Arquivo diários:25/02/2020

“Venha me bater aqui em cima, seu bunda mole!”, diz deputado em cima do trio elétrico a policial


Em cima de um trio elétrico em Salvador, o cantor e deputado federal Igor Kannário (DEM-BA) ficou inconformado quando policiais desfizeram uma algazarra dos foliões.

“Isso é abuso de poder, abuso de autoridade! Eu quero uma vaia para a Polícia Militar da Bahia. Agressores! Agressores! Venha me bater aqui em cima, seu bunda mole!”, provocou.

Em nota, a Polícia Militar afirmou que, em “atitude irresponsável e criminosa”, o parlamentar incitou os foliões contra os policiais.

Também em nota, Kannário afirmou ter observado um tratamento agressivo dos PMs e que apenas “solicitou uma abordagem adequada dos profissionais”.

O governador Rui Costa (PT) anunciou que vai processar o deputado.

O Antagonista

Damares abandona reunião de conselho da ONU em protesto contra Venezuela

Foto: Reprodução

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, abandonou a sala da reunião do Conselho dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, em forma de protesto contra o governo da Venezuela de Nicolás Maduro.

Damares deixou a reunião assim que o representante da Venezuela, Jorge Arreaza, começou a falar, nesta terça-feira. Representantes do Itamaraty que acompanhavam a ministra também deixaram a reunião.

A ministra planejou o protesto. Ela entrou na sala apenas minutos antes do início do discurso Arreaza e abandonou o local assim que o representante venezuelano começou a falar. O protesto da ministra foi filmado por sua assessoria de imprensa.

Na segunda-feira, Damares falou sobre a Venezuela em discurso na reunião da ONU. Ela disse que o Brasil atendeu a mais de um milhão de cidadãos daquele país que buscavam refúgio em razão da crise humanitária.

— Estamos particularmente preocupados com as centenas de crianças que chegam desacompanhadas ao Brasil. Elas precisam de uma perspectiva de vida livre e saudável, algo que lhes foi violentamente retirado pelo regime ilegítimo e autoritário de Nicolás Maduro. Reitero, com tristeza, nossa preocupação com as persistentes e sérias violações de direitos humanos cometidas na Venezuela — disse a ministra.

O Globo

Coronavírus: Brasil vai receber 2 mil voos de países com casos

Foto: Reprodução

A Polícia Federal e a ABIN (Agência Brasileira de Inteligência) monitoram todos os voos que chegarão ao Brasil entre esta terça-feira (25) e o dia 30 de março. Uma tabela de acompanhamento, obtida com exclusividade pela Record TV, foi montada e pelo levantamento 2.013 voos de países com casos confirmados até agora irão pousar em aeroportos brasileiros.

Além destes serão 316 voos de países onde ainda não há casos confirmados.

A maior parte dos voos de países com casos confirmados vem da Europa: são 651 só da Alemanha, 605 da França e 519 da Itália. Há ainda 13 voos da China. Voos da Espanha e Inglaterra são considerados de países de casos confirmados, mas estão fora da definição de caso suspeito atualizada pelo Brasil.

Nesta segunda (24), o Ministério da Saúde dobrou de oito para 16 o número de países na lista de alerta. Passageiros que chegarem destes locais e que manifestarem os sintomas serão chamados a procurar as autoridades de saúde, ainda no aeroporto. Não haverá, no entanto, medidas de bloqueio e nem checagem um a um.

R7

CARNAVAL – De onde vem essa alegria?

Por Iran Padilha*
Pra ser sincero eu não curto carnaval. É bom que se diga que o carnaval é uma festa religiosa, coisa que poucos jovens têm conhecimento. O carnaval é a festa da carne, ou seja, deveríamos comer bastante carne, nos preparando para a quaresma, uma vez que só iríamos comê-la novamente no sábado de aleluia. Como sabemos não existe mais nada disso, o carnaval passou a ser um enorme feriado, onde as pessoas pulam, gritam e escutam músicas de péssima qualidade. Todos os anos escolhem a pior música para servir de trilha musical para os quatro dias de folia. Este ano com certeza irão se superar, depois de lepo-lepo, muriçoca, metralhadora, me deu onda, e Que tiro foi esse?” infernizarão o nosso juízo com qual lixo?

