Arquivo diários:10/09/2020

Primando por Parnamirim: direita engolindo direita

Em Parnamirim tem a direita masculina e a direita feminina.

Enquanto Maurício Marques corre pela esquerda, a turma da direita está batendo cabeça.
A candidata do ex-partido de Bolsonaro, dona Nilda e sua vice, irmã Elienai estão torrando o juízo do vereador Rogério Santiago com pressões insuportáveis. Sabendo do sufoco que está passando o vereador Rogério, o prefeito Taveira, também da direita, mandou chamá-lo para uma conversa e ofereceu uma secretária para ele deixar Nilda e Elienai..

A direita de Parnamirim o pai está cantando, ou seja, cobra engolindo cobra.

Se o vereador Rogério pular fora vai desmantelar a chapa da direita feminina.

Deputado Girão vale por uma bancada inteira

Girão botou a reta na reta

Enquanto o RN tinha uma bancada no Congresso Nacional constituída por dinossauros da política potiguar as obras da Reta da Tabajara parecia uma piada de mau gosto, os serviços paravam mais que burro de cigano.
O RN tinha mesmo uma “bancada tabajara”.
Nos dias atuais bastou o deputado general Girão assumir o controle político das obras para elas ganharem velocidade na sua execução. Quem passa na Reta da Tabajara constata as obras em todo vapor. Se dependesse dos dinossauros que estão em casa derrotados, as obras ainda estariam se arrastando com frequentes paralizações.

Imagine que o dinossauro Henrique Alves chegou a prometer quando disputou o governo do estado a duplicação da BR até Mossoró..

Partidos terão que repartir dinheiro e tempo de TV entre negros e brancos já nestas eleições, diz STF


Ana Paula Ramos

Partidos políticos terão que repartir recursos de seus fundos eleitorais e o tempo de rádio e televisão proporcionalmente entre candidatos brancos e negros já nas eleições deste ano.
O entendimento do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski é que a implementação dos incentivos para candidatos negros já nas eleições de 2020 não causará nenhum prejuízo para as legendas.
Com a medida, o ministro acatou ação do PSOL que contestava decisão anterior do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que determinou que tal partilha só teria início a partir do pleito de 2022. A decisão ainda será levada ao plenário da Corte.

Em 2019, a deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) apresentou ao TSE uma consulta sobre a possibilidade de destinação de vagas e divisão proporcional do fundo eleitoral, bem como dos demais recursos de campanha, para candidatos negros, nos moldes do que é feito para candidatura de mulheres.

Em agosto, a corte eleitoral decidiu que os partidos terão que destinar recursos do fundo eleitoral de maneira proporcional à quantidade de candidatos negros e brancos, aplicando regra similar à propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio. Porém, por maioria de votos, os ministros definiram que a regra só seria obrigatória para as eleições gerais de 2022.

O PSOL recorreu da decisão por meio de medida cautelar, solicitando que o pedido fosse reconhecido já para as eleições que ocorrem no fim deste ano. Segundo o partido, a não admissão dos incentivos às candidaturas de pessoas negras já neste pleito viola dos princípios e direitos constitucionais.

Na avaliação do relator da ação, ministro Lewandowski, a corte eleitoral “somente determinou que os partidos políticos procedam a uma distribuição mais igualitária e equitativa dos recursos públicos que lhe são endereçados”.

“E é escusado dizer que, em se tratando de verbas públicas, cumpre às agremiações partidárias alocá-las rigorosamente em conformidade com os ditames constitucionais, legais e regulamentares pertinentes”, afirmou Lewandowski.

PSDB homóloga neste sábado candidatura de Álvaro Dias

O prefeito Álvaro Dias terá sua candidatura à reeleição homologada no próximo sábado (12). A convenção do PSDB em Natal será realizada das 14 às 18 horas, com transmissão ao vivo por três plataformas digitais: Facebook, Instagram e YouTube.

Por conta das orientações de distanciamento social, o acesso à sede do PSDB municipal, local da convenção, será restrito a poucos participantes do ato partidário.

A convenção, no entanto, poderá ser acompanhada online, com transmissão aberta nas páginas digitais do partido, nos seguintes endereços:

Conselho Nacional de Trânsito acaba com os radares piratas da Polícia Rodoviária Federal

Também é bom verificar o festival de diárias no RN e sucessivos abusos de autoridades dos patrulheiro.


O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) proibiu os radares ocultos no Brasil. Com a Resolução 798, publicada no Diário Oficial da União, todas as vias monitoradas deverão ter placas indicando a velocidade máxima permitida, com medidores sempre visíveis. Os trechos monitorados e a localização dos radares também deverão ser divulgados na internet. A regra entra em vigor a partir do dia 1º de novembro deste ano.

Continue lendo Conselho Nacional de Trânsito acaba com os radares piratas da Polícia Rodoviária Federal

Nasa testa foguete que ajudará a levar homem de volta à Lua


Engenheiros da Nasa testaram um foguete auxiliar que ajudará a enviar os americanos à Lua em 2024, naquela que deve ser a primeira viagem tripulada ao satélite natural em 50 anos. Dois desses foguetes formam parte do gigantesco Sistema de Lançamento Espacial (SLS, na sigla em inglês), o maior lançador construído desde o Saturno V, nos anos 1960. Esses grandes foguetes auxiliares irão prover a maior parte do impulso nos primeiros dois minutos da viagem ao espaço. Um dos foguetes foi disparado por dois minutos, enquanto era mantido preso ao chão, num espaço para testes em Promontory, Utah.

Investigação sobre suposto esquema de corrupção tem buscas na casa de Crivella e na Prefeitura do RJ

Agentes cumprem mandado de busca no Palácio da Cidade, local de trabalho do prefeito – Foto: Reprodução/TV Globo

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil realizam operação para cumprir 22 mandados de busca e apreensão expedidos pelo 1º Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio, nesta quinta-feira (10). Agentes já estiveram no Palácio da Cidade, local de trabalho do prefeito, e há uma equipe no condomínio onde mora o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ). As informações são da TV Globo.
De acordo com a emissora, a operação ocorre a partir de um inquérito policial instaurado para investigar possível organização criminosa e esquema de corrupção no âmbito da administração municipal carioca. A ação é um desdobramento da Operação Hades, executada em 10 de março deste ano.
Ainda não há confirmação se Crivella foi alvo da operação. Outros alvos da operação eram Eduardo Lopes e Mauro Macedo. Lopes já foi senador do Rio pelo Republicanos, ao herdar o cargo de Crivella, e foi secretário de Pecuária, Pesca e Abastecimento de Wilson Witzel. Macedo, por sua vez, atuou como tesoureiro da campanha de Crivella ao Senado, em 2008.

Rafael Alves é outro alvo da ação desta quinta. Ele é empresário e foi citado em delações como suposto pagador da propina para a prefeitura.

As diligências estão sendo cumpridas em endereços residenciais e funcionais de agentes públicos municipais e empresários na Capital, nos bairros da Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Tijuca, Flamengo, e em Itaipava e Nilópolis.

Álvaro cuidado! Tenho horror de babões


O prefeito Álvaro Dias tem sido um gigante na superação dos problemas inerentes que aparecem numa capital de um estado pobre como Natal.
Mas, noutro aspecto Álvaro tem superado seus antecessores, ou seja, o número de babões.
Apesar de Dias ter ótimos auxiliares, sobretudo no campo da Saúde, tento em vista os resultados altamente positivos, mas sua turma de babões é imensa. O pior é que são babões históricos e profissionais, babões de longas datas e longos cursos.
Muitos deles já babaram muitos prefeitos e governadores(a). Trata-se de um povo raizado no poder, são babões colados igual aos carrapatos em rabo de cachorro.
Mais deprimente, é quando o babão muda de chefe, sai falando do antigo chefe para o novo.
Não que Álvaro esteja fazendo algo errado, mas tenho uma frase que diz o seguinte: O babão de hoje é o delator de amanhã.
Tem dois babões sebosos e conhecidos na Prefeitura que no passado precisaram muito do nosso estimado Carlos Magnos (Vovô). Até ajuda financeira o grande Vovô generosamente atendeu, mas agora, o primo Vovô passando por um aperto, os babões Capeta Barbudo e Oião Seridoense acharam de queimar Vovô num ato de covardia e ingratidão.
Cuidado Álvaro, você sabe de quem estou falando, se eles fizeram com o primo Vovô, amanhã vão fazer com você.. Babão só sobe na vida derrubando os outros..

Sou muito grato a vida por nunca mais ter precisado exercer cargos públicos, 10 anos que não frequento os Palácios.

Meus lábios e minha língua estão servindo à liberdade.

Comigo a pancada e seca e dura!

Projeto que aumenta punição para quem maltratar cães e gatos é aprovado no Senado e segue para sanção presidencial


Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (9/9), em sessão remota, o Projeto de Lei 1095/19, que altera a Lei n° 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) para aumentar a punição para quem abusa, fere ou mutila cães e gatos. Agora, o projeto segue para sanção presidencial.

Apresentado pelo deputado Fred Costa (Patriota-MG) e já aprovado na Câmara dos Deputados em dezembro de 2019, o projeto eleva a pena atual, de detenção de 3 meses a 1 ano e multa, para reclusão de 2 anos a 5 anos e multa.

O projeto também prevê a perda de guarda e a proibição de guarda de novos animais como uma medida punitiva.

No relatório, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) destaca que estudos acadêmicos e estatísticos ressaltam a correlação entre maus-tratos aos animais domésticos e violência doméstica. “A crueldade animal está conectada a outros atos de violência”, diz.

Contarato lembrou, ao discursar, de casos emblemáticos como o de um homem filmado jogando um gato contra a parede no Rio de Janeiro, em julho deste ano, e apelou à sensibilidade dos colegas.

O senador lembrou que o IBGE calcula que existam 28 milhões de residências no Brasil com cachorros e outras 11 milhões com gatos.

“A crueldade contra esses animais tem de deixar de ser considerada corriqueira ou banal”, disse Contarato, afirmando que a pena máxima de um ano costuma ser convertida e não dá cadeia.

A pena máxima de 5 anos, lembrou Contarato, também não manda ninguém para a prisão, mas, para ele, é uma forma de desincentivar a prática criminosa.

Ele pediu ainda a rejeição de uma emenda que pedia a inclusão de outros animais domésticos, como aves, na lei afirmando que, apesar de meritório, poderia dificultar a aprovação do projeto.

Críticas

O projeto enfrentou oposição. O senador Telmário Mota (Pros-RR) acusou os colegas de demagogia. “Precisamos respeitar o animal, mas esse projeto está ultrapassando a realidade. O animal tem que ser tratado como animal, não como gente”, criticou.

Como havia o apoio da maioria dos líderes, porém, o projeto foi aprovado em votação simbólica. Ficou registrado o único voto contrário, de Mota.

Metrópoles