Arquivo diários:14/03/2020

Veja repercussão da morte do ex-ministro Gustavo Bebianno

Sabia de todos os segredos de Bolsonaro

por G1
Políticos lamentaram a morte do ex-ministro de Jair Bolsonaro e pré-candidato a prefeito do Rio, Gustavo Bebianno. Ele foi vítima de um infarto e morreu neste sábado (14) aos 56 anos.

Bebianno ocupou a Secretaria-Geral da Presidência durante um mês e 18 dias. Durante a corrida presidencial, ele foi presidente nacional do PSL e uma das figuras mais próximas do presidente, atuando como um dos conselheiros do então candidato na disputa.

No último dia 5, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a pré-candidatura de Gustavo Bebianno à Prefeitura do Rio de Janeiro. Segundo o partido, o lançamento oficial da candidatura seria em 4 de abril, na capital fluminense.

Leia abaixo repercussão da morte de Gustavo Bebianno:

João Doria, presidente nacional do PSDB, em rede social

Com profundo pesar recebi a notícia da morte de Gustavo Bebianno. Seu falecimento surpreende a todos. O Rio perde, o Brasil perde. Bebianno tinha grande entusiasmo pela vida e em trabalhar por um país melhor. Meus sentimentos aos familiares e amigos nesse momento de dor.

Paulo Marinho, presidente estadual do PSDB no Rio de Janeiro

A cidade do Rio perdeu um candidato que iria enriquecer o debate eleitoral, e eu perdi um irmão. O Gustavo morreu de tristeza por tudo que ele passou. Agora é hora de confortar a esposa, os filhos e os amigos.

Sempre será motivo de orgulho para o PSDB/RJ ter a passagem de Gustavo Bebianno registrada em sua história.

Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio, em rede social

Lamento o falecimento de Gustavo Bebiano. Nos últimos meses vínhamos conversando muito sobre o Rio e aquilo que nos unia: o grande amor a essa cidade. Especialmente a sua família e seus companheiros de PSDB, manifesto o meu mais profundo pesar.

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, em rede social

Gente, a luta pela vida é pior que a guerra, pois a morte é inexorável. Um grande marechal de campo diz: “agora é hora de enterrarmos os mortos e cuidarmos dos vivos”. Uma pena. Muito jovem, Bebianno nos deixa, hoje, mas teve tempo para colaborar com sua parcela de cidadão e patriota.

Aos companheiros e amigos: nos resta amar, confiar e nos agrupar, cada vez mais, para que nossos objetivos sejam alcançados. Chega de sentimentos conspiratórios entre os homens e mulheres de bem. É nessas figuras de bem que encontraremos o repouso de quem nos energiza pelo calor da paz, da confiança e da gratidão. Que Deus nos ilumine nessas horas difíceis para que a serpente do mal não nos devore. A Bebianno as nossas orações.

PSDB, em rede social

Lamentamos profundamente o falecimento do ex-ministro Gustavo Bebianno. Nossa solidariedade aos familiares e amigos.

PSL, em rede social

O PSL lamenta a morte de Gustavo Bebianno ocorrida na manhã deste sábado (14). Bebianno comandou o PSL durante o período eleitoral de 2018. Enviamos nossas condolências aos familiares e amigos.

Prefeito Paulinho Emídio conclui reformas e melhorias em 41 escolas de São Gonçalo


Fotos: Isais Santana

Uma das mais importantes e tradicionais escolas de São Gonçalo do Amarante, a Vicente de França Monte, no bairro Amarante, foi totalmente reformada e ampliada. Nesta quinta-feira (12), a Prefeitura realizou oficialmente o ato de entrega . O investimento, recursos próprios do município, foi de R$755.807,07.

A obra incluiu construção de um refeitório, ampliação da cozinha e biblioteca, instalação de uma caixa d’água de quinze mil litros e aquisição de portões e 450 carteiras. Também foram realizados serviços como demolição, revestimento, alvenaria, divisória, reforma da cobertura, piso, pavimentação de alta resistência e acessibilidade.“Momento histórico para todos que fazem a Escola Vicente de França Monte. Agora temos uma das melhores estrutura e totalmente climatizada. Um sonho”, destacou a diretora Maria Conceição Oliveira.

O prefeito Paulo Emídio, Paulinho, destacou que dezenas de escolas passaram por serviços de melhorias estruturais. “Nós temos investido na educação, por entendermos que a educação é a base de tudo. Uma escola bonita, limpa e organizada contribui com assiduidade e o interesse dos estudantes e professores pelo aprendizado”, observou o gestor.

Já Abel Neto, secretário de Educação, lembrou que São Gonçalo foi o único município da Grande Natal a pagar o reajuste do piso do magistério de formal integral, um acréscimo de 12,84% já nos vencimentos de janeiro de 2020. “O prefeito Paulinho tem nos dados carta branca para investir e melhorar a educação pública. E, graças a ele, eu, como professor, tenho realizado grandes sonhos e ações, a exemplo de ver essa escola reformada, ampliada e climatizada”, pontou.

Homem bomba Gustavo Bebiano morre subitamente

RIO DE JANEIRO

Morre aos 56 anos o ex-ministro Gustavo Bebianno. Segundo amigos da família, Bebianno sofreu um infarto às 4h deste sábado (14) em seu sítio em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

Retrato de Gustavo Bebianno, ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência do governo Bolsonaro, morto neste sábado (14) – Ricardo Borges/Folhapress

Amigo de Bebianno, o empresário Paulo Marinho informa que o corpo será velado em uma capela vizinha ao sítio onde faleceu.

Em 2014, Bebianno ofereceu a Bolsonaro seus serviços como advogado, função que assumiu em 2017, quando o capitão já manifestava a intenção de concorrer à Presidência.

A pedido de Bolsonaro, Bebianno assumiu, em 2018, a presidência do PSL e a coordenação de campanha à Presidência.

Após a vitória, ele foi anunciado como secretário-geral da Presidência.

Ele foi demitido no dia 18 de fevereiro de 2019, após a Folha trazer à tona o escândalo das candidaturas laranjas lançadas pelo partido que presidia.

No ano passado, ele se filiou ao PSDB, partido pelo qual pretendia disputar a Prefeitura do Rio.

Sua exoneração foi antecedida por uma troca de farpas com o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente.

Após a explosão do caso, apelidado de laranjal do PSL, Bebianno disse ter conversado com Bolsonaro sobre o assunto.

Carlos foi às redes sociais negar que a conversa tinha existido. Em resposta, Bebianno revelou o teor de mensagens trocadas com o presidente. Sua demissão foi anunciada cinco dias depois da revelação do caso.

Disputa pela Prefeitura de Natal ganha ritmo acelerado

O processo eleitoral em Natal começou entrando em ritmo acelerado. Em decorrência da abertura da janela partidária vários pré-candidatos a prefeito iniciaram seus entendimentos para formação de chapas e alianças.
Além do prefeito Álvaro Dias que disputará à reeleição, outros candidatos se apresentam.

Como não poderia faltar, os deputados Hermano Morais e Kelps Lima já anunciaram, mesmo com resultados pífios em eleições passadas, suas candidaturas. Analistas políticos dizem que ambos são candidatos a prefeito de Natal com o propósito de ventilar seus nomes na eleição visando o chamado recall eleitoral para deputado estadual nas eleições de 2022.

Os tidos como dinossauros Hermano Morais e Kelps Lima dizem serem “os novos”, mas sempre estiveram ao lado dos velhos caciques que foram derrotados nas últimas eleições

No campo da esquerda deverá ser apresentado um candidato ou candidata do PT fazendo aliança com outros partidos progressistas.
Os candidatos contra o prefeito Álvaro Dias que não fazem oposição, estão sem discurso, levando em consideração o bom desempenho do atual prefeito atestados nas pesquisas.
Apostadores apontam para uma disputa entre Álvaro Dias e um candidato do PT.
Últimas pesquisas estão revelando forte tendência para reeleição do prefeito Álvaro Dias.

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves andou fazendo pantinho, mas terminou ficando quieto e votará em Álvaro Dias que hoje tem uma aprovação maior que a dele.

Parceria política e administração entre Álvaro Dias e Paulinho Freire superou à crise dando estabilidade e equilíbrio com a retomada de novos investimentos e obras em Natal.

Vídeo de Malafaia: para manter o dízimos nas igrejas vale tudo, até arriscar contrair o coronavírus

Difícil o titular do Blog do Primo acreditar em religião, seja qual for, embora respeite quem acredita,  por causa de atitudes e comportamentos como este do pastor Silas Malafaia.
Vejo neste vídeo do pastor apenas a preocupação em continuar levando os fiéis aos cultos onde são ofertados os dízimos que são fontes de rendas para comprarem mansões e jatinhos. Ressalvo que não são todos líderes fundadores de igrejas que compram fazendas, mansões, aviões e carros de luxo.. Existem religiosos sérios.
Tomara que o Blog do Primo esteja errado, que o pastor Malafaia esteja realmente preocupado com a saúde dos seus amados irmãos.
Confira o vídeo:

Bolsonaro fará novo exame de coronavírus e ficará em isolamento

Na saída da residência oficial, o presidente conversou com apoiadores, mas não os cumprimentou e permaneceu a alguns passos da grade onde as pessoas estavam

Mesmo com o primeiro resultado do exame de coronavírus tendo dado negativo, o presidente Jair Bolsonaro vai repetir o teste no início da semana que vem, segundo o jornal O Estado de S.Paulo apurou. Ele também deverá ficar mais alguns dias em isolamento no Palácio da Alvorada.

A medida será necessária pelo tempo que o presidente passou no avião ao lado do secretário da Comunicação, Fabio Wanjgarten, diagnosticado com a doença na quinta-feira, como antecipou o Estado.

Um dos médicos da equipe que acompanha Bolsonaro afirmou à reportagem que o presidente deverá ficar mais um tempo em isolamento. “Ele segue de quarentena até o começo da próxima semana no Palácio do Alvorada. Precisa ficar isolado pelo menos sete dias depois do contato”, disse ele ao Estado, em caráter reservado.

A medida é justificada por auxiliares próximos ao presidente para que seja descartada qualquer possibilidade de algum deles ter contraído o vírus. A maioria voltou de viagem no mesmo avião de Wanjgarten. O voo entre Miami e Brasília durou cerca de nove horas. O presidente, porém, estava em uma ala separada da aeronave, sem contato direto com o secretário.

Trump declara emergência nacional nos EUA por coronavírus

Donald Trump estava sob pressão para fazer declaração. Número de casos confirmados de coronavírus passa de mil nos Estados Unidos

São Paulo — O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou nesta sexta-feira emergência nacional devido ao rápido avanço da pandemia de coronavírus, abrindo as portas para mais ajuda federal para combater a doença no país.
Até o momento, os Estados Unidos registram 1.268 casos, segundo o mapeamento em tempo real da Universidade Johns Hopkins, e 33 mortes. O anúncio se deu em uma entrevista coletiva à imprensa. Com a declaração, cerca de 50 bilhões de dólares em recursos serão liberados para a assistência contra a epidemia.
Durante a coletiva, o americano falou, ainda, que não está com nenhum sintoma associado ao coronavírus, apesar do contato com o chefe da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo federal, Fábio Wajngarten, durante a viagem oficial do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos.

Disse, ainda, que teve uma reunião “fantástica” com Bolsonaro e lembrou que o teste do mandatário brasileiro deu negativo para a contaminação com a doença.

Trump e sua equipe informaram ainda que o Google tem ajudado no desenvolvimento de um site para testes. Na página, os americanos poderão responder a questões e, se forem considerados casos que devem fazer o exame, orientados sobre onde podem ir para isso. O presidente disse que a nova abordagem com relação aos testes deve ajudar no combate ao problema. “O coronavírus vai passar e emergiremos ainda mais fortes”, afirmou o presidente.

