Arquivo diários:10/02/2020

Lista completa de vencedores do Oscar 2020

Em 2020, o Oscar, maior premiação do cinema internacional, chega à sua 92ª edição tendo Parasita, do diretor sul-coreano Bong Joon-Ho, como seu maior destaque.

Além de melhor filme internacional, melhor direção e melhor roteiro original, o filme ganhou a principal categoria da noite, vencendo longas como Coringa, de Todd Phillips, Era uma Vez… em Hollywood, de Quentin Tarantino, 1917, de Sam Mendes, e O Irlandês, de Martin Scorsese.

O filme Democracia em Vertigem, da cineasta Petra Costa, representou o cinema brasileiro na cerimônia concorrendo na categoria de melhor documentário, mas foi superado por Indústria Americana.

Melhor ator coadjuvante

  • Tom Hanks – Um Lindo Dia na Vizinhança
  • Anthony Hopkins – Dois Papas
  • Al Pacino – O Irlandês
  • Joe Pesci – O Irlandês
  • Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor animação

  • Como Treinar Seu Dragão 3
  • Perdi Meu Corpo
  • Klaus
  • Link Perdido
  • Toy Story 4

Melhor curta animado

  • DCERA (Daughter)
  • Hair Love
  • Kitbull
  • Memorable
  • Sister

Melhor roteiro original

  • Rian Johnson – Entre Facas e Segredos
  • Noah Baumbach – História de um Casamento
  • Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns – 1917
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Bong Joon Ho e Han Jin Won – Parasita

Melhor roteiro adaptado

  • Steven Zaillian – O Irlandês
  • Taika Waititi – JoJo Rabbit
  • Todd Phillips e Scott Silver – Coringa
  • Greta Gerwig – Adoráveis Mulheres
  • Anthony McCarten – Dois Papas

Melhor curta-metragem

  • Brotherhood
  • Nefta Football Club
  • The Neighbors’ Window
  • Saria
  • A Sister

Melhor direção de arte

  • O Irlandês
  • JoJo Rabbit
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Parasita

Melhor figurino

  • O Irlandês
  • JoJo Rabbit
  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor documentário

  • Indústria Americana
  • The Cave
  • Democracia em Vertigem
  • For Sama
  • Honeyland

Melhor documentário em curta-metragem

  • In The Absence
  • Learning to Skateboard In a Warzone (If You’re A Girl)
  • Life Overtakes Me
  • St. Louis Superman
  • Walk Run Cha-Cha

Melhor atriz coadjuvante

  • Kathy Bathes – O Caso Richard Jewell
  • Laura Dern – História de um Casamento
  • Scarlett Johansson – JoJo Rabbit
  • Florence Pugh – Adoráveis Mulheres
  • Margot Robbie – O Escândalo

Melhor edição de som

  • Ford vs Ferrari
  • Coringa
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor mixagem de som

  • Ad Astra – Rumo às Estrelas
  • Ford vs Ferrari
  • Coringa
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor fotografia

  • O Irlandês
  • Coringa
  • O Farol
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood

Melhor montagem

  • Ford vs Ferrari
  • O Irlandês
  • JoJo Rabbit
  • Coringa
  • Parasita

Melhores efeitos visuais

  • Vingadores: Ultimato
  • O Irlandês
  • O Rei Leão
  • 1917
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor cabelo e maquiagem

  • O Escândalo
  • Coringa
  • Judy – Muito Além do Arco-Íris
  • Malévola – Dona do Mal
  • 1917

Melhor filme internacional

  • Corpus Christi
  • Honeyland
  • Os Miseráveis
  • Dor e Glória
  • Parasita

Melhor trilha sonora original

  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • História de um Casamento
  • 1917
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor canção original

  • Toy Story 4 – “I Can’t Let You Throw Yourself Away”
  • Rocketman – “(I’m Gonna) Love Me Again”
  • Superação: O Milagre da Fé – “I’m Standing With You”
  • Frozen II – “Into The Unknown”
  • Harriet – “Stand Up”

Melhor direção

  • Martin Scorsese – O Irlandês
  • Todd Phillips – Coringa
  • Sam Mendes – 1917
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Bong Joon Ho – Parasita

Melhor ator

  • Antonio Banderas – Dor e Glória
  • Leonardo DiCaprio – Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Adam Driver – História de um Casamento
  • Joaquin Phoenix – Coringa
  • Jonathan Price – Dois Papas

Melhor atriz

  • Cythia Erivo – Harriet
  • Scarlett Johansson – História de um Casamento
  • Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres
  • Charlize Theron – O Escândalo
  • Renée Zellweger – Judy: Muito Além do Arco-Íris

Melhor filme

  • Ford vs Ferrari
  • O Irlandês
  • JoJo Rabbit
  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • História de um Casamento
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
  • Parasita

ESTADÃO CONTEÚDO

Miliciano morto na Bahia estava em sítio de vereador do PSL

O miliciano Adriano da Nóbrega, que morreu na manhã deste domingo (9) após uma operação das polícias da Bahia e do Rio de Janeiro, estava escondido no sítio de um vereador da cidade de Esplanada (BA), filiado ao PSL (partido pelo qual Jair Bolsonaro e seus filhos foram eleitos em 2018 e do qual saíram no final de 2019 para criar um novo, a Aliança pelo Brasil). Esplanada é um município de 37 mil habitantes a 160 km de Salvador.

