Arquivo diários:05/05/2020

Saúde diz agora que pico do coronavírus ocorrerá “entre maio e julho”

Coronavírus
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, disse que ainda não há informações disponíveis para afirmar quando, efetivamente, ocorrerá o pico dos casos de contaminação e mortes pela covid-19 nos cinco Estados mais afetados pela doença no País: São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco e Amazonas.

Questionado sobre o assunto, Oliveira disse que a curva de crescimento de casos aponta que o comportamento do vírus tem variado entre esses Estados e que a única informação que pode garantir hoje é que o período mais crítico da doença será conhecido entre maio, junho e julho.

“Quando nós avaliamos o número de óbitos, é uma conclusão de duas, três semanas atrás. A situação no Amazonas, Ceará e Pernambuco segue uma tendência de padrão muito similar, de doenças respiratórias nessas regiões”, disse Oliveira. “São Paulo e Rio já apresentam padrões mais distintos. Não posso dizer quando seria o pico da pandemia”, comentou.

Até março, o Ministério da Saúde afirmava que o País se prepara para um pico da doença entre o fim de abril e o início de maio. O fato é que esse período chegou e os casos e mortes estão em franco crescimento. Estados como Maranhão e Pará, que não figuram entre os cinco mais afetados, estão com medidas de fechamento total (lockdown) em andamento. Os Estados mais afetados estão ampliando suas medidas de restrição de circulação de pessoas.

“Ainda não dá para dizer quando chegaria o pico da crise. O isolamento social reduz a curva de casos. Ainda não sabemos em que data exata isso ocorrerá. O que posso dizer é que será entre maio, junho e julho, não tenho duvida”, disse.

Exame

Hospital de Campanha começa receber pacientes de Covid-19

O Hospital de Campanha de Natal começa a receber pacientes com a Covid-19, nesta segunda-feira (4). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), inicialmente a estrutura irá operar com 100 leitos de internação clínica. A unidade tem outros 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva disponíveis, mas ainda estão fechados.

Os leitos de UTI dependem da instalação de equipamentos como respiradores, que foram adquiridos na manhã desta segunda-feira (4) e devem chegar a Natal nesta semana, de acordo com o prefeito de Natal Álvaro Dias. Ainda segundo o chefe do executivo local, 20 respiradores foram comprados pelo município

Começou: Rogério Marinho nomeia suspeito para SUDENE


O ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho nomeou o ex-deputado federal cearense Raimundo Gomes de Matos (PSDB) é citado em delação premiada de Ricardo Saud, ex-diretor da JBS, como beneficiário de um repasse não declarado de R$ 100 mil para o parlamentar nas eleições de 2014.

Segundo Ricardo Saud, o deputado federal cearense fazia parte de um grupo de congressistas que recebia repasses não declarados pelo que o grupo chamava de “reservatório de boa vontade”.

De acordo com Saud, estes parlamentares recebiam pagamentos mesmo sem nenhum compromisso de contrapartida com a empresa em votações ou articulações, exceto o de “não atrapalhar” interesses do grupo no Congresso Nacional.

Sem definir especificamente todos os nomes, Saud também afirma que alguns desses deputados tinham um compromisso menor em “apoiar o grupo”, mas apenas em debates e discussões do parlamento.

“Apoiar o grupo, não deixar ninguém falar mal do grupo, não deixar ninguém subir lá (na tribuna da Câmara) e fazer um discurso contrariando”, disse Ricardo Saud em seu depoimento ao Ministério Público Federal.

Segundo o delator, o repasse de R$ 100 mil teria sido feito ao deputado em 1º de outubro de 2014, quatro dias antes das eleições, por meio do pagamento de uma nota fiscal emitida por uma empresa laranja do grupo.

O mais interessante é que o ex-deputado nomeado por Rogério Marinho para assumir a Diretoria de Planejamento e Articulação Política é médico.

 

Ratinho babão do genro do chefe

Roedor e babão

Atitude vergonhosa do apresentador do SBT Ratinho. Com um programa avacalhado, com todo respeito que tenho as vacas, o roedor e babão apresentador, agrediu a governadora do Fátima Bezerra, certamente para agradar o deputado Fábio Faria que é genro de Silvio Santos, dono do SBT onde o Ratinho babão trabalha.
Robinson é uma pessoa boa, tem espírito público, correto com seus amigos, tendo mantido uma postura educada, fazendo uma oposição sem radicalismo e construtiva à governadora Fátima Bezerra.

Venda de veículos novos desaba no Brasil e registra queda de 76% em abril

Com apenas 55,7 mil veículos novos vendidos em abril, o mercado brasileiro registrou o pior resultado mensal para o setor desde fevereiro de 1999. No mês passado, o primeiro completo de medidas restritivas por causa da pandemia do coronavírus, os negócios caíram 76% em relação a abril do ano passado e 66% ante março, quando começaram as limitações para indústria e comércio.