Trump estava sob pressão para que declarasse estado de emergência sob a lei de 1988, que permite que a Federal Emergency Management Agency (FEMA) forneça fundos para governos estaduais e municipais, além de equipes de suporte. A medida raramente é utilizada. O ex-presidente Bill Clinton, em 2000, declarou tal emergência para o vírus do Nilo Ocidental.

Witzel manda fechar escolas, teatros e cinemas no Rio por coronavírus

Outro anúncio feito pelo governador é a criação de um gabinete de crise para monitorar 24 horas por dia os desdobramentos da propagação do vírus

Depois de a Prefeitura do Rio anunciar a suspensão das aulas da rede municipal a partir da próxima Segunda-feira, 16, por causa do coronavírus, o governo do Estado informou que seus alunos terão 15 dias das férias escolares antecipados a partir do mesmo dia.

O governador Wilson Witzel (PSC) disse ainda que suspenderá a visitação a presos e a realização de eventos esportivos, shows feiras, eventos científicos, comícios e passeatas em locais abertos ou fechados.

Outro anúncio feito por Witzel é a criação de um gabinete de crise para monitorar 24 horas por dia os desdobramentos da propagação do vírus.

Atividades como cinema e teatro também não são recomendadas. O governador assinou nesta tarde um decreto, válido pelos próximos 15 dias, com as diretrizes para conter o problema, e fez o anúncio em um vídeo ao lado dos secretários de Saúde, Edmar Santos, e Educação, Pedro Fernandes.

No Rio, 16 pessoas já contraíram o vírus, sendo uma delas com transmissão local, ou seja, sem ter voltado de viagem internacional. Novas medidas devem ser anunciadas ainda nesta sexta-feira, 13, já que Witzel ainda vai se reunir com representantes da sociedade, como presidentes de associações de supermercados – a fim de evitar problemas como desabastecimento.

Witzel já se reuniu com representantes do Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público, Assembleia Legislativa e Defensoria Pública. “Em todas as repartições públicas do Estado haverá uma redução de atendimento ao público para evitar aglomeração”, comentou o governador.

Bancos públicos vão liberar R$ 75 bi no combate ao coronavírus, diz Barros

Valor será usado para crédito agrícola, capital de giro e crédito consignado. Governo vai liberar 50% do 13º para aposentados e pensionistas do INSS

Os bancos públicos vão liberar crédito de 75 bilhões de reais como parte das medidas do governo para amenizar os impactos do coronavírus na economia. No Brasil, o número de casos chegou a 77 na quinta-feira 12.

A informação foi anunciada pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, em um breve pronunciamento, nesta sexta-feira, 13, logo após reunião interministerial na Casa Civil que contou com a participação dos chefes de quase todas as pastas do governo federal.

O recurso especial será usado, segundo Barros, para crédito agrícola, capital de giro e crédito consignado. Todas as linhas direcionadas a beneficiários do INSS terão a possibilidade de oferecer juros mais baixos.

Na noite desta quinta-feira, o Ministério da Economia já havia informado que vai antecipar para abril o pagamento da primeira parcela do 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS. No próximo mês também estará suspensa por 120 dias a necessidade da prova de vida exigida pela Previdência Social.

O governo também vai definir, junto com o Ministério da Saúde, a lista de produtos e materiais hospitalares que terão preferência tarifária, além de priorizar o desembaraço aduaneiro de produtos médicos e hospitalares.
O público beneficiado pela política federal é justamente o que tem maior risco de morte em meio ao surto da doença.

Participaram da reunião estratégica de combate ao coronavírus ministros e representantes da Casa Civil, Saúde, Economia, Infraestrutura, Justiça e Segurança Pública, Cidadania, Secretaria-Geral, Secretaria de Governo, Gabinete de Segurança Institucional, Minas e Energia, Controladoria-Geral da União, Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Desenvolvimento Regional, Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Defesa, Agricultura, Itamaraty, Advocacia-Geral da União, Anvisa e Banco Central.