A casa é de Gilson Batista Lima Neto, conhecido como Gilsinho da Dedé. Ele disse que a propriedade estava vazia, que não tinha qualquer relação com o ex-policial militar e que só soube da operação porque um vizinho lhe telefonou para avisar da movimentação.

“Estou em Recife desde terça e hoje pela manhã recebi uma ligação de um vizinho dizendo que estava tendo um assalto, que a polícia estava atrás. Tentei entrar em contato com outras pessoas que estavam lá, comecei a receber mensagens sobre o acontecido e depois pela mídia soube que era esse Adriano”, disse ele por telefone à Folha.

Gilsinho afirma que logo depois ligou para o delegado da cidade para confirmar se era mesmo o seu sítio e perguntar se ele precisava de alguma informação, mas teria ouvido dele que a operação era da polícia especializada da Secretaria de Segurança Pública e que não tinha detalhes.

Adriano da Nóbrega, que estava foragido há cerca de um ano, foi encontrado neste imóvel em uma ação conjunta encabeçada pela Polícia Civil fluminense e pelo Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) da Polícia Militar baiana.

O Governo da Bahia diz que os policiais deram voz de prisão, mas que o ex-policial teria reagiado atirando. Ele foi baleado e levado pelos agentes ao Hospital São Francisco São Vicente. Uma funcionária disse à Folha que Adriano já teria chegado morto ao local, diferentemente do que afirma o governo da Bahia. A versão oficial é de que ele ainda estaria vivo.

Companhias Aéreas de baixo custo já pensam em deixar Brasil

Pouco mais de um ano após a chegada das primeiras companhias aéreas internacionais de baixo custo no Brasil, algumas delas já dão sinais de que podem não permanecer por muito tempo no País. Também não há nenhum indicativo de que elas começarão a operar voos domésticos, apesar dos incentivos – e da vontade — do governo federal, que abriu totalmente o setor aéreo ao capital estrangeiro no ano passado.

A chilena Sky, fundada em 2002 e que atua como low cost desde 2015, foi a primeira a voar para o Brasil, em outubro de 2018. O movimento das aéreas de baixo custo no País se consolidou, então, com a vinda da norueguesa Norwegian, da argentina Flybondi e da também chilena JetSmart. Enquanto Norwegian e Flybondi atravessam um período delicado que pode colocar fim aos voos delas que chegam ou partem do Brasil, Sky e, principalmente, JetSmart têm se saído um pouco melhor.

A competitividade do setor, porém, com Gol, Latam e Azul operando com grande eficiência, é um desafio para que Sky e JetSmart consigam se tornar mais relevantes nos voos entre o Brasil e países da região, segundo fontes do mercado. Na primeira semana de fevereiro, por exemplo, apenas 3,5% dos voos internacionais foram realizados por uma empresa aérea de baixo custo. “Enquanto as outras (Gol, Latam e Azul) forem eficiente, é difícil que elas tenham um papel relevante (nas rotas na América do Sul)”, diz o consultor André Castellini, sócio da Bain & Company e especialista no setor aéreo.

Segundo o consultor, no Brasil, também não é fácil para as empresas terem um custo muito baixo e, consequentemente, oferecerem tarifas significativamente menores do que as das aéreas tradicionais, como ocorre na Europa. “O diferencial de custo não permite tarifas muito baixas”, diz.

O Estadão fez um levantamento de preços e, nessa simulação, apenas Flybondi e Norwegian ofereceram tarifas mais atrativas. No caso da argentina, a passagem de ida e volta entre São Paulo e Buenos Aires era 27% mais barata que a da Gol e a da Latam. No da norueguesa, o preço do voo entre Rio de Janeiro e Londres era 34% inferior ao da Latam, mas não oferecia nem refeições durante a viagem nem a possibilidade de o passageiro levar uma bagagem de mão .

FOLHAPRESS

Bolsonaro deverá trocar Educação e Turismo

Jair Bolsonaro não promoverá reforma ministerial, mas a hora dos ministros da Educação e do Turismo vai chegar, e sem demora, dizem políticos governistas, animados com a possibilidade de influenciarem na escolha dos substitutos. O presidente reconhece a lealdade dos ministros Abraham Weintraub e Marcelo Alvaro Antonio, mas a dupla virou um problema que lembra a situação de cadáveres insepultos. “Não tem prazo”, avisa importante líder, “mas esses dois vão rodar”.

Apesar de usina de problemas, Weintraub agrada o presidente por encarar setores hostis. De quebra, ainda arranca risadas do chefe.

Do tipo que “não abandona os seus”, Bolsonaro decidiu dar nova chance ao ministro da Educação, mas a porta de saída está próxima.

O ministro do Turismo, mais esperto, evita fazer marola esperando que o esqueçam. Até a próxima operação da Polícia Federal.

Assim como celebra a ideia de Rogério Marinho no Desenvolvimento Regional, o presidente quer acertar em cheio, no MEC e no Turismo.
CLÁUDIO HUMBERTO