FHC, Temer e Collor dizem que Alexandre de Moraes extrapolou ao barrar nomeação

Três ex-presidentes da República discutiram nesta segunda-feira (4) os rumos políticos do país em uma videoconferência organizada pelo site “Conjur”. Em comum, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor de Melo e Michel Temer disseram considerar que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, extrapolou as atribuições do Judiciário ao barrar a nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral do Polícia Federal.

“Acho que o presidente atual ao partir para a agressão, abre espaço para que outros poderes queiram cumprir funções que são próprias do Executivo”, disse FHC. “O STF exagerou, mas não se pode dar a desculpa de que não consegue governar porque está sendo bloqueado, que é a retórica que está sendo utilizada por Bolsonaro no momento”, acrescentou.

Já Temer admite ter ligado para Bolsonaro para o que chamou de “palpite”, e relatou as duas proposições que fez ao atual presidente. “Pedi licença e dei dois conselhos: um, que ele deveria decretar um isolamento social de 10, 12 dias no país, dizendo que iria fazer uma revisão no final do período. O outro palpite foi que não fale mais todo dia com a imprensa, o que ele faz toda a manhã e pauta o país, gerando conflitos o dia todo. É preciso ter um porta-voz, o presidente deve falar apenas uma ou duas vezes na semana”, acrescentou.

Segundo Temer, Bolsonaro recebeu bem a conversa, mas “depois pode-se ver que ele conduziu a questão de outra maneira”.

Já para Collor, o próprio Bolsonaro é quem pode arrefecer os conflitos no Brasil ao mudar sua postura. “Minha preocupação é grande, há uma crise constitucional em gestação, e tudo depende de o presidente evitar estes conflitos, estas palavras que criam desassossego. Quem pode trazer paz é são as ações do presidente, que deveriam ser mais de acordo com o homem cordial que é o brasileiro”, disse Collor.

CNN BRASIL

Ativismo judicial: Juiz dá 5 dias para Bolsonaro explicar sua acusação de fraude na eleição de 2018

Em despacho deferido na noite desta segunda-feira (4), o juiz José Vidal Silva Neto, a 4ª Vara Federal do Ceará, deu prazo de cinco dias para que o presidente Jair Bolsonaro se manifeste sobre supostas provas que sustentem sua denúncia de que houve fraude nas eleições de 2018. A decisão é decorrente de um processo apresentado pelo deputado federal Célio Studart (PV-CE).

Em março, durante viagem aos Estados Unidos, Bolsonaro disse que “brevemente” iria apresentar provas de que o pleito havia sido fraudadado. O presidente já alegou em diveras ocasiões ter vencido as eleições no primeiro turno e questiona a segurança das urnas eletrônicas.

“Minha campanha, eu acredito que, pelas provas que tenho em minhas mãos, que vou mostrar brevemente, eu tinha sido, eu fui eleito no primeiro turno, mas no meu entender teve fraude. E nós temos não apenas palavra, nós temos comprovado, brevemente eu quero mostrar, porque nós precisamos aprovar no Brasil um sistema seguro de apuração de votos. Caso contrário, passível de manipulação e de fraudes.”, disse o presidente, em Miami, no dia 9 de março.

Passados quase dois meses, Bolsonaro não apresentou nenhuma prova que sustente a denúncia. Na última semana, o presidente voltou a insinuar fraudes nas eleições e disse que comprovaria sua versão no momento em que aprentasse um projeto de lei sobre o tema – sem estipular datas.

CNN BRASIL

8996 enfermeiros já foram afastados por causa da COVID-19 no Brasil

Coronavírus
Um levantamento feito pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) indica alto índice de contágio entre os profissionais do setor. Os dados revelam que 8.996 profissionais de enfermagem já foram afastados por suspeita ou confirmação da COVID-19. Para o órgão, o aumento destes números se deve a escassez de equipamentos de proteção.

Do número total, 2.017 tiveram o diagnóstico confirmado da doença, outros 202 estão internados em hospitais. O estado de São Paulo é o que tem mais profissionais internados, com 76 casos. Em segundo lugar está o estado do Rio, com 40 internações.

No Brasil, já são 56 profissionais de enfermagem mortos em decorrência da COVID-19, letalidade de 2,78% e outras 17 mortes estão em investigação. São Paulo também lidera o ranking de óbitos com 16 mortes confirmadas e 7 em suspeita. O Rio de Janeiro vem em segundo, com 14 mortes por coronavírus confirmadas e outras 6 em investigação.

CNN BRASIL