Parece piada: Ministério Público que certamente não tem outra coisa para fazer, vai investigar Álvaro Dias pelo fato da Prefeitura de Natal ter distribuído ivernectina diminuído o contágio do coronavírus em Natal

Segundo informações não confirmada, a denúncia politiqueira teria sido dos partidários do candidato a prefeito de Natal Kelps Lima.
Pré-candidato Kelps estaria tentando fazer oposição de qualquer jeito com o crescimento e aprovação do prefeito Álvaro Dias

O Ministério Público do Rio Grande do Norte  que adora aparecer e certamente não deve ter algo mais importante para fazer abriu um procedimento para apurar possível crime eleitoral praticado pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias. Em nenhum momento o prefeito Álvaro Dias anexou propaganda eleitoral ao medicamento.
A 4ª Promotoria Pública de Natal instaurou notícia de fato para apurar se a distribuição gratuita do medicamento ivermectina, para uso no combate à Covid-19, foi uma forma de propaganda eleitoral antecipada.
Segundo o procedimento, que foi aberto em 9 de julho, a instauração da notícia de fato foi feita após envio de ofício da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). O procedimento também inclui postagens do prefeito Álvaro Dias no Facebook sobre a distribuição do medicamento ivermectina na rede municipal de saúde, gratuitamente.

Com à distribuição da Ivermectina os índices da transmissão do coronavírus diminuiu drasticamente.

Apenas pelo fato do prefeito ter publicado no dia 30 de junho, anunciando a abertura de um centro de profilaxia contra a Covid-19 no Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte de Natal, onde ocorre, desde a semana passada, a distribuição do medicamento seus adversários políticos fizeram a denúncia descabida.

“Vamos iniciar um trabalho de distribuição em massa da Ivermectina, com todo o acompanhamento médico necessário. Está comprovado que esse medicamento é eficaz na prevenção do coronavírus e vamos usar essa arma em nosso favor para vencer a guerra contra essa pandemia”, escreveu o prefeito informando à população.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *