Quase 135 mil mortos e o presidente ainda continua banalizando o vírus e

“Conversinha mole de fique em casa e a economia a gente vê depois. Isso é para os fracos. O vírus, eu sempre disse, era uma realidade, e tínhamos que enfrentá-lo”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que produtores de Mato Grosso não “entraram naquela conversinha mole de fique em casa e a economia a gente vê depois”, devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo o presidente, “isso é para os fracos”. A declaração foi dada durante cerimônia de entrega de títulos de propriedades rurais em Sorriso (MT).

— Vocês não entraram naquela conversinha mole de fique em casa e a economia a gente vê depois. Isso é para os fracos. O vírus, eu sempre disse, era uma realidade, e tínhamos que enfrentá-lo. Nada de se acovardar perante aquilo que a gente não pode fugir dele — disse.

O presidente afirmou que o agronegócio evitou “em grande parte que o Brasil entrasse em um colapso econômico” e deu segurança alimentar ao país. Ele viajou na manhã desta sexta ao Mato Grosso, com os ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

— O agronegócio, em grande parte, evitou que o Brasil entrasse num colapso econômico, e mais que isso: nos deu segurança alimentar, não só a 210 milhões de brasileiros, bem como mais de 1 bilhão de outras pessoas que vivem ao redor desse mundo — comentou.

Segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil tem 135.203 mortes por coronavírus confirmadas até as 13h desta sexta-feira.

O Globo

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *