IDEB será tema de Live com boa notícia: “o ensino médio do RN cresceu mais de 2017 para 2019 do que em 12 anos”

Nessa quarta-feira (23), às 19h30, ao vivo, pelo Instagram, a professora Cláudia Santa Rosa, Diretora Executiva do Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE) e ex-Secretária de Estado da Educação do RN, será a entrevistada do professor Andrey Oliveira, vice-gestor da Escola Estadual Alceu Amoroso Lima, localizada na zona norte de Natal.

A Live faz parte da série “Releituras” e promoverá uma analise dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb 2019, considerando os seguintes aspectos:

*Origem das avaliações externas e as suas finalidades institucionais;

*As mudanças que as avaliações trouxeram para a educação, desde o início da série histórica;

*Uma reflexão sobre a trajetória histórica do Ideb, no Brasil e no RN.

*Uma interpretação dos números de 2019.

*Experiências e projetos de algumas escolas do RN com resultados entre os mais altos.

“Crescemos nos três níveis e pela primeira vez o ensino médio da rede estadual do RN fez um deslocamento significativo de uma edição para a outra do IDEB. Crescemos mais de 2017 para 2019 do que em 12 anos, de 2005 a 2017, e isso precisa ser compreendido. Não foi pouco, absolutamente”, afirma Cláudia Santa Rosa.

A professora lembra que o trabalho iniciado pela gestão estadual, a partir do segundo semestre de 2016, com uma agenda de formações, implantação de escolas de tempo integral, convocações de milhares de professores concursados para cobrirem o gigantesco déficit, acompanhamento pedagógico a 100% das escolas, entre outras iniciativas, rompeu com a série estagnada, “mas ainda é uma Educação muito frágil e requer continuidade e fortalecimento das ações que deram certo. Todos os estados estão trabalhando muito para atingirem suas metas. Aqueles que investem há mais tempo e são persistentes é natural que estejam à frente no ranking. É preciso respeitarmos.”

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *