Arquivo diários:03/11/2020

Corregedor Cláudio Santos alerta aos candidatos que adotará rigor contra crimes eleitorais

des claudio santos

O vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), Desembargador Claudio Santos, concedeu uma entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira (3), na qual mandou uma mensagem de convocação aos candidatos a prefeito e vereador a agirem dentro da lei, para não correrem o risco de “ganhar e não levar” em caso de serem eleitos e responderem por crimes eleitorais.

A coletiva foi aberta com uma mensagem do corregedor direcionada aos candidatos. “A minha palavra nesta coletiva é convocar, concitar, exortar aos protagonistas verdadeiros da eleição, que são os candidatos a vereador e a prefeito, para que eles possam se portar dentro das balizas legais e que tenham na busca do voto a observância permanente dos limites das leis que regem as Eleições Municipais”, afirmou Claudio Santos. “Há uma estrutura de controle da polícia, do Ministério Público, dos juízes eleitorais, dos funcionários da justiça na fiscalização dos atos de campanha. Não adianta ganhar e amanhã não levar”, disse o corregedor.

Primando pelas boas candidaturas: Em Parnamirim comÂngela Felipeli


Comunista autêntica, nascida em berço da fraternidade e igualdade, numa família ideologicamente pregadora da ideologia política e socioeconômica que promova o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes sociais, baseada na propriedade comum dos meios de produção, Ângela Felipeli se apresenta como um excelente postulante à Câmara Municipal de Parnamirim. 

Gratuita e imparcial, rede social ‘VoteFace’ conecta eleitor e candidato – SAIBA COMO FUNCIONA

A empresa americana himni.com, especializada em inteligência artificial do mercado liberou o aplicativo ‘VoteFace’, que é uma rede social voltada para a política. O VoteFace é uma ferramenta pública, gratuita, imparcial e conecta o eleitor com os candidatos de forma simples, democrática e segura, além de bloquear fakes news.

O VoteFace já está funcionando na plataforma do Android e presente nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas, e em breve estará também nos outros estados do Brasil.

A conexão entre eleitor e candidato

Com o VoteFace, é possível conhecer as propostas diretamente pelos candidatos com vídeos. Além disso, o aplicativo mostra, em tempo real, o termômetro da eleição, sem a necessidade de aguardar pesquisas de opinião.


Um aplicativo livre de fake news

VoteFace conta com a segurança em primeiro lugar, exigindo documento oficial e reconhecimento facial para todos os cadastrados, sejam eleitores ou políticos. Tudo para garantir uma rede totalmente livre de notícias falsas.

Vantagens

O VoteFace traz muito mais praticidade para o seu voto. Assim, todos podem conhecer as propostas pelo aplicativo e decidir o voto na urna por meio da própria consciência.

Como funciona

Prático, seguro e democrático, o VoteFace pode ser baixado gratuitamente. São 4 passos simples para começar a usar.

Da série PRIMANDO PELA VITÓRIA: em Caicó Dr Tadeu será o prefeito


Não apenas pelos números das diversas pesquisas divulgadas, mas o Blog do Primo examinou toda situação eleitoral de Caicó com diversas fontes insuspeitas e concluiu que a eleição de Caicó está batida.
O futuro prefeito será Dr. Tadeu.

Podem cobrar a previsão do Blog do Primo depois da eleição.

Para ilustrar confira as pesquisas do primo Wllana Dantas:

O candidato a prefeito pelo PSDB, Dr. Tadeu, desponta na frente de mais uma pesquisa eleitoral em Caicó, com 36,66% na estimulada.

A pesquisa foi feita pelo o Instituto TS2 Soluções da cidade de Mossoró/RN e registrada no Tribunal Regional Eleitoral do RN, com o protocolo RN-01726/2020.  Foram ouvidas, 593 pessoas entre os dias 27 e 28 de outubro.

A candidatura vem crescendo a cada pesquisa feita no sétimo maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte.

Evolução

1ª pesquisa: Instituto Seta (RN-01053/2020), divulgada no dia 02 de agosto de 2020, o cenário estimulado trouxe o pré-candidato do PSDB com 27,1%.

2ª pesquisa: Instituto Item (RN-01730/2020), divulgada no dia 30 de agosto de 2020, trouxe o panorama percentual maior para Dr. Tadeu com 28%.

3ª pesquisa: AgoraSei (Nº RN-02913/2020), divulgada em 07 de setembro de 2020, apresentou 30,4% para Dr. Tadeu.

4ª pesquisa: Consult (RN-03259/2020), divulgada no dia 18 de setembro de 2020, apontou a vantagem de 28,6%.

5ª pesquisa: AgoraSei (RN-03923/2020), divulgada em 07 de outubro de 2020, com 33,7%.

6ª pesquisa: Instituto TS2 Soluções (RN-01726/2020), divulgada em 03 de novembro de 2020, com 36,66%.

O Blog do Primo anotem medo de errar, pode cobrar depois.

Primando por Natal: Carlos Eduardo Alves engoliu Álvaro tirando o braço da seringa

Depois que percebeu uma tendência muito  forte para o prefeito de Natal, Álvaro Dias vencer na primeiro turno, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, desceu do pedestal, tomou um chá de humildade e apareceu apoiando à reeleição de Álvaro.
O medo de Carlos Alves, que não é convidado por nenhum candidato a prefeito no interior, era que Álvaro ganhasse à eleição sem ele aparecer.

Tá feio: Brenno Queiroga, vice de Kelps Lima, é réu em 8 processos na justiça federal

O engenheiro civil Brenno Queiroga, candidato a vice-prefeito na chapa encabeça pelo prefeitável e deputado estadual Kelps Lima, vem pregando nas redes sociais e nas ruas de Natal (RN), uma gestão moderna e que valoriza o bom uso do dinheiro público. No entanto, na sua retórica eleitoral em busca de ganhar votos do eleitor, o vice de Kelps esqueceu de dizer que acumula oito processos que tramitam na Justiça Federal – em um deles, aliás, Queiroga é denunciado por uso de documento falso e fraude em licitação. Apesar de ter a sua credibilidade sub judice, o candidato a vice na chapa de Kelps Lima usa suas redes sociais para criticar a atual gestão municipal, enquanto omite da população de Natal a sua extensa lista de processos.

Enquanto “entoam” um discurso dizendo à opinião pública que fazem parte da chamada “Nova Política”, Brenno Queiroga, que é ex-prefeito de Olho D’água do Borges (RN), e o próprio candidato a prefeito, Kelps Lima, esquecem de explicar à população de Natal sobre a atual situação do presidente nacional do Solidariedade, o “Paulinho da Força”, líder maior de ambos. O “Paulinho da Força”, no último dia 6 de junho passado, foi condenado no Supremo Tribunal Federal (STF) a 10 anos e 2 meses de prisão por desvio de verbas públicas do BNDES.

De acordo com a Procuradoria Geral da República, “Paulinho da Força” se beneficiou do desvio de recursos de contratos, de R$ 130 milhões e 220 milhões, entre o BNDES, a prefeitura de Praia Grande e as Lojas Marisa. Os fatos foram investigados pela Polícia Federal, na Operação Santa Teresa, deflagrada pela PF em 2008, que teve como alvo empresários, advogados e servidores públicos. Somente a parte relativa a Paulinho da Força tramita no Supremo, pelo fato de ele ter foro privilegiado.

Perigosa declaração do deputado Girão

O deputado Girão declarou no seu Twitter que a Polícia Federal está chegando perto do RN. Pessoas estão interpretando como uma informação privilegiada e assim também como uma utilização política da Polícia Federal.
Caso ocorra uma operação no RN tanto o deputado Girão como a Polícia Federal terão muito a explicar. Caso à Polícia Federal seja usada como ferramenta política eleitoral é o fim da nossa esculhambada democracia. A deputada federal aliada do presidente Jair Bolsonaro, foi acusada de ter informações privilegiadas sobre a operação da Polícia Federal (PF) quefez buscas em endereços ligados ao governador Wilson Witzel (PSC-RJ)
Confira o que disse o deputado: 

Governo prorroga prazo para renovação de contratos do Fies

Foto: © 07.07.2016/Gabriel Jabur/Agência Brasília

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou para 30 de novembro o prazo para a renovação semestral dos contratos de financiamento concedidos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2020. Os aditamentos dos contratos deverão ser feitos pelo sistema SisFies.

A Portaria nº 655/2020 que prorroga o prazo foi publicada nesta segunda-feira(3) no Diário Oficial da União. A medida vale para contratos simplificados e não simplificados.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o aluno precisa levar a documentação comprobatória ao banco para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Os contratos do Fies devem ser renovados semestralmente. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas faculdades no SisFies. Inicialmente, o prazo seria até 31 de outubro, para contratos assinados até dezembro de 2017. Os contratos do Novo Fies, firmados a partir de 2018, têm prazos definidos pela Caixa Econômica Federal.

Prazo

O dia 30 de novembro também é a data limite para a realização de transferência integral de curso ou de instituição de ensino e de solicitação de aumento do prazo de utilização do financiamento, referente ao segundo semestre deste ano.

Os Documentos de Regularidade de Matrícula, emitidos pelas instituições de ensino, que tiveram os seus prazos de validade expirados, deverão ser acatados pelos bancos, para renovação do financiamento até 30 de novembro.

O Fies é o programa do governo federal que tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.
⁣⁣
Agência Brasil