Vale ressaltar que até me esforço pra ser contagiado pela alegria dos foliões. Vou às concentrações onde se encontram as pessoas brincando o carnaval, mas aí a angústia aumenta, quando vejo aquela alegria inconsciente e fico muito mais a analisar o comportamento dos foliões e não consigo entrar nesse ritmo alucinante de inconsciência coletiva.
O carnaval atualmente pode ser comparado a uma droga que nos transporta para outro mundo. Um mundo onde não se pensa, não se analisa, não se justifica, não tem razão de ser. Acredito que toda felicidade ou alegria deva ter um ponto de origem, até porque nada surge do nada. E eu me pergunto de onde vem essa alegria? Essa euforia? Esse esquecimento coletivo dos problemas? Me perdoem, mas não consigo passar quatro dias afastado de mim mesmo, do meu ser consciente que procura a essência em tudo que vê ou participa. Não fiquem zangados com as minhas palavras, o defeito deve ser e com certeza é desse rascunhador de palavras que não consegue sair de si mesmo por tão longo tempo e sem nenhuma justificativa convincente. Quem sabe um dia eu não consiga abandonar essa prisão em que se encontra a minha alma sonhadora e possa, abandonando o meu próprio ser, cair na folia que contagia todos vocês.
*Professor, poeta, escritor e advogado

Privilegiados da Prefeitura de Parnamirim usam carro oficial para transportar cerveja Heineken

A mordomia dos bacanas da Prefeitura de Parnamirim está ostensiva.
Automóveis oficiais estão transportando os foliões comissionados para baladas de Momo e até cervejas.
O prefeito Taveira que sempre alardeia que seus opositores romperam com ele por terem negados privilégios e irregularidades, o quê ele diz desta mordomia privilegiada e ilegal dos seus amigos?
A ostentação dos primeiros-meninos está tão grande que faz lembrar o famoso Richardson do IPEM lavando os pés com Whisky 18 anos.

A cerveja transportada não é fuleira, é  Heineken, ou seja, para bacanas.

 

Bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão

Resultado de imagem para cartoes de credito bradescoA partir de março, compras feitas em moeda estrangeira com cartão de crédito devem vir na fatura com o valor equivalente em reais do dia em que foram realizadas. Os bancos podiam oferecer essa forma de cobrança se quisessem, mas a maioria das instituições preferia cobrar o valor referente à data do fechamento da fatura.

Com entrada em vigor da Circular nº 3918, os bancos serão obrigados a oferecer a opção de utilizar a taxa de câmbio do dia de cada gasto. Caso não queira optar por essa sistemática, o cliente poderá pagar com base na taxa de câmbio do dia de fechamento da fatura.

Quando anunciou a mudança na regra, em novembro de 2018, o Banco Central (BC) argumentou que a sistemática de pagamento pela data de fechamento da fatura deixa os clientes expostos a flutuações das taxas de conversão no período entre o dia do gasto e o pagamento. Isso porque a variação cambial ocorrida entre a data do gasto e o efetivo pagamento é atualmente ajustada na fatura do mês posterior, podendo gerar crédito ou débito para o cliente.

Agência Brasil

PDT de Carlos Eduardo Alves estuda acionar irmãos Bolsonaro na Justiça por incitarem motim de PMs

Presidente do PDT Carlos Lupi com Carlos Eduardo Alves

A área jurídica do PDT estuda formas de questionar as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e de seu irmão Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), sobre o episódio em que Cid Gomes, senador licenciado, foi alvejado com dois tiros após investir contra policiais militares que estavam amotinados em um batalhão em Sobral (CE).

Uma hipótese em análise pelo PDT é citar ambos judicialmente por terem supostamente incitado comportamento que descumpre a Constituição. PMs são proibidos de fazer greve.

Painel/Folha de S.Paulo

Damares defende direito à greve para que PMs possam pedir melhores salários

Foto: Luiz Alves/MMFDH

De Genebra, na Suíça, onde participa da 43ª sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, a Ministra Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) defendeu o direito à greve de todas as categorias de trabalhadores. A declaração da ministra foi registrada pelo jornalista Jamil Chade, do UOL.

“Todo mundo tem direito à greve. As categorias têm direito à greve”, disse. “O que eu percebi é que os policiais no Ceará estão no limite”, afirmou Damares. “Nós temos leis que regulam a greve no Brasil. Agora, as pessoas questionam, mas as forças de segurança têm direito à greve? Direito à greve é direito à greve”, reafirmou Damares.

A greve de forças policiais é proibida pela Constituição da República. Em 2017, o entendimento de que órgãos de segurança não têm direito à greve foi reforçado por decisão do Supremo Tribunal Federal.