“Programa criminoso”: Ativista processa Sikêra Jr e RedeTV! por homofobia e transfobia

sikera jr 1 300x169 - "Programa criminoso": Ativista processa Sikêra Jr e RedeTV! por homofobia e transfobiaO ativista dos direitos da População LGBTQI+ Agripino Magalhães protocolou na última terça-feira (29) uma ação contra o apresentador apresentador Sikêra Jr e a RedeTV! no Ministério Público de São Paulo por causa de discurso de ódio, homofobia, transfobia e associação da comunidade gay as drogas.

Agripino disse que reuniu um dossiê contra Sikêra, que contém falas homofóbicas e preconceituosas do comunicador em seu programa “Alerta Nacional”, da RedeTV!.

“Ele não respeita mais a gente há muito tempo. Eu só não tinha processado ele ainda, porque uma transexual prometeu acionar ele, mas acabou que não fez. Esse tipo de gente (preconceituosa) só tem respeito pela gente (LGBTQI+) quando a gente coloca na Justiça, porque o preconceito da LGBTfobia agora é crime de racismo, então é inafiançável. Pode pegar de um a dois anos de prisão, podendo chegar até cinco, porque quando você é um comunicador, você divulga o crime de homofobia na televisão e nas redes sociais”, disse o ativista.

Agripino criticou o comportamento do apresentador do Alerta Nacional e ainda desaprovou o conteúdo da atração. Ele relembrou que o apresentador e a equipe da produção costumam comemorar assassinatos na frente das câmeras.

“Trata-se de um programa duvidoso, temerário e porque não criminoso, pelas praticas irrogadas e impossível de manter não só o apresentador como seu bando (contra regra, editores, etc) que pulam e dançam diante da morte de alguém ou até de um pobre bissexual que foi jogado de uma janela porque o cliente percebeu que ele era homem”, afirma.

Confira a publicação polêmica de Sikêra:
“Transgênero é uma pessoa que não aceita o próprio nome, o próprio corpo, a própria voz, a própria vida, mas quer ser aceito por todo mundo”, disse o comunicador.

Mesmo sendo retirada do ar pela plataforma, em seu programa ele chegou a associar usuários de drogas a homossexuais ao dizer que “todo maconheiro dá o anel”.

Na edição desta terça-feira (29) do Alerta Nacional, Sikêra Jr. se pronunciou sobre o assunto.

Facebook Comments
Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *