Sem ministro da Saúde, com um Presidente insensível e brutamonte o Brasil tem 31.199 mortes e 555.383 casos confirmados

Foram registradas 1.262 novas mortes nas últimas 24 horas, o maior já contabilizado no país desde o início da pandemia no país. A marca anterior era 1.188 vítimas, no dia 21 de maio. Também foram acrescidos outros 28.936 casos no mesmo período, o segundo maior número – atrás somente dos 33.724 casos em 30 de maio.

Até segunda-feira (1), o Brasil contabilizava 29.937 mortes e 526.447 casos de pessoas infectadas.
De acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA), o Brasil continua sendo o segundo país com mais casos da doença. Em números absolutos, fica atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 1,6 milhão de casos. Em número de mortes, o Brasil é o quarto país mais afetado, atrás somente dos EUA (106 mil), Reino Unido (39 mil) e Itália (33 mil).

O ministério – agora sob o comando interino do general Eduardo Pazuello -, porém, tem informado que o número real de casos tende a ser maior, já que são testados apenas os casos graves, de pacientes internados em hospitais, e há casos represados à espera de confirmação.

O Brasil confirmou o primeiro caso de Covid-19 em 26 de fevereiro. Um homem de 61 anos de São Paulo contraiu o coronavírus em viagem à Itália, que tem alta taxa de casos da doença.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *