Arquivo diários:30/07/2020

Por perseguição e ativismo político, relator deve pedir remoção de Deltan Dallagnol da Lava Jato no conselho do Ministério Público

Além da ofensiva do PGR, a Lava Jato deve sofrer novo golpe em agosto. O relator de um dos casos de Deltan Dallagnol no Conselho Nacional do Ministério Público deve defender a abertura do processo de remoção do procurador da força-tarefa. Além de perseguição aos réus em processos e ativismo político partidário, um dos argumentos será a polêmica criação da fundação com o dinheiro da Petrobras.

No voto, Luiz Fernando Bandeira deve deixar de lado a Vaza Jato e as palestras remuneradas de Deltan, o que pode facilitar consenso no órgão pelo afastamento.

O relator deve defender que as palestras remuneradas do procurador são atividades lícitas e as mensagens reveladas pelo Intercept Brasil, que sugerem relação de proximidade indevida com o ex-juiz Sergio Moro, são provas nulas. O processo foi colocado na pauta da sessão do CNMP do dia 18 de agosto.

O caso em questão teve início com uma representação de Kátia Abreu (PP-GO) pela abertura do chamado “procedimento de remoção por interesse público”. A senadora pede que Deltan seja mudado de setor no Ministério Público —não é, portanto, uma medida disciplinar (há 19 processos nesse sentido ainda para serem analisados).

PAINEL FOLHA

Deputados querem a CPI da cloroquina

Deputados do PT protocolaram nesta quarta-feira (29) um requerimento na Câmara para que seja instaurada a CPI da cloroquina. A coleta das 171 assinaturas necessárias para que a Comissão tenha validade começa amanhã. 

O objetivo é investigar “a superprodução, os custos da fabricação e critérios de distribuição da cloroquina e hidroxicloroquina pelo Governo Federal e Exército brasileiro no enfrentamento da COVID-19”, segundo o documento.

No requerimento, os parlamentarem destacam que, mesmo sem comprovação científica de que o medicamento é eficiente para com bater a covid-19, já foram produzidos cerca de 3 milhões de comprimidos pelo Exército.

Eles apontam também que a produção de cloroquina entre março em abril foi 84 vezes maior que a produção antes da covid-19 e enfatizam a propaganda que o presidente Jair Bolsonaro faz do produto.

O requerimento foi encaminhado à Câmara pelo deputado federal Rogério Correia (PT-MG) e tem como co-autores os deputados Jorge Solla (BA), Alencar Santana (SP), Arlindo Chinaglia (SP), Rosa Neide (MT) e Paulo Pimenta (RS).

BELA MEGALE