sido alertada”, afirmou Moro em entrevista ao Estadão. “Espero que o STF (Supremo Tribunal Federal) ou o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) possa corrigir esses problemas.”

A inserção do juiz de garantias, medida apelidada de “anti-Moro”, foi um dos reveses sofridos no primeiro ano como ministro – na lista estão ainda a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para a pasta da Economia e derrotas no projeto de abuso de autoridade. Para ele, isso faz parte do processo político. “Sempre que se envia um projeto de lei, há a possibilidade de que seja rejeitado total ou em parte.”

Assessores do presidente do Senado receberam R$ 20 mil em diárias durante o recesso parlamentar

Quatro assessores de Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, receberam em dezembro um total de R$ 20 mil de diárias durante o recesso parlamentar, diz o Estadão. A equipe foi paga para assessorar o presidente do Senado em Macapá, até mesmo quando Alcolumbre estava, na verdade, em Brasília.

“No dia 27 de dezembro, por exemplo, Alcolumbre postou em suas redes sociais que havia passado o dia em Brasília resolvendo questões de seu Estado. Apenas no dia seguinte, um domingo, dia 28, ele voltou ao Macapá. Os dois assessores receberam R$ 1.276,17 em diárias para assessorar o senador “em viagem oficial no Amapá” naquele dia 27, mesmo com o parlamentar em Brasília. Dois policiais legislativos do Senado também receberam o mesmo valor, com a mesma justificativa.”

O Antagonista